newsletter

Luis Nassif Online

Agora chegou a hora da verdade, de criar um ambiente econômico que permita às empresas lucrarem; por Luis Nassif
16 comentários
Não há nada de mais "bolivariano", "cucaracho" no Brasil do que os grandes grupos de mídia; por Luis Nassif
1 comentário
Decisão desmoraliza a Lei da Ficha Limpa e mostra que o TSE absolve ou condena conforme a vontade política dos ministros
57 comentários

Congresso aprova Lei de Diretrizes Orçamentárias 2015

Depois de aprovar vetos, às pressas, e conversar com futuro ministro da Fazenda, bancada de oposição concorda com LDO
 
 
Jornal GGN - O Congresso Nacional aprovou o relatório final da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015. A pauta seria analisada ontem (16), mas com as deliberações que trancavam a pauta do Congresso se estendendo pela madrugada desta quarta, a LDO foi mais uma vez adiada.
 
Entretanto, ainda antes de discutir as normas para o orçamento do próximo ano, os parlamentares precisaram retirar da fila de prioridades o Veto 30/14, que são decisões contrárias da presidente Dilma Rousseff sobre itens do Projeto de Lei de Conversão 15/14, que desonera folha de pagamento, amplia créditos fiscais e estimula a entrada de pequenas empresas na bolsa de valores.
 
Para esses vetos, o Congresso manteve, às pressas, a decisão da presidente. A votação foi liderada pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR). Ainda há sessões no Senado e na Câmara que precisam ser definidas hoje.
 
O relatório da LDO incorpora a mudança na meta de superavit primário e o orçamento impositivo das emendas individuais de deputados e senadores. Com a medida, as sugestões dos parlamentares serão obrigatoriamente executadas ao longo do ano.
 
Com a aprovação, os congressistas terão só para emendas 1,2% da receita corrente líquida da União, um correspondente a R$ 9,7 bilhões da proposta orçamentária. Essas emendas direcionam recursos para obras e serviços em municípios indicados pelos deputados e senadores. 
Média: 3 (2 votos)

Como negar as decisões da Comissão da Verdade de mil juízes?, por Percival Maricato

E como negar as decisões da Comissão da Verdade de mil juízes?

GOLPES MILITARES - AS MUITAS TENTATIVAS

É verdade que  a ditadura militar (era o regime todo, não se tratava de grupos)  e os grupos anti ditadura (eram grupos diversos) lutaram abertamente após 1968 (Ato 5) e entre os últimos, alguns  (alguns) de arma na mão. O importante é perguntar quem rompeu a convivência democrática no país.  Quem começou e quem reagiu?  Ou então, quem se pretendia ter legitimidade (ainda que fajuta) para deter o poder do Estado? E portanto tinha obrigações correspondentes, entre os quais o de obedecer a lei, pelo menos suas próprias leis (não obedeciam sequer a que mandava o vice presidente substituir o presidente em caso de falecimento deste)?  E  então vem outras perguntas: É justo que, vencida a ditadura, torturadores e torturados sejam tratados da mesma forma?  Não seria pretender punir novamente, o grupo dos já punidos, por torturas, perseguição, desaparecimentos, prisões por longos anos, cassações de mandato, de cargos públicos adquiridos por concurso, nos postos de oficiais militares conquistados legitimamente, apenas por serem contrários a quebra da ordem constitucional, sob pretexto de que caminhávamos para uma “república sindicalista”

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Pesquisar preços em supermercados pode render economia anual de até R$ 2.233

A inflação está pesando no bolso e o consumidor precisa pesquisar preços para gastar menos, principalmente nas compras de supermercado, onde pode economizar até R$ 2.233,00 no ano, em SP. É o que aponta pesquisa feita em todo o país pela PROTESTE Associação de Consumidores.

Para o consumidor comparar os preços e economizar na compra, pode consultar os melhores estabelecimentos das 19 cidades pesquisadas em 13 estados, além do Distrito Federal, no simulador disponível no site da PROTESTE.

O levantamento anual realizado há dez anos, em cestas que incluem alimentos, bebidas e artigos de higiene pessoal e limpeza, mostrou diferença de até duas vezes nos preços de produtos entre os supermercados da mesma cidade. Foram pesquisados: Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Goiás, Distrito Federal, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Leia mais »

Média: 4 (3 votos)

São Paulo ganha mostra gratuita de Mafalda

Jornal GGN - Ontem, terça-feira (16), o prefeito Fernando Haddad inaugurou na Praça das Artes, em São Paulo, a exposição O Mundo Segundo Mafalda, que traz algumas das mais belas e contestadoras obras do cartunista argentino Quino. A mostra foi aberta com show da banda de tributo Beatles 4Ever. E o prefeito até deu uma palhinha de guitarra para o público presente.

Idealizada por Sabina Villagra e trazida para a cidade de São Paulo pela primeira dama Ana Estela Haddad, por meio do programa São Paulo Carinhosa, em parceria com o Circuito São Paulo de Cultura, da Secretaria Municipal de Cultura, a exibição fica em cartaz até 28 de fevereiro de 2015, com entrada grátis.

A mostra é uma celebração dos 50 anos da personagem e foi pensada para o público infantil. Tanto que é extremamente interativa. Lápis de cor ficam à disposição de todos e as crianças podem pintar diversos desenhos e desenhar novos. Além disso, algumas peças foram pensadas para serem manipuláveis. Assim, é possível mudar as personagens e até os balões de diálogo das tirinhas, criando interpretações totalmente novas.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Conferências nacionais: uma invenção brasileira que deu certo, por Marcelo Pires Mendonça

 

Artigo do Brasil Debate

Por Marcelo Pires Mendonça

Entre as instâncias de participação relacionadas no Decreto 8.243 que institui a Política Nacional de Participação Social (PNPS), gostaria de chamar a atenção para as conferências nacionais.

Conforme o decreto, conferência nacional é a “instância periódica de debate, de formulação e de avaliação sobre temas específicos e de interesse público, com a participação de representantes do governo e da sociedade civil, podendo contemplar etapas estaduais, distrital, municipais ou regionais, para propor diretrizes e ações acerca do tema tratado”.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Alckmin muda o Secretário de Segurança

A substituição do Secretário de Segurança de São Paulo Fernando Grella por Alexandre de Moraes é o primeiro passo do governo Geraldo Alckmin para corrigir um de seus maiores equívocos.

A gestão Grella foi marcada por arbitrariedades de todos os níveis.

Grella assumiu com uma iniciativa louvável, a de proibir os PMs de intervirem em vítimas feridas. Essa decisão reduziu o número de mortes em conflito.

Depois, perdeu o pulso, ou por convicção na eficácia da violência ou para não confrontar o pensamento primário conservador de seu chefe. Sem uma estratégia adequada, passou a estimular a violência indiscriminada da PM. Comandou pessoalmente a interferência absurda do Denarc (Departamento de Narcóticos) na Operação Braços Abertos, montada pela Prefeitura na Cracolândia. Deixou de lado uma elite intelectual da PM, partidária do policiamento comunitário e a outrora disciplinada PM tornou-se uma máquina de assassinar jovens de periferia. Não logrou avançar contra o PCC e o crime organizado em geral.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Acerte na escolha dos presentes de Natal

Mais do que reforçar o espírito natalino e entrar no clima da festa, a PROTESTE Associação de Consumidores alerta que é preciso ficar atento para não errar nas compras, na qualidade, no preço ou até mesmo nas condições de pagamento. 

Se você não tem um orçamento folgado, reserve parte do 13º salário para o pagamento de impostos cobrados logo nos primeiros meses do ano, como o IPTU, IPVA, matrícula e material escolar.

Anote tudo o que tem que fazer e comprar para não perder tempo, dinheiro ou mesmo um amigo.

Leia mais »

Média: 4 (4 votos)

PT apresenta Chinaglia para presidência da Câmara

 
Jornal GGN - O PT apresenta hoje (17) a candidatura do deputado Arlindo Chinaglia para a presidência da Câmara e já costurou apoio com PDT, Pros e PCdoB. Outros partidos na mira da aliança são o PHS e PEN, e o PSD, do ex-prefeito de São paulo Gilberto Kassab - que poderá ser indicado pelo partido de Dilma ao Ministério das Cidades.
 
A formação do bloco dos partidos enfrenta dificuldades e busca a atuação do Planalto na candidatura da Câmara, na negociata com os postulantes aos Ministérios e indicações para o segundo escalão. A troca é planejada, uma vez que o governo tem resistências a Eduardo Cunha (RJ), líder do PMDB, e atual favorito na disputa da Câmara.
 
O líder do PT, deputado Vicentinho, anunciou Chinaglia nesta terça-feira. Os quatro partidos que formam hoje o bloco terão 109 deputados na nova composição da Casa no próximo ano: 69 do PT, 19 do PDT, 11 do Pros e 10 do PCdoB. 
 
"Isso é bom porque põe por terra qualquer comentário de que haveria um acordo [com a candidatura de Eduardo Cunha]. Não tem nada disso. O Arlindo não é o candidato do Partido dos Trabalhadores apenas, ele é o candidato de vários partidos, de vários grupos. E vamos fazer um lançamento com esperança da vitória", disse Vicentinho.
Média: 5 (8 votos)

Os limites atuais da distribuição de renda e riqueza no Brasil

 

Artigo do Brasil Debate

Por Róber Iturriet Ávila

A iniquidade na distribuição pessoal da renda é mensurada de distintas maneiras, levando-se em conta mais de um parâmetro. Os dados comumente difundidos dizem respeito ao fluxo mensal de rendimentos e a repartição da propriedade.

No Brasil, os dados de distribuição de renda são difundidos a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Recentemente, a PNAD de 2013 foi divulgada retratando um avanço modesto em relação a 2012.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Cenas da ditadura, por Antonio Prata

da Folha

Dar cabo, por Antonio Prata

Aos oito anos de idade, descobri que o ser humano não prestava. Estava no banco de trás do carro, descendo a 23 de Maio, li "Abaixo a ditadura!" num muro e perguntei pro meu pai o que significava aquilo. Meu pai, cuja particularíssima pedagogia baseava-se no princípio de que as crianças deviam ser tratadas como os adultos, sem filtros, me deu uma resposta bem detalhada.

Meia hora mais tarde, tendo passado pelos porões do Doi-Codi, pelo pau de arara, pela coroa de Cristo, pela cadeira do dragão e por minha prima Julieta, aos 20 anos, sendo violentada com um cabo de vassoura e um fio desencapado na ponta, cheguei, lívido, em casa.

Durante a ditadura, milhares de brasileiros sofreram horrores semelhantes aos da minha prima. Centenas não sobreviveram. O relatório da Comissão Nacional da Verdade, publicado na última quarta (10), traz o assunto novamente à tona. Felizmente, pois apesar de essas histórias serem há muito conhecidas e documentadas, apesar de boa parte de seus responsáveis estarem vivos, há quem ache que o melhor é deixar tudo pra trás.

Leia mais »

Média: 5 (6 votos)

Algumas considerações sobre as ações da Petrobras, por Diogo Costa

SOBRE AS AÇÕES DA PETROBRAS - Tem coisas que me deixam intrigado. Uma delas é o papo furado da imprensa marrom a respeito das ações da Petrobras.

No último pregão do governo FHC, em 30 de dezembro de 2002, as ações da Petrobras estavam cotadas em R$ 4,31.

Desde o início do governo Lula houve uma intensa valorização destas ações, até o pico de R$ 45,46 em 21 de maio de 2008.

Depois de maio de 2008 o valor das ações não parou de cair, em especial após o Crash de 15 de setembro do mesmo ano, quando a cotação ficou em R$ 25,80.

Dilma Rousseff iniciou o seu mandato com as ações da companhia valendo R$ 24,71 e hoje a cotação ficou em R$ 9,38.

Leia mais »

Média: 4.5 (35 votos)

No Japão, comunistas triplicam cadeiras no Parlamento

Sugestão de Felipe Rodrigues

Quem diria, o país que inventou o modo de produção maximizador de lucros sofre mudanças políticas surpreendentes, os comunistas no Japão tem mais cadeiras parlamentares que no Brasil.

do OperaMundi

Japão: partido de Shinzo Abe vence eleições, e comunistas triplicam cadeiras no parlamento

Principal força de oposição recuperou-se de desastre eleitoral de 2012, primeiro pleito pós-Fukushima; votação teve alta abstenção 

O partido do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, conseguiu renovar seu mandato com uma folgada vitória nas eleições antecipadas realizadas neste domingo (14/12) no Japão, segundo a pesquisa de boca de urna da emissora pública NHK. O Partido Comunista, por sua vez, deve triplicar o número de cadeiras no parlamento.

Por conta do tempo ruim – o serviço meteorológico do país alertou para grandes nevascas – a participação foi baixa. A duas horas do fechamento das urnas, quase sete em cada dez japoneses ainda não haviam ido votar, um índice maior que o registrado nas eleições de 2012, quando houve a maior abstenção desde a Segunda Guerra Mundial. A falta de interesse dos eleitores também é apontada como motivo para a baixa presença.

Agência Efe

Partido do premiê Shinzo Abe venceu eleições antecipadas no Japão neste domingo

Leia mais »

Média: 5 (5 votos)

me declaro cavalo e pecador, por romério rômulo

me declaro cavalo e pecador

1.
em dezembro eu vou pisar o estio
com toda a truculência do vazio.

2.
os meus cavalos e potros dominados
pelo dezembro diluem-se na noite
cada um deles se enterra nos cerrados

para cavalos dezembro é um açoite.

3.
pra me lembrar do que esqueço
padeço

pra me esquecer do que lembro
dezembro.

romério rômulo

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Em dia de forte volatilidade, bolsa fecha praticamente estável

Jornal GGN - A bolsa fechou o pregão de terça-feira praticamente estável, em um dia marcado pela forte volatilidade no mercado internacional e a perda de fôlego das principais ações do índice, como Petrobras e papéis do setor de bancos e educação.

O Ibovespa (índice da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) encerrou as operações em queda de 0,02%, aos 47.007 pontos e com um volume negociado de R$ 8,642 bilhões.

A Petrobras foi destaque negativo do dia, ainda sob efeito dos desdobramentos das investigações de corrupção na empresa e as especulações sobre uma eventual troca de comando na companhia.

Além disso, o futuro ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou que não haverá alteração da meta de superávit primário para 2015, estabelecida em 1,2%, durante uma reunião fechada com o novo ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, e integrantes da Comissão Mista de Orçamento da Câmara.

Leia mais »

Média: 1 (1 voto)

A Luz de Jan Vermeer

Por Alfeu

“A Cafetina” (1656) - o personagem a esquerda, segurando o copo,
é considerado o auto-retrado de Jan Vermeer

Passou a vida inteira em Delft, na Holanda, morreu em 15 ou 16/12/1675 aos 43 anos, período esse praticamente desconhecido e com algumas pinceladas de mistério. Mas, talvez Jan Vermeer tenha deixado algumas pistas em seus trabalhos, o seu olhar da vida. A vida para êle era luz, e essa intimidade é vista em seus quadros.

Leia mais »

Média: 5 (5 votos)