OMS agora diz que transmissão assintomática de coronavírus é “rara”

Se a disseminação assintomática provar não ser o principal fator de transmissão do coronavírus, as implicações políticas podem ser tremendas

Da CNBC

Pacientes com coronavírus sem sintomas não estão impulsionando a disseminação do vírus, disseram autoridades da Organização Mundial da Saúde na segunda-feira (8), colocando dúvidas sobre algumas pesquisas que indicam que a doença pode ser difícil de conter devido às infecções assintomáticas.

Algumas pessoas, particularmente indivíduos jovens e saudáveis, infectados pelo coronavírus nunca desenvolvem sintomas ou apenas desenvolvem sintomas leves. Outros podem não desenvolver sintomas até dias após serem realmente infectados.

Evidências preliminares dos primeiros surtos indicaram que o vírus poderia se espalhar pelo contato pessoa a pessoa, mesmo que o portador não apresentasse sintomas. Mas as autoridades da OMS dizem agora que, embora a propagação assintomática possa ocorrer, essa não é a principal maneira de transmissão.

“A partir dos dados que temos, ainda parece raro que uma pessoa assintomática realmente transmita adiante para um indivíduo secundário”, disse a Dra. Maria Van Kerkhove, chefe da unidade emergente de doenças e zoonoses da OMS, em entrevista à ONU. sede da agência em Genebra. “É muito raro.”

As respostas do governo devem se concentrar na detecção e isolamento de pessoas infectadas com sintomas e no rastreamento de qualquer pessoa que possa ter entrado em contato com elas, disse Van Kerkhove. Ela reconheceu que alguns estudos indicaram disseminação assintomática ou pré-sintomática em casas de repouso e em ambientes domésticos.

São necessárias mais pesquisas e dados para “responder verdadeiramente” à questão de saber se o coronavírus pode se espalhar amplamente por portadores assintomáticos, acrescentou Van Kerkhove.

“Temos vários relatórios de países que estão realizando rastreamento de contatos muito detalhado”, disse ela. “Eles estão seguindo casos assintomáticos. Eles estão seguindo contatos. E não estão encontrando transmissão secundária em diante. É muito raro.”

Se a disseminação assintomática provar não ser o principal fator de transmissão do coronavírus, as implicações políticas podem ser tremendas. Um relatório dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, publicado em 1º de abril, citou o “potencial de transmissão pré-sintomática” como uma razão da importância do distanciamento social.

“Essas descobertas também sugerem que, para controlar a pandemia, pode não ser suficiente apenas pessoas com sintomas limitarem seu contato com outras pessoas, porque pessoas sem sintomas podem transmitir infecção”, afirmou o estudo do CDC.

Para ter certeza, a disseminação assintomática e pré-sintomática do vírus ainda parece estar acontecendo, disse Van Kerkhove, mas continua raro. Essa descoberta tem implicações importantes sobre como rastrear o vírus e limitar sua propagação.

“O que realmente queremos focar é seguir os casos sintomáticos”, disse Van Kerkhove. “Se realmente seguíssemos todos os casos sintomáticos, isolássemos esses casos, seguíssemos os contatos e os colocássemos em quarentena, reduziríamos drasticamente” o surto.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

14 comentários

  1. Sinceramente, essa OMS e os infectologistas brasileiros deviam dar as mãos.
    Primeiro, não adianta máscara… Depois, gente! não saiam sem máscara…
    Depois, o protocolo da morte para o pobre: “vai pra casa, e quando estiver bem lascado, corre pro SUS”
    Enquanto o Rico bate no hospital e eles bombardeiam logo com antibiotico, antiviral, anti verme e o que tiver.
    Cloroquina para pobre: Pode, não pode, pode, não pode, desculpas mas o último “não pode” vai ser revisado.
    Estamos iniciando testes randômicos, etc , etc em… 10 pessoas, 6 pessoas, 50 pessoas… pelo amor de Deus!!!!!!!!!!!
    Duas são as verdades: ninguem sabe nada e os que tem plano de saude (bom) não passaram pelo “protocolo da morte”.
    E pra piorar temos um jumento na presidência e um cavalo na economia, doidos pra abrir logo essa “p” aos cassinos com o devido respeito aos animais, pelo mau uso dos nomes em seres tão nefastos.

    • O CDC que representa o país com mais casos de transmissão de covid-19, segundo o artigo diz que há transmissão por assintomáticos… Pais este que adoraria dizer exatamente o contrário, já que lá é onde se faz mais testes. Então, querida doutora… acho que não deveria confiar tanto nesses países que não não foram citados, pois estamos vendo, governos europeus usando de todo tipo de estratégias para mascarar número de vítimas (e possivelmente número de infectados). Outra coisa, já foi colocado que uns 70% vão pegar, desses 85% irão ter a forma leve da doença. Nesse grupo estão inseridos os assintomáticos… entãoa pergunta que cabe é: a doutora deixaria um idoso de sua família ter contato com um assintomático?

  2. Tudo bem que se trata de um vírus novo, sobre o qual se tem pouco conhecimento, mas é muito vai e vem sobre o mesmo. Isso acaba desacreditando essas organizações que estão na linha de frente do enfrentamento e jogando mais lenha na fogueira dos terraplanistas.

    Com essa informação agora ele vão deitar e rolar pressionando até pelo não uso da máscara, visto que só os sintomáticos transmitem. Talvez fosse o caso de omitir essa informação até para aumentar a proteção de quem tem se resguardado e contribuído para o fim da pandemia.

    • Edivaldo, obrigada pelo post. Vc é a única pessoa sensata que encontrei nestes últimos 3 meses. Se não reconhecermos que é um vírus novo, do qual sabemos pouco, vamos ficar tratando a pandemia para defender ou atacar este ou aquele presidente, partido, organização, cientista, ideologia. Estamos longe de um consenso.

  3. Ora, se uma pessoa está infectada mas não apresenta os sintomas, ela não emite perdigoto, ela não tosse nem espirra eventualmente, ela não toca as narinas, os olhos, a boca e, com as mãos contaminadas, ela não toca outras pessoas e corrimãos, maçanetas e tantos outros objetos?

    Com quem você se comunicaria com mais facilidade: com quem está infectado mas está sem sintomas ou com um infectado sintomático?

    O Trump é contra o isolamento social e favorável aos ricaços, que não querem cessar seus lucros. Ele deixou de financiar a OMS. Esse recuo da OMS pode ter a finalidade de reconquistar o apoio financeiro dos EUA.

    • Eu acredito muito nesta hipótese, da necessidade de recuperar o financiamento dos eua, que utilizam o poder economico para todo tipo de chantagem. Portanto, pode estar em andamento um processo de desinformação com o objetivo de romper o isolamento.
      Vou me escorar no lema “Nullius in verba” (Nas palavras de ninguém)  da The Royal Society e aguardar o aprofundamento dos estudos.

  4. Então a contaminação se dá pela atmosfera! Se não ocorre por alguém contaminado assintomático, como que tanta gente se contamina ao mesmo tempo????

    Só sendo elo ar atmosférico, pelas correntes de ar. Sendo assim, os ambientalistas têm total razão!!!!

  5. Ocorre que, pelo que sei, o Projeto Mandacaru do Consórcio Nordeste, já colocava como preocupação o rastreamento de pessoas com sintomas para cercar o virus, por isso recomendaram o fortalecimento dos PSFs com médicos formados no estrangeiro e que ainda não revalidaram (o MEC dificulta e muito), para identificar no bairro, na casa da pessoa, aquele que está infectado, examinar temperatura e usar oxímetro que indica o nível de saturação. Além disso, o app MONITORA COVID-19 também mapearia as pessoas com sintomas e organizaria o atendimento. Eu penso que o Congresso Nacional e o STF deveria obrigar o MS a seguir as orientações do Projeto Mandacarú, que possui centenas de cientistas voluntários. Que país é este?

  6. Fhodeu! com essa notícia alvissareira agora o bozominions vão pra galera… Churrasquinho, forró.. rojão.. festa junina .. corrida na sumaré.. butecos na vila madá.. Pior que “lerdos da OMS” dão uma notícia que eles não têm certeza. Porra, se não é oficial, se tudo ainda está nas pesquisas, pq a fala da chefe da unidade do não sei o quê tem que falar??? Olha, é show de cabeçadas do caramba!

  7. Protocolo da morte….. realmente é isso……depois de seis dias de internação, dois de UTI, me deram alta, falaram ficar no isolamento sozinho…..meia hora depois de sair do hospital, TODOS os sintomas voltaram com força, passei a primeira noite só, acordado com medo do pior….na noite seguinte a namorada veio me ajudar……sempre achei esse Isolamento ui m protocolo da morte, e o isolamento hospitalar uma tortura desnecessária…..

  8. ai o Bozo faz de conta que a OMS disse pre sintomaticos, sendo que estes expelem grande quantidade de virus : agora o Bozo usa a fala da OMS pra criar fake news e defender que a OMS é a favor de liberar geral

  9. Esse sujeito conseguiu que TODOS o escutassem e prestassem muita atenção ao que ele diz. Assim o restante faz o que quer…o Congresso desapareceu…viraram santos.
    Onde estão os dossiês sobre quem faz contra o povo e a pátria???…Falam mal de Ciro Gomes, mas foi ele que “me lembrou” o que fez Roberto Jefferson…Bolsomort é uma personagem. Vamos prestar atenção na História.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome