Revista GGN

Assine

Forças Armadas vão investigar casos de tortura na ditadura militar

As Forças Armadas vão apurar as denúncias de que crimes contra os direitos humanos foram praticados em unidades militares entre os anos de 1964 e 1985. A informação foi divulgada hoje (1°) pelo coordenador da Comissão Nacional da Verdade, Pedro Dallari, e confirmada pelo Ministério da Defesa.  A assessoria do ministério antecipou que os resultados devem ser apresentados até o fim do mês.

Em nota, a comissão informou que o ministro da Defesa, Celso Amorim, comunicou a Dallari que o Exército, a Marinha e a Aeronáutica já instauraram comissões de sindicância para averiguar o envolvimento de militares em violações de direitos humanos, como tortura de presos políticos.

 

A iniciativa atende a um pedido da comissão, feito em 18 de fevereiro deste ano. No ofício enviado a Amorim, os integrantes da comissão solicitavam apoio do ministério para identificar “estruturas, locais, instituições e circunstâncias relacionadas à prática de violações dos direitos humanos”. A própria comissão elencava sete locais onde “graves violações de direitos humanos – em especial tortura e práticas ilícitas que, em muitos casos, redundaram nas mortes das vítimas – ocorreram de forma mais intensa ao longo das décadas de 1960 e 1970”.

As sete instalações são o Destacamento de Operações de Informações do I Exército, 1ª Companhia da Polícia do Exército da Vila Militar, Base Aérea do Galeão e a Base Naval da Ilha das Flores, no Rio de Janeiro; Destacamento de Operações de Informações do II Exército, em São Paulo; Destacamento de Operações de Informações do IV Exército, no Recife, e o quartel do 12º Regimento de Infantaria do Exército, em Belo Horizonte.

“A Comissão Nacional da Verdade julga imperioso o esclarecimento de todas as circunstâncias administrativas que conduziram ao desvirtuamento do fim público estabelecido para aquelas instalações, em clara configuração do ilícito administrativo, do desvio de finalidade, já que não se pode conceber que próprios públicos afetados administrativamente às Forças Armadas pudessem ter sido formalmente destinados à prática de atos tidos por ilegais mesmo à luz da ordem jurídica vigente à época”, justificam no pedido os integrantes da comissão, que assinam o ofício enviado a Amorim.

O comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, comunicou a instalação da sindicância no último dia 25. Já a Marinha e a Aeronáutica confirmaram ontem (31) a instauração das sindicâncias.

 

Média: 5 (10 votos)
15 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de jcordeiro
jcordeiro

Nassif: com o coração aberto,

Nassif: com o coração aberto, desconfio desta "abertura" das forças armadas. Primeiro, como vai investigar? Como o fez com o Rio Centro? Ou nos inquéritos militares que promoveram? Você há de dizer que os 7 lugares já são alguma coisa. Sabemos que, na verdade, foram dezenas deles. Eu arriscaria que não são nada. Os vestígios, neste lapso temporal, já estão devidamente apagados. Penso mesmo que isto é uma cortina de fumação lançada por eles, para dizer que eles se empenharam no desvendamento destas "verdades". E que não se veja anseio de vingança no que proponho, mas de pura justiça. Salvo os da patota, todos sofremos, material e moralmente, aqueles tempos. Que seus responsáveis, que se meteram em aventura política-social, paguem por seus atos. Conheciam os riscos e assumiram a responsabilidade. Agiram dolosamente, em nome de seus devaneios ideológicos. Perderam a "guerra" que provocaram. Que paguem, sem dó nem piedade.

Seu voto: Nenhum

em homenagem ao Ivan

vão investigar a tortura e provar que os misseis na polonia são para se proteger do irã!!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Esse documento em que a perícia da PF constatou ter sido feita uma rasura, o senhor sabe quem o rasurou?

A vida é curta demais para se beber cerveja barata!!

A folha é contra a corrupção no pt, no psdb não!!!

 Frede69

imagem de maria rodrigues
maria rodrigues

Como diz o ditado carioca: ME

Como diz o ditado carioca: ME ENGANA QUE EU GOSTO.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Relatório

Sei!! Acredito! As Forças Armadas irão apresentar no final do mês, com apenas um mês de 'investigações' se foram feitas torturas em sete quartéis espalhados pelo país. Eu já acredito piamente no relatório que ainda está por vir. Acredito até no adendo que será proposto no final quando disserem que aproveitando o ensejo colocam também sobre a investigação do ET de Varginha e o contato imediato feito, do contato feito pelas tropas de selva com o Boto que se transforma em galã para seduzir as donzelas, o Uirapuru e o boi Tatá!! Este artigo realmente foi ótimo para um 1º de Abril pena que não teve graça nenhuma!

Seu voto: Nenhum (4 votos)

"Não tenho prova cabal contra Dirceu - mas vou condená-

imagem de Gardenal
Gardenal

Nunca vi gato desenterrando

Nunca vi gato desenterrando caca.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Esta foi a maior piada de mal

Esta foi a maior piada de mal gosto que o governo Dilma produziu. Os militares acobertam os crimes de seus "manos" desde sempre e continuarão a fazer isto ao investigar aquilo que não gostariam que fosse investigado. No fundo esta investigação corporativista só confirma o que já sabemos: cá os criminosos de farda estão acima da Lei e fora de qualquer controle judiciário. Eles matam, torturam e depois mijam nos cadáveres e na sociedade brasileira. A única forma de punir estes filhos da puta é manda-los para uma guerra qualquer onde eles possam ser mortos e torturados por um Exercito tão ao mais poderoso que o brasileiro.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Schell
Schell

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. Nada como um primeiro de abril aplicado diretamente no ministro.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Antonio C.
Antonio C.

Comentário no quartel.

"Ok, seus incompetentes. Não sumiram direito com os corpos dos torturados e agora a gente tem que fazer uma limpeza nos arquivos. Você são tão obedientes que solicitam pau-de arara em ofício!"

Seu voto: Nenhum (5 votos)

As forças armadas do Brasil

As forças armadas do Brasil nos deve a soberania que ela tirou há 50 anos, obedecendo outra, a americana. O resto é conversa!

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Hélio Jorge Cordeiro

pra voce só serveria a

pra voce só serveria a obediencia à Cuba né?

Ta achando que convence alguem com essa conversa mole de soberania ou democracia?

só a galera falaciosa que pensa como vc compra esse estelionato que é ouvir amante de Cuba falar em democracia ou soberania...

Seu voto: Nenhum (9 votos)

leonidas

E quando irão investigar Vargas?

Não o Getúlio, o André...

CONLUIOXepeiro de doleiro traía Dilma

Segundo Gerson Camarotti, que sabe das coisas, André Vargas, xepeiro do doleiro Youssef, usava seu gabinete de trabalho para conspirar contra Dilma.

É essa turma que defende o "Volta, Lula"! Lula é honesto, mas nem todos seus liderados são corretos.

 

Traidores da Dilma atigindos por denúncia

DEU NO G1: 

terça-feira, 01/04/2014, às 14:56, por Gerson Camarotti

Para Planalto, ligação de André Vargas com doleiro desmobiliza o 'Volta Lula'

Com a notícia de que o vice-presidente da Câmara André Vargas (PT-PR) usou jatinho emprestado pelo doleiro preso Alberto Yousseff, avaliação no Palácio do Planalto é que ficará enfraquecido o principal foco do movimento "Volta Lula" dentro do PT.

Recentemente o Planalto havia identificado que o gabinete da primeira vice-presidência da Câmara havia se transformado numa espécie de "bunker" político de deputados petistas que articulavam a substituição do nome de Dilma pelo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na eleição presidencial deste ano.

O grupo arregimentado por André Vargas já tinha cerca de 30 deputados que frequentavam seu gabinete para falar mal da presidente Dilma Rousseff. A expectativa no núceleo palaciano é que, com o principal líder atingido, esse grupo tende a perder força

 

Petista nos chama de idiotas

Foto - André CoelhoEm mais um furo da repórter Andreia Sadi, a Folha revela que o 1º Vice-presidente da Câmara, André Vargas, viajou em jatinhos com o doleiro Youssef, que tá preso. O deputado alega que não sabia que o seu amigo era doleiro. Há troca de mensagens entre os dois.

FOLHA DE SÃO PAULO

Vice da Câmara viajou em avião emprestado por doleiro preso. Vargas diz que pegou jato porque voos comerciais estavam caros, mas que pagou combustível. Em outra conversa, segundo a PF, Vargas e Youssef falam de empresa investigada na Operação Lava a Jato.

ANDRÉIA SADI - DE BRASÍLIA

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), pegou emprestado um avião com o doleiro Alberto Youssef, pivô da Operação Lava a Jato, da Polícia Federal, que apura esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões em operações suspeitas.
A viagem a João Pessoa, na Paraíba, foi discutida em uma conversa entre os dois por um serviço de mensagem de texto, no dia 2 de janeiro, segundo documentos da investigação da PF aos quais a Folha teve acesso.
De acordo com a troca de mensagens de um aplicativo chamado BBM'', Youssef agendou voo em jato particular para Vargas às 6h30 em avião de prefixo PR-BFM.
Tudo certo para amanhã", diz mensagem originada pelo celular do doleiro. Não fica claro se o avião pertence a ele.
"Boa viagem se (sic) boas férias", acrescenta. Procurado pela Folha, Vargas disse que conhece o doleiro há mais de 20 anos e que pediu o avião porque voos comerciais estavam muito caros no período, mas que pagou o combustível.
Não sei se o avião é dele, ele foi dono de hangar e eu perguntei se ele conhecia alguém com avião", disse o petista. Apesar disso, Vargas diz ter cometido uma imprudência". "Eu não sabia com quem eu estava me relacionando. Não tenho nenhuma relação com os crimes que ele eventualmente cometeu."
O petista integra a ala do partido mais ligada ao ex-presidente Lula e se destacou nos últimos meses pela defesa dos colegas condenados no processo do mensalão.
Na sessão de reabertura do Congresso, em fevereiro, ele chegou a provocar o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa --que estava sentado ao seu lado--, erguendo o punho cerrado. O gesto foi usado por petistas ao se entregarem à polícia.
Em outra conversa, Vargas e Youssef discutem, segundo a PF, um assunto de interesse do doleiro no Ministério da Saúde. A transcrição não deixa claro que assunto seria esse, mas indica que ele teria sido tratado com o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do ministério, Carlos Gadelha.
A empresa citada é a Labogen, cuja folha de pagamento é de R$ 28 mil mensais e que, segundo a Operação Lava a Jato, que prendeu o doleiro, teria sido usada por Youssef para fazer remessas ilegais de US$ 37 milhões ao exterior.
O relatório de análise da PF identificou uma conversa onde Vargas diz que a reunião com Gadelha foi boa demais''. "Em outro momento, diz que Gadha' --possivelmente referindo-se a Gadelha-- garantiu que vai nos ajudar'."
Vargas nega contato com Gadelha. Ele diz que Youssef o procurou para saber como funcionavam parcerias com o ministério. Segundo ele, Youssef e um grupo de investidores estavam tentando recuperar uma farmoquímica.
Sobre a mensagem, ele diz lembrar de ter encontrado um representante de Youssef no aeroporto, que não se recorda do nome, e que este o relatou que teria tido uma boa reunião com Gadelha.
O Ministério da Saúde diz que Gadelha nunca recebeu o deputado em audiência e nem tratou com ele do contrato citado na investigação da PF. A Folha não localizou ontem o advogado do doleiro.

Matéria publicada na Folha de São Paulo de hoje.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de wendel
wendel

Façamos estas apurações, pelo bem do Brasil, nosso país!!!!!

Nossas Forças Armadas precisam se libertar do passado. Este passado que a mancha e que devemos APURAR PARA ENFIM, nos levantarmos mais fortes, como a FENIX -  renascer das cinzas!!

Um país, não pode prescindir de suas Forças Armadas leais, nacionalistas, fortes pois delas dependemos para nos defenderem de nossos inimigos externos, que só estão a estreita!!!

E quem compõe as fileiras destas Forças Armadas, senão nossos filhos!!!!!

Desejo que passemos este passado a limpo, e possamos nos orgulhar de nossas Forças Armadas, pois a elas devemos a segurança futura de nossas reservas minerais e das nossa fronteiras!!!

Ás vitimas de ambos os lados, faço um  pedido - deixem de se amaldiçoarem,  busquem a reconciliação, o perdão tão necessário ao recomeço, e pensem em nosso Brasil, pois os que querem nos dividir, estão apenas esperando para se locupletarem com nossas desavenças!!!!

Neste dia, não há o que comemorar, nem de um lado, nem do outro, pois ambos não podem jamais esquerecerem que são brasileiros!!!! Eu disse BRASILEIROS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

O que é impressionante e vir

O que é impressionante e vir gente aqui DAR LIÇÃO DE PATRIOTISMO às Forças Armadas, que cantam o Hino Nacional e juram a bandeira todo dia, são treinados para morrer pela Patria, só o treinamento de selva mataria qualquer um dos civilecos que vem aqui arrotar patriotismo depois de entregarem o Estado de Roraima aos indios yanomanis que tambem estão do outro lado da fronteira da Venezuela, com ONGs alvoroçadas para tirar um pedaço de nosso territorio e criar a Republica Bolivariana dos Yanomanis e ainda aplaudem isso com discurso.

Temos 16 Batalhões de Selva na Amazonia, considerados os melhores do mundo nessa operação, queria ver um "patriota" de barzinho morar um mês no meio do mato cercado de cobras e jacarés, mosquitos e escorpiões e dar aos soldados de lá lições de patriotismo, é de estarrecer.

Seu voto: Nenhum
imagem de Humberto Pereira
Humberto Pereira

Só acredito vendo

Em qq. país do mundo são fundamentais as forças armadas. Porém, dada a tradição no Brasil de golpes militares, tenho dúvidas se a notícia procede. A checar a informação deste post, uma sugestão à equipe e participantes deste blog. Admitir as mentiras do regime militar, de colegas seus, de altos comandos, dos riocentros, etc. etc. só vendo. Sou pessimista, sim, mas se for verdade, afinal a verdade e a coragem de assumir abusos, erros, crimes de parte dos militares no passado. Se não me engano, foi de dentro das forças armadas o maior numero de pessoas cassadas. Desculpem o ceticismo.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Torturadores, nunca

As forças Armadas são, sempre vão ser, muito importantes para o país e devem ser uma liderança moral inquestionável. Precisamos deles nesta dedicada função.

A tortura, o torturador e o seus comandantes sempre foram figuras estranhas, nunca deviam estar ali e devem ser apontadas e expurgadas das forças armadas. Ali não é lugar para criminosos e covardes, como são estes bandidos. Não há a menor validade em defendê-los. Não há como.

O Mandela fez a coisa de maneira simples e correta: abriu todos os arquivos, levantou todos os crimes, julgou estes bandidos na presença das famílias das vítimas, e depois, numa atitude magnânima, sob o pedido e declaração de arrependimento, os perdôo. Porque não copiar esta atitude? 

Ótima notícia. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Quem não desconfia de si próprio não merece a confiança dos outros (ditado árabe)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.