Recado do Nassif: os fatores Marlus Arns e FHC no dossiê Intercept

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  As deusas do cinema dos anos 90

12 comentários

  1. Foi criada uma expectativa imensa em relação a uma divulgação que envolveria um ex-presidente da república.
    Imaginávamos algo mais forte do que o divulgado até agora.
    Nissa expectativa se frustrou.
    Tudo bem, que é muito grave o Moro dizer que FHC é um aliado importante.
    Porém, o diálogo não tem relação direta com processo julgado pelo Moro.
    Ou seja, nada do que foi divulgado criou comoção em relação aos fatos graves já divulgados anteriormente. Mais do mesmo.
    Fiquei decepcionado. Esperava algo a mais. Faço este desabafo.
    Imagina o alívio da Direita!
    Infelizmente, a montanha pariu um rato.

    5
    1
  2. A questão mais importante na esquerda não é o Intercept e sim a economia,o desgaste das Instituições com o seu fora-leilismo(essa não ficou bem)e o risco iminente de uma Ditadura geral no país visto q já estamos numa ditadura judicial contra um partido q inclusive é o teste q implantaram na nação brasileira e se não for denunciado irá entrar em vigor contra quem quer q seja, os FATOS ESTÃO NA NOSSA CARA,pra quê quase duzentos militares no governo?Fora o segundo escalão e pra quê um militar proeminente da ativa no governo??Lula precisa denunciar o papel dos militares novamente no golpe e a intimidação feita no STF !!
    Obs:Os primeiros a dançar na NOVA DEMOCRACIA AUTORITÁRIA MILITAR será a imprensa tradicional(os mais puxa sacos do estado de coisas erradas no Brasil,isso é lei universal da vida,anotem aí e me cobrem depois!!)

  3. Oi produção, eu estava assistindo ao vídeo no YouTube quando o mesmo, sem que eu pedisse, foi substituído por um cedo de mais de 30 min, em defesa do lobby……tive que procurar de novo o vídeo do Nassif e, de novo, entra outro vídeo, agora uma propaganda da Avon: tudo bem, ao final da propaganda, o vídeo do Nassif tivesse continuado quando voltou noutro vídeo, do Nassif, mas não o vídeo que eu estava vendo….o problema apareceu quando eu havia assistido a uns 80 do vídeo……pra assistir ao vídeo todo tive que fazer lo na própria página do GG

    • Não tem coisa pior q propaganda. Ela, irrita o usuário, q não despende nenhum interesse nela, e não é memorizada por ( acho q posso até afirmar), ninguém. O youtube, está amadurecendo dentro de sua idade, se a propaganda sustenta, e ninguém gosta, e ninguém vê ou memoriza, não é o caso de se achar um outro tipo de veiculação q não demande perda de tempo, ainda supondo q a maior parte dos brasileiros tenham uma net de baixa velocidade? A propaganda portanto, não é bem vista por ninguém, ( todos reclamam), gera a perda de tempo , irritando o usuário, sustenta não sei o q. deveria então, ter apenas um bannner, de tamanho no máximo médico com ela, não no vídeo, pelo já exposto. Irrita tanto, q nem comentei o tema, rs.

  4. FHC, definitivamente, não se importa com a sua “biografia”……..alias, acho que temos no Brasil uma “epidemia” do não dar a mínima para o que vão dizer o historiadores no futuro…..boa parte das figuras publicas não vem nenhum problema em demonstrar, de maneira escancarada, como são vis , mesquinhos , canalhas, traidores e covardes, na cara de todo o “respeitável publico”(nos)……..como se o mundo fosse acabar no ano que vem….algo assim como “a mulher de Cesar que passa o dia(e as noites) na orgia e ainda filma e posta no youtube se vangloriando”….

    FHC em momento Villas Bôas….

    Não creio que o Supremo anule’ julgamento de Lula, diz FHC

    Para Fernando Henrique Cardoso, ‘é melhor que o STF fosse prudente’ no caso. ‘Não tem sido. Nem sempre’, avalia

    Do Portal JOTA:

    O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso não tem formação jurídica, como ele mesmo ressalta, mas faz sua análise sobre o julgamento do habeas corpus em favor de Lula na próxima semana no Supremo Tribunal Federal (STF).

    “Meu palpite: é melhor que o STF fosse prudente. Não tem sido. Nem sempre. Se ficar com suspeição de que decisão é motivada politicamente, o que sobra? A força?”, questiona.

    Neste habeas corpus, cujo julgamento será retomado no dia 25 de junho, a defesa do ex-presidente Lula questiona a suspeição do juiz federal Sergio Moro. A contestação se baseava inicialmente no fato de Moro ter deixado a magistratura e ter aceito o convite do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para o Ministério da Justiça.

    Com os vazamentos de conversas entre Moro e o procurador da República Deltan Dellagnol, o processo, que estava parado por um pedido de vista, volta à pauta com novos elementos trazidos pela defesa.

    Em entrevista ao JOTA, o ex-presidente FHC afirma que as conversas entre procurador e juiz foram além do que se consideraria razoável. “Mas se eu fosse juiz, ia julgar com os fatos. Mesmo que o Moro tenha se excedido, os fatos são vários. Não creio que o Supremo anule por causa disso”, ele afirma.

  5. pode até demorar um pouco,
    mas a releitura
    desse tempo de infamia
    como disse o relator
    virá certamente…

  6. Caro Nassif, sempre acompanho a situação política por seus comentários em vídeo, mas bem que você poderia da um jeito nesse quadro torto atrás de você, que atrapalha a concentração em seu texto…

    • QUADRO TORTO
      kkkkkkkkkkkk
      Virginiano de carteirinha!
      Não é o quadro que está torto, não, é o enquadramento da câmera. (parece)
      Mas, quem sabe o Nassif não resolve colocar uma paisagem de fundo ou um cenário de novela, com sofá cinza e bibelôs caros para agradar a platéia.
      Essa é boa!

  7. Nassif,
    Encarecidamente, eu peço, melhor eu rogo, imploro: alinha esses quadros, pelo amor de Deus!
    Eu quase chego ao ponto de levantar da poltrona para arrumar isso na tela da tv a cada vez que você faz um vídeo com esses quadros fora do prumo ao fundo. Isso é sadismo ou o que?

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome