O real motivo da revolta de Olavo de Carvalho com os Bolsonaro

Condenado pela Justiça a uma indenização milionária, no processo movido por Caetano Velloso, teve as receitas de curso bloqueadas.

Uma das fontes de receta de Olavo de Carvalho são seus cursos no Brasil, pagos por alunos brasileiros em bancos brasileiros.

Condenado pela Justiça a uma indenização milionária, no processo movido por Caetano Velloso, teve as receitas de curso bloqueadas. Pediu ajuda aos Bolsonaros e  não houve uma reposta satisfatória. Provavelmente por receio das ligações levantadas pelo inquérito das fakenews.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro sanciona Lei que permite 40 pontos na CNH

36 comentários

  1. E, se não me engano, também está sendo processado nos EUA pelo Caetano.

    Pelo jeito, vai escoicear muito ainda…

    50
    2
    • Me intriga muito saber como a Justiça chegou nesse valor de 2,7 milhões de reais de indenização por dano moral.

      Valores como esses estão muitíssimo acima da média das indenizações por dano moral.

      O Juiz ao fixar o valor deve se ater ao dano moral em sí e a capacidade economica do ofensor. Esse valor é confiscatório e claramente abusivo para um particular pagar.

      O próprio nassif já foi condenado a pagar indenizações no valor de 30 e 50 mil reais. Qual será a lógica por detras de condenar um particular a uma indenização 50 a 90 vezes maior?

      1
      23
      • Como se tratando Caetano de figura pública representativa da cultura musical brasileira internacionalmente conhecido e seu agressor moral tendo título embora muito subjetivo de astrólogo-guru do presidente e por conseguinte de milhares de seguidores simpatizantes e seus atos apaixonados esse valor torna-se não somente reparador do sofrimento causado por declarações, mas por a dimensão que as mesmas tomaram. Acho pouco aconselharia a cônjuge do Sr.Caetano assim como seus herdeiros entrarem também com ação pedindo reparação moral.

        37
        1
      • Se o valor da indenização está muitíssimo acima da média, certamente deve ser porque o dano moral causado ao Caetano foi muitíssimo acima da média.

        Se o valor da indenização por dano moral tem que estar relacionado com a capacidade econômica do ofensor, então mendigos estão livres para causarem danos moral a quem quer que seja sem que tenham que indenizar ninguém.

        16
        1
        • Para que exista uma maior segurança jurídica, o Superior Tribunal de Justiça estabelece alguns critérios para se chegar ao valor do dano moral:

          – Não existe um critério objetivo (art. 944 CCiv.)

          – Deve ser feito com moderação e razoabilidade;

          – Análise do grau de culpa;

          – Análise do nível sócio-econômico das partes;

          – Experiência e bom senso do juiz devem ser levados em conta;

          – Deve-se procurar desestimular o ofensor;

          – Avaliam-se as circunstâncias fáticas e circunstanciais.

          • O Olavo de Carvalho precisa de $egurança jurídica a fim de causar dano moral aos seus desafetos. É isso?

            Agora me lembrei do Ives Gandra Martins Filhos, Ministro do T$T. Segundo esse $enhor:

            “A discrepância social vista nas desigualdades de salários deve ser mantida também para casos de vitórias na Justiça por danos morais ou outros processos: ‘Não é possível dar a uma pessoa que recebia um salário mínimo o mesmo tratamento, no pagamento por dano moral, que dou para quem recebe salário de R$ 50 mil. É como se o fulano tivesse ganhado na loteria'”.

            Quem ganha mais, tem mais moral. Se o Caetano fosse um simples manobrista num shopping de $alvador, sua indenização seria bem mais reduzida.

            5
            1
          • Rui, a segurança jurídica é um item importante à toda a sociedade.

            A questão central é a de se evitar usar essas ações de dano moral como forma de enriquecimento sem causa.

            Fico aqui pensando quanto o Caetano Veloso vai doar dessa fortuna ganha na ação para instituições beneficentes.

            1
            6
      • Imagino que seja pelo fato de que a receita anual do Olavo, somando seus direitos autorias, cursos com 5 mil alunos pagando em média 60 reais multiplicando por 12 meses daria um faturamento anual de 4 milhões de reais, e isso ele ja vem faturando a anos. Então, este particular, além de merecer pagar cada centavo, ainda tem muita bala pra pagar eventuais condenações.

        11
      • Meu fio, o processo ocorreu nos Estados Unidos, porque Caetano não é bobo e sabe que essas coisas de calúnia e difamação por lá são levadas muito a sério. Por isso, Caetano, ao invés de processá-lo aqui no Brasil, o fez por lá, sabendo que o valor estipulado seria muito maior. Caetano, mais uma vez, demonstrou sua capacidade de raciocinar com propriedade e deu um nó no horoscopista bolsonarista, que agora via pensar duas vezes anter de caluniar as pessoas.

      • Na sentença a Justiça determinou que haveria multa de R$ 10.000 por dia enquanto Carvalho não retirasse a ofensa – pedofilia – do site. Foram 281 dias entre o trânsito em julgado e o Olavo retirar a ofensa. Se tivesse apagado a postagem na data da sentença, hoje deveria apenas R$ 54.000 (R$ 40.000, à época). O melhor, para esse, em suas próprias palavras, “ninguém importante”, teria sido pagar os R$ 40 mil quando condenado e pronto.

        Mas Olavo de Carvalho, afinal, não passa de muito barulho. Não tem cargo público, não é nem ao menos um daqueles empresários que, integrando a administração pública e a corrompendo, financiam “fake news”… não é nada além de um cara que fica xingando, ameaçando, esperneando e esbravejando pela Internet, enrustido no estrangeiro. Como faz, aliás, desde o Orkut. Samba de uma nota só…

    • Critérios para o cálculo de indenização por dano moral:

      “Assim, ao estipular uma quantia a ser paga como indenização pelo réu, o magistrado deve levar em consideração as circunstâncias do caso concreto e o interesse jurídico lesado, ou seja, qual foi o prejuízo experimentado pelo lesado. Com isso, evita-se adotar critérios puramente subjetivos por parte do juiz.
      Além disso, sempre há a análise de precedentes similares que auxiliam no momento da estipulação da quantia.

      Importante frisar que sempre deve-se levar em conta o não enriquecimento sem causa por parte do indenizado, ou seja, ao estipular um valor, este não pode ser desproporcional ao dano sofrido ao ponto de gerar um enriquecimento na parte indenizada.”

      2
      1
      • Na verdade o valor da indenização era de 80 mil, a serem pagos num determinado prazo e caso ultrapassasse terua uma multa dia ria de 10 mil! O astrólogo simplesmente ignorou essa determinação judicial e deixou o barco correr, no final chegou -se a esse valor!

    • PRYSCILA
      http://www.pryscila.com.br | http://www.amely.com.br

      Robson Zanetti

      No direito existem certas discussões que fazem com que o julgador profira sua decisão baseada mais em critério subjetivo do que em critério objetivo.

      Uma dos maiores enfrentados na esfera da responsabilidade civil se refere ao cálculo do valor do dano moral, pois não existe uma tabela determinando como se chega ao valor do dano moral. Isso faz com que seja aberto campo a subjetividade e assim tenhamos decisões muitas vezes surpreendentes.

      Para que exista uma maior segurança jurídica, o Superior Tribunal de Justiça estabelece alguns critérios para se chegar ao valor do dano moral:

      – Não existe um critério objetivo (art. 944 CCiv.)

      – Deve ser feito com moderação e razoabilidade;

      – Análise do grau de culpa;

      – Análise do nível sócio-econômico das partes;

      – Experiência e bom senso do juiz devem ser levados em conta;

      – Deve-se procurar desestimular o ofensor;

      – Avaliam-se as circunstâncias fáticas e circunstanciais.

  2. Tem gente fazendo cursos (?!) com Olavo de Car(v)alho?
    A diversidade de pensamento humana é espantosa.

    PS: se já voltou atrás, “alguém” deve ter resolvido o “pobrema”…com o nosso dindin, claro!

    41
    2
    • É possível que tenha sido ajudado pela estátua da liberdade daquele cabrumco das lojas Havan(a). Vai que o filósofo se sente abandonado e surta!. Delação do Car(v)alho que seria hein?! Kkkkk

      33
      • O que faz um filósofo que ensina merda por dinheiro, quando fica sem grana? Cícero era rico, mas, levado ao ostracismo pelas vicissitudes da política, escreveu coisas belíssimas sobre a beleza da vida simples. Não é o caso de Olavo, ele tem medo, medo de ficar velho e sem dinheiro logo no país onde um velho sem dinheiro vai na certa pro caralho!

        8
        1
    • Gente fazendo curso com Olavo de Carvalho não significa diversidade, mas falta de noção. O carra não fala coisa que preste.

      30
      2
  3. Quando li a notícia do faniquito olavista, foi a primeira coisa em que pensei: a sova judicial aplicada pelo Caetano e o consequente prejuízo na conta corrente. Ele que se vire com o Bannon!

    32
    • Se virar com quem ? Esse povo é igual rato. Qdo chega a luz cada um foge prá um lado deixando o outro largado à própria sorte. Vc não lembra das ameaças de Queiroz ?

      15
      • E as “ameaças” do Queiroz não foram eficazes? Parece que sim. Continua solto, parece que bem alojado em São Paulo (até bem pouco estava), próximo ao hospital de alto nível onde foi operado, e, até onde se sabe, não é minimamente incomodado por nenhuma instância acusatória ou judicial. Quer situação melhor pra quem fez o que diz-se que fez. Deve até receber um estipêndio todo fim de mês. Em notas de R$ 2 ou R$ 5, claro.

  4. Ameaça, chantagem… Esse é o joguete desse pessoal desqualificado, além da falta de vergonha escancarada! O guru-machão-escatológico-virtual agora apela desesperado.

    17
    3
  5. O Olavo deu piti pq quer anistia das multas por sonegação de IRPF dos rendimentos nos EUA. Ouça aos 40 segundos.

    Como ele tem dupla cidadania sonega IRPF nos EUA e diz lá que irá recolher no BR. E tbm sonega no BR.

    Está querendo uma mãozinha na RFB

  6. Um amigo me mandou mensagem dizendo que a indenização é de 2,8 milhões de reais.
    Não entendo do assunto, não sei como funciona esse negócio de reparação de danos morais, mas me pareceu exagerado o valor. Alguém inventou isso e está rodando a internet.

    1
    1
  7. O STF não pode chamar Olavo de Carvalho para prestar depoimento sobre a frase “Bolsanaro viu gente roubar na sua frente e não fez nada. Isso chama prevaricação.” Uma delação premiada cairia bem…

  8. CAGÕES .. vão fazer uma vaquinha e bancar o Tio Maluco da Virgínia… Ou ele vai bater com língua nos dentes! Dinheiro eles têm … Pagam todas as contas do Tio Maluco e ele volta a ficar pianinho com a família Bozo. Simples!

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome