Revista GGN

Assine

O processo de desmonte do capitalismo brasileiro, por André Araújo

 
Por André Araújo
 
A luta pelas causas serve de capa a grandes aventuras politicas. Algumas causas são temas clássicos que se usam como arietes para qualquer tipo de ação verdadeira sendo a causa a desculpa.
 
Todos são a favor da PAZ, uma causa nobre. Ninguém é a favor da GUERRA, uma causa torpe. Neville Chamberlain era a favor da paz, mas a História o jogou no limbo porque, sob a capa do apaziguamento, provocou um desastre político para seu País. Seu opositor, Winston Churchill, era a favor da guerra e a História o consagrou como um dos grandes estadistas do Século XX. As causas são portanto enganadoras, servem para muita coisa, nem sempre benignas.
 
Sob a capa de causa do ANTI-TERRORISMO, os EUA invadiram o Iraque e desarrumaram todo o Oriente Médio. A causa era boa, mas o PROCESSO de se chegar à causa foi desastroso. Causas nobres podem portanto arruinar países se os processos para atingir essas causas foram errados, excessivos, desequilibrados, mal operados.
 
Ninguém é a favor da corrupção, todos são contra. Mas o processo na luta ANTI-CORRUPÇÃO pode arruinar um País, custando muito mais que a própria corrupção. É fundamental, portanto, o discernimento sobre os processos que se praticam para atingir causas aparentemente nobres, porque os processos podem matar as causas a que se destinam e criar novos problemas sem resolver o objetivo inicial.
 
A atual luta anti-corrupção no Brasil está destruindo os fundamentos do capitalismo brasileiro. Os EUA como Pais também são contra a corrupção, mas lá os processos nem de longe tocam no resguardo ao seu capitalismo corporativo.
 
A Lockheed Martin, grande empresa fabricante de aviões militares, nos anos 60 praticou tanta corrupção que foi ela a razão da promulgação da Lei contra Práticas Corruptas no Exterior, a FCPA, de 1973. Mas sendo a Lockheed a razão da lei, a empresa mal foi tocada, o Governo dos EUA exigiu a troca de seu presidente, ninguém foi preso e a Lockheed segue hoje sendo uma das maiores e mais sólidas empresas dos EUA. Muito mais recentemente a Kellog, Brown abd Root, uma das maiores empreiteiras dos EUA, com sede no Texas, da qual o Presidente Lyndon Johnson foi lobista a vida inteira e cujo nome consta de sua monumental biografia por Robert Caro em mais de mil citações, Johnson deveu a Brown and Root a fortuna de 14 milhões de dólares que legou à Lady Bird, sua viúva, a KBR teve recentemente um processo por corrupção na Nigéria, uma propina de US$192 milhões ao ditador daquele País. O executivo Albert Stanley foi punido com dois anos e meio de prisão e o processo terminou aí, a Kellog Brown and Root não foi minimamente afetada em seus negócios.
 
O cuidado absoluto com a PRESERVAÇÃO de suas grandes empresas é uma caracteristica do sistema americano de organização capitalista. Na crise de 2008, estando em risco mais de 50 bancos e grandes empresas industriais, crise causada por monumentais trapaças de Wall Street, o Tesouro americano ofereceu recursos de 700 bilhões de dólares para essas empresas e bancos, um banco (Lehman) foi deixado quebrar, os demais foram salvos, ninguém foi processado ou muito menos preso, a fraude gigantesca passou batida para que se salvasse o capitalismo americano.
 
Nos últimos dois dias, o sistema GLOBO, pelo Globonews, vem repetindo que o Brasil está sendo elogiado no exterior por causa de sua campanha anti-corrupção. A fala apareceu no programa EM PAUTA de 8 de março pela locução de Guga Chacra e ontem, no programa JORNAL DAS DEZ pela locução de Donny De Nuccio, âncora do Jornal. Guga Chacra citou um elogio de Dany Rodrick, professor de economia e só. Donny não citou ninguém, disse que o Brasil está sendo elogiado e que a operação anti-corrupção vai fazer os investidores voltarem ao Brasil porque agora o pais está limpo.
 
È uma lenda de mau gosto. Empresários do mundo inteiro detestam investigadores e promotores, seus inimigos naturais,  e sentem afinidade com colegas empresários de outros países. É como um clube. Empresários se percebem como companheiros de outros empresários e se incomodam em ver seus colegas presos e não se sentem bem em países que os prenderam em grande quantidade e os mantem presos, é da natureza humana. Empresários não tem simpatia por aparelhos repressivos, tem simpatia por empresários que são considerados colegas de profissão. Portanto esse papo de que o Brasil está sendo ""elogiado" é politicamente correto apenas, na verdade o Brasil está sendo PROCESSADO por todo lado nos EUA por causa da exposição excessiva e escandalosa da corrupção, o que dá argumentos para promotores americanos e gangues de advogados abutres que compram ações da Petrobras só para processar e extorquir danos morais, alimentados pela abundância de "escrachos" produzidos no Brasil e que se voltam contra nós mesmos.
 
Se o ambiente de corrupção afasta investidores, como a economia mexicana, com longo histórico de corrupção política, está bombando?  Não se defende a corrupção, mas os contextos precisam ser aclarados. Os primeiros empresários da Era Moderna foram os PIRATAS INGLESES do Caribe, a alma do empresário é do pirata e não do juiz, quem acha que país limpinho atrai investidor não tem a mais remota noção de negócios no mundo real.
 
Há também o problema geopolítico, há duas áreas no Brasil que são de grande irritação para Washington, a fabricação do submarino nuclear e a fabricação de mísseis pelo Brasil, área em que temos já tradição de 30 anos, não é uma coisa simples. Ambas áreas foram atingidas pela Lava jato, o submarino nuclear está sendo construído pela Odebrecht Defesa e os mísseis pela Mecatron, empresa controlada pela Odebrecht, já o programa nuclear tem como principal contratante a Andrade Gutierrez, através da Eletronuclear. Todas essas áreas estão sendo atingidas pela Lava Jato.
 
Por coincidência, a empreiteira brasileira pioneira na expansão para o exterior, a Mendes Júnior, acaba de pedir recuperação judicial, um símbolo que cai como a sinalizar o desmonte do capitalismo brasileiro, em larga medida um trem puxado pelas grandes empreiteiras, hoje todas na linha de tiro para serem estraçalhadas.
 
Há séculos o imperialismo usa o moralismo como ariete de rompimento de barreiras. O moralismo é sempre o PRETEXTO para atingir fins bem menos morais. O moralismo inglês que combateu o tráfico negreiro nos Século XIX não tinha fins tão nobres, tratava-se de criar mercado para os tecidos ingleses nas Américas, para o que os trabalhadores negros precisavam receber salários, portanto não deveriam ser escravos.
 
O moralismo nos EUA não acabou com a corrupção, apenas a legalizou. As doações políticas por empresas nos EUA são legais e ilimitadas, foi criado um mecanismo, os POLITICAL ACTION COMMITTEES, que podem receber qualquer valor das empresas, sempre declarados e dedutíveis do imposto de renda. Já a operação de interesses junto aos políticos foi há muito tempo legalizada pelo LOBBY registrado e legal, com despesas também deduzidas dos lucros.
 
Mesmo assim, há no setor do orçamento militar dos EUA, que gira em torno de US$680 bilhões anuais, um imenso número de malfeitos, de roubalheiras, as famosas tampas de privada de 2 mil dólares, que são apontados em muitos livros sobre o tema. Lá não são tão limpinhos como aqui os sacristãos de fórum vendem. Só que lá eles são mais discretos e não colocam a sujeira na janela. E nos EUA a Justiça jamais supera o interesse do Estado nacional e dentro desse interesse está a proteção ERGA OMNES das grandes corporações que são a espinha dorsal da economia americana.
 
As grandes empresas podem ser processadas mas os processos não atingem a essência da empresa, nem sua solidez ou potencial de operação presente e futuro. Centenas de prisões e delações ao mesmo tempo é coisa nunca vista nos EUA e nem em qualquer outro país de economia organizada, nenhuma causa justifica desmontar ao mesmo tempo grandes e importantes empresas como se está se fazendo aqui sem que ninguém se importe, como se isso fosse coisa normal.
 
Construir grandes empresas leva duas ou três gerações, quem diz que virão empresas estrangeiras no lugar das detonadas ou que médias empresas ocuparão seu lugar, não tem a MÍNIMA noção do mundo real, simplesmente não sabe do que está falando, não conhece o âmago da economia. Uma grande empresa é uma obra complexa, não se improvisa.
 
Alguns poucos na mÍdia e na academia estão associando as operações policialescas e todo o conjunto de ações anti-corrupção com o debacle da economia, mas muitos não correlacionam. A atual recessão se deve a vários fatores, mas o clima de caça as bruxas dá uma enorme contribuição ao ambiente de desânimo e desalento, além de afetar a economia real pelo desemprego nas construtoras, no cancelamento de pedidos e projetos, no desmonte de canteiros e estaleiros, na perda de grandes players para novas concessões que são essenciais para reerguer a economia.
 
Ao final, corruptos ou não, são os empresários que movem a economia e não inquéritos, processos e prisões. 
 
O problema não é a tese pura da luta anti-corrupção, meritória por si própria. O problema está nos MÉTODOS que se usam para combater a corrupção, que podem matar o doente. O que sobra de uma grande empresa onde todos os executivos estão presos há meses, como fica o "clima" na empresa, os projetos futuros, a credibilidade perante os clientes e bancos? Empresas que sofrem essa razia de prisões e delações são arrasadas para não mais voltarem a funcionar.
 
Infelizmente a midia, por vício de escorpião, entra nessa cruzada matando os potenciais anunciantes que estão na economia produtiva, boa ou ruim, é de lá que vem seu faturamento, sem empresas não há anunciantes e não há economia.

Imagens

Média: 4.3 (46 votos)
40 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de João Miguel Villas Bôas Barcellos
João Miguel Villas Bôas Barcellos

Excepcional artigo! O senso

Excepcional artigo! O senso comum faz as massas se comportarem como idiotas úteis. A grande mídia está há décadas fazendo campanha anti-nacional, buscando o desmonte da "Era Vargas" e, portanto, enfraquecendo o Estado Nacional brasileiro. Este é o ponto, querem que nosso Estado seja mínimo e fraco, sem ocupar o lugar necessário como piloto do nosso desenvolvimento autônomo!  

Seu voto: Nenhum
imagem de delio visterine
delio visterine

Interessante

Belo texto, bem estruturado, só que o André Araújo fica em cima do muro e não diz como deve ser tratado o empresário corrupto e seus apadrinhados políticos.

Mas ai eu pergunto: Qual o rumo então? Dê a saida estratégica Sr. André Araújo.

Talvez o Juiz Moro deveria solicitar com toda gentileza um pedido de desculpas por escrito e logo em seguida mandar flores para os injustiçados envolvidos.

Parece mais algo do tipo deixa quieto se não pode ficar pior do que já está.

O jornalismo em geral, via essa regra, deveria deixar de denunciar o crime em geral.

Voltemos ao velho oeste. Cada um faça justiça por si próprio.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Hugo Martins
Hugo Martins

Apesar de socialista,

Apesar de socialista, concordo plenamente contigo, André Araújo.

A burrice das elites nacionais – aquilo o Nelson Rodrigues e o ex-presidente Luiz Inácio LULA da Silva chamariam “complexo de vira-lata” das elites político-econômicas nacionais –, está causando o atual processo de desmonte do capitalismo nacional. É a reafirmação e a certeza da dominação e vulnerabilidade externa do Brasil às corporações multinacionais estrangeiras!

A continuar do jeito que vai, o Tio Sam conseguirá destruir todo aquilo que conquistamos (nossa soberania, liderança geopolítica e econômica) no âmbito mundial, conquistada nos últimos 13 anos, sem precisar dar um só tiro, apenas pela manipulação ideológica de nossa mídia, grupos políticos neoliberais, setores dos organismos estatais do judiciário e de uma elite subserviente, contaminada pela ideologia do “complexo de vira-lata.”

Seu voto: Nenhum
imagem de Nick
Nick

Sem botoes de Share

Ótimo texto! pensei nisso quando soube que Janot foi entregar papeis CONTRA  petrobras para procuradores americanos! Porra: não há nenhuma lei de Soberania Nacional ou Lei de Segurança Nacional que impeça esse tipo de atitude não? Caralho, esse tipo de coisa tinha que passar pelo congresso. Somos muito ingênuos ainda, não é possível!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Eliseu Leão
Eliseu Leão

Preambulando, A.A. escreveu: 

Preambulando, A.A. escreveu:  A luta pelas causas serve de desculpa para aventuras politicas. A paz é uma causa nobre. A guerra é uma causa torpe. N. Chamberlain era pela paz -- por isso -- foi acusado de ter provocado desastre politico (A.A. acha que a história esqueceu dele); W. Churchill (nota: antipatizado no partido, jamais teria sido chefe de governo contra a vontade de Chamberlain; assassino, mentiroso, infido, sem escrúpulos, praticou crimes contra a humanidade ao longo da sua carreira), era pela guerra.  -- por isso --  ficou consagrado como um grande estadista do Século XX.  Então, A.A. conclue: as causas são enganadoras, servem para muita coisa, nem sempre benignas.  --  Entenderam? Brilhante. Pode ser tema de redação para exame de admissão no Supletivo do Alfredo Pucca.

O blog do Nassif é referência. O Nassif é reconhecido como jornalista sério, competente. Não entendo como possa ser publicado aqui um texto como esse do André Araujo.

Lapsus linguae  -- Recentemente A.A. fez saber que entre 1890 e 1900 cerca de 10.000 missionários estadunidenses entraram na China pra fazer politica, esquecendo de citar a infiltração maior de missionários que começara muito antes no Brasil, com o mesmo escopo. Por exemplo, em 1870, um missionário de nome Chamberlain fundou a Escola Americana de São Paulo que virou Mackenzie College que virou a universidade onde A.A. foi aluno.

Li que De Gaulle passava diante de um grupo quando ouviu ''General, morte aos canalhas''. Era um veterano de braço alçado e punho fechado (de boinas, medalhas e de muleta). De Gaulle parou na frente dele e respondeu alto ''o seu programa é muito complicado''.

Seu voto: Nenhum
imagem de miope
miope

na mosca

na mosca

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Cristiano Marochi
Cristiano Marochi

Pra variar não aprovaram meu

Pra variar não aprovaram meu comentário de novo. Pudera, não tem ofensa gratuita nem palavras de ordem a favor do governo, devo ter dificultado o trabalho do censor e na dúvida é melhor vetar né.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Indolência

Um povo que nunca teve que defender o pais mais magnifico do planeta..seu lar...sua terra...

Seus costumes e tradições são colocados no lixo...

Sua classe dominante foi sempre concentradora e feliz por ser colônia...

Sua classe dita 'progressista' vive no mundo da lua e é um balaio de gatos....

Não existe no brasileiro uma idéia de união, de defender custe o que custar o que construiu, não falo de nacionalismo barato, mas de ter orgulho pelo menos pela terra que herdou. O resultado é o que estamos vendo:

Uma republica de advogados golpistas paralela a uma presidenta incapaz que pensa que governa!

Seu texto é irretocável, mais uma vez AA - parabens!

Espero que o louco nazista assassino da Noruega, Anders Behring Breivik, esteje errado...

"O Brasil estabeleceu-se firmemente como um país de se­­gun­­do mundo com um grau ex­­tremamente baixo de coesão so­­cial. Os resultados disso são evidentes e manifestam-se pelo ele­­vado grau de corrupção, pela falta de produtividade e por um eterno conflito entre diversas ‘culturas’ concorrentes”.

Um país que possua culturas competindo entre si acabará fragmentado por dentro no longo prazo ou então se tornará um país permanentemente disfuncional, como o Brasil e nações si­­milares”.

..suas palavras em relação ao meu pais levam, no mínimo, pensar porque o Brasil é da forma que é, principalmente porque foram escritas antes do autor matar 77 pessoas inocentes!

Seu voto: Nenhum
imagem de Marcos K
Marcos K

Não vamos discutir quem é

Não vamos discutir quem é mais canalha, mas, ao meu ver, exite uma diferença bem simples entre os canalhas norte-americanos e os nossos: os deles são nacionalistas. Idênticos métodos, idêntica sacanagem, idêntico grau de culto ao dinheiro, mas pelo menos os sacanas deles levam o país no peito.

Sim, a Lava Jato, está claro, não é uma briga contra a corrupção, é uma briga mais profunda, é uma briga contra a construção do Estado-Nação brasileiro.

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de jofra
jofra

Tranferir as Empresas

Acho que o desfecho disso tudo será a transferência em massa das grandes construtoras para outros Países, por exemplo, Uruguai. Nem sei se seria viável, mas é uma possibilidade e aí, quantos empregos se perderia? Também não sei! Combater a corrupção deve ser com imparcialidade, apartidariamente e, principalmente, muito bom senso! É como comer um pãozinho de 50 gramas: qualquer um consegue, mas não de uma única vez! Bom senso autoridades brasileiras!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de joel lima
joel lima

O que é mais engraçado é que

O que é mais engraçado é que as grandes corporações de mídia bradam todo o dia que o Brasil tem que ter estado mínimo e deixar quase tudo pra iniciativa privada. E aí você vê que, sem os anúncios do governo, eles não se sustentam. Por isso, se eu fosse presidente hoje, aproveitaria para fazer uma política pente-fino nas contas. O Estado gastar só no que é essencial = educação, saúde e infra. E o primeiro corte seriam todas as verbas de publicidade estatal pra TODOS os veículos. Aí eu gostaria de ver a cara de pau de uma Veja em descer o sarrafo numa medida dessa (rs). 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Burlesca da silva
Burlesca da silva

perfeito. Sem corrupção

perfeito. Sem corrupção haveria progresso?  Não foi o Mino que já mostrou que se não fosse a tal operação mãos limpas a Itália hoje seria uma das maiores potências dos mundo? E também acho que estatal foi feita mesmo para ser roubada e nações fundadas por escórias sociais,  é exceção quem iria querer qualquer cargo público ou eletivo só pelo honestamente possível ganhar, assim como,  ninguém iria querer construir um metro de estrada ou prestar qualquer serviço público

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Euler Conrado
Euler Conrado

Seria bom que os milhares de

Seria bom que os milhares de servidores públicos de todo o Brasil tomassem conhecimento deste texto. Certamente que a queda na arrecadação de impostos pela União, estados e municípios se deve a este trabalho lesa-pátria de destruição da economia brasileira, realizado pela parceria Globo-CIA-Moro e seua agentes. E com isso não há clima para aumentos salariais e vários governos estão atrasando os pagamentos. O triste é saber que os juízes e promotores, com seus salários acima da média nacional, serão os últimos atingidos. Mas, podem estar certos que com a quebradeira do Brasil, que eles estão ajudando a provocar, também eles não sairão ilesos.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de marcelo batista
marcelo batista

eu ouvi

cansei de ouvir fanaticos tucanos dizendo que torciam para o brasil quebrar para tirar o pt do poder.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Paulo F. Souza
Paulo F. Souza

Burocracia Medieval x Sociedade capitalista

Texto excelente e debate importantíssimo. Estamos diante de um pool de burocratas arrogantes e obtusos pautando o país, destruindo empresas e prendendo empresários como se fossem marginais.

Pior, a prisão é um mero ato de coação para que eles deem alguma munição para derrubar o governo petista. Toda essa novela burocrática para fingir uma certa legalidade. Às vezes desejo que os empresários digam o que eles precisam para consumar o impeachment e a economia voltar a funcionar. Porque espanta a covardia da presidente em não defender a sociedade capitalista das garras da burocracia obtusa.

Em suma, com uma mão Dilma/Lula empoderam a burocracia e estimulam a republicanismo bacharelesco com a outra convidam as grandes empresas para um projeto nacional desenvolvimentista. Conclusão, a burocracia vitalícia se associa à mídia golpista e destrói completamente projeto nacional desenvolvimentista com a bandeira, totalmente fake, do combate à corrupção. Então pergunto: de quem é a culpa? Dos petistas, lógico.

O amadorismo do pt lançou o país na idade média com uma Burocracia medieval encastelada que se acha proprietária do estado. São os nobres doutores de sangue azul? Como se resolve isso? Só vejo um caminho: mandato para os cargos da burocracia. Ou seja, se esses patetas tivessem necessariamente que voltar ao mundo real, não destruiriam a economia.

Vimos ao vivo a infantilidade da burocracia em sua cruzada obtusa contra Lula. Até quando nossos políticos e o que restou do empresariado deixarão essa meninada, que nunca trabalhou na vida de forma produtiva, destruir o país.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de altamiro souza
altamiro souza

andré já comprovou através de

andré já comprovou através de vários textos esse desmonte do

capitalismo brasileiro através  da insanidade que é a operação lava-jato...

foi um dos primeiros, com certeza, a desmisitifcar essa operação...

(ia dizer o primeiro, mas poderia estar equivocado ou sendo injusto com alguém)...

jamais  disse que era a favor da corrupção, mas alguns ficam insistindo

que o cara que critica a lava-jato é a favor da corrupção....

preferem não  ampliar a discussão....

como faz o próprio moro, aliás....

hoje li que ele  considera os críticos lenientes à corrupção, ou coisa semelhante...

nega-se a ampliar o seu leque de entendimento...

a vantagem do andré é que ele não é de esquerda,  nem de direita, como sempre frisou....

pode desagradar alguns da esquerda em alguns artigos, mas

nesses aí sobre a lava-jato parece que ele tem, com razão, quase  unanimidade.

todos contra a corrupção., mas com sabedoria para evitar a destruição do país... 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Ze Guimarães
Ze Guimarães

Está corretíssimo

Seus artigos, são magistrais como sempre, Sr. Araújo. Porém, a lógica que estamos vivendo é a lógica de guerra. É o império, os EUA destruindo a colônia rebelde, o Brasil. Como Roma Antiga destruiu Cartago completamente, e ainda salgou seu solo para que nada mais crescesse lá assim, tentam fazer conosco.

Infelizmente, eles tiveram facilidades em nos subjulgar; tanto pela direita entreguista e apátrida, quanto pela ingenuidade sem limites de Lula, com seu republicanismo infantil.

Creio que enquanto a midia estiver semeando mentiras nas cabeças das pessoas, nada de bom será edificado neste país. Como numa luta de artes marciais, cabe ao povo, se adaptar aos golpes do adversário, ser flexível. Reduzindo a natalidade ao máximo para absorver o desemprego, a longo prazo o povo pode tirar o país desta situação.

" A água é o elemento mais poderoso que existe, e derrota até mesmo a rocha; ela não luta, ela flui ao redor do adversário".

"O verdadeiro Artista Marcial não luta; ele dança ao ritmo da vida. O verdadeiro Artista Marcial é um dançarino".

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de J.marcelo
J.marcelo

Sem palavras por este

Sem palavras por este excelente artigo!

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de José Adailton V Ribeiro
José Adailton V Ribeiro

Dilema?

"...Ninguém é a favor da corrupção, todos são contra. Mas o processo na luta ANTI-CORRUPÇÃO pode arruinar um País, custando muito mais que a própria corrupção."

Na medicina costuma-se dizer que  o remédio cura a doença, mas mata o paciente.Seria então o caso do indefectível efeito colateral do combate à corrupção. Uma tragédia humana.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Jogo pesado, até entre eles

    Em 2012 as européias BAE e EADS ( Airbus Group ) iniciaram tratativas visando uma fusão, com o objetivo de fortalecer a industria de tecnologia e defesa européia, e fazer frente aos conglomerados norteamericanos, como Loockheed Martim (LM ) , General Dynamics ( GD ) que estavam se expandindo na Europa, em especial nos paises do Leste Europeu, como a Polonia * ( aquisição da PZL pela Sikorsky United Technologies ) e Rep. Tcheca ( associação da Honeywell com Aero Vodochy do "enroladissimo " grupo tcheco Penta Investiments ).

     Caso tivesse sido realizada,o grupo europeu resultante da fusão ficaria em 3o lugar mundial, atrás apenas da LM e Boeing, MAS : Conciliar interesses entre europeus já é dificil, ainda mais quando norteamericanos entram (por fora) no jogo, como no caso, da LM pressionar um de seus antigos parceiros, M. Lagardere ( 15% da EADS ), para detonar o acordo, o que ele conseguiu, com o prestimoso auxilio dos juristas de Bruxelas, que reverberaram pela livre concorrencia, claro, que após terem visitado funcionarios do GAO e "procuradores federais americanos".

     E tanto a LM como a GD continuaram a expandir-se pela Europa, a GD já era "parceira" da PZL antes desta ser negociada para a Sikorsky , mas abriu mão desta parceria, pois a Sikorsky foi vendida em 2015 para a LM, e a GD associou-se ao grupo polonês BUMAR, substituindo a européia BAE Systems.

     E caro AA, no escandalo LM dos anos 70, tanto Houghton & Kotchian só foram demitir-se em 1976, após varios "autos de fé " perante promotores e senadores, e a LM estava a época "quebrada", eles sairam, nem foram presos, em contrapartida, a LM levou do governo americano um auxilio direto de mais de US$ 300 Milhões, recuperando-se, tanto ela, como parte deste subsidio a LM enviou para a Rolls & Royce , tambem salva , algumas linguas ferinas do mercado, ainda dizem que teve um "acordo" entre governos (americano e britanico ) visando salvar ambas empresas.

      * Polonia/Hungria/Ucrania : A atuação/objetivo da geopolitica americana em relação aos leste europeu, difere da européia ocidental, é muito mais focada em resultados, fragilizar a politica "soft" de Bruxelas/Berlin em relação a Hungria e principalmente a Polonia, é um dos vértices de atuação do Depto de Estado.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

junior50

imagem de André élebê
André élebê

  AA, vamos adiante. Topa?  

  AA, vamos adiante. Topa?

  Não sei qual a avaliação que faz dos estudos de Moniz Bandeira, mas trilho pelo caminho aberto por ele. Enfim, a própria Globo é fruto de capital e know-how americano, cultivados com carinho por décadas de benesses governamentais, sinceras ou arrancadas na ponta da faca. Inclusive repórteres destacados da empresa foram identificados como companheiros habituais de bate-papo com elementos da legação americana.

  A Veja (ed. Abril) recebeu e recebe importes suspeitos de verba. Membros da revista eram tidos por entusiastas até gratuitos do americanismo.

  Publicações como a "Quanto É'... bom, dispensam comentários.

  Do outro lado, sabemos que faz muuuuito tempo que o dinheiro americano, via CIA e outras agências, irriga meios de comunicação em países nos quais há interesses americanos - isso no mínimo desde a Operação Ajax.

  Bom, "let's cut to the chase": as empresas da Grande Mídia não precisam de dinheiro vindo de anúncios de empresas brasileiras. Por elas, o capitalismo brasileiro que se exploda, até comemoram a vitória do patrão estrangeiro - é só ver com que sorrisos maldisfarçados costumam comentar decisões contra o Brasil na OMC, por exemplo, ou a pura e simples ridicularização de nossos interesses.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de altamiro souza
altamiro souza

é por aí, elebê... com o

é por aí, elebê...

com o tempo talvez possamos aprofundar o esquema desse

conluio evidente entre a grande mídia e

esses interesses internaciionais teleguiados pelo grande capital.

o diagnóstico parece que está feito,  dados históricos existem.

na história da imprensa brasileira, nelson werneck sodré, fala no

acordo globo-time life, época da fundação da globo, rolo antigo,

inclusive com cpi no congresso, boicotada pela globo, claro... 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de franz
franz

Eu vejo que o Andre Araujo é

Eu vejo que o Andre Araujo é um nacionalista e que tem interesse em um país melhor. Temos o mesmo objetivo, Andre, mesmo que tenhamos opiniões diferentes quanto ao caminho a ser seguido.

Infelizmente, nossas leis são complexas, burocráticas, onerosas e, muitas vezes, contraditórias. O que me entristece com o PT é que muito pouco fizeram pra mudar isso. Nosso país pune quem quer produzir e força empresas aos acordos sujos com o governo, isso cria duas castas: os que sobrevivem do governo e os que sobrevivem apesar do governo.

Recentemente eu assisti uma palestra da Usiminas e fiquei chocado com a burocracia. Quando o trabalho se torna crime, desrespeitar a lei vira questão de sobrevivência pra alguns.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Sérgio da Mata
Sérgio da Mata

Capitalismo brasileiro

Existe tal coisa? Mais um exemplo de realismo mágico de André Araújo.

 

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Antonio Gentile
Antonio Gentile

O movimento anti-Petrobrás é elogiado por analista do Brookings

Se os comentaristas da GloboNews não encontraram elogios relevantes ao movimento contra a Petrobrás, no site do Brookings, o mesmo think tank que publica os documentos da Comissão Trilateral, Harold Trinkunas demonstra muito otimismo no artigo "Como o Brasil contribui para a Ordem Liberal Internacional".


Diz ele:

"And there is a silver lining to the present political scandal surrounding the national oil company, Petrobras: Brazilian federal prosecutors and police are indicting and imprisoning dozens of the most powerful business and political leaders in their country on corruption charges."

http://www.brookings.edu/blogs/order-from-chaos/posts/2016/02/18-brazil-...

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Exato!

Vivemos o universo fantástico dos operadores do direito completamente incultos e ignorantes, completamente alheios a realidade mais profunda das coisas.

A cada dia, me impressiono mais com a falta de cultura da nossa "elite".

O interesse nacional se resume a um tapinha nas costas de um estrangeiro qualquer.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Sérgio BrasiI
Sérgio BrasiI

Mais um texto excepxional do

Mais um texto excepxional do André. Sérgio Moro deveria ler para ver o que o messianismo dele está fazendo ap país.

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de gsouto
gsouto

Dúvido que não esteja a

Dúvido que não esteja a serviço dos liberais.

Seu voto: Nenhum

TEXTO PARA O MORO LER...

Não sei se o juiz Sérgio Moro e os membros do Ministério Público em Curitiba são pessoas que têm por hábito a leitura. Creio, pelo andar da carruagem da nossa Mano Polite, essa desastrada Lava-Jato, que não. Mas seria interessante que esse texto com a análise de André Araújo fosse levado até essas figuras que tanto mal vêm fazendo à economia brasileira e ao País como um todo. E pena que, pela amostra dada ontem pelo "emérito" MP de São Paulo, se veja que promotores e juízes não são chegados à leitura e, principalmente, à análise racional de opiniões contrárias as suas. Se alguém aqui no Blog tiver uma forma de fazer chegar ao MM Juiz e aos Nobres Procuradores curitibanos este texto, peço fazê-lo para prestar ao Brasil um serviço inestimável. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de sabra
sabra

Eu acho que ele não é tão inocente assim.

Prezado Carlos

 Moro não é tão inocente assim Acho que sabe muito bem o que esta fazendo. Veja, Othon Silva poderia estar respondendo o processo em liberdade, e poderia ainda estar a frente do projeto do submarino nuclear, e quem sabe da usina de processamento de uranio. Mantê-lo preso é dramatico, pois não se trata de substituir um diretor por outro diretor. Othon Silva tem uma importância como pessoa. No entanto a primeira medida é afastá-lo completamente da Eletronuclear.  Isto não é de graça nem ingenuidade.  Marcelo Odebrecht não é o chefete de uma industria de fundo de quintal que  tem controle total e absoluto de todos os detalhes, mas ele é crucial nos projetos de inovação tecnologica e em grandes contratos, como por exemplo o contrato com a China para reaparelhar o monitoramento e a segurança da Amazônia.  Não sei qual o papel dele ou de algum diretor que tenha sido preso, na construção de um míssil brasileiro, mas deve haver um.  Mais do que isto o combate aos acordos de leniência, foram claramente uma forma de torpedear as empresas nacionais de maior penetração na america do sul e africa.  Junta-se isto  a criminalização da petrobrás, que foi feita, por incrivel que pareça  através da liberação dos corruptos, atraves da delação premiada.  Junte isto à proposta de partilhar o pre sal com empresas estrangeiras que acaba de passar no congresso proposto por ninguem menos que o tucano emplumado Serra, ( conhcido pela vazamento do wikileaks, como o homem da Chevron).  Portanto não é ingenuidade nem falta de leitura.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Diego Rayol
Diego Rayol

Moro tá nem aí pra crise

Moro tá nem aí pra crise, o negócio dele é derrubar o governo e prender Lula. O cara é maluco mesmo.

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de Henrique O
Henrique O

FAZER O QUE SE OS CAPITALISTAS SUSTENTAM SEUS INIMIGOS

A Globo, a Veja, a Folha, o Estadão. Fazer o que se nossa burguesia é BURRA.

Os mais burrros chefiam as Federações das Indústrias da Fiesp, as associações Comerciais, e dia 13.

Afinal a burguesia brasielira nem sabe quem são seus arquiinimigos.

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de WELINTON NAVEIRA E SILVA
WELINTON NAVEIRA E SILVA

Magnífico artigo

 Andre Araujo

Excelente artigo muito bem embasado. Merecia ser lido por muita gente boa que ainda não percebeu o grande risco que o Brasil está correndo no atual momento de grande crise do sistema capitalista desde final de 2007, quem sabe, entrando em agonia final,  mas ainda possuidor de gigantescas forças para praticar impensáveis violências buscando sobrevida a qualquer custo. Assustador. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Fernando L.
Fernando L.

Quem é trabalhador autônomo é que sente na pele...

Todo este clima de terror criado pela mídia e pela famigerada Lava-Jato só tem me trazido prejuízos. Se acabar com corrupção significa ficar sem trabalho de que adianta?? Deixa os caras roubarem mas mantenha meu trabalhoe o valor do meu ganho! De que adianta essa cruzada moralista de um juizeco babaca a prender quem dá na telha neurótica dele?? Se for pra deixar todos os meus clientes em polvorosa porque não sabem se Dilma cai ou Lula vai preso ela não vale nada. Me deêm de volta a tranquilidade para fazer meu trabalho e enfiem suas panelas na cozinha onde é o lugar delas. Parem com esse sonho de pequeno príncipe do super Moro defensor da lei! Já encheu o saco esse discurso anti-petista repetitivo e vazio! Se vocês gostam de ser burros o problema é de vocês mas se vocês querem afundar o país e suas próprias vidas só para fazerem parte de mais um enredo de mal gosto da b... da Globo não contem comigo !!!!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Severino Januário
Severino Januário

Muitos entendem que uma certa

Muitos entendem que uma certa corrupção faz parte do bom sistema produtivo. E pode ser turbinadora de alta produtividade, em lugar de ser um elemento parasitário. Na China há, na cadeia produtiva, um sistema de "jeitinho" e ajuda de parentes e amigos para qualquer etapa das ações, que termina sendo extremamente eficiente e tem deixado os americanos em estado de piração, porque sua formação individualista não lhes permite copiar e sequer entender como funciona este sistema. Certa corrupção, em vez de prejudicar, azeita a máquina produtiva e faz pular etapas burocráticas castradoras, impeditivas e lentas. Temos que ver que o limite-teto do capitalismo é a pirataria. A pirataria é a maior de todas as emoções capitalistas. Todo grande capitalista sonha em atingir a incorporação de um perfeito pirata. Francis Drake é para eles muito mais admirável que Benjamin Franklin. Para a lógica americana, combater a corrupção, ou melhor, controlar a corrupção em algum país, significa combater o que há de mais ousado, mais insubmisso, mais independente, mais perigoso e, enfim, o que haveria de melhor naquele país. Para entender isso, a ótica do analista não pode se dobrar a preconceitos moralistas.  

Seu voto: Nenhum

"O moralismo inglês que

"O moralismo inglês que combateu o tráfico negreiro nos Século XIX não tinha fins tão nobres, tratava-se de criar mercado para os tecidos ingleses nas Américas, para o que os trabalhadores negros precisavam receber salários, portanto não deveriam ser escravos."

 

André, acrescento o seguinte, o que é muito pior: esse combate ao tráfico negreiro não achava imoral afundar os navios negreiros, matando centenas de escravos a bordo.

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Lerei com calma mais tarde...

Mas já concluo ,sem ler, que, seja o que for que esteja escrito neste texto, a culpa é dos MILITARES!

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Mariano S Silva
Mariano S Silva

Em momento algum Andre coloca

Em momento algum Andre coloca os militares brasileiros como culpados. Pelo contrário, ressalta que a "justiça cirúrgica e seletiva" tem como objetivo oculto destruir a indústria de defesa nacional, que incomoda sobremaneira ao Departamento de Estado dos EUA. Podes crer que toda essa confusão no país tem a ver com as escolhas de política externa dos governos trabalhistas.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Antonio Lima
Antonio Lima

Verdades.

Verdades.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Manubhz
Manubhz

Esse é o problema. mas quem

Esse é o problema. mas quem financiou o ultimo congresso da Abril, hummm uma construtora....rs.... o Brasil vai para o buraco, mas inevitávelmente as emissoras tambêm vão, quem tiver acesso ao compra de PPV do Brasileirão vai notar a diferença. tv a cabo pirata, e por ai vai

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Manubhz
Manubhz

Esse é o problema. mas quem

Esse é o problema. mas quem financiou o ultimo congresso da Abril, hummm uma construtora....rs.... o Brasil vai para o buraco, mas inevitávelmente as emissoras tambêm vão, quem tiver acesso ao compra de PPV do Brasileirão vai notar a diferença. tv a cabo pirata, e por ai vai

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.