Eleição na Colômbia teve acusações de fraude e vitória da esquerda por diferença de 700 mil votos

Observação eleitoral registrou um assassinato. Esquerda não comandava a Colômbia desde a década de 1930

O senador progressista Gustavo Petro se tornou o primeiro presidente progressista eleito na Colômbia desde a década de 1930, após uma votação histórica no domingo, 19 de junho de 2022.

Segundo o Registro Nacional, Petro derrotou Rodolfo Hernandez com mais de 700.000 votos de diferença.

Hernandez admitiu a derrota duas horas após o encerramento das urnas.

Comemorações espontâneas eclodiram em Medellín depois que ficou evidente que o presidente cada vez mais autoritário da Colômbia, Ivan Duque, seria sucedido por um presidente de esquerda.

Duque disse no Twitter que ligou para Petro para parabenizar seu sucessor pela vitória nas eleições.

ACUSAÇÕES DE FRAUDE

Os resultados históricos das eleições na Colômbia foram anunciados após uma campanha marcada por irregularidades e acusações de fraude por parte do Registrador Nacional, Alexander Vega.

Vega foi ainda mais criticado no domingo, depois que a Missão de Observação Eleitoral (MOE) independente disse que os eleitores de toda a Colômbia receberam cédulas manchadas.

De acordo com o diretor do MOE, Alejandro Barrios, algumas das cédulas que foram entregues às assembleias de voto tinham pontos e listras no quadrado destinado ao voto em branco.

Barrios alertou que esses aparentes erros de impressão podem “confundir” os jurados eleitorais que deveriam desqualificar votos se tiverem marcas em mais de uma das opções da cédula.

As irregularidades estavam entre as 297 denúncias de fraude eleitoral recebidas pelo MOE até as 16h de domingo, quando as urnas foram encerradas.

A maioria das denúncias de fraude veio da capital Bogotá.

Uma testemunha eleitoral do “Pacto Histórico”, de Petro, foi assassinada na província de Cauca, no sudoeste do País, segundo o MOE.

Publicado originalmente em Colombia Reports

A SENHA PARA A TENTATIVA DE GOLPE NA ELEIÇÃO DE 2022 JÁ ESTÁ DADA POR BOLSONARO. O JORNAL GGN VAI PRODUZIR UM DOCUMENTÁRIO QUE EXPLICA COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI. SAIBA COMO APOIAR CLICANDO NESTE LINK

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador