Revista GGN

Assine

lula

Moro será julgado por vazamentos contra Lula nesta terça, com transmissão online

Foto: Lula Marques/PT

Jornal GGN - O juiz Sergio Moro será julgado pelo plenário do Conselho Nacional de Justiça na manhã desta terça (29), por vazamentos praticados contra o ex-presidente Lula no âmbito da Lava Jato. Moro é responsável por entregar à imprensa um grampo em que Lula conversa com Dilma Rousseff sobre termo de posse na Casa Civil.

O episódio aconteceu às vésperas da votação do impeachment na Câmara, criando o clima ideal para o início da queda da petista. Segundo informações do UOL, a sessão do CNJ será transmitida ao vivo, a partir das 9h, através desse link aqui.

Leia mais »

Média: 4.5 (13 votos)

Dona Marisa, Cláudia Cruz e a justiça de classe de Moro, por Jeferson Miola

Por Jeferson Miola 

Sérgio Moro foi um caçador implacável da Dona Marisa. O juiz-acusador perseguiu a ex-primeira dama com uma tal e eficiente obsessão que conseguiu, finalmente, condená-la à morte com um AVC.
À continuação, um odioso Moro, ser possuído por sentimentos que são estranhos a pessoas justas e de bem, quis decretar a condenação eterna da Dona Marisa.

Ele descumpriu o Código de Processo Penal e relutou, por mais de 30 dias depois do óbito, a declarar a inocência da Dona Marisa.

O grande crime cometido por Marisa Letícia, na convicção do Moro e dos seus colegas justiceiros de Curitiba, foi ter sido a companheira de vida e de sonhos do ex-presidente Lula; a parceira do sonho de um Brasil digno, justo e democrático.

Neste 25 de maio de 2017, Moro trocou a toga daquele juiz-acusador que persegue obsessivamente Lula, pelo traje de advogado de defesa dos integrantes da sua classe – no caso, a família Cunha/Temer/Aécio.
Moro inocentou Cláudia Cruz, a “senhora” do presidiário Eduardo Cunha [como a burguesia patriarcal se referes às esposas dos “chefes de família”], o integrante da camarilha e sócio de Michel Temer na conspiração que golpeou a Presidente Dilma.

Leia mais »

Média: 3.9 (17 votos)

A Moro, testemunhas não indicam que Lula seria beneficiado em imóvel


Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
 
Jornal GGN - No processo contra Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, disse não ter nenhuma informação sobre os dois imóveis, o que supostamente seria do Instituto Lula e o apartamento alugado pelo ex-presidente.
 
Delator, Cerveró prestou depoimento nesta sexta-feira (26) na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, ao juiz Sérgio Moro, onde não conseguiu trazer nenhum indício no processo em tramitação.
 
Da mesma forma, foram ouvidos o lobista Alberto Youssef, e os operadores Fernando Soares e Milton Pascowitch. Todos as testemunhas foram arruladas pelo Ministério Público Federal, na figura de acusação e tampouco fizeram menção a Lula sobre os imóveis em investigação.
Média: 5 (5 votos)

Defesa de Lula questiona validade de prova da OAS no caso triplex

Foto: Divulgação

Jornal GGN - O advogado Cristiano Zanin, que defende Lula de Sergio Moro no caso triplex, protocolou na quinta (25) duas manifestações que questionam a validade de provas juntas pela OAS, Renato Duque e força-tarefa da Lava Jato no processo em que o ex-presidente é acusado de receber a propriedade oculta de um apartamento no Guarujá e propina para manutenção do acervo presidencial.

Na primeira manifestação, o defensor de Lula indica que parte do documento entregue pela OAS pode ter sido falsificado. Isso porque os advogados de Leo Pinheiro anexaram alguns e-mails trocados entre executivos da empresa sobre o mesmo assunto (qual apartamento da obra no Guarujá merecia "atenção especial") e, na página anterior a cada comunicação, fez um "comentário de revisão". Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Lava Jato e imprensa montaram farsa com agendas da Petrobras

Em dia em que Lava Jato e imprensa dizem que Lula estava em reunião privada com executivos da Petrobras, o então presidente e comitiva eram recebidos em Riad, na Arábia Saudita (Foto: Ricardo Stuckert)

do Lula.com

Lava Jato e imprensa montaram farsa com agendas da Petrobrás

Órgãos de mídia deram destaque sem qualquer checagem a informação falsa da equipe do procurador Deltan Dallagnol sobre reuniões de que participou Lula quando era presidente da República

Em dia em que Lava Jato e imprensa dizem que Lula estava em reunião privada com executivos da Petrobras, o então presidente e comitiva eram recebidos em Riad, na Arábia Saudita (Foto: Ricardo Stuckert)

Em conluio com procuradores da Lava Jato em Curitiba, a Rede Globo, a Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo produziram semana passada mais uma farsa contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Agendas de ex-diretores da Petrobras, anexadas pelos procuradores à ação sobre o tríplex do Guarujá, foram manipuladas pela imprensa de forma a apontar uma falsa contradição no depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro.

A juntada de “documentos” sobre supostas “reuniões” de Lula com a diretoria da Petrobras não foi fruto da descoberta de algum segredo em um trabalho de investigação sério, mas uma tentativa tosca de reescrever a história e criminalizar atos como viagens oficiais ao exterior, reuniões interministeriais e cerimônias da Presidência acompanhadas pela imprensa.

Leia mais »

Média: 5 (12 votos)

Moro será julgado no CNJ por vazar conversas da família de Lula

Foto: Lula Marques/PT
 
 
Jornal GGN - O juiz Sergio Moro será julgado pelo Conselho Nacional de Justiça na próxima terça (30), por dois procedimentos supostamente abusivos contra o ex-presidente Lula. Um deles está relacionado ao vazamento de grampo de conversas de familiares do petista.
 
O Painel da Folha desta quinta (25) destacou que o "timing" do CNJ não poderia ser mais curioso. Isso porque, essa semana, houve uma crise entre Lava Jato e grande mídia por conta do vazamento de conversa do jornalista Reinaldo Azevedo com a irmã de Aécio Neves, Andrea Neves.
Média: 4.7 (23 votos)

Delator corrige cobertura da imprensa sobre as reuniões de Lula na Petrobras

Foto: Instituto Lula

Jornal GGN - O delator Paulo Roberto Costa corrigiu "espontaneamente" as informações divulgadas pela grande mídia, em parceria com a Lava Jato, sobre as reuniões de Lula na Petrobras durante seus dois mandatos. A agenda do ex-presidente na estatal foi usada pela força-tarefa para insinuar que Lula mentiu diante de Sergio Moro, quando afirmou que não teve encontros específicos com ex-diretores, com poucas exceções.

Leia mais »

Média: 4.4 (14 votos)

Mônica Bergamo: PT explora permanência de Temer e discute eleição indireta

Foto: Alessandro Dantas/PT na Câmara

Jornal GGN - Embora defenda o impeachment de Temer e Diretas Já, nos bastidores, o PT encara como um alívio para Lula, ainda que fugaz, a pancadaria em cima do presidente da República por conta da delação da JBS. Além disso, também discute nomes para uma eventual eleição indireta. Um deles é o de Nelson Jobim. É o que informa a colunista Mônica Bergamo, nesta terça (23).

Leia mais »

Média: 2.3 (7 votos)

Advogado de Lula é denunciado por serviços de advocacia e amizade com ex-presidente

 
Jornal GGN - A força-tarefa da Operação Lava Jato denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outras 12 pessoas no caso do sitio de Atibaia, no interior de São Paulo, dois dias após a entrevista concedida à TV norte-americana CBS News, com os procuradores da República defendendo as polêmicas da Lava Jato. O advogado de Lula, Roberto Teixeira, também foi alvo das acusações, ainda um dia após um encontro de advogados contra "a perseguição e a violação" dos investigadores.
 
 
Na denúncia, Roberto Teixeira aparece como acusado pela prática de lavagem de dinheiro. Para o advogado, a acusação é por "integrar a equipe de defesa do ex-presidente", por "com ele manter relação de amizade" e por "ter, como seu advogado, praticado exclusivamente atos inerentes à profissão, como representá-lo, bem como aos seus familiares, em ações judiciais".
Média: 4.4 (13 votos)

Lula é denunciado "por pedalinhos e outros absurdos", diz defesa sobre sítio de Atibaia

Jornal GGN - A Lava Jato em Curitiba desistiu de provar diante de Sergio Moro que o ex-presidente Lula é dono do Sítio de Atibaia, mas apresentou denúncia alegando que o petista se beneficiou de reformas no espaço, custeadas pela OAS e Odebrecht.

Na peça apresenta na noite de segunda (22), os procuradores apontaram que as empreiteiras investigadas na Lava Jato pagaram propina de R$ 155 milhões a agentes e partidos políticos "da base de Lula", por conta de 7 contratos firmados com a Petrobras.

Como Lula era o presidente da República à época da nomeação dos diretores da estatal que patrocinaram o esquema com as empresas, ele é acusado de ser o "mentor" de toda a corrupção revelada pela Lava Jato. Ou seja, a força-tarefa reciclou, com mais discrição, o famoso PowerPoint de Deltan Dallagnol.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Os ataques da Globo ao BNDES

 
Jornal GGN - Não é difícil imaginar como vai acabar a relação BNDES-JBS por causa da Lava Jato, se por exemplo for tomada a devassa que a operação promoveu, em parceria com a mídia, na Petrobras e nas grandes empreiteiras do País. É com essa preocupação em vista que a reportagem do Fantástico sobre o banco, veiculada no último domingo (22), deve ser revisitada.
 
O programa dominical da TV Globo dedicou quase que a edição inteira a relembrar as revelações que Joesley Batista fez sobre Michel Temer e Aécio Neves na última semana. E, em reportagem de quase 4 minutos e meio, contou a história de um funcionário do BNDES que supostamente poderia ter favorecido o grupo JBS em transações bilionárias. 
 
Para dar dimensão ao suposto escândalo, o Fantástico cita o volume de recursos que o BNDES "injetou na JBS" durante o governo Lula (2007-2010): 8,1 bilhões de reais, dando a entender que todo esse montante foi fruto de operações ilícitas.
Média: 5 (6 votos)

Aos EUA, Lava Jato escancara polêmicas e antecipa Lula como responsável


Moro no Wilson Center em Washington, EUA, em julho de 2016 - Foto: Reprodução
 
Jornal GGN - "A Operação Lava Jato é maior do que WaterGate?", perguntou o âncora norte-americano do programa "60 minutes", Anderson Cooper. "Muito, muito maior", respondeu o procurador da força-tarefa de Curitiba, Deltan Dallagnol. Assim começa a reportagem no canal de notícias CBS News, que foi ao ar neste domingo (21).
 
Na polêmica entrevista dos procuradores e do juiz Sergio Moro ao noticiário estadonidense, o magistrado do Paraná admitiu que usou a "style-plea bargaining" dos EUA (negociação de apelo pela barganha) para conseguir que alguns réus cooperem". "O juiz Moro e os promotores também estão dispostos a usar táticas controversas para combater o crime financeiro", completou o jornal.
 
Para que os norte-americanos compreendessem a Operação realizada no Brasil, o noticiário comparou ao famoso caso WaterGate, escândalo político dos anos 70 nos Estados Unidos que provocou a renúncia do presidente Richard Nixon.
Média: 2.2 (16 votos)

Mídia está desembarcando do governo Temer, diz João Feres Jr

Ao GGN, coordenador do Manchetômetro analisou o comportamento da mídia desde o impeachment de Dilma. Lançado em 2014, projeto que fornece dados sobre a qualidade da cobertura jornalística ganhou versão 2.0 neste ano. Gráficos mostram queda nas críticas ao governo federal após posse de Temer e blindagem a Sergio Moro

Jornal GGN - Atingido repentina e duramente pela delação da JBS, o governo Temer começou a perder o apoio incondicional dos principais veículos da grande mídia, segundo análise do cientista político e coordenador do Manchetômetro, João Feres Jr. Para ele, a Globo lidera a "campanha ferrenha" contra o presidente da República, enquanto Folha de S. Paulo e Estadão ainda resistem um pouco, comportando-se como bombeiros em meio a um incêndio.
 
"O que vai acontecer a partir dessa crise do governo Temer, dessa exposição dos áudios de Temer e Aécio Neves, eu não sei. Minha impressão é que parte da mídia está desembarcando do governo Temer, mas eles estão sem direção. Não sabem aonde embarcar", disse Feres ao GGN.
Média: 5 (9 votos)

Rede Globo se retrata, após embarcar na onda do Estadão

Jornal GGN – A Rede Globo embarcou na onda do Estadão e deu, seu horário nobre, que Joesley Batista teria aberto conta em nome de Lula e Dilma no exterior. A conta no nome de Joesley, movimentada por Joesley e serviria para adoçar quem Joesley definisse. Não era de Lula nem de Dilma.

E o Jornal Nacional, da Rede Globo, se explicou. Disse que foi dito somente por Joesley e não tinha nenhuma comprovação, diferente de Temer e Aécio Neves.

Leia a nota da defesa de Lula a seguir e veja o desmentido do Jornal Nacional.

Leia mais »

Média: 4.5 (14 votos)

Lula fala ao vivo na Posse do Diretório do PT de São Bernardo do Campo

Jornal GGN - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa, neste momento, da posse da direção do diretório municipal de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, seu berço político. A expectativa é que Lula faça um discurso defendendo as eleições diretas.
 

Leia mais »

Média: 3.2 (9 votos)