Imunização contra a Covid-19 salvou 43 mil idosos no país, aponta estudo

Mortes pela doença caíram mesmo em meio a disseminação da variante gama (P.1), destaca estudo do Centro de Pesquisas Epidemiológicas da UFPel

Agência Brasil

Jornal GGN – A aplicação de vacinas contra a Covid-19 salvaram a vida de 43 mil pessoas com mais de 70 anos no Brasil, mesmo em meio a disseminação da variante gama (P.1), apontou um estudo do Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) em parceria com a Universidade de Harvard. 

A pesquisa analisou 235 mil óbitos por Covid-19 registrados entre janeiro e maio deste ano em todo país. A partir da imunização com as vacinas Coronavac e AstraZeneca, os óbitos pela doença caiu de 28% para 16% entre pessoas de 70 a 79 anos e de 28% para 12% entre as pessoas a partir dos 80 anos.

O cálculo considerou a mortalidade de pessoas nessa faixa etária por Covid-19 comparada com a mortalidade por outras causas, índice que permaneceu estável no mesmo intervalo.

A pesquisa, liderada pelo epidemiologista César Victora, da UFPel, com da demógrafa Márcia Castro, de Harvard, ainda não passou por uma revisão independente e antes submetida ao portal de estudos abertos MedRxiv.

Com informações de O Globo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome