Zambelli sabia de operação que atingiu Witzel e sugere que outros governadores estão na mira da PF

A deputada disse ontem à Rádio Gaúcha que uma série de operações sobre gastos com coronavírus estava "represadas"

Jornal GGN – A deputada federal e bolsonarista de carteirinha Carla Zambelli antecipou à Rádio Gaúcha, na segunda (25), que haveria uma operação da Polícia Federal contra governadores por causa de gastos com a pandemia de covid-19. Neste terça (26), Wilson Witzel virou alvo da segunda fase da operação Favorita, que investiga a construção de hospitais de campanha pelo Iabas.

Os investigadores suspeitam que o Iabas contratou empresas ligadas ao empresário Mário Peixoto, que é investigado por crimes praticados desde a gestão Pezão e Cabral. Peixoto vem acompanhando Witzel desde a campanha e é cliente do escritório de Lucas Tristão, advogado, ex-aluno, secretário estadual e sócio de Witzel.

À Rádio Gaúcha, Zambelli indicou que Witzel não será o único governador alvo da PF: “A gente já teve algumas operações da PF que estavam na agulha para sair, mas nao saíam. A gente deve ter nos próximos meses o que a gente vai chamar de ‘covidão’ ou não sei qual vai ser o nome que eles vão dar. Mas já tem alguns governadores sendo investigados pela PF”, comentou.

O conhecimento de Zambelli sobre a operação vem na esteira das investigações da Procuradoria-Geral da República sobre a interferência política de Jair Bolsonaro na PF.

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adilson

- 2020-05-26 14:55:01

Vamos combinar, a PF tem que ter vergonha na cara!

Carlos Elisio

- 2020-05-26 11:15:19

Breve esta maluca vai pra tranca. Fala demais e nao possuí relevância. O que não pode sair do RJ é a investigação dos assassinatos de Anderson e Mariele. Tambem no RJ e em outras capitais a quarentena precisa ser mantida. Por fim o foco maior: a partir da declaração da vizinha faladeira, a PF parece estar subordinada ao pior partido ja visto na politica, o PSL. Também começa a se evidenciar a utilização da pf para particularidades do insano regente.

Somebody

- 2020-05-26 09:54:52

Parabéns, agora vocês têm uma "gestapo" encarregada de atacar os "inimigos do regime". Que nem acontece nas mais tradicionais ditaduras.

M. Karl

- 2020-05-26 09:49:01

Polícia federal para executar a vingança de Bolsonaro e sua turma. Era para se esperar.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador