Revista GGN

Assine

STF retoma o julgamento das doações a políticos e partidos

Plenário do Supremo Tribunal Federal retoma nesta quarta-feira, dia 2/04/2013, o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade 4650, com o voto-vista do Ministro Teori Zavascki. Na primeira parte do julgamento o Ministro Luiz Fux (Relator) julgou procedente a ação direta movida pelo Conselho Federal da OAB para declarar a inconstitucionalidade parcial dos artigos da legislação eleitoral que autoriza a doação por pessoas jurídicas (empresas) a campanhas eleitorais e a partidos políticos.

O julgamento da ação é o primeiro item da pauta. Quatro ministros já votaram pela inconstitucionalidade. Além do relator Ministro Luiz Fux, acompanharam o mesmo todo ou em parte os Ministros Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli e Joaquim Barbosa. O placar, portanto, encontra-se em 4 X 0. A tendência do plenário é acompanhar o voto do relator.

Média: 5 (2 votos)
5 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

O grupelho do STF se metendo em tudo

Os ministros do TSE são praticamente os mesmos do STF, é essa gente que no momento decide tudo nesse país e, como sabemos, sempre a favor do senhorio

Seu voto: Nenhum

 

...spin

 

 

Concordo com vc; isso não é

Concordo com vc; isso não é assunto do STF.

Seu voto: Nenhum

O financiamento público tem que ser aprovado de imediato

O financiamento privado de empresas vai ser probidio, por outro lado tem que haver financiamento publico, caso contrário teremos uma campanha do tostão contra 1 milhão, pois os conhecidos coronéis não vão deixar de gastar sua grana, dizem que eles podem gastar mas que haverá um teto, deixa eu ver se entendi: O barão tem um patrimônio de 1 bilhão de reais e pode gastar uns milhões na sua campanha; o professor tem um patrimônio de 5 mil reais e pode gastar tipo uns 500 reais na sua campanha...Que beleza heim gente, bem como o PMDB, PSDB e PSB sonham

Seu voto: Nenhum (1 voto)

 

...spin

 

 

Se a campanha agora é do milhão, antes era do bilhão.

Existe mais professores que barões, o sucesso das doações aos petistas nas multas do mensalão provou que o modelo pode não ser ideal, mas muito melhor ao que está sendo feito nos últimos 15 anos.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

STF perto de decisão histórica

Lewandowski e Marco Aurélio Mello já declararam favoráveis.

Rosa Weber e Carmem Lúcia devem ser favoráveis também (as candidaturas femininas são as mais prejudicas pelas campanhas milionárias).

Celso de Mello e Teori Zavaski são as incógnitas, Zavaski pode ter pedido vistas para facilitar a aprovação, se tivesse sido aprovada em Dezembro a oposição e o blocão teriam tempo para revogar a medida.

De voto contrário declarado apenas Gilmar Mendes, nenhuma novidade.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.