Em editorial, Band chama Eduardo Bolsonaro de irresponsável e Araújo de idiota

Jornal GGN – A Band, em seu editorial, não poupou o deputado federal e filho do presidente Eduardo Bolsonaro, em sua deplorável atuação em redes sociais contra a China. O menino afirmou em redes sociais que a China era responsável pela pandemia de coronavírus. O embaixador da China no Brasil reagiu e exigiu retratação. O Chanceler Ernesto Araújo entrou no circuito e, ao contrário do desejado, estragou ainda mais as relações do Brasil com a China. A situação chegou a um ponto tal que a Band, contumaz defensora do governo em curso, chamou os dois à responsabilidade.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

" Jornal GGN : ."

Ver comentários (14)

  • No mundo diplomático não existem manifestações pessoais, a manifestação do embaixador chinês no Brasil tem o aval da chancelaria e do governo chinês assim como a manifestação do chanceler Ernesto Araújo tem o expresso aval do presidente Jair Bolsonaro. Daí, concluirmos que esse é um governo de irresponsáveis e idiotas e não só Ernesto Araújo.

  • O mitre da band, aquele sempre de faca na boca contra o Grande Presidente Lula, está sumido e compartilhando o mesmo esconderijo do queiroz!

  • iidiotas e irresponsáveis.....sempre querem se prevalecer.....alguns....pela relaçao familiar...outros pela proximidade.......no final.......são o que são....idiotas irresponsáveis!!!!!

  • Nota da Embaixada da China no Brasil
    2020/03/20-Embaixada da República Popular da China no Brasíl

    Em 18 de março, o deputado federal Eduardo Bolsonaro fez acusações desfundamentadas anti-China no seu Twitter, atacando as medidas tomadas pelo governo chinês no combate ao COVID-19 e difamando o nosso sistema político. Estamos extremamente chocados por tal provocação flagrante contra o governo e povo chinês. Manifestamos nossa profunda indignação e forte protesto pela atitude irresponsável do deputado Eduardo Bolsonaro.

    Como deputado federal e figura pública especial, as palavras do Eduardo Bolsonaro causaram influências nocivas, vistas como um insulto grave à dignidade nacional chinesa, e ferem não só o sentimento de 1.4 bilhão de chineses, como prejudicam a boa imagem do Brasil no coração do povo chinês. Geram também interferências desnecessárias na nossa cooperação substancial. Tal comportamento é totalmente errôneo e inaceitável, veementemente repudiado pelo lado chinês. O Embaixador Yang Wanming já comunicou ao chanceler Ernesto Araújo a nossa posição solene. Temos pleno conhecimento da política externa brasileira com a China e acreditamos que nas suas linhas não houve qualquer mudança.

    Ao mesmo tempo, opomo-nos às difamações e insultos contra a China impostos por qualquer um e sob qualquer forma. A parte chinesa não aceitou a gestão feita pelo chanceler Ernesto Araújo à noite do dia 18. O deputado Eduardo Bolsonaro tem que pedir desculpa ao povo chinês pela sua provocação flagrante. O lado chinês defende sempre e de forma resoluta os seus princípios e jamais será ambíguo e tolerante com qualquer prática que afronte os seus interesses fundamentais. Esperamos que alguns indivíduos do lado brasileiro, na sua minoria, abandonem as suas ilusões e muito menos subestimem a nossa resolução e capacidade de salvaguardar os nossos próprios interesses.

    Ao longo do ano passado, com o esforço conjunto dos dois países, o relacionamento sino-brasileiro tem se desenvolvido de forma saudável e estável. O Presidente Xi Jinping e o Presidente Jair Bolsonaro efetuaram uma troca de visitas, conseguindo alcançar novos consensos sobre as relações bilaterais. O Diálogo Estratégico Global China-Brasil foi realizado com pleno sucesso, fazendo com que a nossa confiança política mútua fosse consolidada.

    Desde o surto do COVID-19, os nossos dois países têm mantido contatos estreitos e amistosos. O Presidente Bolsonaro manifestou a solidariedade para com o governo e povo chinês, razão pela qual o lado chinês agradece muito. Atualmente, de acordo com o pedido do Ministério de Saúde do Brasil, estamos ajudando o país a adquirir os materiais médicos mais urgentes da China.

    Ao longo do último dia, temos recebido apoio e solidariedade de todos os setores da sociedade brasileira. Ao manifestarmos a nossa gratidão, percebemos que os que atrapalham o desenvolvimento das relações bilaterais se limitam a uma minoria na população brasileira, enquanto a maioria esmagadora está em defesa da nossa fraternidade. Esperamos que o Itamaraty possa tomar ciência do grau de gravidade desse episódio e alertar o deputado Eduardo Bolsonaro a tomar mais cautela nos seus comportamentos e palavras, não fazer coisas que não condizem com o seu estatuto, não falar coisas que prejudiquem o relacionamento bilateral e não praticar atividades que danifiquem a nossa cooperação. Temos a certeza de que o Itamaraty certamente vai levar em consideração o quadro geral das relações sino-brasileiras e envidar esforço junto conosco para salvaguardar o ambiente favorável do nosso relacionamento.

    http://br.china-embassy.org/por/sghds/t1758489.htm

  • Não vou esquecer que a Band, capitaneada pelo histérico Datena, ajudou a eleger essa quadrilha de analfabetos.
    Não vou esquecer que os ruralistas, inimigos jurados da civilização, ajudaram a eleger essa quadrilha de idiotas.
    Não vou esquecer que quase 58 milhões de idiotas ajudaram a eleger essa quadrilha de imbecis.
    Nunca vou esquecer.
    Nunca vou perdoar.
    Qualquer brasileiro com um pingo de dignidade nunca deve esquecer, nunca deve perdoar e sempre jogar da cara dos responsáveis o que fizeram. Não ao perdão. Chega!

  • Nassif: os mais velhos ensinavam que quando as ratazanas começam a deixar a embarcação é que ela tá fazendo água. Esse grupo, de grande poder comunicativo e financeiro, é um dos coautores do golpe perpetrado pelos VerdeSauvas, desde aquela simulada "facada". Ele e uns tais, que sempre mamaram nas tetas do Estado, queriam só inutilizar o MelianteOperárioNordestino, de quem tinham urticária só por apertar-lhe a mão. Mas as benesses haveriam de continuar. E devem ter costurado com o pessoal das AgulhasNegras seus acordos de apoio e recebimentos de favores. Que não batem prego sem estopa. Ao que parece o andamento da carruagem saiu do controle e estão buscando motivos para saltarem do garanhão selvagem e indomável. Em outras palavras, cairam do cavalo. E agora estão, como Ricardo III, gritando aos quatro ventos --- "meu reino por um cavalo". Dai o editorial...

  • E comovente para os agentes da saúde diante desta epidemia, já que costumeiramente por estarem lidando com os casos piores, vão ver mais a mortos que a curados.

    > Enfermeiro fotografa impacto do coronavírus nos hospitais da Itália
    Todo mundo está nos chamando de heróis, mas eu não me sinto como um."
    Paolo Miranda é enfermeiro da unidade terapia intensiva (UTI) no único hospital de Cremona. Esta pequena cidade na região da Lombardia é o epicentro do surto do novo coronavírus na Itália — na cidade, 2.167 pessoas atualmente têm o vírus e 199 morreram. Como muitos de seus colegas, Miranda está trabalhando em turnos de 12 horas no último mês. "Somos profissionais, mas estamos ficando exaustos. Hoje, sentimos que estamos nas trincheiras — e todos estão com medo." Miranda costuma fotografar e decidiu retratar a drástica situação dentro da UTI em que trabalha. "Não quero esquecer nunca o que está acontecendo. Isso se tornará história, e, para mim, as imagens são mais poderosas que as palavras." Em suas fotos, ele deseja mostrar a força de seus colegas — e também sua fragilidade.

    https://www.bbc.com/portuguese/internacional-51970243

    > VÍDEO: As devastadores imagens de um hospital de ponta em Bergamo, na Itália, lutando contra o coronavírus

    https://www.diariodocentrodomundo.com.br/video-as-devastadores-imagens-de-um-hospital-de-ponta-em-bergamo-na-italia-lutando-contra-o-coronavirus/

  • Este é indicativo de que os principais setores que apoiaram em 2018, devem estar sentindo os efeitos da condução da politica de relações exteriores, que devem estar batendo nas negociações de novas exportações do agronegócio com a China e oriente médio.

    A Europa já parou, daqui a pouco vai parar os EUA.

    Os bolsonaros vão ficar isolados

  • Na quinta a CNN Brasil escondeu dos seus telespectadores a VERDADE sobre a crise criada por Bolsonaro e Araújo. Manipulou fatos e deu destaque às versões de Bolsonaro 03 e Araújo.
    Por outro lado, o Jornal da Cultura tratou o assunto de forma esclarecedora. Sacou a contradição ? Uma reduzida equipe faz melhor jornalismo do que um plantel bilionário...
    Será que a CNN vai se colocar como serviçal de Bolsonaro ? A troco de quê ?