Coronavírus: São Paulo deve usar Pfizer para reforço vacinal

Vacina deve ser colocada à frente quando o Ministério da Saúde enviar os imunizantes, o que deve ocorrer a partir de 15 de setembro

Jornal GGN – A cidade de São Paulo deve priorizar o uso da vacina da Pfizer para a terceira dose de imunização contra a covid-19.

A afirmação foi feita pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, em entrevista à CNN Brasil, quando ressaltou que o início da vacinação dos idosos com mais de 90 de anos com a terceira dose – programada para começar nesta segunda-feira (05/09) – será feito com as vacinas disponíveis.

Colabore com o jornalismo independente do GGN. Clique aqui e saiba mais

“Nós, neste primeiro momento, a partir de amanhã, utilizaremos as doses que estiverem disponíveis nas nossas unidades, basicamente Pfizer, AstraZeneca e Coronavac – não temos Janssen no momento. A partir do dia 15, quando o ministério disponibilizar as doses de Pfizer, a gente deve priorizar a Pfizer como terceira dose”, disse.

A estratégia paulistana contraria as recomendações do Ministério da Saúde, que recomendou o uso da vacina da Pfizer como terceira dose em idosos e imunossuprimidos. A campanha nacional terá início no próximo dia 15 de setembro.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador