newsletter

Luis Nassif Online

Justiça e Congresso são as duas maiores ameaças ao governo no próximo ano; por Luís Nassif
36 comentários
A palavra é da mesma raiz de veneno, mas o princípio ativo é de muito má qualidade; por J. Carlos de Assis
47 comentários
Toffoli acusa críticos que denunciaram a tentativa de "golpe paraguaio" de néscios e ignorantes; por Luis Nassif
81 comentários

PMDB contabiliza ao menos 6 ministérios no segundo governo Dilma

Jornal GGN - Peemedebistas informam na tarde desta terça-iferia (23) que após negociação intensa entre Dilma Rousseff e o vice-presidente Michel Temer na noite anterior, o partido deve ficar com seis ministérios a partir de 2015. O cenário traçado inclui a confirmação de Kátia Abreu no primeiro escalão e a entrega do Ministério da Previdência pelo PMDB.

Até o momento, o quadro é o seguinte: além de Kátia Abreu na Agricultura, o PMDB terá o Ministério de Minas e Energia, que será comandado pelo senador Eduardo Braga (AM); Aviação Civil, com o deputado Eliseu Padilha (RS); Pesca, com Helder Barbalho, derrotado para o governo do Pará e filho de Jader Barbalho; Portos com o deputado Edinho Araújo (SP); e Turismo deve permanecer com Vinícius Lages no comando.

Dilma ainda ainda ofereceu o Ministério da Integração Nacional ao PP, mas o presidente do partido, Ciro Nogueira, respondeu que a sigla gostaria de manter o Ministério das Cidades. O plano era oferecer Cidades ao ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD). O impasse permanece e está relacionado, neste caso, à última eleição presidencial. O PP no Nordeste ajudou Dilma, mas no Sul e Sudeste endossou a campanha de Aécio Neves (PSDB).

Leia mais »

Média: 3.3 (6 votos)

As motivações de Venina, a postura da Globo e a resposta não dada por Lula

Por Carlos Henrique

No blog Gutemblog.com

Venina no Fantástico

Nada mais natural que o Fantástico, a revista dominical da Rede Globo, escalasse uma repórter de variedades [Glória Maria] para entrevistar a Barbie. Sim, pois foi tal como se apresentou na TV a denunciante Venina Velosa Fonseca, na sala com móveis excessivamente requintados do belo apartamento. Da pulseira no tornozelo às mechas no cabelo, passando pelo vestidinho sexy, que deixava à mostra pernas malhadíssimas, não lhe faltou sequer o recurso técnico de olhar para a câmera, com ar de vítima, no momento preciso em que se disse ameaçada e desafiou os colegas da “PETOBRÁS” (sic) a que se juntem a ela na missão de salvar a Companhia.

Leia mais »

Média: 4.1 (21 votos)

Anatel reforça cartelização das telecomunicações

Anatel aprova aquisição integral de GVT pela Telefônica Brasil

Do Valor Econômico

Por Rafael Bitencourt

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou na tarde desta segunda-feira a aquisição integral da operadora GVT pela Telefônica Brasil.

Durante o julgamento do pedido de anuência prévia, o conselho diretor da agência informou que a transferência de ações prevista entre a espanhola Telefónica e a francesa Vivendi ficará para uma segunda etapa de análise do negócio.

A principal exigência feita para a aprovação da compra está relacionada à manutenção dos atuais planos de serviço e contratos comerciais firmados com usuários pelas duas empresas pelo prazo 18 meses.

A preservação das atuais condições de oferta vale tanto para planos individuais como integrados (combos) de telefonia fixa, internet banda larga e TV por assinatura. Leia mais »

Média: 2 (2 votos)

Janot explicou a Cardozo o que é segredo de justiça

Jornal GGN - O ministro da Justiça José Eduardo Cardozo disse na tarde desta terça-feira (23) que conversou ontem com o procurador-geral da República Rodrigo Janot e soube que o Ministério Público não poderá repassar informações à Dilma Roussreff sobre depoimentos prestados na Operação Lava Jato que estejam sob sigilo. Na manhã de segunda, em café com jornalistas, a presidente disse que consultaria o MP para saber se há implicações para ministeriáveis. Cardozo também rebateu a declaração de Joaquim Barbosa, que chamou de "degradação institucional" a ideia de Dilma.

Cardozo diz que MP não vai passar informações sobre envolvidos na Operação Lava a Jato

Do Estadão

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou há pouco que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informou-lhe que não poderia repassar qualquer tipo de informação ao governo sobre o envolvimento de possíveis indicados com a Operação Lava Jato para compor o novo ministério. Ontem (22) pela manhã, em café da manhã com jornalistas, a presidente disse que pretendia consultar o Ministério Público para confirmar a nomeação dos ministros nomes.

Leia mais »

Média: 2.3 (7 votos)

Heróis e Heroínas anônimos

Enviado por Free Walker

Li no Face, gostei e compartilho com vocês a história simples de pessoas simples que construíram a nação.

Ontem nossa mãe Tereza Della Vecchia Gregorini despediu-se da gente, depois de alguns meses de luta contra várias enfermidades, principalmente as decorrentes da diabetes. Era filha de Ângelo Della Vecchia e Angelina Buzelo Della Vecchia e nascida em Ermo, em 3 de dezembro de 1938. Tinha 76 anos. Casada há 57 anos com Zeferino Gregorini teve 8 filhos (Donato, Albertina, Lídia, Constante, Sabino, José, Gílio e Nair) e 16 netos (Bruno, Amanda, Milena, Dieison, Murilo, Riccieri, Renan, Felipe, João Paulo, Caroline, Leonardo, Fernanda, Matheus, Heloisa, Manuela e Maurício). 



Nossa mãe sempre foi uma lutadora e trabalhava lado-a-lado na lavoura com nosso pai, além de cuidar das lidas da casa, de costurar para fora, bordar roupas, participar da igreja, onde tinha a predileção em participar de corais, com sua linda voz. Outra coisa que fez com maestria foi na educação dos filhos, sempre acompanhando tudo de perto para que nós, simples filhos de agricultores, pudéssemos superar as dificuldades e galgar voos um pouco mais altos. Uma coisa ela conseguiu com certeza com sua simplicidade e inteligência, que fôssemos pessoas melhores, que pudéssemos através da educação ter um entendimento melhor da vida. Só por isso já nos bastava para tê-la num altar. Mas ela foi muito mais que isso em nossas vidas, com certeza. 

Leia mais »

Média: 3.3 (7 votos)

Imigrantes: Solidariedade e risco de exploração marcam busca por emprego

Enviado por Alfeu

Do Opera Mundi

Por Lamia Oualalou

Mesmo com curso superior, alguns aceitam empregos na construção ou setor têxtil; fama de bons trabalhadores atrai, mas muitas vezes são explorados

São dez da manhã de uma quinta-feira de primavera quando trinta empresários e profissionais de recursos humanos se acomodam num auditório da Missão de Paz, entidade ligada à Pastoral do Imigrante situada na Igreja Nossa Senhora da Paz, no centro de São Paulo. Convidados para uma palestra, eles não escondem a curiosidade, quando não o medo. Na entrada da igreja, dezenas de estrangeiros, negros em maioria, parecem prontos para topar qualquer emprego.

Leia mais »

Média: 2.3 (3 votos)

Mídia aposta no paywall em 2015, mas no exterior o sistema sofre críticas

Por Augusto Diniz

De seu blog

Sistema de gestão e cobrança de acesso ao conteúdo na web é apontado pela mídia tradicional como meio de sobrevivência na Era Digital, mas no exterior alguns grupos já abandonaram a prática.

O maior jornal do Canadá, o Toronto Star (cerca de 300 mil exemplares/dia), anunciou mês passado que não mais cobrará acesso ao seu conteúdo na internet, taxado desde 2013 (saiba mais aqui).

O Toronto Star não foi o primeiro a derrubar o paywall nem será o último. Desde o ano passado dezenas de jornais e revistas nos Estados Unidos reavaliam o sistema. Porém, outros seguem firme na proposta de cobrar pelo acesso.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Urbanidade: o Carro Elétrico no Recife

Enviado por ANTONIO ATEU

O SISTEMA DE CARROS ELÉTRICOS NO RECIFE

:

Da Agência Brasil

Por Isabela Vieira 

Depois de compartilhar bicicletas, cidades brasileiras dão os primeiros passos para fazer o mesmo com os carros. Esta semana começou a funcionar, no Recife, o primeiro sistema de compartilhamento de veículos elétricos do país (car sharing). O modelo, implantado nos Estados Unidos e na Europa, permite ao usuário pegar o carro em vagas ou garagens espalhadas pela cidade e devolvê-lo, depois, em um período determinado. Em 2015, o modelo deve estar em funcionamento também no Rio de Janeiro, que lançou este mês chamada pública sobre a viabilidade do projeto. Uma empresa em São Paulo oferece o serviço desde 2010, mas tem somente carros movidos à combustível.

  Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Polêmica: Oprimidos do Mundo, Uni-vos!

Enviado por ANTONIO ATEU

Do blog convergência

Oprimidos do mundo, uni-vos!

Lélica Elis Pereira de Lacerda

O artigo ora apresentado pretende ser um diálogo com camaradas marxistas e todos aqueles que lutam pela superação da exploração e dominação humana, buscando atentar para nexos que interligam historicamente os movimentos por respeito à diversidade sexual e para a superação da dominação de gênero; e de emancipação econômica (luta de classes). Em suma quero dialogar com quem luta pela emancipação humana.

Pretendemos deixar claro que nosso conhecimento se fundamenta muito mais nas relações oriundas do trabalho do que das de gênero (feminino e masculino) e deixamos clara a nossa limitação diante deste debate. O que queremos aqui é demonstrar os nexos entre opressão de classe e de gênero, buscando sua identidade histórica que permite a unidade de projeto emancipatório e, por isso, de luta política.

O marxismo é uma teoria oriunda da luta de operários europeus. Marx buscou desvendar a dinâmica da sociabilidade capitalista, as leis econômicas básicas que conformam a estrutura social. Ele não tinha por foco refletir as relações de gênero, até porque vivia-se numa sociedade de costumes muito mais conservadores que os contemporâneos nos quais as diversas orientações sexuais ainda não reivindicam o reconhecimento social de sua existência.

Leia mais »

Média: 4.2 (5 votos)

De Músico, Poeta e Louco

Enviado por Luciano Hortencio

Todos nós temos um pouco!

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

"Papai tentou evitar crimes contra a humanidade", diz filha de general listado pela CNV

Claudia Maria Madureira de Pinho lamenta o nome do pai na lista de autores de crimes do relatório da Comissão Nacional
 
Geisel recebendo cumprimento
 
Jornal GGN - A filha de um general citado pela Comissão Nacional da Verdade como responsável por crimes contra a humanidade escreve a coluna de O Globo, "Pela memória de meu pai". Nela, Claudia Maria Madureira de Pinho introduz: "Papai não cometeu crimes contra a humanidade. Tentou evitá-los. Foi escolhido para o cargo para isso. Por seu perfil. Era a missão. Acreditava na instituição do Exército".
 
 
De O Globo
 
Por Claudia Maria Madureira de Pinho
 
Papai não cometeu crimes contra a humanidade. Tentou evitá-los. Foi escolhido para o cargo para isso. Por seu perfil. Era a missão. Acreditava na instituição do Exército
 
Pouco após o assassinato de Vladimir Herzog dentro de sua cela no DOI-Codi, em São Paulo, o presidente Ernesto Geisel e o ministro do Exército, Sílvio Frota, convocaram meu pai ao Planalto. Desejavam que assumisse o comando do Centro de Informações do Exército, o Ciex. Precisavam de alguém que acabasse com o horror dos porões. Papai, o general Antonio da Silva Campos, não queria o cargo. Em família o pressionamos para que passasse à reserva. Era uma ordem, ele a acatou. (Mantinha o pedido de saída para a reserva pronto na gaveta.) Por conta desta passagem de pouco mais de um ano pelo comando do Ciex, seu nome foi listado entre os 377 responsáveis por crimes contra a humanidade da Comissão da Verdade.
 
O que leva um nome a ser colocado como responsável por crimes contra a humanidade em um relatório oficial? Ele é citado três vezes no documento, todas de forma vaga. Mas está na lista. Os membros da comissão sequer descobriram o ano em que nasceu ou aquele em que morreu. Puseram seu nome entre os responsáveis pelo pior de todos os crimes que um ser humano pode cometer sem, ao menos, ter o respeito, a decência, de buscar saber de quem se tratava.
Média: 2.6 (5 votos)

Petrobras tem novo recorde com produção

 
Jornal GGN - A Petrobras bateu um novo recorde histórico de produção própria diária de petróleo e gás natural liquefeito (GNL) no último dia 21, quando produziu 2,286 milhões de barris. O volume produzido não considera a parcela de seus parceiros e supera o recorde anterior de 2,257 milhões de barris, apurado em 27 de dezembro de 2010. A Petrobras também bateu recorde diário de produção operada no dia 21 de dezembro, tendo produzido 2,470 milhões de barris de petróleo por dia (bpd).
 
Segundo informações divulgadas pela estatal, o recorde de produção foi alcançado devido à instalação de nove plataformas em 2013 e 2014, nas bacias de Santos e Campos. Além disso, houve ganhos de eficiência em plataformas antigas, que já operavam na Bacia de Campos, e de melhorias operacionais nas unidades do Norte e Nordeste.
 
Das plataformas instaladas em 2013, contribuíram para esse resultado a P-63, no campo de Papa-Terra, e P-55, no campo de Roncador, ambas na Bacia de Campos; o FPSO Cidade de Itajaí, em Baúna, no pós-sal da Bacia de Santos; além dos FPSOs Cidade de São Paulo, no campo de Sapinhoá, e Cidade de Paraty, na área de Lula Nordeste - ambos no pré-sal da Bacia de Santos.
 
Os sistemas de produção que entraram em operação em 2014 e que colaboraram para o desempenho foram a P-58, no Parque das Baleias, e P-62, no campo de Roncador, na Bacia de Campos; e os FPSOs Cidade de Mangaratiba, na área de Iracema Sul, e Cidade de Ilhabela, na de Sapinhoá Norte, ambos no pré-sal da Bacia de Santos.
Média: 5 (2 votos)

Pro dia nascer feliz!

Enviado por Jns

Striptís: Moments Mágiks

Músicas para felina te deixar arranhadamente louco de tesão

                             "Quem me acode à cabeça e ao coração
                                          neste fim de ano, entre alegria e dor?
                                          Que sonho, que mistério, que oração?
                                          Amor"

O poemeto foi selado, registrado, carimbado, avaliado e rotulado pelo idolatrado craque Drumma, o mineirinho que riscava e rabiscava nas peladas e peludas.

Não há nada mais excitante que a mulher sensual que provoca com um strip-tease bem elaborado.

Uma a três músicas apresentadas na lista a seguir são suficientes pra ela  tirar a roupa e ‘levantar o clima’ daquele momento mágico.

O striptease é uma dança criada por movimentos do corpo da mulher fluindo ao ritmo da música. Por isso, o som escolhido para esse momento é muito importante e a mulher precisa se sentir exsysegura com o ritmo escolhido.

1. You Can Live Your Hat On - Joe Cocker

Leia mais »

Tags

Média: 5 (2 votos)

Golpe na Fiesp, por Roberto Giannetti da Fonseca

Por Roberto Giannetti da Fonseca
 
 
 
Diante da crise por que passa a indústria, seriam os atuais integrantes da direção da Fiesp os únicos empresários habilitados a defender o setor?

Os sindicatos patronais associados à Fiesp (Federação de Indústrias do Estado de São Paulo) foram convocados às pressas para comparecer no dia 24 de novembro à uma assembleia-geral extraordinária da instituição. O objetivo era discutir a alteração de seus estatutos para prorrogar o período de mandato da atual diretoria, o qual expiraria legalmente em setembro de 2015.

Em nenhum momento até a data da assembleia foi esclarecida qual seria a obscura motivação para essa medida, que fere a tradição histórica da casa da indústria do Estado de São Paulo, a qual prevê a alternância de direção a cada período máximo de dois mandatos consecutivos de quatro anos cada um.

Haveria alguma crise financeira, institucional ou jurídica não revelada que, por ventura, motivasse legitimamente essa prorrogação de mandato da atual diretoria e o consequente cancelamento das eleições ordinárias previstas para ocorrer entre abril e setembro de 2015?

Diante da crise conjuntural e estrutural por que passa a indústria brasileira, seriam os atuais integrantes da diretoria da Fiesp os únicos empresários habilitados e capacitados a defender os interesses do setor industrial diante dos governos federal e estadual?

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

O desafio de punir dirigentes e poupar empresas

Atualizado em 23/12

Um dos grandes embates de Dilma Rousseff foi a tentativa de fixação de um teto da TIR (Taxa Interna de Retorno) nos leilões de concessões públicas. Desde as mudanças no modelo de energia, ela ainda Ministra de Minas e Energia, mostrava preocupação em reduzir o chamado custo Brasil.

Na sua primeira experiência em concessões rodoviárias, Dilma definiu tetos para a TIR. Foi bem sucedida, com a entrada de concorrentes espanhóis.

Nos movimentos seguintes, o modelo empacou. As empreiteiras refugaram e criou-se o impasse. Havia indícios de acerto entre elas, boicotando os leilões para forçar a uma mudança de modelo. Acabou sendo vitoriosa a tese de que se deixasse a TIR liberada, a competição se incumbiria de reduzir as tarifas.

Com a Lava Jato explicitando de maneira inédita a atuação do cartel das empreiteiras, fica claro que Dilma tinha razão.

Leia mais »

Média: 4.5 (8 votos)