Notas insólitas sobre Bozo, Globo, Moro et caterva (“E La Covid Va”), por Armando Coelho Neto

A grande frustração do golpe de 2016 é que a esquerda não reagiu com violência. Quem está promovendo arruaças são as milícias que apoiaram o candidato do golpe.

do filme E La Nave Va

Notas insólitas sobre Bozo, Globo, Moro et caterva (“E La Covid Vá”)

por Armando Coelho Neto

Não existe ninguém nesse país que possa dar um freio no Bozo? A pergunta que muitos fazem, já sabendo a resposta, tem surgido com frequência nas videoconferências pelo aplicativo Zoom, das quais tenho participado. Videoconferência é um nome pomposo para o que não passa de bate-papo.

Nota 1 – Esse não é, a rigor, um texto usual neste GGN. São notas insólitas e paradoxais fruto da resistência consentida, devidamente espionada pelo WhatsApp, Google e operadoras de celulares. Consentir revoltas, chorumelas e mimimis pode tornar nossa esquálida democracia limpinha e cheirosa, alinhada com os dominadores do mundo. Em pseudo respeito à nossa revolta, se permite que se armem milícias pró-Bozo, pró-fechamento do STF. E a esquerda que se atreva a criar a sua…

Nota 2 – A grande frustração do golpe de 2016 é que a esquerda não reagiu com violência. Quem está promovendo arruaças são as milícias que apoiaram o candidato do golpe. As forças de segurança, entre elas o Exército, não vão querer baixar o cacete em “patriotas” de meia tigela, com bandeiras americanas nas costas. Quem pode frear esse trem é a usina do golpe, mas ela continua tão escondia quanto o teste de Covid-19 do Bozo. Tão obscura quanto as queimas de arquivos esquecidas pela Justiça, que em tempos de pandemia só lembra de “julgar” Lula.

Nota 3 – Então não tem ninguém que preste nesse governo? Aves da mesma plumagem voam no mesmo bando. No desgoverno tem astronauta terraplanista, Jesus na goiabeira… Tinha um secretário da cultura que fez propaganda nazista, que foi substituído pela xendengue Regina Duarte. Aquela que recentemente deu um chilique depois de cantar “Pra frente Brasil”, com a mesma euforia que falou do pum do palhaço. Desde que assumiu a pasta, a xendengue passou a interpretar ela mesma. Tirou o cemitério das costas dela e jogou nas costas dos repórteres da CNN e de Maitê Proença que “foi desenterrada”.

Leia também:  Plano de vacinação contra covid-19 do Ministério da Saúde abraça apenas grupos de maior exposição

Nota 4 – Da gripezinha ao “E daí?”, quase doze mil pessoas já morreram de Covid-19, muitas enterradas em valas comuns, sem direito a velórios e despedidas. No período, expoentes das artes (escritas, plásticas, musicais) partiram sem pêsames oficial, enquanto o “presidente” Bozo comete crimes comum e de responsabilidade, agride instituições nacionais, governadores, jornalistas. O Major Curió – suspeito de assassinado, tortura e ocultação de cadáver na ditadura de 64 – foi recebido no Planalto. O comunista Moro/2022 foi expurgado e o novo “herói” nacional é Roberto Jefferson. Viva o convescote de empresários na Corte Suprema!

Nota 5 – Bozo samba na cova dos dez mil mortos. Enquanto faz isso, a TV Globo finge arrepios, se refestela na audiência da tragédia batendo no “presidente” que ajudou a eleger. Mas, vende a imagem dos capitalistas bonzinhos que ajudaram a eleger o Bozo. Ao cobrir as encrencas internacionais criadas pela equipe do Bozo, ouve ex-chanceleres (menos Celso Amorim, claro!) Nos demais temas, espaço para Bolsodória, para o governador do Rio Grande do Sul e Fernando Henrique Cardoso. Pago mico de voltar a assistir o Jornal Nacional. Aliás, a Globo está cheia de caras novas, muito parecidas com as antigas.

Nota 6 – Mas e a Folha de S. Paulo? Ah, a Falha! Cúmplice do golpe contra Dilma Rousseff, deu um tempo nas pesquisas com 3% de erro para baixo ou para cima. Bozo, a quem ajudou a eleger, vai bem obrigado. Ninguém sabia que somando dois mais dois daria quatro.

Nota 7 – O assassino que ateou fogo em morador de rua votou no Bozo; o homem que matou com tiro na cabeça a jovem engenheira no trânsito votou nele; o assassino do presidente do PSOL (em Xapuri) votou nele; as pessoas que chamaram o professor da Unesp de macaco votaram nele; os eleitores dos deputados que querem homenagear Pichonet também… Eis que todos que se parecem com esses votaram nele e os pastores estelionatários genocidas convenceram seus rebanhos de que dois mais dois dava 17. Bingo!

Leia também:  Coronavírus: Pelo menos 1.422.951 mortes foram registradas no mundo

Nota 8 – Mas, e a Justiça? Kkkk. Esqueceram do senador Romero Jucá (PMDB-RR)? Foi um grande acordo nacional com supremo com tudo. E o Exército (trumpista) monitorando o MST. Como ignorar que Morro/2022 pediu demissão às vésperas dos julgamentos virtuais do Lula? Em plena pandemia os tribunais reafirmaram as sentenças do Marreco de Maringá – aquele que sepultou a Constituição. Pobre de quem passou oito horas produzindo 15 páginas de coisa nenhuma! Como disse o Brasil 247, “A montanha pariu um rato”.

Arre!

Depois da videoconferência, entreguei essas notas a um amigo a quem trato como “Meus Botões”. O que você acha disso tudo? Ele respondeu: “Meu caro. Devolvo. Estou preocupado com a parcela sofredora, silenciosa e desconfortável da Sociedade que anseia por um “milagre”. Algo como a repercussão de um exame médico positivo (?) pra COVID19 do Bozo. Exame propositadamente omitido, devidamente escondido pelo Superior Tribunal de Justiça em voto público antecipado”. Como disse um polêmico jornalista, só faltou dizer para o chefe da AGU, manda pra mim que eu mato no peito. O que dirá o STF? Vai reafirmar sua fama de mau? De comunista?

Bom lembrar que o exame escondido da Nação pode ser mera futrica terraplanista. Mas também pode conter falsidade (material ou ideológica) a ser examinada à luz do Código Penal. O país pôde saber sobre quatro cirurgias – inclusive para correção de “hérnia incisional” resultante da encenação que deu erro (virou “facada”), na mais anedótica falha de segurança registrada nos manuais de polícias do mundo. Por que o exame sobre a Covid-19, não?

Meu amigo sonha com as descobertas escabrosas do Inquérito Judicial sobre as milícias digitais ou quem sabe com um vídeo sinistro da reunião pornográfica denunciada por Moro/2022. Mas a verdade é que nada mais escandaliza, e boa parte do poder deseja mesmo Bozo. Os evangélicos oram noite e dia por ele, enquanto as emissoras Record, SBT, Rede TV falam bem do Palhaço do Planalto, que já cooptou o “Centrão” que só pensa “naquilo” e quer ver o circo pegar fogo (só para cobrar mais caro eventual impeachment).

Leia também:  NTY: Uma mutação precoce tornou a pandemia mais difícil de parar

Resumindo, não é possível analisar o Brasil sob a perspectiva linear/elementar jurídica, política, pela lógica jornalística. Valem as leis desconhecidas da usina do golpe.

Nota final. Morrem um argentino e um chileno para cada cem brasileiros que perderam a vida, por conta da Covid-19. Nenhum paraguaio, nenhum uruguaio. Eles têm governo, nós não. Aqui só tem panelaço, notas de desagravo, carreata, aglomerações contagiantes (literalmente) promovidas pelo “presidente” da República. O Brasil caminha para se tornar o país com mais mortes no mundo. Sem plano econômico para o pós-pandemia, Bozo, que não é coveiro, convoca gente para churrascos e passeatas, dá voltas de Jet Sky… E, Lá Covid Vá!

Armando Rodrigues Coelho Neto – jornalista, delegado aposentado da Polícia Federal e ex-integrante da Interpol em São Paulo.

GGN revisita a trajetória de Moro em projeto inédito. Saiba mais aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

6 comentários

  1. Tudo o que foi escrito deriva de duas grandes epidemias (não exclusiva do Brasil pois é observadas em outras pseudodemocracias):
    1) O temor que o Supremo demonstra frente a um general qualquer. (Ou no Brasil será do cabinho e do conscrito?)
    2) A picaretagem e ganância de grande parte do Congresso, hoje subdividido em facções que teimam em se rotular como “bancadas ideológicas”.

    E flutuando de jet-ski sobre 10mil cadáveres, o incompetente bozo, um insano capaz de juntar uma patotinha escrota (me lembrou a turma da zona norte da revista do Bolinha) para invadir o supremo, zurra que esta pandemia, antes uma “gripezinha”, não passa de neurose. Afinal, vale tudo para manter sob tapete as pesadas suspeitas sobre ele e filhos. Contudo, bozo deve ter cuidado pois o seu patrao, Trump, que carrega 50.000 mortos na corcunda, poderá nao gostar destas simplificações.

  2. Uma notícia boa – as igrejas evangélicas/pentecostais perderam 90% do poder de receita/roubo, aquele assalto á população que sempre ficam às entrelinhas…

  3. Isso Armando Rodrigues Coelho Neto.
    VC falou tudo agora…

    Eu já estou beirando a descrença total, pois os GOLPISTAS SEGUEM como se não estivesse acontecendo nada, incluindo ai o STF e T U D O. Só Blá blá blá blá… parece até um concurso para ver quem aparece mais… e a Globosta aparecendo mais pq mexeram no Bolso dela!

    ATÉ QUANDO VAMOS AGUENTAR ESSE BOZOVÍRUS?

    RÁPIDO mesmo só O PROCESSO do #Lula para condenar em tempos de Pandemia e do Isolamento Social!!!!!!!

    Cadê o Processo da SUSPEIÇÃO DO MARRECO DE MARINGÁ?!
    O STF não vai julgar?! pois só BLÁ BLÁ BLÁ…

    TÔ CHEIAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    RECORTEI….
    Nota final. Morrem um argentino e um chileno para cada cem brasileiros que perderam a vida, por conta da Covid-19. Nenhum paraguaio, nenhum uruguaio. Eles têm governo, nós não. Aqui só tem panelaço, notas de desagravo, carreata, aglomerações contagiantes (literalmente) promovidas pelo “presidente” da República. O Brasil caminha para se tornar o país com mais mortes no mundo. Sem plano econômico para o pós-pandemia, Bozo, que não é coveiro, convoca gente para churrascos e passeatas, dá voltas de Jet Sky… E, Lá Covid Vá!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome