Vídeo: O MST e a luta contínua pela Reforma Agrária: tudo que você precisa saber (Fala FADS!)

Um dos maiores movimentos sociais do mundo, o MST está completando 39 anos de luta por Justiça Social e agricultura familiar

Foto MST-MS

Um dos maiores movimentos sociais do mundo, o MST está completando 39 anos de luta pela reforma agrária popular, por Justiça Social e pela agricultura familiar. Organiza 450 mil famílias assentadas, administra 160 cooperativas e 120 agroindústrias, além de 1900 associações. De 11 a 14 de maio, vai promover sua 4º Feira Nacional da Reforma Agrária, em São Paulo.

Mas os inimigos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra não descansam. Está para começar uma nova CPI na Câmara dos Deputados e Deputadas para investigar o MST, mesmo sem ter fato determinado como estabelece a legislação. Apesar da criminalização crescente por parte do agronegócio e da extrema-direita, o campo progressista sabe da importância do movimento.

Para conhecer mais o MST e saber como podemos ajudar na sua luta, convidamos Débora Nunes para o nosso Roda FADS. Débora é mulher Sem Terra, preta, assentada da reforma agrária e dirigente nacional do MST. Uma das principais lideranças do movimento no estado de Alagoas e no Brasil, atua na articulação das bases do Movimento Sem Terra, em especial na organização da produção de alimentos saudáveis, nas organizações e dos movimentos sociais e populares do campo e da cidade. É formada em Sociologia pela UFAL.

📚📬📊🎤🖊️ Para entrevistar Débora Nunes, convidamos:

📌 Daniela Doms – professora e pesquisadora (GEECO/UFPR) na área de agricultura e meio ambiente, Mestre em Geografia, Meio Ambiente e Desenvolvimento pela UEL, Diretora da Regional Sudeste da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica (2022-2024);

📌 Osvaldo Aly Junior – engenheiro agrônomo, professor e pesquisador na área do desenvolvimento rural, movimentos sociais e meio ambiente. É diretor da Associação Brasileira de Reforma Agrária (ABRA);

📌 Valquíria Garrote – professora e pesquisadora (CCBN-UFAC) na área de Ecologia (Aplicada), tendo atuado nas áreas de Agroecologia, Educação Ambiental e Educação Superior Indígena. Bióloga, mestra em Recursos Florestais e doutoranda em Ecologia Aplicada pela ESALQ-USP.

📌 A mediação será feita por Fábio Buonavita, graduado em Administração Pública com pós graduação em Gestão Ambiental; idealizador do Esquerda Livre – movimento de economia solidária e criativa, e membro da Secretaria Executiva da FADS.

Assista:

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador