“Deixa para lá”, diz Mourão sobre Bolsonaro querer socar jornalista que perguntou de Queiroz

"Coisas pessoais do presidente, não compete a mim, como vice-presidente dele, tecer comentários", respondeu o vice-presidente

Jornal GGN – O vice-presidente Hamilton Mourão se recusou a comentar nesta segunda (24) a ameaça desferida por Jair Bolsonaro a um jornalista que o questionou, no domingo (23), sobre os cheques que totalizam R$ 89 mil que Fabrício Queiroz depositou na conta de Michelle Bolsonaro ao longo dos últimos anos.

Segundo Mourão, a ameaça de Bolsonaro é uma “coisa pessoal” que não cabe ao vice comentar.

“Coisas pessoais do presidente, não compete a mim, como vice-presidente dele, tecer comentários. Eu não comento essas coisas. Eu não estava junto, não sei… Deixa para lá isso aí”, disse.

No domingo, Bolsonaro, irritado com a pergunta sobre Queiroz, afirmou estar com vontade de “encher a boca” do jornalista de “porrada”. Queiroz é investigado por coordenar um esquema de desvio de recursos públicos do antigo gabinete de Flávio Bolsonaro no Rio de Janeiro.

Queiroz repassou para Michelle um total de R$ 72 mil em cheques entre 2011 e 2016. Já a companheira de Queiroz, Márcia Aguiar, repassou mais R$ 17 mil para a primeira-dama da República em 2011. As movimentações de Queiroz e seus familiares ainda estão em investigação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora