Renato Feder faz reunião com Bolsonaro e o revela como “estadista”

Cotado para assumir o MEC, o secretário estadual de educação diz que encontro foi “técnico e positivo”

Foto: Divulgação

Jornal GGN – Renato Feder, secretário estadual de educação do Paraná e  cotado para encabeçar o Ministério da Educação (MEC) esteve em reunião de cerca de uma hora com Jair Bolsonaro (sem partido), nesta terça-feira, 23 de junho. Para Feder, o encontro com o líder do Executivo e “bom estadista” foi positivo. 

Em entrevista ao O Globo, o secretário afirmou que o encontro foi técnico e Bolsonaro argumentou sobre a necessidade da volta às aulas em meio à pandemia do novo coronavírus e a importância de articulação sobre a aprovação do novo Fundeb, principal fundo de financiamento da educação.

“Ele está preocupado com a retomada das aulas, com o Fundeb, que é uma votação importante que o Brasil vai passar agora no Congresso. É muito importante a manutenção do Fundeb”.

Apesar do encontro, Bolsonaro não deu um prazo para sua resposta em relação a uma possível nomeação. Mas, Feder afirmou que “como bom estadista [Bolsonaro], ele disse que vai analisar”, e que gostou da conversa.

O secretário estadual do Paraná ainda falou sobre o uso da tecnologia no apoio à educação e esclareceu sua relação com o desafeto político de Bolsonaro, João Doria (PSDB). Em 2016, Feder foi doador da campanha do governador de São Paulo. 

“Isso é uma coisa muito antiga. Não tenho nenhum alinhamento com o Doria, faz cinco anos essa história”, disse.  

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manchetes dos jornais dos EUA

3 comentários

  1. Mais um “EX ministro, antes de ter sido”. Como diria Osmar Santos: “o que que é isto minha gente???”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome