FMI reduz projeção de crescimento do Brasil de 2,1% para 0,8%

O mundo vai crescer 3,2% neste ano e 3,5% no próximo, um décimo menos tanto em 2019 como 2020. América Latina, 0,6% neste ano e 2,3% no seguinte

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a projeção de crescimento do Brasil de 2,1% para 0,8% neste ano, e diminuiu também a estimativa para 2020, de 2,5% para 2,4%. Segundo informações do El País, a medida se deu diante das “incertezas” do governo Bolsonaro sobre as reformas de interesse do mercado.

“As novas projeções se alinham mais ao consenso do mercado financeiro, que aposta em um avanço de 0,82% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 e de 2,1% no próximo ano, segundo o boletim Focus desta semana, divulgado pelo Banco Central, que leva em conta um levantamento feito com mais de 100 instituições financeiras. Uma cifra de 0,81% já havia sido apontada pelo Governo de Jair Bolsonaro, que admitiu que a expansão da economia brasileira não alcançaria nem um ponto este ano”, afirmou o jornal.

Já a América Latina deve crescer 0,6% em 2019 (0,8 ponto percentual abaixo do estimado em abril). Em 2020, a previsão é 2,3%.

O mundo cresce, de acordo com a projeção divulgada nesta terça (23), 3,2% neste ano e 3,5% no próximo, um décimo menos tanto em 2019 como 2020.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Governo caminha para contratar estrangeiras em vez de nacionais, anuncia Guedes

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome