O discreto charme de Marina Silva

Marina Silva personifica uma contradição sedutora, sorri para a modernidade enquanto se apresenta confiável ao conservadorismo. Depois de Collor de Mello e FHC, é o novo ilusionismo da direita.

Marina e o olhar as nuvens.

Marina é um caso de radicalismo improvável de ser posto em prática. Alimenta simultaneamente esperanças nos extremos do nosso espectro político. A extrema esquerda e a direita se unem para apoia-la. “Terceira via” paradoxal, Marina faz oposição ao centro.

Um governo Marina é a garantia da traição a um dos lados que hoje a apoiam.

No entanto, messiânica, parece trazer em si a certeza das ações necessárias para a consecução de cada uma dessas esperanças. Marina não tem a solução dos problemas, Marina é a solução. Mas uma solução que não se dá à maçada de apresentar propostas concretas.

Marina encarna um discurso de crítica ao sistema. Mas é algo pensado para ser vago, fugidio. É como olhar as nuvens. Cada um vê nelas o que quer ver, as nuvens em momento algum se responsabilizam por nossos sonhos, apenas os inspiram.

Marina tem um que de modernidade que se expressa em um falar protofilosófico que parece ser compreensível apenas aos iniciados, mas, sem dúvida, transmite confiança no que fala. E, assim, afasta o contraditório. Para fazer o contraditório é necessário entender os argumentos do interlocutor. Se o que se ouve não passar de um jogo de palavras pretensamente modernoso, como contraditá-lo?

Marina pode ser tudo, mas tola ela não é, vai adiar o quanto puder o debate sobre suas contradições.

Marina Silva é um poço de contradições.

Marina tem origem no movimento ecológico, mas há muito isso deixou de ser seu campo de militância. Alguém se lembra da última causa na qual Marina esteve à frente, dando a cara à tapa?  

Vinda das classes populares, de pequenos agricultores e extrativistas da floresta amazônica, Marina tornou-se ícone da classe média urbana do sudeste e sul. Já há tempo que o Acre deixou de ser seu referencial.

Leia também:  Fora de Pauta

Na Folha de São Paulo, a colunista Eliane Cantanhêde, dias atrás, saudava uma das características de Marina que deve ajudá-la em muito na conquista de votos – é evangélica. Mas Marina não encarna a “nova política”, aquela na qual não se trata eleitores como se fossem parte do “curral eleitoral” do candidato?

Questionar Marina sobre sua posição em relação à descriminação do aborto é ocioso. Mas ninguém ainda perguntou à Marina a sua posição sobre o ensino religioso nas escolas públicas. Ou sobre o currículo escolar das aulas de ciências no ensino fundamental ou de biologia no ensino médio. Musa dos “verdes”, é criacionista. Sua posição sobre esses assuntos seria muito relevante para seus eleitores.

Apesar de ser lembrada pela causa ecológica, Marina é apoiada por banqueiros e industriais. A Natura e o Itaú são quase parte do seu partido. Se é que não são o seu “partido”, já que o Rede ainda habita o campo das possibilidades.

Alguém já ouviu uma palavra de Marina sobre a manutenção das conquistas sociais dos últimos 12 anos? O Bolsa Família, o PROUNI, o PRONATEC, o “Mais Médicos” e a recomposição do valor do salário mínimo, por exemplo?

O que sabemos de Marina a respeito da política econômica? Que Marina defende a ortodoxia neoliberal expressa no tripé – metas de inflação, superávit primário e câmbio flutuante.

Música para os ouvidos da especulação financeira.

Metas de inflação são alcançadas, no mais das vezes, com juros altos e trazendo a inevitável redução da atividade econômica, mas altos ganhos ao setor financeiro. O superávit primário vai garantir os recursos necessários para pagar os tais juros, mas, com a redução da atividade econômica, a solução é o corte dos gastos sociais. E o câmbio flutuante garante os ganhos de capital pela simples intermediação financeira praticada por fundos de investimentos internacionais ou sediados em “paraisos fiscais” e nos coloca vulneráveis a ataques especulativos que realimentam o processo de especulação. Por fim, com a livre circulação de capitais, base da idéia de câmbio flutuante, está assegurada a expatriação integral dos lucros dos “investidores internacionais” e dos investidores internacionais. 

Leia também:  Lava Jato em família: Procurador do TRF4 admite ser primo de outro acusador de Lula

Algum jornalista já questionou Marina sobre isso e se isso não seria uma retomada do modelo do governo FHC?

E quanto ao papel do Banco Central na condução da política econômica? Bom, em relação a isso, Marina já se posicionou. E claro, ela é favorável à autonomia do Banco Central – não autonomia formal, mas autonomia de facto.

Nós não defendemos a formalização da autonomia do Banco Central. Na realidade, a autonomia já faz parte das leis que pertencem a esse ramo do direito. Mesmo que (a autonomia) não seja formalizada ela se estabelece a partir do consenso social, político cultural. (Se isso fosse para o debate do Congresso), criaria um risco de colocar em discussão uma questão como essa. Se um grupo decidir que não terá autonomia, nós estaríamos diante de uma fragilização dos instrumentos de política-macro econômica que não é desejada. Não há necessidade de institucionalização”. Aqui.

Um exemplo da prolixidade a serviço da dissimulação de intenções. 

E pensar que Aécio apanhou um bocado por ter se comprometido com as tais “medidas impopulares”.

Há ainda outras questões em aberto em relação a um hipotético governo de Marina Silva.

Marina é uma adversária do agronegócio – os tais “latifundiários”.  Ocorre que o agronegócio não é mais, no Brasil, apenas a agricultura e a pecuária tradicionais. O conceito correto para nós é o da agroindústria. Trata se da nossa área de maior desenvolvimento tecnológico, um dos nossos maiores empregadores, inclusive com empregos de nível superior, e a principal fonte de exportações brasileiras e uma das nossas garantias contra a inflação.  Qual será a fonte de receitas que Marina irá buscar para substituí-lo? Turismo ecológico?

Leia também:  Multimídia do dia

É bom que se pergunte isso a Marina. Como também sobre qual a sua opinião em relação área da mineração, da exploração do pré-sal e da geração de energia elétrica.

E sobre a privatização e o papel do Estado como indutor do desenvolvimento econômico.

Precisamos conversar sobre Marina.

Aécio não conseguiu formar empatia com o eleitor, patina na casa dos 20% de intenções de voto há meses. Só cresce agregando “in extremis” o voto de ódio antipetista. Mas nem assim as pesquisas apontam uma vitória, sequer um segundo turno é garantido. Tem, além disso, todo o passivo dos seus governos e correligionários em Minas.

Marina não. Pode-se molda-la às expectativas dos sonhadores, dos indecisos e dos insatisfeitos. E, com ela, é possível odiar o PT sem ter de baixar ao nível do calão, de mandar a presidente da República tomar no cu.

Garante a volta do conservadorismo ao poder, mas com a leveza de uma “sacerdotisa dos povos da floresta”.

Um símbolo charmoso e dissimulado como o foram os ares de modernidade e dinamismo com Collor de Mello e de intelectualidade com Fernando Henrique Cardoso. E esses governos foram o que foram.

Por tudo isso, aqueles que defendem a posição da esquerda, da social democracia, precisam muito falar sobre Marina, apontar mais uma tentativa de engodo.

Depois de Collor de Mello e FHC, Marina é o novo ilusionismo da direita.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

104 comentários

  1. Ninguém ,absolutamente

    Ninguém ,absolutamente ninguém,descreveu Marina como Elio Gaspari

       ( ….)

            

    Manejando-se apenas percentagens vai-se a lugar nenhum. Falta saber o que Marina proporá para transformar preferências em votos. No primeiro turno de 2010 ela teve cerca de 20 milhões de votos (19,33%). Até agora, o programa de sua chapa foi ralo e confuso. Fala em “eixos programáticos”, “brasileiros socialistas e sustentabilistas”, “borda de desfavorecidos”, “democracia de alta intensidade”, em “ampliar a dimensão dos controles ex post frente à primazia dos controles ex ante”. Propõe plebiscitos e “um novo Estado”. Isso pode dar em qualquer coisa.

    • “Esqueçam o que escrevi!”

      A primeira ação de Marina, se eleita, seria esquecer todo esse programa aí, que aliás é apenas um exercício intelectual voluntarioso e sem efeito prático. No ato, trairia também a sua Rede. Cairia nos braços da direita conservadora e tradicional.

  2. é o medo tá grande

    todo mundo tenta desqualificar a marina.

    pelo jeito tem muita gente por aí que preferia que ela estivesse no avião.

    mas tudo melhora, é só a dilma aparecer abraçada no mais novo amigo de infância, (creio que ainda seja o maluf, ou tem algum mais novo aí??) que as pequisas mostrarão ela subindo em sp.

    mas a coisa é assim mesmo. querem concorrer com galinha morta do ah é sim, pra facilitar.

    • Esta é apenas a sua avaliação

      “Medo de Marina” significaria que o Brasil estaria muito mal eleitoralmente.

      Não dá para comparar as candidatas, a menos da promoção da míRdia.

      Se o Brasil eleger Marina (e mesmo o Aécio) contra Dilma, será o sinal para que eu desista de acreditar no mínimo senso dos brasileiros desta geração.

      E por mais de seis décadas eu não desisti….

    • Medo da Marina? Tenho sim.
      O

      Medo da Marina? Tenho sim.

      O Aécio já está em campanha faz tempo. Bem ou mal, sabemos quais as suas posições. Sabemos como ele governou Minas. Sabemos os seus aliados. Sabemos os seus interesses.

      O que sabemos da Marina? Quase nada. Cheque em branco para governar 200 milhões de brasileiros? Não, obrigado.

          • Assino também porque sabemos

            Assino também porque sabemos bastante sobre ela, e não gostamos do que sabemos. Como alguém comentou: ela mesma se desqualifica, com um discurso confuso nas questões de peso (a meu ver, propositadamente) e muito claro no que diz respeito à “moral e bons costumes”.

        • Marina, desconhecida!?

          Marina Silva foi ministra de LULA por 8 anos, foi?

           

          Na eleição passada teve 19 milhões de votos, salvo engano, ex-senadora! É isso mesmo?

           

          Segundo o raciocínio desenvolvido no comentário, quem poderia pleitear ser candidata a presidente (a)? Quem? 

           

          Acho, não tenho certeza, mas vejo em Marina Silva uma candidatura legítima, séria, que merece muito maisque respeito de todos nós, merece até nosso voto (rsrsrsrs).

           

          Pior, creio que ela faz um estrago grande no eleitorado identificado com LULA, aquele tipo classe C, sabe aquele “imaginário popular”, que associam duas pessoas, dizendo que os dois são “unha e carne”!?

           

          Olha, com estruruta e boa vontade da mída, como estamos vendo, Marina será muito competitiva e realmente ameaça a reeleição de Dilma, mas nem por isso devemos achar (=pensr torto), que Marina seja FHC ou Collor, sinceramente!

           

          Não fiquem chateados, mas parece anedota falar numa “Marina desconhecida”, mas só penso, como todo penso é torto, são pensamentos tortuosos.

           

           

           

           

      • A esperança vencerá o

        A esperança vencerá o medo?

        Parece que o slogan mudou de lado. O problema do PT é que ele não é democrático. Escrachou Marina, o turma do PSOl, o Eduardo, todos eliminados do governo porque divergiram de seu programa e de seu “Golbery” de Carvalho. Agora só estará lhe sobrando os Sarneis, o Maluf, o Collor, o poder do Renan com seus vendidos e os votos de cabresto, ideológicos ou bolsistas. O Brasil precisa da terceira via. Seja bem vinda Marina. E viva a democracia. Ainda não defini meu voto, até agora é nulo. Mas este simples pálio luz de mudança já me agrada.

        • Os Coronéis sobreviveram.

          Amigo, Coronel é coronel, vc acha que com Marina, Collor, Saney (que já aposentou), Renan vão sumir. Não existe política no Brasil sem esses coronéis. O golpe de 64 foi por muito menos. Marina no poder será o golpe tecnicomidiático de 2014.

          • comentar

            Não Tenha duvida disso é golpe sem arma e sem cacetete.Tomare que tenham lagrimas o bastante ,para durar 4 anos. bebam bastante água ,para criarem lagrimas.

      • Sabemos quase nada, mas o

        Sabemos quase nada, mas o pouco que sabemos já é suficiente pra dar medo… Também assino embaixo.

      • Falácias
        Pra vc que pergunta : Quais os planos de Marina? Será q vai dar continuidade nisso ou naquilo? Alguém já ouviu Marina falar sobre isso e aquilo? Eu gostaria de te perguntar; a Marina era candidata à presidência da República há uma semana atrás? Já houve debates dos outros candidatos? Eu ainda não vi. Pelo que soube vai começar ainda. Então por que esta critica antes da hora. Isso está me parecendo, discriminação… A mulher ,nem é oficialmente candidata à Presidência da República e a palhaçada já começou. Vamos dar tempo,vamos ver quais as propostas porque estas que estão há 12 anos, nós já conhecemos e todos estamos cansados das promessas e ilusões do pacote do PT. Já chega ne gente? …. Eu não tenho medo da Marina.

      • Marina não é nenhuma incognita

        Com a equipe econômica que tem, que inclui André Lara Rezende dentre outras raposas do neoliberalismo abutre, ela deixa alguma dúvida? Que dúvida? Ah tá, não se sabe se ela apoiará o agronegócio ou assumirá sua ideologia natureba. Até parece que se ela fosse eleita teria algum poder diante da bancada conservadora no Congresso, bem como se teria a menor condição de enfrentar os governadores, em sua maioria conservadores, ah, ela não gosta do Alckmin, hum, sei…me engana que eu gosto, não gostava até o dia da morte de Campos, agora ela ama o Alckmin. Marina é isso que descreve o texto, desculpem-me a expressão, mas ela me lembra uma bosta n´agua: Não está lá nem cá…Dependendo do interlocutor que, por exemplo quanto a autonomia do BC,  é a favor da autonomia garantida em lei e, para outro poderá esbravejar que é a favor da automia mas não legal e sim de fato apenas, assim nesse enrolation ela até poderá agradar a gregos e troianos, o Brasil é uma das maiores economias do planeta e não suporta uma figura cujo pensamento é tão obtusângulo que beira mesmo à esquisofrenia. Nessa enrolação ela consegue se colocar para a população como não política,.,,talvez ela seja isso mesmo: A negação da política e, no lugar desta, o lugar nenhum e o me engana que eu gosto, fala Erundina

        [video:https://www.youtube.com/watch?v=mU3MxvxkExM%5D

    • frederico69 tambem viajando

      ser presidente nao é brincadeira frederico e marina silva seria mil vezes pior que fhc. lembrei até de um  tecnico de futebol que tive.parecia que conhecia futebol mas na hora do jogo foi perguntar para o nosso zagueiro quais os 10 jogadores ele queria para começar o jogo.até aécio é melhor que ela.meu candidato seria o ciro gomes mas na falta vou de dilma.

       

    • Muita gente tentando

      Muita gente tentando qualificar Marina ..mas tá dificil,

      só não concordo quando dizem que ela é pior que Aécio,

      inversão da realidade.

       

      Viva o Acre !

      Abaixo WWF!

       

    • Confesso que tenho medo.

      Confesso que tenho medo. Maldita queda. Estávamos em céu de brigadeiro. Teremos tormenta.

       

    • Que ridículo!

      Que ridículo tentar transformar a Marina em vítima só porque as pessoas criticam ela.

      Justo ela que vive criticando as outras pessoas.

      Então agora a Marina Silva virou santa e não pode ser criticada senão o crítico vai para o inferno?

      Palhaçada.

    • Medo?

      Como diria o Lula:

      “Quando me atacam dizem que me criticam … quando eu critico dizem que eu ataco” (não necessáriamente nessa ordem).

      No barco onde o mercado financeiro e a grande mídia entram eu pulo fora. Os interesses desses grupos são sempre contrários ao interesse do povo.

    • Mostre então quais são as qualidades.

      Se todo mundo tenta desqualificar a Marina, então você a qualifique? Se acha que ela tem alguma qualidade, o que esta voce esta esperando? Mostre quais são as “qualidades” que ele tem para governar o Brasil. Mostre  quem é a sua base de sustentação (ja que se fala tanto em sustentabilidade).

  3. Parabens Sérgio, começou bem

    Parabens Sérgio, começou bem a falar sobre a dita cuja . Tanbem postei um logo texto com longo currículo da moça aqui semana passada, publicado pelo pravda.au.

    Teu texto como aquele, é uma crítica, mas é tambem um reconhecimento de que a moça pode não ter estofo, mas está muito bem acompanhada, pela banca e pela mídia e que portanto é a nova oposição a ser enfrentada. Penso que não só nesta eleição, como até mesmo de um mais que possível segundo governo Dilma.

    Falar sobre Marina é tambem compartilhar o que dizem  e ouvimos do outro, e é isso que vou fazer. Parabens de novo.

  4. Se for eleita pelo PSB, terá

    Se for eleita pelo PSB, terá que deixar o partido e ir para o seu e dos  banqueiros e dos industriais, Rede de sustentabilidade.

    Esquisito, muito estranho, essa aliança.

  5. extrema esquerda?!
    realmente,

    extrema esquerda?!

    realmente, está valendo qualquer coisa para falar mal da Marina (e da extrema esquerda!)

    o autor poderia apontar quais setores da extrema esquerda apoiam a Marina??? esse viajou na maionese…

  6. Tal qual OBAMA  nunca tomou

    Tal qual OBAMA  nunca tomou conta de um carrinho de pipoca, ZERO de experiencia, uma ilusão otica.

  7. A apolitica é o maior campo

    A apolitica é o maior campo de ENGODOS. Muito mais que nos negocios. Aventureiros caem de balão na politica.

    Porque? No mundo dos negocios não faltam enganadores MAS o momento da verdade vem logo, o tempo é curto,

    os resultados podem ser empurrados por algum tempo mas não muito. Investidores exigem resultados, credores precisam ser pagos, o Fisco fiscaliza, no mercado poucos são os tolos, tudo é controlado e registrado, mil olhos seguem o dinheiro.

    Mas na politica o tempo não tem fim enquanto existirem credulos e como tem. Milhões de credulos.

    Não se exigem provas na politica. Não há balanços, cartorios de protesto, Vara das Falenciasm bolsas e cotações.

    É possivel enganar por muito tempo. A Historia é plena de enganos absolutos.

     

  8. Se Marina ganhar o Brasil

    Se Marina ganhar o Brasil terá dias turbulentos, ela não teria base parlamentar e social (até possui base social, mas sem organicidade, dividida entre religiosos e libertários, sem foco), em 2012 não elegeu um prefeito sequer da tal “Rede” e Haddad “roubou-lhe” a nova política.

    Para conseguir governar, o PT teria que ser o “PMDB” da Marina, já que o PT deve continuar crescendo no legislativo e o PMDB deve diminuir (privilégio que Lula e Dilma não tiveram), o PT faria oposição, não teria cargos e apoiaria os projetos que condizem com seu programa partidário. O que manteve o PT durante muito tempo forte em Porto Alegre era porque tinha o PDT brizolista fazendo linha auxiliar no legislativo. 

    Em 2010 Marina foi inflada pelas circunstâncias, os tucanos (principalmente de Minas) não aceitaram Serra atropelar Aécio (o momento era do Aécio), os petistas (mais ideológicos) não aceitaram o vale tudo das alianças e Dilma ainda era uma interrogação, com isso se beneficiou de toda essa insatisfação…

    Marina será cristianizada pelo PSB, uma parte vai para Dilma e a outra para o Aécio. Vão me dizer que seu apoio está nos “sem partido”, má notícia pois não é um apoio sólido que desmancha facilmente e anda de acordo com a direção do vento. As próprias manifestações que ela convocou durante a Copa foram um fiasco…

  9. pintando o diabo

    cada  um  escrece o que quer.

    Não precisa  ser verdade absoluta.

    Le quem não tem nada a fazer.

    Deixe-mwe  fora  disso.

  10. Não vejo charme algum, não há

    Não vejo charme algum, não há chato maior do que ecologista evangelico, pode ter valor mas não charme.

    • valores

      ela pode ter valores mas nao quer dizer que seus valores sao absolutos e universais.

      eu valorizo nao ter religiao mas gostar da proposta de jesus(nao só de pao vivera o homem….) até a pagina dois.

      acredito que marina por incrivel que pareça nunca esteve perdida na floresta mas na politica……

  11. Parece que o ex-candidato a

    Parece que o ex-candidato a presidente Eduardo Campos deixou três viúvas,

    Renata, a víuva de fato, Marina, a vice-viúva e Cristiana Lobo, a viúva suplente. 

     

     

     

  12. A musa das florestas

    Um hipotético segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva representará um degrau a mais na descida aos infernos. Coisa que vem ocorrendo eleição após eleição desde o final da ditadura militar. Começando pela última indireta, na qual duas criaturas desqualificadas entrentaram-se. A partir de então a deterioração foi de mal a pior. 

    Juntando todos os oponentes dos segundos turnos, ou o vitorioso no primeiro, de 1989 a 2010 não dá meio saco de adubo curtido, tendo em vista que a matéria prima foi de péssima qualidade. Em 2014 seja com qualquer combinação entre quem ocupa as três primeiras posições, já considerando a substituição, nada será acrescentado. Principalmente pela elemental das matas, que se fosse uma árvore a madeira teria a qualidade da embaúba.

    A senhora Silva, na verdade Mrs. Silva, não passa de uma teleguiada de interesses escusos e prejudiciais. Uma pessoa sem nenhuma qualidade ou qualificação para governar o Brasil. Obedecerá ordens externas para manter o nosso país como reserva estratégica de recursos naturais para outros desfrutarem. 

    Apesar de nascer posteriormente tenho saudades, se isto for possível, dos candidatos da redemocratização do pós guerra até o golpe militar.

    • “Apesar de ter nascido

      “Apesar de ter nascido posteriormente tenho ” saudades” ( é isso voce leu corretamente)

      se isto for possível ( se isto for possível), dos candidatos da redemocratização do pós guerra

      até o golpe militar”

      Eis ai um elemental de fato e de pirlimpimpim!

      • Ué, você não sabia que…

        … o final da ditadura Vargas, após a segunda guerra, foi também redemocratização, para melhorar: democratização, pois de 1889 a 1945 o Brasil não soube o que era democracia. Estava falando do período 1946 a 1964. Por mais que discorde do posicionamento de determinados candidatos, todos eles e qualquer um deles eram melhores que os surgidos após o final da ditadura militar. Comparar Getúlio com Lula, Lacerda com FHC, Lott com Serra ou Aécio não tem como. O pior dos candidatos do período foi eleito em 1960 e deu na merda que todos conhecem, mesmo assim Jânio ainda é superior a quase todos os pretendentes dos últimos 30 anos. Neste anos por exemplo ninguém chega perto.

        • pois é,

          acho que não sabe bem o que é democracia até agora. mas não é um caso isolado, isso acontece até mesmo nos países desenvolvidos do norte. cuja democracia não passa de uma citação aos gregos antigos.

          • Mentira!
            Qualquer  um filiado

            Mentira!

            Qualquer  um filiado ao DEM sabe bem o que é democracia e

            churrasco “grego” ,  tudo dentro da visão Aristotélica , claro.

  13. Fator Marina rs.tá assustando

    Fator Marina rs.tá assustando mais   “direitosos e banqueiros  que o

    próprio PT ou a população. Simples : Tudo menos o PT mas..e ai 

    como é que faz?   Chama Claudioooooo!

  14. O BURACO É MAIS EMBAIXO

    A  primeira coisa que a Marina deve mudar é esse discurso tipo GILBERTO GIL.

    Depois descobrir que somos 200 milhões, e que o buraco é mais embaixo.

  15. Vamos ver se o eleitor

    Vamos ver se o eleitor brasileiro atingiu sua maturidade política.

    Se vai apoiar um projeto que se iniciou há 12 anos, com inclusão social e emprego ou se vai deixar-se iludir pela manipulação midiática.

     

  16. Sintoma

    Respeito muito a trajetória de Marina, suas raízes políticas tinham alguma coerência, e relevo até mesmo suas opções de mudanças na política ultimamente. Mas é sintomático o comportamento da chamada “imprensa tradicional”, tentando inflar o balão de Marina. Estariam reconhecendo a difícil tarefa de bancar o aécio ? Um sinal é o datafolha não divulgar a pesquisa para presidente, embora já feita, e ao mesmo tempo divulgar as pesquisas para governador. Outro sinal: a divulgação da notícia de que a vaia à Dilma foi “suavizada” pelos aplausos à Marina.

  17. uma política que quase renega

    uma política que quase renega a política, a discussão das necessidades da população e investe numa estranha conversa  mágica de templos fundamentalistas tende a jogar a tradicional razão ocidental na cesta do lixo.

    daí à insustentabilidade política é um passo.

    um perigo à democracia.

    um engodo, como já disserm alguns com propriedade.

    de engodos e mentiras já bastam as do esquemão consorciado  da grande mídia e do psdb e da financeirizaçõ economica.

  18. A “vaia” do UOL

    O UOL desde cedo vem tentando emplacar uma notícia falsa de que Dilma e Lula teriam sido “vaiados” no funeral de Campos/Showmício de Marina.

    Essa informação não foi confirmada por nenhum outro jornalista presente e mesmo pessoas que postavam no twitter e também estavam no local. Mesmo assim o UOL ainda tenta causar impacto maior com a mentira  com manchetes do tipo: “Lula não quis comentar as vaias” ou Jarbas Vasconcelos (deus do céu!!!, logo quem?!!) diz que Dilma mereceu as “vaias”

    O que houve foi que alguns pouco militantes do PSB tentaram começar uma vaia mas foram devidamente abafados pelos aplausos da população.

    Aqui a prova da mentira do UOL (que diga-se de passagem não foi endossado por outros meios de comunicação, mesmo os mais conservadores).

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=-TgAtSKHzxo#t=47%5D

  19. Analisar Marina parece um crime

    Não se pode falar de Marina, analisar a trajetória de Marina, tentar entender o que quer Marina que lá vem alguém falar que se quer desqualificá-la. O momento do debate é esse. O jogo está jogado, as cartas estão postas e esse é o momento de analisar e decidir, individualmente, qual vai ser a opção de cada um para os próximos quatro anos. Se alguém quer contestar as colocações apresentadas no artigo, que o faça com outros argumentos. Agora transformar crítica em desqualificação é uma tentativa vã de beatificação da candidata. Quem morreu foi Campos. Não precisamos transformar Marina em santa. Até porque Santa Marina jé existe e resiste bravamente a altas temperaturas. Só não resiste às mudanças bruscas.

  20. Cenas de um velório

    Cenas de um velório: Lula chora, Marina sorri

     

    Imagens captadas no velório de Eduardo Campos revelam uma Marina Silva mais leve do que sugeria o discurso oficial da candidata, que se dizia mais abalada do que a própria viúva Renata Campos; numa das fotos, ela se debruça sobre o catre e um assessor sorri ao seu lado; diferentemente, o ex-presidente Lula caiu aos prantos ao abraçar a viúva Renata e segurar no colo o recém-nascido Miguel, quinto filho do ex-governador pernambucano

    17 de Agosto de 2014 às 13:54

    Pernambuco 247 – Imagens captadas por fotógrafos no velório de Eduardo Campos, realizado neste domingo, no Recife, revelam uma Marina Silva mais leve do que sugeria seu discurso oficial – nos últimos dias, interlocutores vazaram a informação de que ela teria ficado mais abalada do que a própria viúva Renata Campos, que teria tido a capacidade de confortá-la.

    Em algumas cenas, Marina parece leve e até esboça sorrisos. Numa das das imagens, ela se debruça sobre o féretro de Eduardo Campos e um assessor, ao seu lado, sorri.

    De maneira distinta, o ex-presidente Lula não conseguiu conter sua emoção. Caiu em prantos ao abraçar a viúva Renata e os filhos de Eduardo Campos. Em entrevista à Globonews, o irmão do ex-governador, Antônio Campos, ressaltou a amizade entre as duas famílias. “Estive com o presidente Lula e falamos que, acima das diferenças políticas e eleitorais, momentâneas, existe a forte amizade que une nossas famílias”, afirmou.

    A todo instante, as pessoas que estão na fila se emocionam ao ver o caixão de Campos. Algumas fazem reverências ao ex-governadorFernando Frazão/Agência Brasil

    Milhares de pessoas e um sentimento em comum: tristeza. Família, amigos, políticos e admiradores expressavam em lágrimas e perplexidade a dor pela morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que está sendo velado hoje (17) no Palácio Campo das Princesas, sede do governo. Durante a missa de corpo presente, de quase duas horas, celebrada pelo arcebispo de Recife e Olinda, dom Fernando Saburido, muitos presentes à cerimônia foram às lágrimas. O corpo de bombeiros precisou socorrer algumas pessoas que passaram mal próximo ao caixão do ex-governador pernambucano.

    Ao lado do caixão, a viúva Renata Campos permaneceu serena, próximo aos filhos. No meio da cerimônia, Miguel, de seis meses, foi levado para dentro do palácio por uma tia. Ana Arraes, mãe de Eduardo Campos, parecia a mais inconformada com a tragédia da última quarta-feira, no litoral de São Paulo, quando avião da comitiva de Campos caiu em Santos.

    Mesmo estando como adversário de Campos na disputa pela Presidência da República, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi aos prantos ao fim da missa campal. O deputado gaúcho Beto Albuquerque, a deputada Luiza Erundina, do mesmo partido de Eduardo, não se contiveram.

    A presidenta Dilma Rousseff, que concorre à reeleição, o presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, o do PV, Eduardo Jorge é a companheira de chapa de Campos, Marina Silva, acompanharam a celebração.

    Também estiveram presentes os governadora de Pernambuco, José Lyra, de São Paulo, Geraldo Alckmim, de Alagoas, Teotônio Vilela, do Espírito Santo, Renato Casagrande, do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, entre outras autoridades, como ministros, prefeitos, embaixadores e empresários.

    Os restos mortais de Eduardo Campos serão velados na sede do governo até as 17h, quando o caixão será levado em carro aberto do Corpo de Bombeiros para o Cemitério de Santo Amaro.

    Também estão sendo velados na sede do governo pernambucano, o jornalista Carlos Percol, o fotógrafo Alexandre severo e o cinegrafista Marcelo Lyra.

     

    • É diferente

      O Lula sai do seu dia-a-dia para, num momento de desgraça, assistir a um velório.

      Já a Marina, desde a sua viuvez com Chico Mendes, vive no dia-a-dia com a sua vestimenta de viúva. Ela está no seu habitat, na sua praia.

      Marina nem precisou trocar de roupa para ir ao enterro.

    • Asco

      Não tenho nenhuma simpatia pela Marina, acho ela uma pessoa despreparada e por isso mesmo facilmente manipulável. Além disso as posições ultraconservadoras que ela defende, como por exemplo a questão do aborto e o criacionismo, me dão arrepio.

      Mas criticá-la com base em uma foto no velório, comparando ela com o Lula, é uma baixaria igual ao que faz a chamada grande imprensa. Aposto que se o velório inteiro foi filmado, alguém há de encontrar uma imagem de Lula sorrindo e Marina triste e cabisbaixa.

      Quando a Folha e/ou O Globo publicam umas fotos com atitude “comprometedora” do Lula ou da Dilma, ou o UOL posta que Lula e Dilma foram vaiados no velório de Eduardo, o pessoal do blog se revolta, com razão, contra a manipulação. Essas duas fotos são tão manipuladoras quanto a atitude da grande imprensa.

      Depois os abutres são somente os outros…

  21. No meu Blog Martins Andrade e

    No meu Blog Martins Andrade e Você… escrevi um artigo sobre Marina Silva e complementei a opinião com a inserção deste artigo completo. Claro que citei as fontes.

  22. Cumbuca

    Não subestimem Marina, não minimizem sua força política, não desprezem o risco inerente à todas eleições. Imaginem um primeiro cenário de segundo turno no qual fiquem Dilma e Aécio: 1)Marina declara que não apoia nenhum dos candidatos; 2) Marina  declara  apoio e faz campanha a favor do tucano. No segundo cenário com Dilma e Marina  disputando o segundo turno: Aécio faz campanha pela candidata do PSB (ex-dirigente da CUT no Acre, historiadora, professora, psicopedagoga, ambientalista e política brasileira que, na minha opinião, não possui condições de descascar este grande abacaxi chamado Brasil)

    Na hipótese 1 do primeiro cenário Dilma ganha fácil.Na hipótese 2, vai ser um sufoco. Na hipótese única do segundo cenário um sufoco ainda maior.Não haverá neutralidade de Aécio, porque tucanos e petistas possuem ambos entre si o instinto do escorpião.

  23. debate

    Ganha um amendoim quem adivinhar a resposta de Marina quando outro candidato, no debate, perguntar:

    Qual é o programa da candidata para solucionar a programática da solucionática creacionista extremófila do bagre ensaboado do povo pobre da floresta?

    não. isso não é uma gozação.

    Acontece que eu não entendo uma palavra do que essa moça fala.

    • entender o que a marina fala


      entender o que a marina fala é só para iniciados. entender o que ela quer dizer, só tomando muito chazinho da floresta.

  24. Pois eu estou achando ótimo.

    Pois eu estou achando ótimo. Marina vence aécio,já detona de cara o psdb. No segundo turno enfrenta Dilma que, ganhasse no primeiro ficaria mto no salto alto. Vai pro segundo turno e perde. Meu sonho de consumo!

  25. Marina é gente boa, mas fez

    Marina é gente boa, mas fez uma lambança no 2º turno de 2010, ao se negar a escolher um lado, com 20 milhões de votos nas costas. Não estava pronta para governar o país naquele momento, portanto. Suspeito que ainda não esteja.

  26. Ecoterrorismo……………

    Se, eu disse Se, Marina eleita, emobra queira o contrário,  e apesar do apoio dos conservadores, banqueiros, além das Casas Reais da Europa, e de Ongs internacionais, principalmente a ” SURVIVAL INTERNATIONAL”, uma situação absurda pode surgir no Brasil, senão vejamos:

    – caso o princípe Charles chegue a tomar posse do trono inglês, ele ganhará por extensão o comando das maiores reservas indígenas da Amazônia. Paranóia? Não, é fato. Esta ONG, conhecida mundialmente, comandada pelo principe Charles absurdamente, controla com mão de ferro as reservas Ianomamis e da cabeça do cahorro, na fronteira colombiana, que são as maiores reservas do mundo.

    Todos devem se lembrar de como foi homenageada nas Olímpiadas de Londres, ao carregar a Bandeira do Brasil. Sugestão (imposição) de quem?

    Assim, pensem bem ao pensarem eleger uma “laranja”, para o Palácio da Alvorada, que não tem sequer um partido a apooiá-la, o que fará dela uma refém!

    Fonte: Site Militar.com.br

    E não é somente estas duas reservas que são controladas pela ONG do princípe Charles. Em todas as reservas homolagadas e a homologar futuramente tem forte representação da ONG do futuro rei da Inglaterra.

    É bom ressaltar outro absurdo: nestas reservas, brasileiro não entra e, pior ainda, até o exército foi barrado por esta ONG, em concluio com as ONGs brasileiras CIR e CIMI.

    As reservas sob controle do futuro rei da inglaterra não permite que qualquer pessoa de nacionalidade sul-americana entre, apenas indivíduos da comunidade européia ou dos EUA. Caso o princípe Charles chegue ao trono na Inglaterra, ele terá em suas mãos o controle (através da Survival) das mais ricas jazidas de urânio, nióbio, ouro, diamantes do mundo, sem contar fontes de água doce, além de indiretamente influir de maneira decisiva sobre o destino político das naçôes indígenas.

    Outro ponto absurdo é que esta ONG de propriedade do futuro rei da Inglaterra barrou recentemente missionários evangélicos de nacionalidade brasileira. Para isso ela contou com o apoio daCNBB, através das organizaçôes católicas CIR, CIMI e Consolata . Além do atentado à democracia brasileira ao impedirem o livre trânsito de missionários evangélicos de nacionalidade brasileira, esta ONG estrangeira contou com a ajuda da principal instituição religiosa brasileira em suas maquinaçôes contra a soberania de nossa nação: CNBB. Configura com isto um claro caso de traição à pátria brasileira.

    É hora de nós seres humanos inteligentes acordamos à estas questôes.

     http://www.monarchist.ca/archives/ethnic.htmMONARCHIST.CA

     

  27. Marina Silva? Muito obrigado,

    Marina Silva? Muito obrigado, não balança minha escolha nem um pouquinho. Como ficaria um palanque com Marina Silva, Ronaldo Caiado e os Borhaunsen (acho que escreve assim, também não tem importância)?

    Luiza Erundina seria uma opção infinitamente mais consistente e forte do que Marina Silva. E ai eu estaria dividido em relação ao meu voto.

  28. Eco-terrorismo………………

    Em complemento ao comentário anterior.

     

    Pesquisando,  encontrei no site dos tradutores da Vila Vudu e repasso.

    “Em tempo: Entre as “entidades” vestidas de branco, que entregaram a bandeira olímpica aos cuidados de soldados da OTAN, vinha, surpreendentemente, D. Marina Silva, brasileira, sem NENHUM atributo que a qualifique para estar naquele lugar pressuposto honroso e queabsolutamente NADA representa no Brasil.

    Dado que ainda não se sabe, no Brasil, POR QUE foi convidada, aproveitamos a oportunidade para registrar, por hora, o nosso escândalo e a nossa vergonha apenas PESSOAIS. Voltaremos a esse assunto [Nota dos tradutores brasileiros].

     

  29. irrelevância

    Irrelevância no debate político

     

    “Musa dos “verdes”, é criacionista. Sua posição sobre esses assuntos seria muito relevante para seus eleitores.”

    Esta é uma das frases que define a irrelevância a que foi rebaixado o debate eleitoral.

    Qual seria a importância de Marina ser Evangélica? ( E se fosse católica, espírita, budista, seria menos digna de respeito por isto?) ; De ser Verde? ( Ou mesmo se fosse de outra cor, que importância teria?) De ser criacionista?

    Pessoalmente sou evolucionista, e não criacionista mas se Marina realmente puder fazer a economia andar e manter as conquistas sociais, e a qualidade de vida, garanto que nem me importaria sobre qual a religião dela.

     Questões como estas, sobre religião, nem deveriam ser tocadas em um debate político de qualidade. Garanto que se fosse ao contrário, ou seja ela defendesse o desmatamento, haveriam uns tantos outros que cismariam de atacá-la por isto.

     

    A única coisa que realmente deveria ser levada a sério em um debate eleitoral deveria ser a política econômica, qual será a qualidade de vida da população, o resto é preconceito,  e medo do desconhecido.

     

     

     

     

     

  30. Marina-Lego

    Nada como alguém com um bom tacape e clareza de idéias.

    Análise perfeita.

    Está decretado, a partir de hoje, o desmonte da Marina-Lego

  31. O menos pior
    Não sei o que pode acontecer nessa eleição. A Marina é péssima candidata, evangélica radical ecologista , não tem competência nem saúde para assumir o cargo.A Dilma paralisou a economia brasileira ao meu ver péssima administradora ,inflexível ,revanchista e autoritária. O Aecio é um playboy aventureiro nenhum pouco confiável e malandro.Pensando racionalmente vou engrossar o coro de” Volta Lula” , o menos pior.

  32. O discurso da incoerência

    Marina Silva é uma piada de mau gosto da direita brasileira, parte de uma grande articulação gestada fora do pais e contando com o apoio de grupos financeiros e empresariais nacionais, com apoio da midiadura, a mídia da ditadura, aquela que quer nos transformar numa midiocracia, ante salla da mediocracia.

    Com origem na esquerda, fez sua carreira como uma espécie de Lula de saias, com agrande vantagem (sic ) de ter se formado em um curso superior.

    Alçada a ministra de Lula, mostrou-se totalmente incompetemte, desarticulada e incapaz de conter o desmatamento da Amazônia ou de realizar qualquer avanço no setor do meio ambiente em nosso país.

    Em meio a saraivada de críticas e denúncias jamais vista da midiadura em relação ao governo  do ex presidente, foi retirada do cargo após ser alvo de denúncias de que seu marido negociava madeiras apreedidas pelo IBAMA na regiâo Amazônica.

    Ressentida, foi cooptada  pela direita, candidatando-se por um partido pseudoverde, prestando-se a um grotesco papel de Heloísa Helena 2 na eleição de 2010, entrando no jogo para tentar levar a eleição para o segundo turno.

    Passadas as eleições, teve quatro anos para formar um novo partido que, por incompetência ou de propósito, não conseguiu formalizar por insuficiência de assinaturas.

    Então, embarca no navio de Eduardo Campos, num lance de esperteza e aritimética, em que transferiria vinte milhões de votos ao então canditado do partido Todos Contra  o Trabalhismo.

    Com um discurso muitas vezes ininteligível, as vezes beirando o ridículo, com forte tom messiãnico e conservador, brandia contra a política tradicional, feita de conchavos, em que políticos tradicionais faziam a velha política. Ela faria a nova política, governando com idéias, sem alianças espúrias, para um Brasil com ética e descência.

    Eis a total incoerência e inconsistência  da oportunista Marina e seu discurso Colorido. Aliar-se a um partido fortemente conservador e recheado de caciques, de oligarcas, de velhos políticos.

    Como é frágil a opsição e seus representantes ! Como são cínicos seus apoiadores !

    Ainda bem que estamos vacinados contra estes embusteiros e seus discursos da incoerência.

  33. Excelente! E para começar

    Excelente! E para começar vamos explicar que a Marina não é a Marina, é a Osmarina. É preciso mostrar a Osmarina às pessoas, em toda sua dimensão fake. E o começo é pelo nome 

  34. Muito engraçado este artigo

    Muito engraçado este artigo não comparar Marina justamente ao candidato do passado que mais se assemelha com ela: Lula. 

    Da mesma forma que ela, Lula seduziu em 2002 a direita (com sua carta aos brasileiros) e a esquerda. Era também uma espécie de messias que vinha pra nos salvar do sistema.

    Artigo fraco que só cumpre a função de começar a bater em Marina, aquela que tem as melhores condições de derrotar o PT este ano.

    •  
      Marina nao eh politico? Nao

       

      Marina nao eh politico? Nao eh pessoa publica?

      Quem jah estah acostumado a apanhar nao liga muito para essas coisas.

      Esperemos Marina ser forcada a dizer o que realmente pensa, um palpite: nao sabe nada de Brasil.

      A Erundina estava certa quando disse que Marina Silva deseduca quando  renega a politica e os partidos.

    • Lula conseguiu fundar um

      Lula conseguiu fundar um partido de oposição em plena ditadura. Marina não conseguiu nem as assinaturas para fundar o seu, em plena democracia.

      Nunca soube que Lula tenha usado termos como “metabolização” e “completude” ou “democratizar a democracia” (o que diabos significa isso?).

      A campeã do “enrolation” já era pré-candidata bem antes de aceitar ser vice de Eduardo Campos. E o que mostrou até agora não me deixa nem um pouco tranquilo.

  35. Marina a fadinha da floresta

    Marina , tem  a evasividade de Caetano, ou seja a arte de impressionar sem dizer absolutamente nada, o oportunismo  e a dissimulação da direita. Marina é horrível é a Collor verde.

  36. Fritaram o Aecim…

    Pelos comentarios aqui postados, estão dando como certa a eleição de Marina? O risco é grande, mas ainda estamos no começo da campanha, e as coisas não me parecem tão certas assim.  E o Aecim? Foi  fritado de uma vez? Não vai reagir? Aborto e criacionismo são aspectos que a maioria do povão, profundamente cego pelas religiões e pelo obscurantismo, também apoiam. Então que não se pergunte nada sobre isso. É tiro no pé. Ela  deve ser questionada sobre as consequencias de sua politica economica paltada no neoliberalismo  e pelos interesses financistas. E muito bem questionada, com o dedo na ferida de suas contradições. 

  37. Marina e a mineração

    Estou achando muito positiva a entrada da Marina nesta cena eleitoral, em que pese a tragédia que a trouxe agora aqui. 

     

    Sobre a mineração, todas as vezes que com ela abordamos este tema aqui em Minas Gerais, Marina não se posicionou. 

     

    Isso é lamentável, porque é a atividade mais predatória, especialmente pela mineração de ferro, e mais degradante no tocante aos rios que nascem na região central de minas.

     

    Uma coisa porém devemos reconhecer – Aécio é lobista da mineração e Dilma não tomou providências para criar unidades de conservação federais em áreas de interesse da mineração.

     

    O nivel de suportabilidade social e ambiental de áreas fortemente impactadas pela mineração tornou-se insustentável. E a onda de criação de minerodutos é apoiada pelos governos do PSDB em Minas Gerais, e licenciada pelo Ibama nos governos do PT, inclusive na gestão Marina Silva no Ministério do Meio Ambiente.

     

    Este é o momento para que os incautos façam autocrítica e reorganizem seu pensamento e programas de governo.

  38. Pavor hein!
    Ora, Dilmista vir falar em medo do tripé econômico,metas de inflação, superávit primário e câmbio flutuante, chega a ser cômico, por acaso não é exatamente essa a politica econômica colocada em pratica pela Dilma??? E o mais de 230 bilhões abocanhados pelo bancos só em 2013, em pagamento de juros e amortizações da dívida??? Foi a Marina que fez??? E os cortes no orçamento feitos pela Dilma para garantir o superávit primário desde seu primeiro ano de governo??? Foi a Marina que fez??? E a privatização do campo de libra, entregando 60% da exploração para empresas estrangeiras??? Foi a Marina que fez???

    Essa conversa não cola, graças a própria Dilma que infelizmente traiu aqueles que acreditaram nela e fez um governo muito mais para FHC do que para Lula.

  39. Desde que Eduardo Campos

    Desde que Eduardo Campos morreu, vejo analistas tentando fazer previsões, após o enterro e da quase certa indicação de Marina como candidata, vejo os “analistas” descerem o cassete. Muito tendencioso o seu texto, beira quase um cabo eleitoral apaixonado que esta vendo o seu candidato caindo nas pesquisas e a única forma de tentar reverter é desqualificando o outro.
    Sem mais comentários.

  40. Pra ficar bem registradim: Na

    Pra ficar bem registradim: Na hipotética situação de uma ecatombe política eleitoral tirar a DILMA do segundo turno e ali colocar “Bagrina” e “Aético”, em quem você votaria? EU VOTARIA, COM ANSIAS DE VOMITO, NO CONSTRUTOR DE AEROPORTOS PESSOAIS. Essa senhora não tem noção do que seja o Brasil; Não conhece nem tem qualquer compromisso com os programas de redistribuição de renda (Bolsa Família, Minha casa minha vida; Minha casa melhor; Luz para todos; Prouni; Fies; etc.) ou com as necessidades de infraestrutura (Transposição do São Francisco; Contrução de Linhas de Transmissão de Energia; Duplicações de Rodovias; Construções de Usinas Hidroelétricas onde possível,etc). Que tipo de administração faria tal criatura, sem qualquer suporte no Congresso, sob uma constituição SEMI PALAMENTARISTA? Essa senhora é um risco muito maior do que foi o inexperiente Caçador de marajás, em 1989. Talvez dure menos no Planalto, dado seu volutarismo e convicções pessoais retrógradas e fundamentalistas, sobre quase todos os assuntos da agenda de um Presidente da República. É RISCO DEMAIS PRA FICAR DE BRINCADEIRAS!

  41. E então………..

    Estaremos aguardando a entrevista de hoje no JN da Globo, quando o Bonemer ( o do Homer) e Patricia Poeta, estarão afiando as garras e cumprindo as determinações do Kamel!

    Os filhos de Roberto Marinho, eles não tem nome próprio, devem estar de prontidão, pois é nestas horas que a roleta começa a girar.

    Então……… 

  42. Acho que o principal

    Acho que o principal argumento no qual estao baseadas todas as críticas a Marina é a mentira de que não existe meio termo

    Não precisa necessariamente ser contra o agronegócio para ser sustentável

    Ser religioso não significa ser preconceituoso

    Não precisa ser  necessariamente contra as empresas para ser a favor dos pobres

    Meio termo existe sim!

  43. Dois pesos duas medidas?

    Todo mundo (incluída a Marina) pode criticar a Dilma, Lula e o PT, mas os petistas não podem criticar a Marina? E gostaria lembrar que ela jà foi candidata em 2010, contra a Dilma. E declarou neutralidade no segundo turno. Ou seja, entre Dilma e Serra. E foi apoiada pela Heloisa Helena do PSOL.

     

  44. Charme de Marina

     

    Um charme do Paraguai, feia, desprovida de luz e messiânica! Que Deus, (o nosso, não o dela) nos livre desse mal.

  45. Sim, tenho medo da Marina! É

    Sim, tenho medo da Marina! É um Jânio Quadros de saias. Jânio proibiu o biquíni. Ela vai proibir o fio dental!

  46. O DISCRETO CHARME DE AMRINA

    A VERDADE ESTÁ ESCONDIDA, E COMO NÃO A CONHECEMOS CADA UM TEM A SUA E NOS CONFRONTAMOS ; COMO “O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO” UM DIA ELA VIRÁ A TONA MAS MUITOS DE NÓS NÃO A RECONHECEREMOS; OU SEJA CONTINUAREMOS NO CAMPO DAS CONTRADIÇÕES E DOS MEDOS.

     

  47. Nassif e Constantino, uma futura amizade?

    “Depois de Collor de Mello e FHC, Marina é o novo ilusionismo da direita.” (Luis Nassif)

    “Confesso ao leitor: tenho calafrios com a imagem de um segundo turno entre Dilma e Marina. É uma visão assustadora.” (Rodrigo Constantino)

    Daqui a pouco podem ser grandes amigos (y)

  48. Sinceramente não entendo do

    Sinceramente não entendo do que os senhores têm medo. Pior do que este governo despreparado, inerte, neoliberal de Dilma Rousseff? O que poderia piorar? Pior que o atual, a única coisa que poderia ser é de fato um governo de Aécio, filhote da direita Veja. Ainda assim, veríamos o discurso mudando para pior mas a prática mudaria muito pouco. Quase não notaríamos. Sinceramente senhores, O QUE foi que Dilma Rousseff fez diferente, o que deixou realizado? Além de números bonitos e fictícios. Basta andarmos na rua para ver que tudo está inerte, como sempre.

    Lhes pergunto: será que existe diferença real entre a prática de um Aécio e de Dilma Rousseff? Não entendo de onde vem tanto “medo de golpe”, nós já estamos totalmente golpeados e submetidos a interesses financeiros, de coronéis, empreiteiras, multinacionais, bancos, fazendeiros. O que a estes falta ainda golpear?

  49. O inacreditável é que pode

    O inacreditável é que pode ser que a Sra. Marina vira um espécie de novo Tancredo vivo. Ou seria um espécie de Collor morto???????????????

     

  50. “Vinda das classes populares,

    “Vinda das classes populares, de pequenos agricultores e extrativistas da floresta amazônica, Marina tornou-se ícone da classe média urbana do sudeste e sul.”

    Uma coisa não podemos negar a ela, que obra milagres. Oriunda do Acre e  ser a queridinha da classe media urbana do sul e sudeste é um verdadeiro milagre.

  51. A pergunta que não quer

    A pergunta que não quer calar: Qual será o fim de Marina, o do FHC ou  o de Fernando Collor.

    Leve impressão que será a do caçador de marajás.

  52. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome