TEMER, UM ARQUIVO (a ser) MORTO?

Anthony Garotinho quando foi preso por um crime eleitoral que supostamente havia cometido durante as eleições meses depois desta sem nenhum julgamento, parecia mais de uma das arbitrariedades das prisões ilegais que estão sendo feitas no Brasil, como o suposto delito já não apresentava mais condições de ser realizado, pois a eleição já haviam passado.

Porém na hora que foi preso, Garotinho esperneou literalmente provocando um escândalo que inviabilizou o envio para uma unidade prisional comum, ele logo a seguir explicou seu escândalo, devido a uma possibilidade do mesmo na prisão sofrer um atentado. Bem o mal o julgamento continua, mas Garotinho aguarda em liberdade até o fim do processo, em resumo, ele temia por sua vida.

Pois bem, passando aos dias atuais ficamos surpreendidos com a fantástica cobertura de Rede Globo sobre um pequeno trecho de uma conversa que dura poucos segundos feita por uma gravação de baixa qualidade cheia de ruídos em que é necessário prestar muito a atenção sobre o que está registrado.

Esta gravação obtida por um dos irmãos Batistas da JBS, que mais parecem os irmãos metralhas das revistas de quadrinhos, foi conforme depoimento do jornalista Lauro Jardim da Rede Globo mantida em segredo por ele durante um período de mais de duas semanas, um período bem longo para uma empresa jornalística que tem por hábito divulgar vazamentos até antes que ocorram depoimentos!

Também é de se estranhar que Temer um eterno protegido dos noticiários das grandes empresas de comunicação, tenha sofrido uma imensa cobertura dos grandes canais de televisão, para em seguimento de esta cobertura ser o presidente demonizado numa revista deste mesmo grupo de comunicação brasileira e de outra revista que periodicamente apresenta capas bombásticas para notícias nulas ou requentadas quando se trata de membros do PT.

A delação voluntária sem a necessidade de dizer a verdade de um dos irmãos metralhas dá detalhes sobre o encontro entre os dois e recheia de fatos verdadeiramente asquerosos que estes quadrilheiros fizeram na sua longa trajetória de subornos e outros crimes nas últimas décadas.

No rastro desta denúncia, deputados de oposição ao governo Temer, sem mesmo ouvir o áudio começam uma peregrinação de pedidos de processos de Impeachment do presidente. Não pelas constantes denúncias de crimes que o mesmo teria cometido no passado ou mesmo por leis esdrúxulas que beneficiando grandes grupos econômicos, como bancos e ruralistas estão passando no congresso.

Para aumentar as suspeitas sobre o evento totalmente inusitado, a tal gravação só aparece dois dias depois do governo reconhecer que está praticamente batido na sua tentativa de levar a diante as reformas da previdência e das leis do trabalho que era o principal objetivo do governo do Temer.

Como todos já sabiam o governo Temer só teria sua validade se conseguisse passar as reformas, logo a sua destituição é um fato totalmente esperado, porém surpreendentemente o presidente não renunciou apesar das notícias da grande imprensa, e antiga aliada, ter noticiada em vários momentos que o mesmo renunciaria.

Então vamos ligar os fatos, o governo Temer perde a validade por não conseguir a aprovação das reformas que o grande capital exige. Subitamente aparece uma notícia, conhecida há semanas, na mesma rede que detinha a informação, quebrado o sigilo da informação, uma empresa de comunicação, ex-aliada carnal do presidente, lança todas as baterias contra o mesmo, Temer que não é conhecido por sua ousadia ou sua bravura, resiste o ataque e ao mesmo tempo outra empresa de comunicação coloca em ênfase numa análise pericial da gravação demonstrando que o tal áudio é de baixa resolução e qualidade podendo ser editado.

Para dar mais credibilidade ao caso, outra gravação com o Senador Aécio Neves é divulgada ao mesmo tempo, em que o mesmo pede e recebe um dinheiro a um dos irmãos metralha, e este dinheiro, que supostamente era uma propina, é desviado para a conta do proprietário do outro misterioso caso de um helicóptero com 450kg de pasta de cocaína que foi apreendido um longo período antes e somente o mordomo, desculpe-me, o piloto é mantido preso. Esta última gravação foi monitorada pela polícia federal e rastreado o dinheiro. Ou seja, é uma gravação longa de melhor qualidade em que os marginais trocam dinheiros por supostos benefícios políticos. Há uma inequívoca ligação, para efeitos propagandísticos, entre o evento com o presidente e uma suposta gravação, não monitorada pela polícia federal é misturada com outra bem cercada de cuidados.

Temer em última instância teve seu prazo de validade vencido para os interessados na aprovação das leis que desagradam toda a população, ele devia e talvez soubesse que seria retirado, entretanto se não deu tempo para o presidente tomasse as sua precauções, por exemplo, uma providencial viagem oficial em que o mesmo pudesse pedir asilo político a um país que não se tenha tratado de extradição, ou para que o mesmo fizesse polpudos dossiês com informações de seus crimes e de outros vinculados ao esquema que garantisse a sua vida após a queda!

Uma coisa que todos sabem que o atual presidente tem uma trajetória de negócios escusos e situações nada republicanas, porém todos sabem que ele também é um grande arquivo de todo os elementos que apoiaram, ajudaram ou mesmo criaram o golpe contra a Presidente Dilma, e que um arquivo destes se não for um arquivo morto, representa sérios problemas aos verdadeiros mandantes do golpe.

Logo, talvez se justifique a batalha do presidente contra a sua renúncia sem que se cubra das devidas precauções!

.

.

.

Só para deixar bem claro, todos estão abdicando que o povo derube Temer deixando para que a Rede Globo o faça, depois vem as eleições indiretas e ficam todos chupando o dedo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora