Moraes aponta movimentação ‘atípica’ de dinheiro envolvendo Ricardo Salles

Montante chega a R$ 14 milhões, e Polícia Federal descreve o ‘modus operandi’ de ‘passar a boiada’ pelo ministro do Meio Ambiente

Agência Brasil

Jornal GGN – A decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que desencadeou a abertura da Operação Akuanduba, apresenta um relatório financeiro que indicou ‘movimentação extremamente atípica’ envolvendo ‘escritório de advocacia que tem como sócio o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles’.

O documento em questão cita transações no período de 2012 a junho do ano passado e, segundo Moraes, os valores chegam a R$ 14,1 milhões.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, a Polícia Federal também informou ao Supremo que foram encontradas diversas comunicações ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras de ‘operações suspeitas’ entre duas empresas investigadas na operação e o secretário adjunto de biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, Olivaldi Alves Azevedo Borges.

A Polícia Federal também mostrou detalhes da suposta participação de Salles no esquema, chegando a reproduzir as falas do ministro na reunião ministerial de 22 de abril de 2020, quando o ministro do Meio Ambiente afirmou que era preciso aproveitar a ‘oportunidade’ da pandemia do novo coronavírus para ‘ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas’.

O modus operandi de simplificação das normas teria sido adotado nas exportações ilícitas de madeira, por meio ‘de um parecer por servidores de confiança em total descompasso com a legalidade’ – o despacho que liberou a exportação de madeira de origem nativa, sem a necessidade de uma autorização específica.

Tal documento foi suspenso por ordem do ministro Alexandre de Moraes, que também determinou a quebra dos sigilos bancários e fiscais de Salles e de outros 22 alvos da investigação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome