VÍDEO: Negacionismo de Bolsonaro choca mídia internacional: “Melhor virar jacaré do que morrer”, diz apresentadora

A âncora atribui a Bolsonaro o fato de o Brasil fracassar no distanciamento social, ao exibir imagens de praias cheias no Rio de Janeiro e outros pontos do litoral brasileiro

Jornal GGN – Viralizou nesta segunda-feira (28), nas redes sociais, trechos de uma reportagem da emissora WION – um canal de língua inglesa para a Índia e países da Ásia – que expõe ao ridículo o presidente brasileiro Jair Bolsonaro.

A matéria diz que Bolsonaro está “sozinho”, isolado no mundo, em sua postura negacionista em relação à pandemia do novo coronavírus, pois até seu ídolo, Donald Trump, já reconheceu que não se trata de uma “gripezinha”.

Na verdade, enquanto Bolsonaro exorta seus seguidores a abandonarem as medidas de segurança recomendadas pelas autoridades em saúde, 191 mil brasileiros já vieram a óbito na maior crise sanitária do século.

O vídeo mostra líderes mundiais tomando a vacina em sinal de esperança à população, enquanto Bolsonaro faz movimento oposto, primeiro participando de aglomerações, depois menosprezando as vítimas e, mais recentemente, questionando a segurança das vacinas.

A apresentadora faz questão de expôr a fala em que Bolsonaro sugere que quem tomar a vacina pode virar um crocodilo – ou uma mulher pode ver a barba crescer em seu rosto, ou um homem pode começar a “falar como mulher”, “seja lá o que isso quer dizer”. “Sinais dos tempos loucos que vivemos”, diz a apresentadora.

A âncora atribui a Bolsonaro o fato de o Brasil fracassar no distanciamento social, ao exibir imagens de praias cheias no Rio de Janeiro e outros pontos do litoral brasileiro.

Ao final, ela diz que é melhor ver barba crescer ou até “virar crocodilo”, “do que morrer” de coronavírus.

Assista:

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora