Mais uma cidade sitiada: Cametá, no Pará, vive madrugada de horror

Reféns foram usados como escudo e um deles foi morto e um outro foi ferido na perna.

Jornal GGN – A cidade de Cametá, que fica a 235 km de Belém, no Pará, foi alvo de uma quadrilha nos moldes do ocorrido em Criciúma, em Santa Catarina. Cerca de 20 criminosos, fortemente armados, levaram o terror à cidade, com uma agência do Banco do Brasil como alvo. Reféns foram usados como escudo e um deles foi morto e um outro foi ferido na perna.

Repetindo o ocorrido em Criciúma, um quartel da Polícia Militar foi atacado, impedindo a saída dos agentes de segurança. Tudo voltou ao normal ainda durante a madrugada, conforme explicou a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), com a chegada de agentes de outras cidades. Duas aeronaves e uma embarcação foram utilizadas na repressão aos criminosos.

Segundo informes, pelo menos duas agências bancárias foram atacadas, uma do Banco do Brasil, que ficou destruída, e outra do Banpará. A cidade tem, segundo o IBGE, cerca de 136 mil habitantes e é uma das maiores cidades do Pará.

Na reação, agentes encontraram uma caminhonete que teria sido usada pelos assaltantes em uma estrada que liga a cidade com Tucuruí, município vizinho. Nenhuma prisão foi realizada até agora e as buscas continuam.

A ação durou mais de uma hora e a quadrilho fugiu em vários carros, por volta de 1h30 da madrugada desta quarta-feira, seguindo depois em barcos pelo rio Tocantins.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora