A maldição do petróleo, por Fábio de Oliveira Ribeiro

A maldição do petróleo, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Em 2008 publiquei uma singela análise sobre o que poderia ocorrer no Brasil em virtude da descoberta do Pré-Sal:

“…o aumento das reservas petrolíferas brasileiras poderá acarretar um aumento da atenção e interferência norte-americana em nosso país. Todos os paises pobres incapazes de defender-se com armas nucleares que exportam petróleo para os EUA são vítimas de desestabilização política patrocinadas pela CIA (exceto aqueles que foram invadidos militarmente pelo gigante do Norte). Nesse contexto, o que muitos consideram uma benção pode acabar se tornando uma maldição.” 

https://midiaindependente.org/pt/green/2008/04/417398.shtml

Na época o texto foi bastante criticado. Dez anos depois, os fatos confirmaram minha observação. O Brasil está sendo estraçalhado por um golpe orquestrado pela Embaixada dos EUA. Ao chegar ao poder o usurpador começou a desnacionalizar o petróleo, a privatizar da Petrobras e entregar do Pré-Sal à sanha da exploração internacional com base numa Lei que retirará dos brasileiros a renda do petróleo.

Em 2013 uma cápsula do tempo contendo milhares de mensagens foi colocada na região do Pré-Sal http://www.brasil.gov.br/ciencia-e-tecnologia/2013/09/missao-netuno-leva-capsula-com-mensagens-de-brasileiros-ate-o-pre-sal. A mensagem que eu gravei nela expressava minhas preocupações. Em síntese, disse que em 10 anos o Brasil poderia ser sacudido por uma guerra civil em virtude da descoberta do Pré-Sal e da cobiça internacional que ele despertaria. Os cenários em curso (eleição indireta de um neoliberal contestada pela esquerda x eleição direta violentamente contestada pela direita em caso de vitória do PT) não excluem a possibilidade de um conflito.

O petróleo e sua maldição do petróleo se tornaram as únicas coisas capazes de unificar e paradoxalmente desunir ainda mais os brasileiros. A esperança de um país melhor e inclusivo deixou de ser uma possibilidade política, pois a própria política foi criminalizada para que um crime ainda maior (a entrega do Pré-Sal aos estrangeiros em troca de propinas) fosse cometido. A guerra como continuação da política só agravará a dor, a fome e a tristeza entre nós. O que virá depois da guerra apenas os sobreviventes irão saber. 

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora