Na esteira do esvaziamento de Paulo Guedes, um ministério para o PTB de Roberto Jefferson

Bolsonaro quer influenciar na disputa pela presidência da Câmara e, para isso, realiza reuniões com lideranças partidárias para discutir cargos

Jornal GGN – O jornalista Tales Faria publicou na quarta (22) um artigo analisando a movimentação de Jair Bolsonaro em aquecimento à disputa pela sucessão de Rodrigo Maia na Presidência da Câmara. O governo quer influenciar na eleição e, para isso, realiza reuniões com lideranças partidárias para discutir distribuição de cargos.

Neste contexto, Bolsonaro estuda, segundo Faria, dois caminhos que vão esvaziar os poderes de Paulo Guedes no ministério da Economia. Uma opção é recriar o Ministério do Trabalho e entregar ao PTB de Roberto Jefferson, o pivô do escândalo do Mensalão que agora virou uma espécie de avalista do presidente em meio à pandemia do coronavírus.

No Twitter, Jefferson afirmou que não recebeu convite para assumir ministério nenhum e disse que Tales Faria propagou fake news – embora o jornalista não tenha cravado que ele seria o titular de qualquer pasta endereçada ao PTB.

O deputado cassado também afirmou que é contra a recriação do Ministério do Trabalho. “Sou contra a sua recriação, da mesma maneira que sou contra a existência da Justiça do Trabalho. Duas babás milionárias, fingindo defender o trabalhador e gerando grande custo financeiro a quem ousa gerar emprego. Tem que extinguir os dois.”

Outra hipótese na mesa de Bolsonaro é recriar o Ministério do Planejamento, o que pode provocar um pedido de demissão de Guedes. Algo que já não é considerado impossível por interlocutores do Planalto.

Guedes já vem sendo escanteado pelo governo, sobretudo por causa do plano de investimentos em obras, com incentivos fiscais, anunciado pela Casa Civil e o Ministério da Infraestrutura. O ministro da economia não é a favor de mais gastos.

Leia mais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora