Zambelli sabia de operação que atingiu Witzel e sugere que outros governadores estão na mira da PF

A deputada disse ontem à Rádio Gaúcha que uma série de operações sobre gastos com coronavírus estava "represadas"

Jornal GGN – A deputada federal e bolsonarista de carteirinha Carla Zambelli antecipou à Rádio Gaúcha, na segunda (25), que haveria uma operação da Polícia Federal contra governadores por causa de gastos com a pandemia de covid-19. Neste terça (26), Wilson Witzel virou alvo da segunda fase da operação Favorita, que investiga a construção de hospitais de campanha pelo Iabas.

Os investigadores suspeitam que o Iabas contratou empresas ligadas ao empresário Mário Peixoto, que é investigado por crimes praticados desde a gestão Pezão e Cabral. Peixoto vem acompanhando Witzel desde a campanha e é cliente do escritório de Lucas Tristão, advogado, ex-aluno, secretário estadual e sócio de Witzel.

À Rádio Gaúcha, Zambelli indicou que Witzel não será o único governador alvo da PF: “A gente já teve algumas operações da PF que estavam na agulha para sair, mas nao saíam. A gente deve ter nos próximos meses o que a gente vai chamar de ‘covidão’ ou não sei qual vai ser o nome que eles vão dar. Mas já tem alguns governadores sendo investigados pela PF”, comentou.

O conhecimento de Zambelli sobre a operação vem na esteira das investigações da Procuradoria-Geral da República sobre a interferência política de Jair Bolsonaro na PF.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O que se sabe sobre a conta na Suíça atribuída à filha de José Serra

4 comentários

  1. Parabéns, agora vocês têm uma “gestapo” encarregada de atacar os “inimigos do regime”. Que nem acontece nas mais tradicionais ditaduras.

  2. Breve esta maluca vai pra tranca. Fala demais e nao possuí relevância.
    O que não pode sair do RJ é a investigação dos assassinatos de Anderson e Mariele. Tambem no RJ e em outras capitais a quarentena precisa ser mantida.
    Por fim o foco maior: a partir da declaração da vizinha faladeira, a PF parece estar subordinada ao pior partido ja visto na politica, o PSL. Também começa a se evidenciar a utilização da pf para particularidades do insano regente.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome