Paulo Preto assume 4 contas com R$ 137 milhões na Suíça

Conhecido como operador do PSDB, ex-diretor da Dersa teria retificado a declaração ao Fisco para evitar mais um processo na Justiça

Jornal GGN – O ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, mais conhecido como Paulo Preto, admitiu à Receita Federal ser dono de 4 contas na Suíça, com saldos que totalizam R$ 134 milhões ou 35 milhões de francos suíços.

Segundo a Folha de S. Paulo desta terça (2), o operador do PSDB assumiu as contas como parte de uma “estratégia para reduzir danos”. “Com a admissão de ser o dono das contas, ele se livra da acusação de crime fiscal”, explica.

O ex-diretor já foi condenado três vezes na Lava Jato, e suas penas totalizam 145 anos de prisão.

“A confissão tem também o objetivo de afastar uma suspeita que o próprio Paulo Preto havia ajudado a disseminar: a de que outros tucanos eram sócios dele nas contas suíças, entre os quais o ex-ministro Aloysio Nunes Ferreira”, acrescentou.

2 comentários

  1. Claro que não há tucanos envolvidos. Está na bíblia. São probos, impolutos, vestais, nobres de espírito, guardiães da democracia. Consigo contá-los com o número de Bentleys em minha garagem.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome