Em discurso no PDT, Ciro relembra Brizola e fala sobre desenvolvimento

Jornal GGN – Em discurso durante sua cerimônia de filiação ao PDT, realizada na última quarta-feira (18), em Brasília, o ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes relembrou e elogiou Leonel Brizola, falou sobre o desenvolvimento do país e criticou as taxa de juros praticadas no Brasil.
 
No início de seu discurso, Ciro agradeceu a Carlos Lupi, presidente do partido, pela oportunidade e disse estar se sentindo com excitação juvenil de quem está começando de novo. Explicou que, depois de 36 anos de vida pública, estava passsando por um “processo de desintoxicação”, e ressaltou que, nestas três décadas, nunca respondeu a nenhuma ação, mesmo com os “abusos de uma justiça exibicionista e de um Ministério Público exagerado”.

Ele disse que não veio ao PDT “rigorosamente” para ser candidato, mas pensando nos “valores centrais que PDT representa” valores que Ciro considera que estão sob grave ameaça, falando na ‘perversão neoliberal’ que é afirmar “a ilusão da globalização”. Para ele, a única coisa efetivamente globalizada é a informação, “que substitui, especialmente no coração da nossa juventude global, a crença ilusória, de que ser feliz é acessar um padrão de consumo maravilhoso”.

Para Ciro, “as condições de empreender não são globais”, e ele afirma que fica chocado com parcelas da elite brasileira que tem “a descompustura de afirmar o oposto do que a realidade impõe”.

Ele critica a taxa de juros no país, comparando com a situação japonesa, onde a taxa é negativa, e como a zona do Euro, onde ela é menor que a inflação. Para ele, é preciso retomar a questão nacional, em termos de produtividade, tecnologia e financiamento, no debate brasileiro.

Sobre as questões sociais, Ciro Gomes mencionou o aumento do salário mínimo durante o governo Lula, o que só fez bem para a economia brasileira, “que ganhou base de consumo e se permitiu avançar no acesso à bens duráveis”.

Para ele, a matriz de desenvolvimento no país precisa recuperar as virtudes, com métodos modernos, do nacional-desenvolvimentismo, pelo “simples fato de que o individualismo das forças do mercado jamais produziu, sozinho, um experimento civilizatório de êxito”.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

32 comentários

    • Na alma é o trabalhismo de

      Na alma é o trabalhismo de Pasqualini, Vargas, Brizola, Jango, Darcy e outros mais. Mas como a ditadura se borrava de medo desse povo, tomaram a sigla (PTB) e deram para um bando de reacionários. Por isso o partido é conhecido hoje como  PDT, que aliás precisa ser depurado. Assim como o PSB.

  1. E …………….

    O Ciro tem seus méritos. É inegável. Contudo sua atuação politica  muitas vezes fazem nos duvidar de que conseguiria seguir uma carreira vitoriosa até o palacio, pois politica é segundo o grande Presidente4 Kennedy, ” …………..a arte de transigir”, o que parfa Ciro, parece ser impossível.

    Assim, prefiro que ele seja, no Congresso, um avalista dos projetos sociais e um incansável investigador das contas dos governos !!!

  2. Se o Lula ganhar em 2018, não

    Se o Lula ganhar em 2018, não tenho dúvida que fará mais um grande governo. Não obstante, creio que além do momento ser mais para o Ciro, ele não somente tem condições – intelecto, experiência, preparação -, mas também vai fazer um governo ainda melhor do que o Lula, se eleito for em 2018.
    O Brasil não suporta mais conciliações. Tem que ir para cima e quebrar as pernas dos que pilham este país desde sempre. Não há outra alternativa senão reduzir a taxa de juros real para próximo a zero, auditar a dívida pública, quebrar as concessões de comunicação, ou pelo menos estrangular os “grandes” grupos através de cortes orçamentários, e dar ao país um projeto de longo prazo, que depois de posto em movimento torne-se irreversível, imune a qualquer tentativa de retrocesso, como sempre ocorreu e como ocorre agora. Se há um nome para fazer tudo isso, sem receio de retaliações e sem dar mais valor ao cargo do que ao país, esse nome é Ciro Gomes. 
     

    • Gostei do teu comentário,

      Gostei do teu comentário, Felipe. A morte do grande Leonel Brizola deixou um vazio na política brasileira e dentro do PDT, que o Ciro Gomes veio preencher. Inteligentíssimo, Ciro é aguerrido e encarna como ninguém o espírito de luta do “velho Briza” na defesa do povo, do patrimônio e dos ideais nacionalistas brasileiros.

      Avante, Ciro! Até 2018 teremos tempo para avaliar.

  3. Esse partido votou contra os

    Esse partido votou contra os trabalhadores na terceirização e depois ficou fazendo propagandas na tv e rádio falando que defendia os trabalhadores.HIPOCRITAS!

  4. O cara é MONSTRO!
    Quantos “a

    O cara é MONSTRO!

    Quantos “a nível de…” vocês escutaram?!

    Olha a clareza nas idéias…

    O cara é um ESTADISTA…

    Mesmo com Lula candidato, meu voto é Ciro… E se a esquerda quiser ganhar… Tem que fechar com ele…

    • ” Menas, menas ”
      Vamos ver

      ” Menas, menas “

      Vamos ver até onde aguenta sem chutar o pau da barraca.

      O Ciro é nitroglicerina pura. E isso para chefe de uma nação, até certo ponto não é bom.

  5. Ciro 2018

    Vejam o conteúdo do discurso e comparem com o finado Eduardo Campos e com a Marina. Não procurem comparar com Aécio pois não vão conseguir. O cara tem uma visão amadurecida e profunda da História, da realidade e dos caminhos que podemos seguir. 

    Creio que o Lula prestou um grande desserviço ao País ao não ter dado uma chance ao Ciro na primeira eleição de Dilma já que na reeleição ele foi inviabilizado por Eduardo Campos. Mas de certa forma isso foi bom, pois ele ficou como uma reserva da esquerda fora dos escândalos da lava jato. Agora pode cumprir um papel importante na racionalização do debate político, num cenário onde o discurso da oposição vai tentar jogar muita fumaça nas questões centrais da política, utilizando o antipetismo e o moralismo como bandeira para tomar o poder e destruir as conquistas obtidas até agora pelo povo.

    Ciro tem qualidades importantes nesse cenário: é inteligente, tem uma reflexão muito profunda sobre os temas centrais da modernidade, não foge do debate, é capaz de enfrentar com segurança qualquer bom debatedor. Sua participação na campanha vai desequilibrar toda a estratégia que a oposição ja arquiteta para o proximo  pleito. Mas atenção: ele não será o candidato do governo. Ele será candidato de oposição. Portanto seu discurso vai atingir muitos aspectos do lulopetismo. É provável que ele bata muito em Lula e aí mora o perigo. Ele não tem meias palavras quando quer destruir o adversário. Portanto haverá problemas  tanto para ele quanto para o governo. É preciso, portanto que haja avaliações sobre os riscos dessa estratégia. 

    Creio que a melhor estratégia seria ele deixar a oposição deitar a lenha no candidato do Lula, que pode ser o próprio e ele correr por fora criando uma imagem de uma terceira via capaz de superar os radicalismos, formular uma proposta modernizante das boas experiências vividas nesses anos onde se aliou estabilidade econômica, crescimento social e defesa da economia nacional.

  6. Adorei ver o discursos de

    Adorei ver o discursos de Ciro Gomes. Sou uma grande admiradora desse homem, pela sua trajejetória política, por jamais ter permitido que ninguém ousasse incriminá-lo por qualquer malfeito, por sua postura de homem com um QI bem acima de muitos, e talvez da maioria de todos os políticos que já passaram pelo Congresso. Seu único defeito sempre foi o de não ter papas na língua, dizer o que lhe vem à cabeça, doa em que doer. Nesse sentido, talvez pela idade e experiênxia, ele possa voltar ao cenário político nacional para enriquecê-lo, fazendo o que sempre fez, porém sendo mais cauteloso com as palavras, não dando margens aos poderosos para mal-interpretá-las como tanto já fizeram. Se Ciro se candidatar, eu, certamente, votarei nele, com muito prazer. Se candidato não se eleger, pelo menos estou ciente de uma coisa, os embates de campanha serão super engrandecidos com os pronunicamentos dele. 

  7. Bem, já é um bom sinal

    Ciro filiando-se no PDT emite o bom sinal de que um nome com o melhor do perfil de Brizola, que era o de confrontador da pretensão da direita à hegemonia via estabelecimento da desordem política e social, enfim se estabeleceu no pedaço. 

    Com essa filiação já tenho em quem pensar para 2018, se viver até lá.

  8. prevendo um debate
    Senhores, eu tenho CERTEZA que um forte argumento do PSDB em 2018 será
    “O PSDB sempre é chamado quando a situaçao econômica do Brasil é ruim”.
    Certeza, consigo ate a voz do Aecio dizendo isso num debate…Agora, como ele falaria isso com uma das mentes do Plano Real presente no debate? Já até imagino a resposta do Ciro:
    “Cala a bota moleque! Enquanto você tava surfando no Rio eu tava sustentando o Plano Real na unha!, e levando aperto do Luiz Nassif no Roda Viva” hehe

  9. Um vídeo desse terá alguns

    Um vídeo desse terá alguns milhares de visualizações. No entanto, um vídeo no qual ele não dá muita atenção a uma mulher que lhe pede explicações em um hospital já tem quase 1/2 milhão de visualizações. Aí as pessoas já fazem uma avaliação sumária e nunca mais votam nele. Ô povo difícil.

  10. Ciro Gomes é uma ilha de

    Ciro Gomes é uma ilha de lucidez, nesse mar de mediocridade política em que vivemos.  Chega de políticos covardes, medrosos, que sequer ousam processar seus mais vis detratores.

    Tenho condições de angariar mais de dez votos para Ciro.  

    Avante terceira via.  O tempo urge! 

  11. Este debate (abaixo) é o

    Este debate (abaixo) é o cerne da questão fiscal e financeira do País!

    O problema do Brasil são os juros demasiados!

    Ciro, junto com Nassif, explicitaram o problema central do ajuste fiscal, divida pública, contas externas, isto é: cambio!

    Por que o Brasil não repatriou 100 bilhões das reservas estocadas, compostas no período do boom das Commodities? 

    O Brasil poderia, simplesmente, repatriá-los para fechamento das contas externas em 2014(fechou com déficit), pois, resolvendo as contas externas o País poderia abaixar os juros para níveis civilizados, Por ex: 4%!

    Isso teria um impacto fiscal favorecido para as contas e, consequentemente, o tesouro executaria um forte ajuste fiscal para conter a base monetária, do outro lado, isto é: um equilíbrio organizado, pois, fora baixada a taxa para níveis normais!

    O Governo, também, diminuiria os investimentos para colaborar no controle monetário, isto é: a famigerada inflação!

    Tudo isso temporário e o governo resolveriam as premissas: controle de inflação, controle fiscal e reduziria drasticamente a dívida imobiliária, deste País!

    A conta externa deve ser controlada, pois, como percebemos, o déficit comercial faz com que o governo necessite de reservas para fechamento e, isso é na maioria transação privada, portanto, isso é injusto!

    Desta forma, o Brasil precisa exportar muito mais para se livrar desta armadilha!

    Temos que preservar a Petrobras, pois, é a solução para as contas externas!

     

     

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=n7I8z1dlHi4%5D

    • Toda esta montanha de dólares

      Toda esta montanha de dólares fabricados no quintal dos rockshield”s!

      Dinheiro sem lastro oficializado pelo Governo Brasileiro!

      O dolar não é da Nação Americana, alias, os EUA são vítimas deste sistema, tbm!

      As autoridades Brasileiras têm que repensarem,pois, o Brasil não precisa deste sistema perverso!

       

  12. Imagine o seguinte:

    Imagine o seguinte:

    Lula foi o maior presidente desde Getúlio ou, pelo menos, de Juscelino.

    Não é verdade que tenha diminuído a desigualdade entre a pequena parcela mais rica e a grande parcela mais pobre da população, porque preservou os ganhos dos mais ricos, banqueiros, grandes rentistas em geral.  E nem precisaria;  o que fez foi permitir a ascenção das classes mais baixas, via distribuição de renda (salário mínimo, bolsa família, etc.) e um pouco de oportunidades (quotas, acesso à universidade).

    Mesmo com seus privilégios mantidos, bastou para a parcela atradada da classe dominante, que tem representantes nos bancos, na velha mídia, nos latifúndios, nos três Poderes, na sociedade em geral, propagar o ódio, aproveitando como argumento o despudor dos membros petistas que se lambuzaram na corrupção – no que se comportaram como os adversários, que tanto criticavam.  O ponto alto dessa reação é encurralar o governo Dilma 2 até o final – ou impeachment -, de forma que não vai mais se ouvir falar em democratização da mídia ou de grandes pautas progressistas neste mandato. Concomitante a isso, já se busca alterar a Constituição casuisticamente, para retirar de Lula o direito de se candidatar novamente à presidência.

    Para a oposição e as oligarquias, parece o cenário perfeito para 2018.  Aí é que se enganam.  Lula é, para o bem e para o mal, um conciliador, desde a época de dirigente sindical até hoje.  Eleito novamente, seguiria sua política de concessões aos mais pobres,  sem grandes confrontos com a velha mídia e demais setores retrógrados.

    No entanto, impedido de se candidatar, Lula terá de escolher um candidato para apoiar.  Com a fraqueza do PT, provocada tanto pelo longo bombardeio que vem sofrendo há anos (mensalao, petrolão, ..) como pelos desvios éticos e criminosos de alguns de seus integrantes (mensalão, petrolão, …), não haverá líder nem poste dentro do partido que ele possa transformar em candidato viável.

    Então, finalmente imagine um candidato como Ciro Gomes ou Roberto Requião apoiado por Lula.  Imagine esse candidato eleito e terá imaginado o que o ódio dos reacionários não lhes permite imaginar.

  13. A morte do grande Leonel

    A morte do grande Leonel Brizola deixou um vazio dentro do PDT que o Ciro Gomes veio preencher. Inteligentíssimo, Ciro é aguerrido e encarna como ninguém o espírito de luta do “velho Briza” na defesa do povo, do patrimônio e dos ideais nacionalistas brasileiros.

    Avante, Ciro! Até 2018 teremos tempo para avaliar.

  14. A filha do Jeferson, o condenado no mensalão,

    já tem uma tarefa para o fim de semana.  Incorporar em sua proposta que visa barrar a candidatura do Lula, um adendo, que proíba a candidatura do Ciro Gomes.  Eu proponho o seguinte adendo: ficam proibidos de se candidatarem a presidente do Brasil, todos os cidadãos cujo nome comece com C e sejam casados com mulheres lindas cujos nomes comecem com P.

  15. Que acordo Ciro fez com Carlos Lupi?

    Me preocupa ele fazer acordo com o ex-funcionário da camara dos deputados e ex-ministro faxinado Lupi. 

    O Lula só conseguiu se eleger após fazer acordos que resultaram na sua eleição, governo e desgoverno.

    Ciro seguirá o mesmo caminho e descaminho do Lula?

  16. O Ciro, e seu discurso, dá uma rejuvenescida.

    Precisamos de debate político, positivo, de boa fé.

    Precisamos pensar em novos caminhos, novas ideias, sem rancor, sem ódio, sem golpismo.

    Precisamos acelerar as transformações do Brasil, cuidando do nosso povo, do nosso desenvolvimento.

    Ciro vem nesse caminho, isso é bom para a Democracia do Brasil.

    Que venha Ciro!

  17. O PDT não pode ficar sozinho,

    Mas é preciso fazer alianças com outros partidos.

    Ciro tem que começar esse trabalho agora, ligar pontes com outros partidos que

    tenham a mesma linha ideológica dele. Não esta tão dificil.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome