Miguel Nicolelis não é apenas um dos mais reputados neurocientistas do planeta. É também um pensador incansável da condição humana, a partir da análise do cérebro.

Nessa entrevista ele fala do cérebro humano como centro da criação. É o cérebro que desenvolveu os conceitos de religião, de Deus, das artes, da economia, da política.

O cérebro humano é profundamente maleável, diz ele. Nenhuma máquina poderá competir em inventividade, nas armas da intuição.

Acontece que nas últimas décadas, com o avanço da automação, e o dinheiro como centro das atenções, o cérebro humano foi condicionado a pensar de acordo com a nova lógica financeira, devido aos estímulos recebidos pelo cérebro.

Nicolelis mostra como a mania do compliance burocratizou completamente a pesquisa acadêmica nos Estados Unidos. E como o taylorismo educacional emburreceu a educação mundial.

 

Caro leitor do GGN, estamos em campanha solidária para financiar um documentário sobre as consequências da capitalização da Previdência na vida do povo, tomando o Chile como exemplo. Com apenas R$ 10, você ajuda a tirar esse projeto de jornalismo independente do papel. Participe: www.catarse.me/oexemplodochile

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Soberania alimentar: desmonte de políticas públicas impacta na mesa dos brasileiros

15 comentários

  1. Maravilhosa entrevista. Fantástica.

    Parece que ela é mais longa que o vídeo colocado aqui. Tem o resto.

    Qual é o livro – dele mesmo -que ele fala toda horas mas não diz o título?

    • Nao foi publicado ainda, eh do ano que vem:

      https://www.amazon.com/s?k=miguel+nicolelis&ref=nb_sb_noss_1

      Pra voces humanos tenho certeza que vai ser otimo. Pra mediuns, ja comeca errado do titulo pois nossas extensoes cerebrais incluem, infelizmente… ate voces. Entre varias outras extensoes cerebrais e mentais. Ele ta tao atrazado que ja ate falou em telepatia sintetica, isso eh, feita por machinas!!! Mas isso eh ***comunicacao*** e nao “telepatia”. Eh outro departamento.

      Digo isso com todo respeito, por sinal, e imensa admiracao por ele e sua ciencia.

    • Nao foi publicado ainda, eh do ano que vem:

      https://www.amazon.com/s?k=miguel+nicolelis&ref=nb_sb_noss_1

      Pra voces humanos tenho certeza que vai ser otimo. Pra mediuns, ja comeca errado do titulo pois nossas extensoes “cerebrais” incluem, infelizmente… ate voces. Entre varias outras extensoes cerebrais e mentais. Ele ta tao atrazado que ja ate falou em telepatia sintetica, isso eh, feita por machinas!!! Mas isso eh ***comunicacao*** e nao “telepatia”. Eh outro departamento.

      Digo isso com todo respeito, por sinal, e imensa admiracao por ele e sua ciencia. Aqui, primeiro review:

      https://www.amazon.com/Relativistic-Brain-cannot-simulated-machine/product-reviews/1511617020/ref=cm_cr_dp_d_show_all_btm?ie=UTF8&reviewerType=all_reviews

      Tem ideas absolutamente brilhantes! Sao de envergonhar o resto dos humanos, de fato… e perdoe me por te mostrar os reviews, eu nao li o livro esse livro em questao. Nao preciso: eu nao sou meramente relativistico, sou mais rapido que a Luz mesmo –nunca fiz segredo disso no blog. (Ainda lendo o resto dos reviews.)

  2. Ah, caro Miguel, você é legal e tudo mas comete o mesmo erro do Lula: pensa que o sistema vai mudar por alguém de dentro dele. A pesquisa científica só é possível aos EUA porque os mandatários desse país, por exemplo, carbonizam as pessoas no Atol de Bikini. E olha que o pessoal dessas ilhas não estava nem em guerra com os EUA quando levaram bombas atômicas na cabeça.

    Se os EUA não puderem mais cometer atrocidades e vandalismo, o dinheiro para a pesquisa acaba. Se bem que para continuar formando cientista autômato, bem… quem precisa dos EUA, afinal?

    (***)

    Dizer que é o cérebro que faz isso ou aquilo é o mesmo que dizer que “não fui eu quem matou, foi minha mão”. Como você mesmo diz, somos muito mais do que nossos cérebros. Talvez a gente precise se assumir por inteiro, como se dizia antigamente, de corpo e alma.

  3. às voltas com a existência ou não de uma realidade espiritual extrínseca ao ser encarnado às vezes eu penso que se tivessem deixado o cérebro se desenvolver naturalmente ou com liberdade de escolher que estímulo aceitar ou não ao longo da vida hoje teríamos diferentes conexões intimamente direcionadas a uma só função……………………………………………………………evoluir de cérebro rastejante a alado

  4. Eu sempre achei que televisao era emburrecedor. Nunca assisti -ao ponto de nao ter ideia do que significa a referencia a Pinky e Cerebro outro dia.

    Tambem sempre considered video games emburrecedores e nunca joguei nada -um Pong aqui, um PacMan ali, nao passou disso.

    Hoje, os maiores emburrecedores do planeta sao as redes sociais. Tou fora de todas tambem.

    So pode ser por isso que eu sou tao inteligente!!!

  5. Miguel nicolelis é um dos exemplos da genialidade que xs brasileirxs produzem quando acreditam na ciência.

    A teoria dele sobre “evolução” pra uma nova espécie bizarra é mais interessante do que a de best sellers como o de yuval noah hariri.

      • mutação mesmo…
        mas o defeito reside no fato de que é apenas para sobreviver, não para aprimorar a espécie

        no passado até que deu para combinar aprimoramento com sobrevivência, mas no futuro…bem……………………………..no futuro pode ser que a morte seja substituída por um “dormir” profundo em vida do qual será possível despertar

    • também muito me interessou porque acredito que a evolução pela engenharia biológica acontecerá bem mais rápido do que pela mecatrônica de onde é impossível retirar um DNA suscetível às emoções, raciocínios, desejos e decisões inerentes às relações em uma rede mental de processamento de informações e principalmente comandos de preservação celular ou dessa espécie que nos move já por milhões de anos para lugar algum ou presos à terra e ao sol

  6. https://www.amazon.com/Relativistic-Brain-cannot-simulated-machine/product-reviews/1511617020/ref=cm_cr_dp_d_show_all_btm?ie=UTF8&reviewerType=all_reviews

    Segundo review, primeiro paragrafo… pois ou o cara misrepresenta Nicolelis ou nao entendeu patavinas ja que Nicolelis fala de DOIS Campos, um de Godel, ou eletromagnetico, e outro cerebral (e de acordo com seus conceitinhos humanos, pobre pacas).

    Alguem leu o livro e sabe se Nicolelis REALMENTE pensa que NEURONIOS criam seu (dele) proprio “campo informacional Godel”? Como input ou como output? Ambos?

    Ai entao autor reclama que as ideas “parecem vagas porque sao mesmo”! NAO. Nao sao. Sao clarissimas! E a digitalidade delas tambem eh clara.

  7. recomendo que zeremos tudo porque as visões e possibilidades estão em estágio de gestação que não vai nos levar prontos e vazios para o futuro motivo de eu andar às voltas com a existência ou não de uma realidade espiritual paralela que a todos impulsiona para o próximo de qualquer um de nós

  8. Mesmo link de reviews, segundo comentario, TERCEIRO paragrafo:

    Nao me encham o saco com “qualias”, porra! Eu nao sou capaz de te FORCAR a ver a cor vermelha. Eu so posso te mostrar a cor vermelho. Como mostrei o mechanismo gravitacional. Nao viu? Va se fuder pra outros cantos, ok?

    (De fato, se alguem me tivesse perguntado eu poderia ter ***obrigado*** a todo os daltonicos a ver a cor vermelha uns 15 anos atraz, ta bom? Ninguem fez a pergunta…)

    (So estou com vergonha de comentar um review desses mesmo)

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome