newsletter

Pular para o conteúdo principal

Luis Nassif Online

A maneira como o neojornalismo conseguiu misturar jornalismo, dramaturgia e marketing, por Luís Nassif
48 comentários
As próximas eleições presidenciais se farão em um vácuo inédito de ideias econômicas e políticas; por Luis Nassif
139 comentários
Intenção do presidente do STF é enquadrar Dirceu no RDD, o temido Regime Disciplinar Diferenciado
74 comentários

O abismo econômico entre negros e brancos nos EUA

Sugerido por alfeu
 
Do El País
 
 
Por Joan Faus, El País
 
A desigualdade na pobreza e no desemprego quase não variou em 40 anos. Para cada dólar de renda de uma família branca, uma equivalente negra tem cinco centavos
 
A ONU denuncia que a discriminação racial se dá de forma constante em todas as esferas da sociedade norte-americana
 
Às vezes nada é mais revelador do que a frieza dos números para se compreender em detalhes um problema e ficar frente a frente com uma desigualdade enraizada. Em 1970, a taxa de pobreza nos Estados Unidos entre os cidadãos negros era de 33,6%. Em 2012, de 35%. Entre os brancos também ocorreu um leve aumento ao longo desses 42 anos -de 10% para 13%-, mas o que mais chama a atenção é que a desigualdade entre ambos se manteve intacta. Enquanto isso, os latinos experimentaram um acréscimo ainda mais grave, de 24,3% para 33%. Esse padrão racial respinga no desemprego: desde 1972, quando teve início as estatísticas de diferenciação, a taxa entre os negros foi sempre 60% mais alta que a dos brancos. Em março, a taxa total foi de 6,7; a dos brancos, de 5,8%; e a dos negros, de 12,4%.

Leia mais »

Média: 3.7 (6 votos)

William Shakespeare, 450 anos

Enviado por Gilberto Cruvinel

William Shakespeare (23 de abril de 1564 - 23 de abril de 1616)

Um retrato do artista

Barbara Heliodora

    Se o bom teatro nos ajuda a compreender o ser humano, William Shakespeare o faz como ninguém. Sua paixão sem limites pela humanidade resultou em imensa viagem pelo corpo e pela alma de seus semelhantes, tratados todos com a mesma compaixão; tinha o mesmo fascínio pelos incontáveis aspectos do potencial humano. Se for necessário apresentar motivos pelos quais se deva ler Shakespeare hoje em dia, todos eles poderão ser encontrados em sua capacidade de investigar e compreender a fundo os processos do ser humano, tanto em sua condição de indivíduo como de integrante do grupo social. Nestas palavras estão incluídos não só o grupo social imediato, mas também o quadro mais amplo no qual esse grupo imediato se insere, pois o bem da comunidade é o primeiro referencial de todas as obras teatrais shakesperianas, sejam elas comédias, peças históricas ou tragédias.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Ricardo Kotscho: STF decide destino de Dirceu e tamanho da CPI

Sugerido por IV Avatar

Do blog do Kotscho

Supremo decide destino de Dirceu e tamanho da CPI

Duas importantes decisões do Supremo Tribunal Federal são esperadas para esta semana: o destino de José Dirceu, que está nas mãos de Joaquim Barbosa, e o tamanho da CPI da Petrobras, se será exclusiva ou ampliada para governos do PSDB e do PSB, decisão que deve ser anunciada, talvez ainda hoje, pela ministra Rosa Weber.
 
Dirceu está há cinco meses e uma semana em regime fechado no Presídio da Papuda, aguardando que Barbosa julgue seu pedido de regime semiaberto, que lhe foi assegurado ao ser absolvido da acusação de formação de quadrilha. A pretexto de investigar possíveis "regalias" que Dirceu teria na prisão, entre elas a de ter usado um celular, segundo denúncias da imprensa, o que nunca foi provado, Barbosa vem protelando esta decisão, impedindo-o de trabalhar fora do presídio, ou seja, aplicando nova pena a um réu já condenado.
 
A resolução 514, assinada pelo presidente do STF no dia 19 de novembro do ano passado, dá a ele mesmo, que foi relator da Ação Penal 470, a prerrogativa de decidir sozinho sobre o cumprimento das penas dos réus do mensalão, embora o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já tenha enviado ao Supremo, no último dia 11, um parecer em que dá por encerradas as investigações, dando a José Dirceu o direito de executar trabalho externo.

Leia mais »

Média: 4 (4 votos)

Dia Nacional do Choro é sinônimo de Pixinguinha

Em homenagem ao Dia Nacional do Choro, trago um Pixinguinha que compõe, executa arranjos, toca instrumentos, canta, fala...

Pesquisar a história do artista Pixinguinha equivale a um mergulho profundo nas raízes da Música Popular Brasileira e, ao emergir, constatar que a tradição do Choro só pode ser verdadeiramente estudada e compreendida se considerada em pelo menos duas grandes fases, ou seja, antes e depois do genial Pixinguinha. Post completo aqui.

Leia mais »

Vídeos

Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Média: 3.7 (3 votos)

Dia Nacional do Choro, por Luciano Hortencio

Temos excelentes e renomados chorões, a começar por Pixinguinha que, de tão importante, teve a data de seu aniversário natalício escolhida para que o Brasil comemore o DIA NACIONAL DO CHORO. Temos Nazareth, Callado, Chiquinha Gonzaga, Jacob do Bandolim e ainda tantos outros conhecidos e reconhecidos, que seria enfadonho enumerá-los todos aqui.

Leia mais »

Imagens

Vídeos

Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Depoimento de Pixinguinha; Papo de Anjo; Ele Comigo; Tiririca; Sorrir Dormindo; Perdeu a Fala; A Teu Gosto; Sábado à Tarde; Artur Virou Bode; Um Choro num Trem; Qualquer Coisa; Não se Impressione; Kananga do Japão.
Média: 5 (2 votos)

O desafio de José Amaral no primeiro livro sobre o Choro de São Paulo

Nacho Lemus

Jornal GGN - José de Almeida Amaral Júnior é professor de Economia para universitários. Mas também é amante da música brasileira, principalmente aquela que vem do Choro. E foi nessa mistura do acadêmico com a arte tocada e cantada que nasceu o seu livro "Chorando na Garoa - Memórias Musicais de São Paulo". Sua paixão pela música começou desde cedo. José Amaral lembra do tempo em que distração era parar e ouvir tocar o rádio.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

No Dia Nacional do Choro um Mutirão especial no lamento

Jornal GGN - Tantas notas compõem um Chorinho, tantos lamentos. Tantas histórias e tantos sabores que pedem mais, pedem espaço. O Mutirão do Chorinho veio pra ficar, para fazer parte, para acrescentar. O Mutirão nasce no dia 23 de abril, Dia Nacional do Choro, aniversário de Pixinguinha, e só se vai quando as luzes se apagarem e os músicos se retirarem.

Neste Dia, nada melhor que trazer um bom papo com entende de noite, de música. Fomos ao Bar do Alemão, um dos redutos de Chorinho em São Paulo, e conversamos, ouvimos música e trouxemos uma amostra.

O Choro, seus Chorões e a celebração do dia

Na vertente da memória, uma entrevista exclusiva com José de Almeida Amaral Júnior, professor universitário e amante da música, principalmente o Choro. Amaral é autor do belíssimo livro-documento "Chorando na Garoa - Memórias Musicais de São Paulo", e seus passos se cruzaram com os grandes mestres.

O desafio de José Amaral no primeiro livro sobre o Choro de São Paulo

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Finlandês reinventa o machado

Sugerido por Ivan de Union

Do Phys.org

Finnish inventor rethinks design of the axe

Finnish inventor rethinks design of the axe

Phys.org) —Finnish inventor Heikki Kärnä is the man behind the Vipukirves Leveraxe, which is a precision tool for splitting firewood. He designed the tool to make the job easier and more efficient, with no need for an external source of energy. In short, he has redesigned the axe. This is a lever-based axe. The axe head is attached to the handle from the side and not through the center. This results in the center of gravity of the axe head being to one side of the center line of strike. Leveraxe is based on a lever mechanism and rotational action.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Corregedoria do MPF arquiva apuração contra de Grandis

Da Folha

 
Pedido de cooperação jurídica da Suíça no caso Alstom ficou parado por quase 3 anos com Rodrigo de Grandis
 
Corregedor-geral deverá recomendar medidas para evitar novos atrasos em casos de pedidos estrangeiros
 
FLÁVIO FERREIRA
DE SÃO PAULO
 
A Corregedoria do Ministério Público Federal decidiu arquivar a investigação sobre o engavetamento de um pedido de cooperação jurídica da Suíça por quase três anos no gabinete do procurador da República Rodrigo de Grandis, responsável pelo inquérito do caso Alstom.
 
O corregedor-geral da instituição, Hindemburgo Chateaubriand, afirmou que vai seguir o relatório da comissão formada para avaliar o caso e encerrará a apuração.
 
Hindemburgo disse que o relatório aponta que não houve falta funcional do procurador, e as autoridades da Suíça informaram que a demora de dois anos e oito meses para atender ao pedido não causou prejuízos à investigação conduzida naquele país.
 
A Corregedoria deverá recomendar medidas para evitar novos atrasos em requerimentos de colaboração jurídica de outros países, de acordo com Hindemburgo.
 
O caso ainda está sob apuração do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público), órgão de controle externo da atividade de promotores e procuradores do país.

Leia mais »

Média: 1.6 (10 votos)

As recomendações para prevenir e auxiliar no tratamento do câncer

Por Caio Guimarães de Souza

Caros leitores, Gostaria de compartilhar com vocês a síntese que escrevi da literatura científica sobre a relação entre alimentação, estilo de vida e câncer, com 14 recomendações práticas para prevenir o câncer e auxiliar seu tratamento. De acordo com o Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer, a maioria dessa recomendações são também preciosas para melhorar a saúde em geral e para prevenir doenças cardiovasculares. Esse é o único texto a reunir essas 14 recomendações, a listar alimentos anticâncer e a explicar de maneira simples, breve e compreensível como o câncer desenvolve-se, sua relações com a alimentação e o estilo de vida, e o atual estado da pesquisa científica no assunto. O artigo, originalmente escrito em português, foi traduzido para o inglês e para o francês, e está sendo traduzido para o espanhol por uma voluntária. Ele está sendo divulgado através da página Facebook www.facebook.com/TheAnticancerProject

Se apreciarem o trabalho, por favor ajudem-me a divulgar a página Facebook! Eu estou certo de que esse artigo pode impactar positivamente a vida de muitas pessoas. Periodicamente, publicarei na página as novas descobertas da ciência no que tange a temática do artigo. No momento estou postando mais conteúdo em inglês (que não é visível para quem usa o Facebook em português), mas pretendo aumentar a frequência de minhas postagens em português em breve. Desde já, muito obrigado por sua ajuda! Cordialmente, Caio Guimarães Souza

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Comissão descarta versão de assassinato de Juscelino

Do Estadão

 
Relatório apresentado nesta terça-feira descarta versões de que o ex-presidente e seu motorista foram assassinados
 
LEONENCIO NOSSA - Agência Estado

Brasília - A Comissão Nacional da Verdade apresentou nesta terça-feira, 22, um relatório que indica que o ex-presidente Juscelino Kubitschek e o motorista dele, Geraldo Ribeiro, morreram em consequência de um acidente de trânsito na rodovia Presidente Dutra, no Rio de Janeiro, em 1976. A pesquisa sobre o caso descarta versões de que eles teriam sido assassinados.

Acidente envolvendo ex-presidente vinha sendo alvo de polêmicas - Arquivo/Estadão
Arquivo/Estadão
Acidente envolvendo ex-presidente vinha sendo alvo de polêmicas
Leia mais »
Média: 1.8 (5 votos)

A sociedade venezuelana no filme Pelo Malo

Sugerido por Anarquista Lúcida

Do blog do IMS

Cinema de cabelo duro

José Geraldo Couto

Não é todo dia que chega ao Brasil um filme da Venezuela. Menos ainda um filme extraordinário como Pelo malo, premiado numa porção de festivais mundo afora, muito bem recebido na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo do ano passado, e que entra em cartaz nos próximos dias.

Tudo gira em torno de um impasse aparentemente banal: contra a vontade da mãe, um menino de 9 anos, mulato, quer alisar o cabelo para parecer um cantor popular. A faísca produzida por esse atrito doméstico basta para a diretora e roteirista Mariana Rondón iluminar toda uma sociedade, uma época, um país.

Além de querer alisar seu “cabelo ruim”, o pequeno Junior (Samuel Lange Zambrano) gosta de cantar e dançar. Sua mãe (Samantha Castillo), jovem viúva que tenta recuperar o emprego de vigilante particular, vê em tudo indícios de que o filho é – ou está prestes a virar – um maricón. Entre as atitudes que ela toma na esperança de “torná-lo um macho” está a de fazer sexo com o amante diante dos olhos do menino.

O prodígio mais notável do filme é manter em seu centro a tensão da troca de olhares – perplexos, hostis – entre mãe e filho, ao mesmo tempo em que expõe um amplo e vívido painel histórico, social e cultural. Fundo e figura recebem a mesma atenção da câmera, sem que um desfoque ou obscureça o outro.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

O encontro de Dilma com jovens líderes de movimentos sociais

Sugerido por Braga-BH

Do iG

Por Wanderley Preite Sobrinho

MC Chaverinho recebeu a reportagem em sua comunidade, onde comentou a estratégia eleitoral da presidente Dilma de se aproximar das lideranças dos novos movimentos sociais

Três pontos percentuais foi a derrapada de Dilma Rousseff na última pesquisa Ibope de intenções de voto para a campanha presidencial deste ano. Uma semana antes de escorregar de 40% para 37%, a presidente lançou mão de um expediente que, para especialistas, tem vistas no dia 5 de outubro – ela convidou para visita-la no Palácio do Planalto 30 jovens líderes de movimentos sociais para pedir apoio a sua reforma política e para assegurar que não vai enviar ao Congresso um Projeto de Lei que criminaliza as manifestações de rua.

Ao lado de Nana Queiroz, criadora do movimento “Não mereço ser estuprada”, e de Clédson Pereira, do Movimento Passe Livre, estava “o primeiro funkeiro a pisar no Planalto”, o presidente da Associação dos Rolezinhos, MC Chaverinho, de 20 anos, que na semana passada recebeu a reportagem do iG na comunidade Cangaíba, extremo leste de São Paulo.

“Eu não fui a Brasília só falar de rolezinho”, afirmou ele entre um funk ostentação e outro. “Eu fui representar o funk, que não é considerado um estilo musical. Eu fui o primeiro funkeiro, saído do meio do problema, a pisar no Planalto.”

“É claro que a aproximação com esses jovens líderes é estratégico”, assegura a cientista política da Universidade Federal de São Carlos (Ufiscar), Maria do Socorro. “Primeiro porque a Copa do Mundo está próxima e a Dilma não quer o quebra-quebra do ano passado. Depois, porque, em ano eleitoral, ela pretende mostrar que tem liderança política ao manter diálogo com os setores que estão à frente dessa situação conflituosa.”

Leia mais »
Média: 5 (3 votos)

Marco Civil da Internet é aprovado no Senado

Do Estadão

 
Projeto foi aprovado por unanimidade e agora segue para sanção da presidente Dilma Rousseff

Por Redação Link

 

BRASÍLIA – À toque de caixa, o plenário do Senado aprovou hoje o Marco Civil da Internet e o projeto segue agora para sanção presidencial. Mesmo com o esforço da oposição para ganhar tempo e discutir ajustes no projeto aprovado na Câmara dos Deputados há menos de um mês, a base aliada se impôs à minoria. Com a aprovação, a presidente Dilma Rousseff terá a chance de apresentar o marco regulatório no Net Mundial, evento internacional que trata da governança da internet.

A votação foi marcada até por bate-boca em plenário entre o petista Lindbergh Farias (RJ) e o presidenciável Aécio Neves (PSDB-MG). No calor da discussão sobre a inversão de pauta, o senador Mário Couto (PSDB-PA) saiu em defesa do colega tucano e teve de ser apartado pelo senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP).

A oposição argumentou que era preciso aprimorar o projeto e que aprová-lo de maneira açodada serviria apenas para que o Palácio do Planalto tivesse algo a apresentar no evento internacional de amanhã, em São Paulo. “Temos de votar hoje para a presidente Dilma apresentar um troféu?”, questionou o líder do DEM, Agripino Maia (RN).

Leia mais »
Média: 5 (1 voto)

Moradores protestam em Copacabana após morte de dançarino em favela

Do G1

 
Manifestação teve carros queimados, quebra-quebra e ruas fechadas. DG, do programa 'Esquenta', foi achado morto; moradores acusam PM.

Uma manifestação tomou as ruas de Copacabana e Ipanema, no entorno da comunidade Pavão-Pavãozinho, na Zona Sul do Rio, por volta das 18h desta terça-feira (22). O protesto de moradores começou após o corpo do dançarino do programa "Esquenta" Douglas Rafael da Silva Pereira, conhecido como DG, de 26 anos, ser encontrado na comunidade. Amigos acusam policiais militares de o espancarem por acharem que era traficante. A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) nega.

"Ele morreu à 1h com marca de espancamento. Mais de 12 horas depois a gente conseguiu ver o corpo. Estava em posição de defesa, todo machucado. Ele não tem marca de tiros", disse a mãe, técnica de enfermagem Maria de Fátima da Silva, contando que DG mora com ela na Rua Barata Ribeiro, em Copacabana, e tinha ido à favela visitar a filha, de 4 anos.

Morte no protesto
Durante a confusão na comunidade, umoutro homem morreu, baleado na cabeça. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a vítima tem cerca de 30 anos e já chegou morto ao Hospital Miguel Couto.

Leia mais »
Média: 3.7 (3 votos)