Editor do Valor diz que “elites” elegeram Bolsonaro e devem fazer mea culpa

A mídia, a classe política e outros setores que ajudaram Bolsonaro também deveriam se juntar no mea culpa

Jornal GGN – Pedro Cafardo, editor-executivo e um dos fundadores do jornal Valor Econômico, publicou artigo nesta terça (16) afirmando que “está claro que a escolha do presidente foi responsabilidade das elites brasileiras, do agronegócio à indústria, passando evidentemente pelo setor financeiro.” A mídia, a classe política e outros setores que ajudaram deveriam igualmente fazer um grande mea culpa.

“Foram, sim, os mais ricos e teoricamente bem informados que elegeram ou trabalharam com mãos e mentes pela eleição do atual presidente. Precisam agora fazer mea culpa”, escreveu.

Para ele, as elites sabiam exatamente quem era Bolsonaro. “As elites só não sabiam, mas poderiam desconfiar, que ele adotaria uma política tão desastrosa na área da saúde. Nem que o país enfrentaria a infeliz coincidência de ser liderado por alguém que despreza a ciência e promove a morte em meio a uma pandemia nunca vista em cinco gerações.”

“Ao escolher Bolsonaro”, continuou, “a classe dominante sabia que ele se juntaria ao conservadorismo de Trump, que adotaria comportamento hostil em relação à China, maior parceiro comercial do Brasil, que daria uma banana para as causas ambientais, que desprezaria os povos indígenas, que poria ideologia conservadora nas escolas, que incentivaria a homofobia e o uso de armas pela população, que tiraria recursos da cultura, que a contragosto apoiaria o arrocho fiscal recessivo, que flertaria com o autoritarismo antidemocrático.”

Com Bolsonaro, muitos “oportunistas” se elegeram governadores e deputados e “agora viraram casaca como se nunca o tivessem apoiado, sem uma palavra de arrependimento e desculpas”.

Leia também:  A singularidade destas eleições municipais de 2020, por Francisco Celso Calmon

Empresários, igrejas, juízes e procuradores, jornalistas. Todos influenciaram o voto em Bolsonaro e agora fingem que nada tiveram com isso.

Leia aqui.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

12 comentários

  1. A grande cagada escudada pelo stf e promovida,pela mídia capitaneada pelo grupo Globo e financiada por empresários e banqueiros desde junho de 2013,terá de ser higienizada pelo stf que fez vistas grossas as ilegalidades jurídicas e ao desprezo a constituição.
    O supreminho (SUPREMO É O POVO LEGALISTA)terá de rebolar feito antigas chacretes para derrubar essa milícia de farda,terno e toga que se apossou do País ou essa milícia destrói completamente o stf.
    A Hidra que gestaram tem muitas cabeças e todas devem ser decepadas pelo stf pois a depender de tucanos e Maia a coisa fica em banho maria na tentativa de fazerem crescer um verdugo do povo pobre de pinheirinho,um Opus Dei fascista ou um coroné que muitos imbecis julgam esquerdista e tentam passar a ideia brincando com números pulando de 12% a 70.
    Não estamos em uma encruzilhada visto que a solução única é derrubar essa quadrilha alcunhada de governo.
    Portanto esquerda esse somos 70% está brincando ,abusando de nossa inteligência,não promovam esses caras.
    NÃO PROMOVAM !!!!!!

    9
    1
  2. Precisam fazer o mea culpa. Já deveriam ter feito. Farão?
    Acredito que não. Está bem explicitado na matéria que tidos sabiam quem era,quem é ,embora não explícito, quem será o sujeito que ocupa a presidência da República.
    Sabiam tudo isso e mesmo assim tiveram a capacidade de apoiá-lo. Tudo contra o PT. Tudo contra o Presidente Lula. Tudo contra o Brasil.
    É por que tudo isso? Ódio? Também.
    Mas, sobretudo,inveja. Inveja por terem governado o país desde o descobrimento e sempre ficarem vendendo um futuro que nunca chegou enquanto os governos do Presidente Lula e da presidenta Dilma vendiam o presente e entregavam o futuro.
    Por isso, nunca farão mãe culpa. Fazê- lo teriam que assumir não seus erros mas os acertos dos governos populares e,além disso,assumirem-Se como iguais a escória que ajudaram a eleger.

    10
  3. De uns tempos para cá uma parte das esquerdas, especialmente os ligados ao PT, tem devolvido à direita o mote tão querido deles, de exigir autocrítica do PT. Por outro lado, Lula tem liderado dentro do partido uma corrente que não aceita participar de uma Frente Ampla sem que essa autocrítica apareça.
    Será que essa publicação é um primeiro sinal de que a direita tradicional está disposta a um acordo com o maior partido da esquerda e seu líder? Se abrirem mão do hegemonismo, se abrirem mão do neoliberalismo – apenas temporariamente, ninguém quer banqueiro virando socialista – se aceitarem um programa de centro com um pouco de remédio para a desgraça social em que nos afundamos nos últimos anos, extremada pela pandemia, se usarem sua força e seus contatos dentro das casernas para acalmar a direita armada, podemos chegar logo a um acordo que permita remover essa dupla de loucos e termos um “Governo Itamar” que conduza a transição até a eleição de 2022.
    Mas é claro que eu estou só sonhando acordado, mais uma vez…

    10
  4. O mea culpa só teria efeito positivo se reconhecem que, conscientemente, foram injustos com os Governos petistas pelo simples fato de não suportarem o sucesso de um nordestino sem faculdade mas com um monumental conhecimento empírico, e isso eles nunca teriam coragem nem vergonha na cara suficiente para fazê-lo. Mas de uma coisa eu não tenho nenhuma dúvida: terão que prestar contas a Deus pelos muitos estragos causados na vida de muitos brasileiros, que em razão do que foi feito tiveram suas vidas mudadas pra pior. Da justiça divina, ninguém se livra, e a essa justiça ninguém engana.

  5. Faço minhas todas as palavras do Cafardo, principalmente deste último parágrafo. O que tem de santinhos das igrejas mudando de assunto quando se fala de bolsonaro não é brincadeira,não. Sepulcros caiados, fariseus e outras adjetivos não recomendáveis neste blog.

  6. O Kennedy Alancar nestes últimos dias deu umas cobradas em Luciano Huck e outros sobre a questão, através de seu twitter

  7. ea culpa é para quem está arrependido, e não há nada que a turma de Bolsonaro está fazendo que prejudique a elite. Pelo contrário, todas as realizações dessa turma são exatamente o que a elite quer, desde decisões objetivas num ou noutro assunto (Trabalho, Economia, Previdência, Saúde, Educação) até no tornar a ordem democrática e a coisa pública em bosta. Tudo o que Bolsonaro faz vem coberto de baixaria, e como Bolsonaro é representante do estado, torná-lo o mais baixaria possível é tudo o que a elite quer, seja para a glória das instituições privadas ou mesmo para que os fatos confirmem o que essa elite quer crer: que o Brasil é uma bosta. (“Lindos mesmo só os EUA ou a Europa.” Como se Europa fosse um país…

    “Pensando forte no que você faz e diz,
    só faz fazer, de Nova Iorque, algo assim como Paris…”
    (Diamante Verdadeiro, Caetano)

  8. Faltou espelho em casa?!?…esse é o busilis, a culpa é sempre do outro, e quando não tiver ninguém, bota a culpa no Lula que é batata……

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome