ESTREIA: Último episódio da série “Lava Jato Lado B” expõe a indústria do compliance

O crescimento do mercado do compliance no Brasil, a perigosa mistura entre público e privado, e os contratos milionários para escritórios globais de advocacia, praticamente impostos pelos EUA às empresas estratégicas nacionais. A lógica financeira por trás de megaoperações como a Lava Jato é o tema do último capítulo da série exclusiva do GGN

Nos últimos 5 anos, a Lava Jato fisgou políticos, executivos e operadores do esquema na Petrobras, e também avançou sobre grandes companhias brasileiras.

A força-tarefa de Curitiba ajudou a disseminar a narrativa de que os crimes de colarinho branco existiram por falta de uma cultura de integridade moral nas cúpulas empresariais, ou porque os mecanismos de controle falharam.

Condenadas, as empresas pagaram multas gigantescas e foram obrigadas a se colocar em conformidade com os parâmetros internacionais de transparência e governança.

Esse direcionamento fomentou o mercado de compliance no Brasil, abrindo vagas para os próprios procuradores, que viram a oportunidade de deixar a carreira no setor público para assessorar empresas investigadas.

Nos EUA, essa troca de funções é muito mais frequente, mas tem gerado críticas por contaminar os processos dentro da máquina pública, entre outras implicações.

Neste último capítulo da série “Lava Jato Lado B”, vamos discutir o boom da indústria do compliance no Brasil.

Estreia na TV GGN, a partir das 21h:

QUER AJUDAR O GGN A PRODUZIR MAIS DOCUMENTÁRIOS COMO ESTE? ACESSE WWW.CATARSE.ME/TVGGN E APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

CAPÍTULOS ANTERIORES:

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Familiares relatam sérias dificuldades para visitar presos no Amazonas

2 comentários

  1. Um boa parte do povo não passa de massa.de manobra e a parte que pensa se vê de mãos atadas, pois o poder as oprime!

  2. hoje em dia o que pesou no BRASIL a favor dos partidos da direita que defendem a concentração de riqueza são os gados dos evangélicos. Se uniram a nossa elite retrógrada + partidos de direita (psdb, pfl, psl, mbl……) + midia + banqueiros + imperialistas do norte + judiciario (stj + stf + mp)

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome