Caminhoneiros consideram ‘piada de mau gosto’ proposta de Bolsonaro

Landim, que é presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), forte liderança do movimento dos caminhoneiros, criticou as declarações do presidente de criar benefício de R$ 400 por mês.

Gervasio Baptista - Agência Brasil

Jornal GGN – Às portas de uma provável paralisação de caminhoneiros, o presidente Jair Bolsonaro avisou que os 750 mil profissionais receberão um auxílio para fazer frente ao aumento do combustível. Não disse nem como e nem onde. O líder dos caminhoneiros, Wallace Landim, rebateu a fala dizendo que o caminhoneiro não quer esmola, mas sim dignidade e quer que compromissos assumidos saiam do papel.

Landim, que é presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), forte liderança do movimento dos caminhoneiros, criticou as declarações do presidente de criar benefício de R$ 400 por mês. ‘Eu acho que foi uma piada que ele fez… ou será de verdade?’, perguntou ele, para depois afirmar que é uma piada de mau gosto.

O líder dos caminhoneiros, conhecido também por Chorão, tem histórico de apoio ao atual governo e já se reuniu em diversas ocasiões com o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, para tratar de demandas da categoria. Foi Landim quem se empenhou em debelar movimentos de greve no setor. Hoje, o discurso mudou.

Chorão afirma que a categoria quer algo concreto, não mais cortina de fumaça. Disse que a classe já deu 15 dias ao governo para propor algo de concreto, e nada veio. ‘Agradecemos pela piada do presidente, mas estamos num trabalho de unificação das pautas da categoria e a paralisação para o dia 1 de novembro está mantida, seguimos com a mobilização’, disse ele.

A greve geral está marcada para 1 de novembro motivada pela ameaça de falta de combustível e os seguidos aumentos de preço promovidos pela Petrobras. Landim afirma que a categoria não aguenta mais esperar já que tantas reuniões foram feitas e sem retorno.

Com informações do Correio Braziliense.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome