TV GGN: As instituições se preparam para o grande embate com Bolsonaro, por Luis Nassif

Nos próximos dias haverá mais clareza sobre o nível de consenso em relação ao mandato de Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  TV GGN: A proposta de Nicolelis, de um conselho de coordenação nacional, por Luis Nassif

12 comentários

  1. Alceu Castilho
    2 h ·
    Esse senhor à esquerda de Bolsonaro financiará os atos do dia 15 contra o Congresso e contra o STF. Ele vai “ajudar a pagar o máximo de caminhões que puder”, como revelou a jornalista Vera Magalhães, seu novo desafeto. https://bit.ly/2T6BWOV

    Chama-se Otavio Oscar Fakhoury.

    (Na foto, como tradutor de Bolsonaro em conferência com Olavo de Carvalho e Jeffrey Nyquist. https://bit.ly/3a7dFh3.)

    Bem menos midiático que o dono da Havan. Mas mais influente.

    ***
    Ele é um dos financiadores do site de extrema-direita Crítica Nacional, espalhador de notícias falsas. Inclusive aquelas contra Vera Magalhães. https://bit.ly/2vn2ylr

    Tesoureiro-geral do PSL de São Paulo, Fakhoury foi apontado pela revista Crusoé (um site de direita) como um dos líderes da “milícia virtual bolsonarista”. https://bit.ly/32uryDD

    Representa — supostamente — um setor conservador dentro do Bolsonarismo que disputaria espaço com os liberais, simbolizados por Paulo Guedes, e contra militares “positivistas demais”.

    *****
    De onde vem a grana de Fakhoury?

    Primeiro é preciso entender sua filiação, bem descrita por Luis Nassif:

    — Na matéria do Crusoé sobre as milícias digitais, descobre-se que um dos financiadores é Otavio Fakhoury, filho do Oscar Fakhoury, já falecido, presidente do Banco Mercantil de Descontos, da familia Zarzur. Zarzur pelo lado materno, Oscar estava na presidência do banco, quando foi liquidado pelo Banco Central por irregularidades nas operações de ARO (Adiantamento de Receitas Orçamentárias), montada com estados e municípios. Dora, viúva de Oscar, tornou-se evangélica fanática quando o marido ainda era vivo. Mas chama a atenção de amigos que Otávio tenha se transformado em financiador de uma turma da pesada.” https://bit.ly/2T3OnuU

    *******
    Depois, onde as empresas de Fakhoury e família atuam.

    1) Mercado imobiliário. Epof Empreendimentos e Participações Imobiliárias, FKO Empreendimentos e Participações Imobiliárias, MCO 19 Empreendimentos Imobiliários.

    2) Mercado financeiro. OF1 Investimentos Ltda e Retour Ativos Financeiros Ltda, leia-se Banco Mercantil de Descontos. (Fundada em 1966, a Retour está em liquidação).

    Todas em São Paulo, na Líbero Badaró, no Largo São Bento e na Oscar Freire.

    *****
    Finalmente, onde Fakhoury trabalhou.

    $ -> Até poucos anos atrás, ele era um dos sócios do Mauá Investimentos Ltda, o fundo comandado por Luiz Antonio Figueiredo, diretor de Política Monetária do Banco Central durante o segundo governo FHC, na gestão de Armínio Fraga (1999-2003). Figueiredo chegou a ser indicado por Guedes para a presidência do conselho do Banco do Brasil.

    $$ -> Antes: Lehman Brothers. Depois da falência, banco Standard Chartered. https://glo.bo/2T0SRlR

    $$$ -> Antes: Merrill Lynch.

    $$$$ -> Antes: Citibank.

    ***
    É o capital quem financia os caminhões verdes e amarelos. As notícias falsas, as campanhas de extrema-direita.

    Se deixarmos, os tanques.

    https://web.facebook.com/photo.php?fbid=2945586578836257&set=a.391416010920006&type=3&theater

  2. Bolsonaro é o chicote da elite estadunidense nas costas da elite “feudal”brasileira e das Instituições capengas brasileiras(kkk,nossa elite pensava q ia chicotear o povo,tomaram um golpe tb)agora o PT precisa defender nossos micro,pequenos e médio empresários q foram enganados com promessas vãs,quanto q tá custando pra eles desde o golpe de 2016 essa brincadeira?É só fazer a conta de quantos por cento diminuiu seus faturamentos,VIVA O BRASIL,AQUI TEM MUITA EMOÇÃO!(e sacanagens tb

  3. As polícias estaduais estão embarcando numa aventura onde confundem ascensão profissional com alinhamento político-ideológico. Esse exercício de poder que ostentam os colocará contra a população que já começa a perceber seu grau de letalidade aumentar. Esse poderá ser o começo do seu fim.

  4. Achei interessante a indignação seletiva do Excelsior Ministro Celso de Melo, o qual, ao ver-se acuado pelas hordas bolsominians, afirmou que o Bolsobosta não está à altura do cargo que ocupa.
    Ora, porventura, o Bolsonaro estava à altura do cargo quando defendia a carnificina de 30 mil esquerdistas ou quando afirmou que a jornalista queria dar o furo?

  5. Que nossas instituições se virem sozinhas, porque para o povo pobre ditadura é todo dia…
    quem quiser defendê-las, que defenda, até recomendo. mas que também tenham a certeza do seguinte:

    que estarão levando porrada novamente por um jogo cujo placar nunca deixou de ser o empate

  6. J.Marcelo, tá delirando? PT vai salvar o nosso povo? PT só se preocupa consigo mesmo. Dá bala Juquinha para os trouxas para se perpetuar no poder. Sabe quem foi o culpado do golpe de 2016? Chama-se LULA, que preocupado com seu umbigo(PT), se aliou aos bandidos Michel Temer e Eduardo Cunha. Com quase 14 anos no podeŕ não fez as reformas necessárias, para que hoje não estivéssemos nas mãos dessa quadrilha que estão no poder. O PT dançou conforme a música. Existem outras opções de políticos nacionalista que se propõem fazer algo pelo nosso povo. Eu indico um, CIRO GOMES.

  7. Muito se comparou o Bolso com Jânio Quadros e Collor, nestes últimos dias, com relação ao nível de isolamento, algo que até concordo em certa medida, mas acho que não é exatamente a mesma coisa…….Os apoios do Bolso são conhecidos(os mais barulhentos)mas eu tenho a impressão que tem mais gente e sobretudo muita opacidade nessa historia, a começar pelos milicos……Uma coisa me parece clara, os milicos BR estão, na sua maioria(acho….)alinhados a nova orientação militar/geopolítica norte-americana para a America latina e o mundo…….ninguém me tira da cabeça a tal ida para o Comando Sul dos Estados Unidos do General Alcides Valeriano de Faria Júnior, que para min, fica parecendo premio de reconhecimento por serviços prestados…….quais serviços?E a cúpula das FFAA deve ter discutido essa questão, eu imagino………..quem ia, como e quando…..mais uma parada estranhíssima…Temos o fator Trump, se ele ganha de novo tenho a impressão que estamos mal arrumados….E como os democratas estão tão perdidos como PT aqui no BR, acho que tem fortes chances do “agente laranja” ganhar……De todo jeito um semi-socialista(Sanders)ganhar eleição nos USA me parece muuuuuiiiito improvável, se fosse na Inglaterra que tem tradição de ter esquerda, possível, mas na terra do tio Sam, missão quase impossível……ta certo que o mundo esta meio doido, mas não a esse ponto.

  8. Adianta muito ir às ruas e combater caminhões e outros símbolos do autoritarismo e do fascismo,sem violência, financiados por elitistas burros e imorais, amados e liderados por Bolsonaro e que estão em marcha contra o Brasil e o povo brasileiro.Não precisamos demonstrar força que não temos, mas demonstremos força moral, decência, honestidade, amor ao Brasil, patriotismo! O impeachment não é crime quando há motivação, é instituto constitucional! Eleger e fazer impeachment são instrumentos constitucionais ao dispor dos cidadãos e eleitores que constitucionalmente devem ser protegidos pelas Forças Armadas Nacionais. Não há que se falar em coragem e sim em vontade popular. O congresso precisa da vontade do povo manifestada! Alcolumbre e Maia foram eleitos para representar o povo, mas não tem a mesma vontade do povo! Não esperemos nenhuma atitude deles, mesmo porque já demonstraram sua fraqueza.Eles na verdade precisam ser atropelados pelo povo!

  9. Hahaha.

    Qual instituição?

    STF? Que levou a cabo e intactas as farsas da ação 470 e do golpe de 2016, junto com o congresso?
    A OAB?
    A imprensa “livre”?

    Arf Nassif ….arf…

    Nada.

    Vamos esperar mais um pouco. Os neo gorilas ainda não mataram o suficiente.

    Nenhum pimpolho da classe media de Ipanema morreu torturado (ainda) para “unir” os paladinos da demicracia.

    Não tá na hora (ainda) da grobo pedir desculpas.

    Aiaiai nassif…você e muita gente não tem a menor ideia do que está nos rondando e o que vem por aí.

  10. Um dia, talvez, quem sabe?
    Um resumo da história de poucas gotas de (pau) brasil.
    A “descoberta” encontrou aqui um POVO que, dizem, até participou de uma primeira missa! Mas desde então foram dizimados, junto com reforços importados, mais “produtivos” (!).
    A colônia partida em pedaços hereditários, para exploração predatória, dizimou até a madeira que lhe deu nome. POVO? Bem, pelo menos alguns foram convertidos, aceitando mansamente sua “sina” escrava.
    A independência foi declarada pela princesa Leopoldina, uma austríaca mais brasileira (e culta) que o português D.Pedro, o I que morreu IV.
    Aí acrescentaram um “…ou morte!”, por misoginia / machismo e dar um ar “épico” ao que já estava feito oficialmente. POVO? Onde? Mais tarde tivemos umas refregas mais distantes, com portugueses “desin(con)formados”. Até perdemos a Província Cisplatina, onde parece que havia um povo.
    A república, foi declarada assim como quem não quer nada, meio que vendo o que acontecia. Aí o bom imperador, talvez de ressaca do baile, talvez meio de saco cheio de não morar na Europa, se mandou sem maiores reclamações. POVO? Onde?
    Fim da 1a. república (a oligárquica café com leite): um cara avisou lá do sul, que iria amarrar seus burros no obelisco da capital. Veio “vinu, vinu, vinu” e amarrou! POVO? Onde? (depois os oligarcas que em princípio o apoiaram, não viram vantagem e jogaram ingênuos na “roubada”, ficando com o ouro deles e “negociando” a derrota).
    Golpe de 64: De repente, um fuzuê no congresso com notícias de tropas do interior indo pra capital. O país amanheceu com tanques obsoletos estacionados nas ruas. Como era 1o. de abril, o POVO pensou que era brincadeira. E era! Uma brincadeira de mais de 2 décadas. POVO? Até teve, a maioria estudantes, que se pensavam pertencer ao futuro de um Brasil próspero e democrático. Mas foram dizimados, junto com aquele futuro.
    Diretas Já: POVO? Sim, protestos, discursos e passeatas (permitidos, sem confronto) por todo o país. Mas mesmo assim as diretas não foram “Já”. E o POVO se conformou mais uma vez, porque o indireto não era mais “deles”. E por ironia do destino voltou a ser, embora nem tanto. E o POVO? Chorou, aceitou e seguiu em frente.
    Período “democrático”: O POVO feliz, se satisfaz de ir às urnas, pensando assim que ele manda, ele escolhe, “dele, por ele e para ele”, némêz?
    Aí tivemos de tudo: planos econômicos, impeachment collorido, Itamar de má vontade, FHC entreguista, traidor de seu povo, Lulalá ‘safo” (®M.A.Mello) mensalão (®míRdia), Dilma presidenta, a sem cintura e … lá vem a Cunha do golpe bandido apoiado pelo tucaneto nato e celebrado até pela memória do Ulstra! E o POVO? Drogado, intoxicado por blocões de carnaval nas avenidas pelo “golpe militar constitucional”, farsa-jatos (que até poderia mesmo ter sido “lava”), por manipulação e fake-news de míRdia e redes… elege um mito!
    Um mito, senhoras e senhores! Que em uma “viagem psicodélica das drogas de míRdia e redes, pensam ser o messias! O messias, senhoras e senhores!
    E o POVO?
    Em toda essa longa história aqui resumida de 520 anos, continua parecido com aquele de 1500.
    Alguns até deram suas flechadas, aqui, ali, acolá. Até canibalismo sem presunção de inocência!
    Mas sangue, suor e lágrimas pra valer?
    Aqui tem muito morro, muito rio, muito mar pra tantas gotas rolarem.
    Isso deveria ser bom, não?
    Ou não?

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome