Militares aderiram a Bolsonaro em reação aos governos dos “últimos 30 anos”, diz Heleno

"A participação dos militares ao governo foi reação ao período triste em que o Brasil foi saqueado, não só nos recursos financeiros mas nos recursos de formação da sociedade, recursos educacionais"

Jornal GGN – O general Augusto Heleno afirmou em entrevista à Joven Pan, na tarde desta segunda (20), que os militares que estavam indo para a reserva aderiram à candidatura e depois ao governo de Jair Bolsonaro em reação ao Brasil que “estávamos assistindo nos últimos 30 anos”.

Segundo ele, esse Brasil pós-redemocratização é um País que foi “saqueado”. “A participação dos militares ao governo foi reação ao período triste em que o Brasil foi saqueado, e não só nos recursos financeiros, mas nos recursos de formação da sociedade, recursos educacionais e na convicção do brasileiro de que temos condições de ser um grande País”, disse.

“Esse sonho nos foi roubado pela roubalheira, pela incompetência e falta de patriotismo de alguns governos que se seguiram”, disse Heleno, sem citar detalhes sobre quem comandava esses governos.

“Isso provocou nos militares que estavam saindo das Forças Armadas uma adesão ao governo que prometia mudar essa situação e colocar o País nos trilhos. Isso explica essa participação dos militares que estavam passando para a reservar, de apoiar esse governo que estava se prontificando a sanear a tudo aquilo a que estávamos assistindo nos últimos 30 anos”, comentou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

26 comentários

  1. Que conversa fiada! Aderiram a um louco que so nao foi expulso da FA porque acochambraram e faltou informar que brasil foi saqueado durante a ditadura tb

    Por outro lado, aqui no GGN um pouco mais adiante, artigo sobre uma nomeação da filha de gal.Braga neto, já em vias de contestação por claro nepotismo, mostra o real motivo da adesão de militares a este desgoverno.
    Quanta falácia, quanta mentira.

  2. Estes milicos a que ele se refere têm se comportado como inimigos da pátria, apoiando o desmonte do Brasil, patrocinando um desgoverno corrupto e odioso – desgoverno que está destruindo tudo o que foi construído nestes últimos 30 anos, depois do desastre que foi a ditadura militar para o Brasil.

  3. Não passam de um governo de mentirosos, de cabo a rabo.
    O que ele fala é o que quer, pois na ditadura roubaram e deixaram roubar, então aproveitem: rachadinhas, cotas de gasolina, cargos para parentes, sirvam-se, seus gatunos, mas não esqueçam de remunerar os rentistas… senão eles os derrubam. Taokey!

  4. Hoje você é quem manda
    Falou, tá falado
    Não tem discussão
    A minha gente hoje anda
    Falando de lado
    E olhando pro chão, viu
    Você que inventou esse estado
    E inventou de inventar
    Toda a escuridão
    ……………………………………………

    Nassif: filho das Agulhas, “do lado mais sombrio da Luz” (StarWars), o general (herdeiro do dileto do RioCentro) sabe o que diz e a que veio. A convivência no Haiti deu-lhe a visão exata e o ilusório de como governar Pindorama. E, desde então sonha com o regime do ídolo PapaDoc e seus TotonsMacoutes policiando a povalha. Essa de “30 anos” é disfarce. Na verdade (é só consultar os fatos históricos) tudo começa em 2003, essa “visão” apoteótica de um golpe que já completou 130 anos. Porque conspirar é meta e destino da sua farda. Até concordo havia ausência de escândalo no tempo da DitaMole. Agora me diga, quem era besta de sequer cogitar denúncia contra os de Estrelas (no braço e nos ombros)? Quem seria candidato a descer boiando o Guandú? Ou uma temporada em Petrópolis, naquela casa de Tolerância&Terror? Como você sabe, a bala tem sempre razão. É lógico, esse tipo de discurso levanta a moral da tropa (de pijama, tanto quanto da caserna), conforma AvivadosDoBras e PobresDeDireita e, sobretudo, anima a Elite insana. É como disse (recentemente) aquele general gringo do ComandoSul, ainda pagamos esses pra dar porrada (“segurança”) nos locais e trabalhar para eles…

  5. De minha parte nenhuma surpresa…
    apoiam Bolsonaro porque são de uma época em que do cabo ao general todos foram criados iguais, para odiar a Democracia e/ou a liberdade do povo brasileiro

    preparem-se, jovens, porque a tortura e os assassinatos dos tempos sombrios também foi para colocar o país nos trilhos……………………..da morte

  6. É mesmo uma múmia paralítica, repulsivo e muito ignorante esse General Heleno! Choro de rir quando lembro das referências dele dadas por Dilma Roussef! Lembro dele também quando algum estupido dá socos na mesa ao invés de argumentar e mostrar sobriedade.Ainda bem que não fará parte de nossa história nem será lembrado!Até Olavo de Carvalho Carvalho desqualifica a múmia!

  7. Pois que o general não repita 64. Dê os nomes e as provas, e que a justiça resolva quem é ou não ladrão. Essa ladaínha da corrupção e da moralidade é o único argumento que utilizam para tomar o poder, à força ou de modo disfarçado. São treinados para não deixar o nosso País se desvencilhar das amarras dos interesses externos, nem que para isso tenham que sacrificar brasileiros, à bala ou de fome. Como se aqueles que eles defendem fossem puritanos.

  8. Vamos ver, general, quem vai ficar vai ficar pior na história futura do Brasil. Se é os 30 anos pós-ditadura militar ou se será a herança maldita da ruína nacional, que este governo de viés paramilitar deixará para as próximas gerações. Que fique registrado o desafio.

  9. Esse general de merda, assassino do povo haitiano, até hoje não explicou a população como e porque um sargentinho da FAB transportava 39 kgs de cocaína no avião presidencial, cuja segurança é responsabilidade deste imbecil.

    Quem é cúmplice do sargento ?
    Quem pagou a fiança do sargento preso na Espanha no valor de 2 milhões de dólares ?

  10. Não se trata somente de ignorância e desinformação. É a compulsão pela mentira, a mania de fazer o pepel de salvadores da Pátria, já que passam a vida de barriga para cima e pernas para o ar e morrem na cama, de velhice, (alguns se tornam múmia em vida). longe, muito longe do papel de heróis que pensam ser. Se esse senhor, com total desapego à verdade, tivesse escrúpulos e soubesse consultar estatísticas, enfim fosse intelectualmente honesto, diria à sociedade que nos governos populares que se sucederam entre 2003 e 2015, houve maior implantação de potência energética hidráulica e a gás, maior quilometragem de estradas asfaltadas, maior quilometragem de ferrovias, maior criação de vagas nas universidades federais (com a implantação de quatorze novas universidades e quarenta e cinco novos campi), maior expanaão de vagas no ensino técnico federal de nível médio, maior expansão do comércio exterior, maior criação de postos de assistência médica primária (Programa Mais Médicos),e vou parar por aqui – do que nos 21 anos de ditadura militar. Nesses anos de governos populares, por outro lado, o Brasil não foi uma vez sequer, quebrado, sem um dólar nos cofres da agência do Banco do Brasil em N. York, bater às portas do FMI.
    E TAMBÉM NÃO HOUVE A PRÁTICA,INFAME, CRIMINOSA E VERGONHOSAMENTE IMPUNE, DA TORTURA, DO DESAPARECIMENTO DE PRESOS POLÍTICOS, infligindo a mães, pais, esposas e filhos, a dor infinita de saber que seus filhos, maridos e irmãos sumiram nas mãos de cachorros-loucos fardados, sem poder lhes dar um sepultamento cristão nem reaver seus corpos,que os seus camaradas de farda, em ostensiva prática de CRIME CONTINUADO, ATÉ HOJE SE RECUSAM A DEVOLVER, CANALHAS QUE SÃO.
    Finalmente, Senhor General, nenhum presidente dos governos populares bateram continência a bandeiras de potências estrangeiras, imperialistas ou não, nem aos respectivos chefes de estado ou de governo.
    Vá ler, se informar e deixar de mentir, General. E tratar da sua coluna, que a sua lordose, talvez seja a causa de um raciocínio tão conturbado, e, por isso, distante, muito distante, da verdade factual. Além do que uma corcunda de tal arqueamento, pode lhe ser útil para curvar-se a potentados alienígenas, como o seu chefe analfabeto, mas fica muito mal a um oficial do Exército Brasileiro.
    João Carlos Bezerra de Melo

  11. Eles ameaçaram o STF para manter o Lula fora da disputa, não se incomodaram com o golpe na Dilma, mesmo sabendo que era inocente. Apoiaram Bolsonaro, porque ele é corrupto e manipulável. O que as forças armadas querem é dinheiro sem ter que prestar contas. No governo do PT eles receberam muito dinheiro, bastante mesmo, mas o PT queria que eles prestassem contas, criou a lei da transparência e foi a gota d´água. Eles só querem encher os bolsos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome