Home Editoria Justiça Governo pede ao Supremo autonomia sobre destinação de verbas de multas da Lava Jato

Governo pede ao Supremo autonomia sobre destinação de verbas de multas da Lava Jato

Governo pede ao Supremo autonomia sobre destinação de verbas de multas da Lava Jato
Foto: STF

Jornal GGN – A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com ação Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira, 14 de julho, para ter autonomia sobre a destinação de recursos de multas de condenações ou acordos da Operação Lava Jato. 

Segundo o governo, não cabe ao Judiciário, a pedido do Ministério Público, decidir sobre a vinculação dos valores sem a participação dos órgãos competentes para a execução orçamentária”.

“A destinação desses valores cabe à União, desde que não haja vinculação legal expressa e ressalvado o direito de demais entidades lesadas”, argumentou o advogado-geral da União, José Levi Mello. 

De acordo com a AGU, a ação deve ser mediada pelo “Poder Executivo, que é a administração do orçamento público”, a fim de não comprometer o princípio da separação dos Poderes ao avançarem em prerrogativa do governo federal.

O requerimento da AGU foi feito em uma ação apresentada ao Tribunal pelo PT e PDT. Os partidos pedem que Supremo interprete as leis Anticorrupção, das Organizações Criminosas e de Lavagem de Dinheiro e impeça que a procuradoria decida sobre valores referentes a multas pagas em acordos de leniência.

Com informações do jornal Estado de S. Paulo. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 COMMENT

  1. O dinheiro supostamente recuperado e oriundo de onde?
    É para lá que ele deve voltar. Simples assim.
    Agora,com certeza,não pode ficar nas mãos da bandidagem concurseira.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Sair da versão mobile