Lula assina criação do Dia Nacional de Combate à Homofobia

07 de junho de 2010 17h49 atualizado às 17h52


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva instituiu o dia 17 de maio como Dia Nacional de Combate à Homofobia, segundo decreto publicado no Diário Oficial da União nesta segunda-feira. A publicação ocorre um dia depois da realização da Parada do Orgulho Gay de São Paulo, que levou milhões de pessoas às ruas da capital paulista para protestar contra a homofobia e reivindicar direitos para os homossexuais.


Segundo os organizadores, 3,2 milhões de pessoas desfilaram atrás dos 18 carros de som nas quais entidades oficiais, ONGs e empresas privadas se manifestaram a favor da liberdade de gênero, nesse domingo. Nesta 14ª edição, a organização trocou a tradicional bandeira arco íris, símbolo da diversidade, pelo preto e branco usado em propagandas e mensagens institucionais contra a homofobia.


No início da parada os participantes se manifestaram contra os políticos desfavoráveis às políticas em favor da comunidade gay. Com o lema “Vote contra a homofobia, defenda a cidadania”, no ano eleitoral, a parada voltou a ter mais uma vez como principal tema o combate contra os delitos cometidos contra homossexuais. A caminhada começou ao meio-dia na avenida Paulista e terminou com uma concentração na Praça da República.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador