Huck chama apagão de “pedaladas” e acusa crime de responsabilidade de Bolsonaro

No dia anterior, a ex-senadora Marina Silva (Rede) fez o mesmo comentário em debate com Ciro Gomes (PDT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB)

Jornal GGN – O apresentador Luciano Huck, ligado ao movimento RenovaBR, também emitiu críticas ao presidente Jair Bolsonaro, por causa das mudanças no jeito de divulgar os dados da pandemia de coronavírus.

No Twitter, ele chamou nesta segunda (8) o apagão no Ministério da Saúde de “pedaladas sanitárias” e acusou crime de responsabilidade, que é passível de impeachment.

“Informação é a nova fonte de riqueza. Temos de nos mobilizar p/ impedir q ideologias reacionários distorçam ou neguem fatos no Brasil. Governo que sonega informação aos cidadãos comete crime de responsabilidade. Ainda mais quando há vidas em risco.”

No dia anterior, a ex-senadora Marina Silva (Rede) fez o mesmo comentário em debate com Ciro Gomes (PDT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora