Revista GGN

Assine

tempo

Com fim de prazo para Lula, quanto tempo até a sentença de Moro sobre o triplex?

Quando há petistas sentados no banco dos réus, Sergio Moro costuma dar a sentença condenatória em menos de 2 semanas

Foto: Lula Marques/PT

Jornal GGN - Termina nesta terça (20) o prazo para a defesa de Lula apresentar as alegações finais sobre o caso triplex. Há uma expectativa em torno de quanto tempo levará até que o juiz Sergio Moro emita decisão condenando ou absolvendo o ex-presidente. Levantamento do GGN mostra que, quando há petista sentado no banco dos reús, o magistrado de Curitiba costuma decidir em menos de 2 semanas. De 10 sentenças analisadas, seis enquadram-se nesse intervalo. Disputado por eventos empresariais, acadêmicos e político-partidários, Moro sempre leva em consideração se há prisão preventiva dos denunciados para acelerar o processo.

O ex-tesoureiro João Vaccari Neto foi um dos que recebeu a punição - 8 anos de encarceramento - rapidamente. Entre o fim do prazo para as alegações finais e o momento em que Moro recebeu os autos conclusos para decisão, passaram-se apenas 3 dias. Na mesma sentença, de 227 páginas, o juiz condenou também Renato Duque, considerado o operador do PT dentro da Petrobras, a 20 anos de prisão.

Leia mais »

Média: 3.8 (6 votos)

Nevasca que atinge os EUA pode causar US$ 1 bi de prejuízo

Da Agência Sputnik Brasil

Nevascas podem causar mais de US$ 1 bilhão de prejuízos ao governo dos EUA

O Serviço Nacional de Meteorologia informou que a tempestade de inverno poderia ser uma das maiores da história do paísEPA/John Taggart/Agência Lusa

Uma forte nevasca paralisou o Sul e o Sudeste dos Estados Unidos neste sábado (23). Sete estados já declararam emergência, dez pessoas morreram em acidentes e partes de Washington estão cobertas com quase 60 centímetros de neve.

O Serviço Nacional de Meteorologia informou que a tempestade de inverno poderia ser uma das maiores da história do país. "As nevascas têm potencial para afetar mais de 50 milhões de pessoas", afirmou Louis Uccellini, diretor do serviço. Segundo ele, a queda de neve, que deverá continuar até amanhã (24), "poderá facilmente causar mais de US$ 1 bilhão em danos."

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Aquecimento global provoca mais raios na região norte

Da Agência Brasil

Inpe: mortes por raios aumentam na Região Norte por causa do aquecimento global

Por Andreia Verdélio

O número de mortes por raios na Região Norte está aumentando e a tendência é que a incidência do fenômeno continue crescendo na região, por causa do aquecimento global. Os dados foram divulgados hoje (23) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e fazem parte do livro Brasil: Que raio de história, que está sendo lançado na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em andamento até domingo (25) em Brasília

O estudo, realizado pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Inpe, compara dados do primeiro levantamento de mortes por raios, de 2000 a 2009, com dados do segundo, de 2000 a 2014. De 2000 a 2014, 1.789 pessoas morreram atingidas por raios em todo o país. O número médio de mortes por ano caiu de 132 para 111 , mas, apesar da redução nacional, as mortes na Região Norte aumentaram e passaram de 18% para 21% dos casos.

O Sudeste continua com o maior número de vítimas, por ter maior população, mas agora com 26% dos casos, contra 29% antes. Nas demais regiões, os dados seguem o padrão nacional de diminuição. Segundo o coordenador do Elat, Osmar Pinto Júnior, a falta de acesso à informação pode ser a causa para o aumento de mortes no Norte, por ser uma região com cidades pequenas e muito distantes dos centros urbanos. Segundo Osmar, na Região Norte existe também a tendência de aumento da população, assim como o aumento da incidência do número de raios, porque é a região que mais está esquentando, devido ao aquecimento global (cerca de 7 ºC até o fim do século).

Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

PSOL busca apoio do PSDB para alterar trechos da reforma política

Jornal GGN - A cúpula do PSOL tem encontro marcado com o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso nesta segunda-feira (31), em São Paulo, para tratar do pacote de reforma política que foi aprovado com patrocínio de Eduardo Cunha (PMDB) na Câmara e, agora, está em discussão no Senado.

Segundo informações do Valor, a agenda acontece no Instituto FHC, em São Paulo, e terá como pontos principais um pedido de apoio ao PSDB para alterar a proposta que impede partidos com menos de nove deputados federais eleitos de participarem de debates na televisão durante as campanhas eleitorais.

O PSOL entende que o PMDB irá votar pela manutenção da reforma política como foi votada na Câmara no que tange a participação de nanicos e o fim das coligações em eleições proporcionais. Por isso, recorre ao PSDB, com o argumento de que os tucanos - FHC, no caso - entenderão que a participação dos socialistas é fundamental nas disputas.

Leia mais »

Média: 3 (9 votos)

Desmistificando a redução da velocidade nas vias de São Paulo

“O carro parece ser um objeto intocável na nossa sociedade”, diz Lúcio Gregori. “Em nenhum lugar no mundo a redução da velocidade foi problema”, diz Ronaldo Balassiano

Jornal GGN - É matemática. A redução na velocidade das marginais em São Paulo, adotada há duas semanas pela prefeitura da cidade, diminui os riscos de acidentes. Na teoria, a energia cinética em veículos varia com o quadrado da velocidade. Na prática, reduzir a velocidade de 90 para 70 km/h representa uma diminuição de 22% na velocidade, mas o impacto do choque cai para 40%.

“A gravidade de um acidente não é uma relação linear com a velocidade, mas sim exponencial. Ou seja, a energia cinética aumenta muito mais do que a variação de velocidade. E é a energia do choque que provoca a gravidade maior ou menor no acidente”, disse Lúcio Gregori, ex-secretário municipal de transportes de São Paulo, em entrevista ao Jornal GGN.

Gregori explicou que no exemplo de um acidente com um carro seguindo a velocidade de 32 km/h, dos pedestres atingidos 5% morrem, 65% sofrem lesão e 30% sobrevivem ilesos. Se a velocidade aumenta para 48 km/h, 45% morrem, 50% sofrem lesão e 5% sobrevivem. Com o dobro da velocidade inicial, a 64 km/h, quando morriam 5%, agora são 85% de mortos e 15% sofrem algum tipo de lesão. “Ou seja, quando a velocidade dobra, os acidentes ultrapassam. Tem um efeito imenso na realidade”.

O professor de engenharia de transportes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ronaldo Balassiano, lembrou que a redução da velocidade afeta diretamente na frenagem do automóvel.

“Se reduz a velocidade dos veículos, a distância de frenagem necessária é menor e, com isso, você tem mais facilidade de parar o carro e não causar um acidente. Com certeza, com a redução de velocidade, acidentes fatais devem diminuir, e diminuir bastante”, alertou Balassiano ao GGN.

Contudo, o professor lembrou que os dados de acidentes causados alteram com as condições das pistas. “Varia com o tipo de pavimento, se tem asfalto em boa qualidade, boa manutenção, se o asfalto está molhado, se é um dia de chuva. Existe uma relação entre a redução da velocidade e o número de acidentes. O que a gente não pode garantir é que esse número é preciso”, ressaltou.

Os especialistas descartaram a tese de aumento do congestionamento na cidade de São Paulo com a mudança nas Marginais Pinheiros e Tietê. Agora, os novos limites para o tráfego foram reduzidos de 90 para 70 km/h nas pistas expressas, de 70 para 60 km/h nas centrais e de 70 para 50 km/h nas vias locais.

Leia mais »

Média: 4.3 (16 votos)

Reflexões sobre o tempo

Por Miguel M

Comentário ao post "O tempo é uma ilusão?"

De passagem, por aqui, achei o post instigante e resolvi fazer algumas reflexões sobre esta entidade simultaneamente simples e complexa que conhecemos como tempo.
 
Segue, abaixo, o resultado dessa reflexão que, não pode ser muito elaborada e precisa devido à pressa. Agradeceria, portanto, comentários construtivos:
 
O tempo é uma abstração concebida pelos seres humanos, embora tanto animais, inclusive humanos, como plantas possuam relógios biológicos naturais.
 
Ao contrário dos humanos, cujo conceito de tempo é elaborado pelo seu sistema neuronal, os relógios biológicos de animais e de vegetais dispensam esse processo, normalmente identificado com a atividade cerebral.
 
O tempo, como abstração universalmente conhecida, só pode existir em um universo dinâmico. Em um universo estático nem mesmo a existência da vida seria possível.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

O tempo é uma ilusão?

Enviado por Gomes Tobias

Autor desconhecido

Também publicado em Epoch Times

Nós tendemos a acreditar que o destino não é fixo e que todo o passado desaparece no esquecimento, mas poderia o movimento ser uma mera ilusão? Um renomado físico britânico explica que em uma dimensão especial, o tempo simplesmente não existe.

“Se você tentar agarrar o tempo com as mãos, ele estará sempre deslizando por entre seus dedos”, disse Julian Barbour, físico britânico e autor de “O fim do tempo: a próxima revolução na física”, em uma entrevista com a Fundação Edge. Embora esta afirmação poética ainda ressoe na sala, Barbour e o jornalista, provavelmente, não tenham qualquer ligação consigo mesmos um segundo atrás.

Barbour acredita que as pessoas não podem capturar o tempo, porque ele não existe. Mesmo isso não sendo uma teoria nova, ela nunca teve a popularidade que a teoria da relatividade de Einstein ou a teoria das cordas teve.

O conceito de um universo sem tempo não é apenas irresistivelmente atraente para um punhado de cientistas, mas tal modelo pode pavimentar o caminho para explicar muitos dos paradoxos que a física moderna enfrenta em explicar o universo.

Nós tendemos a pensar e perceber a hora de forma linear na natureza, curso que, inevitavelmente, flui do passado ao futuro. Esta não é apenas uma percepção pessoal de todos os seres humanos, mas também o contexto em que a mecânica clássica analisa todas as funções matemáticas dentro do universo. Sem esse conceito, ideias como o princípio da causalidade e nossa incapacidade de estarmos presentes simultaneamente em dois eventos começariam a ser abordadas a partir de um nível completamente diferente.

Leia mais »

Média: 3 (6 votos)

Os alarmistas estão recebendo o mesmo remédio amargo dos céticos

Por Rdmaestri

Quando há vinte anos se noticiava uma variação extrema positiva de temperatura, rapidamente “Aquecimentistas do Clima” iam para os jornais e noticiavam: “Olhem aí, mais uma evidência do Aquecimento Global Antropogênico”. Junto com a declaração num site pró AGA era trazida uma explicação de um cientista qualquer sobre a danosa influência do CO2 no clima da Terra.

Quando ocorria isto, os Céticos da influência do CO2, que na época eram poucos e desacreditados por argumentos ad hominem como “paus mandados da indústria do petróleo”, refutavam com um argumento científico que tanto os “Alarmistas científicos” como seus congêneres “Céticos” aceitam: TEMPO NÃO É CLIMA, e estes picos de alta temperatura poderiam representar variações naturais que podem ocorrer tanto em períodos quentes como frios.

Este argumento de que tempo não é clima, é um verdadeiro consenso entre qualquer climatologista ou meteorologista, ou seja, que para se configurar uma “Variação climática” é necessária uma deriva no valor médio de uma série de dados por um período de várias décadas. A Organização Meteorológica Mundial (World Meteorological Organization - WMO) de forma mais ou menos arbitrária estabelece um período de 30 anos para se configurar uma mudança de padrão de clima.

Leia mais »

Média: 3.5 (8 votos)

Maior tufão do ano deve atingir Fukushima amanhã

Jornal GGN – Amanhã (14), o Tufão Vongfong deve chegar à Central Nuclear de Fukushima. Para garantir a segurança, ou pelo menos minimizar o risco de acidentes, a operadora da usina instalou condutores na parte superior dos tanques de água contaminada, blindou e aumentou a altura dos diques para evitar que transbordem. Além disso, para evitar vazamentos, funcionários irão patrulhar as instalações de hora em hora. Esse deve ser o maior tufão do ano no Japão.

Fukushima se prepara para chegada de tufão

Da Agência Lusa

Editado por Denise Griesinger, da Agência Brasil

A Central Nuclear de Fukushima se prepara para a chegada do poderoso Tufão Vongfong, que chegou hoje (13) ao Sul do Japão. A previsão é que o tufão chegue à usina amanhã (14).

A operadora Tokyo Electric Power (Tepco) informou que instalou condutores na parte superior dos tanques que acumulam água contaminada, blindou e aumentou a altura dos diques para evitar que transbordem.

Leia mais »

Sem votos

Dilma terá mais tempo de TV que Aécio e Campos juntos

Jornal GGN - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quinta (10) a estimativa de tempo que os 11 candidatos ao Palácio do Planalto terão no horário eleitoral no rádio e na televisão. A presidente Dilma Rousseff (PT), que tentará a reeleição, lidera o ranking com 11 minutos e 48 segundos. Aécio Neves, candidato do PSDB, vem em seguida, com 4 minutos e 31 segundos. O terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, Eduardo Campos (PSB), terá 1 minuto e 49 segundos.

O restante do tempo de TV será dividido entre o PSC do Pastor Everaldo, que terá 1 minutos e 8 segundos; PV, de Eduardo Jorgen (1 minuto e 1 segundo); PSOL, da candidata Luciana Genro (51 segundos) e o PSDC de Eymael (47 segundos). Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) terão 45 segundos cada. Os tempos serão informados a todas as coligações em audiência pública na quarta-feira (16). A propaganda eleitoral começa no dia 19 de agosto. 

Leia mais »

Média: 3.7 (6 votos)

Brasil avança em matrículas de ensino em tempo integral

Enviado por Pedro Penido dos Anjos

Do Tosos Pela Educação

Brasil avança em matrículas de ensino em tempo integral

Em um ano, o Brasil criou cerca de 1 milhão de vagas em Escolas de tempo integral no Ensino fundamental. De acordo com o Censo Escolar da Educação básica 2013, divulgado ontem, as matrículas nesse ciclo atingiram 3,171 milhões em todo o país no ano passado - 3,079 milhões em Escolas públicas. O número representa avanço de 45% sobre o registro verificado em 2012.

Em pronunciamento a jornalistas em Brasília, o ministro da Educação, José Henrique Paim, disse que o crescimento reflete investimentos de Estados e municípios e também do próprio governo federal. "Nos últimos quatro anos temos repassado anualmente R$ 2 bilhões pelo programa Mais Educação para ampliação e abertura de Escolas de período integral estaduais e municipais", disse Paim.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Novo protocolo propõe reduzir tempo de tratamento para crianças com HIV

O Ministério da Saúde colocou em consulta pública a proposta de um novo protocolo de tratamento de crianças e adolescentes com HIV. O documento pretende reduzir de seis para quatro semanas o tratamento com AZT (coquetel antiaids) para recém-nascidos de mulheres soropositivas que se trataram durante o gravidez.

As crianças cujas mães não foram acompanhadas durante a gravidez, além de tomar o AZT, deverão tomar três doses de Nevirapina. O protocolo também sugere que crianças de um a cinco anos, com carga viral de HIV superior a 100 mil, considerada alta, iniciem o tratamento. O protocolo ficará em consulta pública até 9 de março. A faixa etária considerada para o protocolo é de recém-nascidos até os 17 anos.

Para o infectologista presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Érico Arruda, a mudança é positiva, já que reduz o tempo de tratamento mantendo a eficácia, mas ele ressalta que grande parte das grávidas não tem acesso ao exame que detecta o vírus HIV no pré-natal, algo essencial para o tratamento precoce. Para o especialista, é possível reduzir a quase zero o número de crianças infectadas detectando o vírus da mãe no início da gestação. Leia mais »

Sem votos

O tempo disponível para leitura e reflexão chegou ao limite?


FOTO: Informação vs. Conhecimento; desenho que está circulando no Facebook.

Herton Escobar /  O Estado de S. Paulo

12.fevereiro.2014 08:00:09

Na era digital, informações não faltam. Abundam! Mas quem tem tempo de ler tanta coisa? Ou pior: Quem tem tempo de pensar sobre tanta coisa, estabelecer relações entre todas essas informações e aprender, de fato, alguma coisa com elas?

A pergunta vale tanto para quem passa o dia no Facebook lendo notícias dos amigos quanto para um cientista que passa o dia ligado em sites de ciência e lendo artigos científicos nas páginas de revistas especializadas, sejam elas digitais ou de papel. Temos muito mais acesso a informações hoje, sem dúvida. Não é preciso nem correr atrás delas; querendo ou não, elas chegam até você. Basta ligar o computador ou o celular. Mas será que estamos melhor informados do que antigamente? Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Gilberto Gil e as percepções do tempo

Enviado por Luiz Neves

 

Percepções acerca do Tempo na Literatura Musical de Gilberto Gil

  Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Tempo de deslocamento define o que é periferia ou centro

Milhares de brasileiros saíram às ruas no ano passado durante as jornadas de junho. Causas diversas e muitas vezes superficiais, mas que surgiram após um movimento reivindicatório antigo, pela tarifa zero. Os protestos realizados pelo Movimento Passe Livre (MPL) e outros movimentos populares das periferias são contra as catracas do transporte e, mais que isso, contra as barreiras para se usufruir a cidade.
 
Mas, mais do que o espaço a ser ocupado na cidade, é o tempo que define quem está dentro ou fora da festa urbana.
 
Um levantamento do jornal Estado de S. Paulo mostra que o tempo de deslocamento de casa para o trabalho é até 163% maior na periferia da capital paulista. Leia mais »
Sem votos