Xadrez de Temer no xadrez, por Luis Nassif

 

Ao deter uma das acionistas do grupo Libra, finalmente Ministério Público Federal e Polícia Federal bateram em um dos mais antigos sistemas de corrupção da República, umbilicalmente ligado a Michel Temer, Eduardo Cunha e seu grupo.

Capítulo 1 – a entrada da Libra do porto de Santos

Em 1998, o grupo Libra arrendou a área do Terminal 35 da Ponta da Praia. Apresentou uma proposta imbatível, a ponto da segunda colocada entrar na Justiça, argumentando que os valores apresentados eram inexequíveis.

O jogo consistia nisso. Primeiro, conseguiu entrar. Logo em seguida, passou a contestar as faturas do arrendamento. Alegava que o terreno recebido era menor do que o previsto no edital de concessão, e que a linha férrea não havia sido removida, além de faltar profundidade nos berços de atracação.

Capítulo 2 – a jogada da anistia

Foi acumulando dívidas. Em 2001, estimava-se o valor da dívida em R$ 700 milhões.

Em agosto daquele, o Ministro dos Portos Pedro Britto propôs um acordo, fixando a dívida em R$ 120 milhões. Por ele, a Libra se comprometeria a quitar R$ 71 milhões da dívida em até 12 meses, com correção monetária. O acordo não avançou.

O caso foi sendo empurrado até que, em 2005, o ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) Paulo Vieira, tentou promover uma anistia para a Libra. Com Danilo de Camargo, presidente do Conselho de Administração da Codesp, Vieira acertou uma Nota Técnica visando embasar um aditivo no contrato da Libra, que significaria praticamente uma anistia, que perdoaria 85% da dívida de R$ 120 milhões.

Leia também:  Ascensão e queda do clã Bolsonaro, por Fábio de Oliveira Ribeiro

A identificação foi possível depois de um auditor do TCU (Tribunal de Contas da União) ter denunciado Vieira, por encomendar um parecer de R$ 300 mil beneficiando uma das empresas.

Os padrinhos políticos da Libra eram o então presidente da Codesp, José Carlos Mello Rego, indicador pelo deputado Valdemar Costa Neto (PR) e apoiado pelo Ministro dos Transportes Alfredo Nascimento (PR). Vieira atuou com base em Nota Técnica do então presidente do Conselho de Administração, Danilo de Camargo.

Mas o tutor maior, o grão-duque do porto de Santos desde os anos 90 era Michel Temer.

Rego chegou a assinar um aditivo, pelo qual a Codesp reconhecia demandas duvidosas da Libra. Mas a jogada não passou devido à resistência de três diretores da Codesp, que ameaçaram pedir demissão.

Sete anos depois explodiu a Operação Porto Seguro, quando um auditor do TCU (Tribunal de Contas da União (TCU) denunciou Vieira por ter feito uma proposta de R$ 300 mil por um parecer visando beneficiar a Tecondi, outra arrendatária do porto.

Capítulo 3 – a jogada da arbitragem

Em 2013, é deflagrada uma nova operação visando livrar a Libra, a Lei dos Portos (12.815), de 5 de junho de 2013. Havia uma corrida contra o tempo, uma jogada para prorrogar o prazo de vigência dos contratos por 20 anos. Aproveitando o projeto de reforma do porto, Libra planejava integrar seus quatro terminais (T-33, T-34, T-35 e T-37).

No artigo 62, a lei previa que concessionária inadimplentes não poderiam ter os contratos prorrogados. Mas, no parágrafo 1º, introduzia uma nova saída:

Leia também:  FIESP e a tragédia das entidades patronais brasileiras, por Andre Motta Araujo

§ 1o  Para dirimir litígios relativos aos débitos a que se refere o caput, poderá ser utilizada a arbitragem, nos termos da Lei no 9.307, de 23 de setembro de 1996.      (Regulamento)

Imediatamente, Libra aderiu à tal arbitragem. Bastou a manifestação de desejo para que, em setembro de 2015, a Secretaria dos Portos, prorrogasse o contrato de exploração da Libra por 20 anos, até 2015.

O argumento é que a Libra havia chegado a um acordo com a Codesp sobre seus passivos. Ela se comprometia a desistir das ações que questionavam o pagamento na Justiça para resolver o caso mediante procedimento arbitral.

Na ocasião, o valor das dívidas da Libra chegava a R$ 1 bilhão. Esperava-se que a decisão arbitral saísse em dois anos. Mas, sem cobrar a dívida, a Codesp ofereceu a arbitragem à Libra.

Se a Procuradora Geral da República Raquel Dodge quiser mais detalhes sobre a arbitragem na nova Lei, poderá obter do ex-Advogado Geral da União Luís Ignácio Adams detalhes sobre a insistência do ainda vice-presidente Michel Temer, em arrancar posições da AGU.

Capítulo 4 – os jogos de postergação

“A antecipação do contrato foi feita mediante salvaguardas jurídicas importantes. O que for decidido na arbitragem terá de ser cumprido pela empresa, sob pena de rescisão contratual”, afirmou o ministro Edinho Araújo (MDB-SP), um ex-prefeito de São José do Rio Preto estritamente ligado a Temer.

Na época, o advogado especializado Carlos Augusto da Silveira Lobo, em artigo no site Migalhas,  apontava a falta de transparência do decreto. Omitia a nomeação dos árbitros, a indicação do local em que seria proferida a sentença, indicava a matéria objeto de arbitragem em um anexo que não foi publicado.

Leia também:  O credo de Paulo Guedes e suas encíclicas ultrapassadas, por Albertino Ribeiro

Ficava claro que era uma jogada para terminar os litígios judiciais, permitindo à Libra prorrogar seus contratos.

Depois anos depois de firmado o acordo, a Codesp sequer havia devido a empresa que faria sua defesa na corte arbitral.

Questionada sobre a demora  pelo jornal santista “A Tribuna”, a Codesp atribuiu “aos trâmites legais imprescindíveis para a conclusão do processo.

Capítulo 6 – desdobramentos políticos

A nova operação bateu no centro do esquema de corrupção de Michel Temer. Vai-se investigar até reformas em casas de suas filhas. Sugere-se que investiguem a compra de mobiliário para as casas, que consumiu pequenas fortunas.

Assim como Eduardo Cunha, Temer, Padilha, Moreira pertencem à nobre linhagem dos suspeitos mais óbvios da República.

É cedo para se analisar os desdobramentos políticos do caso. Melhor aguardar os próximos dias, para avaliar melhor até onde a operação conseguirá chegar. É possível que se consiga Temer atrás das grades ainda no primeiro semestre de 2019. Todas as provas estão distribuídas em vários processos e inquéritos. É só questão de recolher e consolidar.

O preço é que, se conseguir pegar o cappo dos cappi, o MPF e a PF irão ampliar o nível de arbítrio atual.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

76 comentários

  1. Saidas

    Se fosse o Temer me candidataria a Deputado Federal, ao senado é riscoso.

    O foro privilegiado não deve cair.

    Ou então, proporia a todos os candidatos a presidente apoio do mdb em troca de uma nomeação para ministro.

    O problema é que o partido tem muito bandido e não da para contemplar todos.

    A solução mais plausível é o cancelamento das eleições e ele “preso” no mandato, como um presidente de regime parlamentarista..

    O MDB vai jogar todas as suas fichas nessa última alternativa. 

    A suspenção das eleições são o seu salvo conduto.

    • Na última eleição

      Na última eleição legislativa que disputou, Temer foi o último colocado eleito pelo PMDB de São Paulo. Sempre foi ruim de voto. Nem pra federal ele vence!

    • Meu temor é que Temer se

      Meu temor é que Temer se articule com a ala golpista das FFAA propondo-lhes o comando desde que ele seja mantido como ditador civil decorativo. Anda falando muito na tal “centralização”, esse fi de uma égua.

  2. Xadrez do xadrez!
    Xadrez do xadrez! Sensacional!

    Vai se candidatar ao parlamento, como o Richa.

    A vida dele é arranjar, conspirar, se proteger. Não sobra mesmo tempo para ações executivas.

  3. Olá, Nassif.
     
    Acho que vale

    Olá, Nassif.

     

    Acho que vale a pena fazer um Xadrez (você deve ter fontes melhores que eu) sobre Temer, as atividades portuárias de seus amigos, a expansão da milicia e a guerra contra o tráfico de drogas.

    Além disso, essa relação está no Xadrez pessoal dele em decidir se vai ou não dar o golpe no golpe e jogar as eleições pra lá.

    “clima de terror, violência,etc”e a tentativa das forças ocultas, pro assim dizer, de tirar ele do poder( porque embora ele seja um homem pequeno, e dê motivos pra ser impedido, estão de fato tentando o golpe nele, também com a ideia de não ter eleições, alias).

    Todos os caminhos estão levando ao adiamento das eleições.

    Um abraço.

  4. De Míriam Leitão, hoje 29/03/18

    Prisões provam que Temer não está blindado e reforçam operação anticorrupção

    “As prisões de hoje mostram que o foco da Lava-Jato nunca foi um partido ou uma tendência política, mas sim a corrupção. Mostram também que o presidente Michel Temer pode ter conseguido livrar-se no Congresso de duas denúncias feitas pela Procuradoria-Geral da República, mas não se blindou contra as investigações.”

    De fato, O (P)MDB não está blindado, mas isso não quer dizer que o foco da Lava Jato não seja seletivo em relação a uma tendência política.  Tucanos de alta plumagem continuam blindadíssimos. Quem diria o poder do IBAMA?

    Já, Michel Temer parece ter sido rifado por todos seus potenciais aliados e virou cachorro morto.

    (Tentei comentar o post de Míriam Leitão mais cedo, mas devo ter feito algo errado e ele não saiu. Espero acertar agora.)

     

  5. Quem sabe do

    Quem sabe do temerista-golpista-ladrão e o porto de Santos é o jornalista Hélio Fernandes que, ainda nos anos 90, dia sim, dia também, publicava reportagens sobre os trambiques temeristas naquele porto. Nunca (NUNCA) o mpfezinho da vida “viu” nada naqueles trambiques. Precisou o vampirão virar presidente-ilegítimo para chegarem nele…

    Por essa e tantas outras trambicagens é que não haverá eleições em 2018. O temerista-golpista-ladrão não pode renunciar para tentar outro cargo (vai pra cadeia direto), jamais se elegerá (já que nunca foi eleito) e irá pra cadeia na saída do palácio.

    Combinar com a milicada e a globosta é estalar os dedos.

    Já o stfezinho de meia pataca não mete medo em ninguém, né caro Lewando, que preferiu servir de estafeta ao Renan do que presidir o sórdido, viciado e acumpliciado processo contra a Dilma.

     

  6. É teoria ou prática conspiratória, Nassif?
    Nassif, é teoria ou prática conspiratória ver a Globo afirmando que Rachel Dodge pediu a prisão de José Yunes , um dos cinco amigos capazes de incriminar Michel Temer que foram presos ontem, por determinação do agora “iluminista” ou “intelectual demiurgo” ministro Luiz Roberto Barroso, justamente à véspera do STF avalizar a prisão ou perda dos direitos políticos de Lula? Da mesma forma, como acreditar que o ministro Luiz Fachin solicitou reforço na segurança de sua família, residente na “perigosa” Curitiba repleta de forças contrárias à sua missão de garantir que o juiz Sérgio Moro determine a sentença condenatória e prisão do ex-presidente, sem que esse magistrado e demais integrantes da Operação Lava Jato façam o mesmo e se refugiem em “bunker” à prova de represálias ou atentados? Como entender a tranquilidade de Michel Temer e de um mercado financeiro em alta ontem, justamente quando os quatro porcentos de aprovação de Temer correm o risco de diminuir ainda mais, se o coronel João Batista Lima tiver de provar como conseguiu se tornar mega-milionário dono de uma empresa, Argeplan, capaz de “vencer” uma concorrência de R$ 163 milhões para obras em Angra-3 e, sempre desde que Temer foi secretário da segurança e procurador-geral de Montoro em 1984, constituir até uma multinacional (a Langley Trade) domiciliada no paraíso fiscal uruguaio, além de adquirir imóveis ultra-valiosos como o apartamento de 500 metros quadrados em que mora no Morumbi e a fazenda de 1500 hectares em Duartina – tudo isso com o salário de coronel aposentado da PM paulista, R$ 25.000 mensais. E, claro, dos negócios com as Docas de Santos, sob o controle desse Temer que nomeou Rachel Dodge procuradora geral da República há seis meses e agora se vê às voltas com a Operação Skala por ela reativada. Será que tudo isso faz parte de um cenário destinado a tornar a prisão de Lula mais aceitável e logo em seguida tudo volta ao normal – as denúncias engavetadas e os indiciados livres e candidatáveis – ou a conspiração das conspirações ainda nos reserva mais jogadas imprevisíveis e inauditas?

    • “As prisões de hoje mostram

      “As prisões de hoje mostram que o foco da Lava-Jato nunca foi um partido ou uma tendência política, mas sim a corrupção.”

       

      Essa frase legitima seu questionamento. Esse pessoal é ardiloso e com enorme déficit de caráter. Também não vejo a menor possibilidade de eleições com Lula candidato.

  7. Não tem xadrez nenhum.a

    Não tem xadrez nenhum.a atitude da PGR de  prender os amigos de Temer é só chantagear Gilmar Mendes: ou Lula ou Temer.

  8. a atitude da PGR de  prender

    a atitude da PGR de  prender os amigos de Temer é só chantagear Gilmar Mendes: ou Lula ou Temer.

  9. Xadrez de Temer no xadrez

    não se procure mais qualquer resquício de racionalidade, pois já não há nenhuma no capitalismo de desastre, restando apenas o caos. um caos com dinâmica própria, no comando dele mesmo.

    vivemos o mais perigoso dos tempos, a queda de um império, o mais poderoso império que já existiu: o Imperium do Caos.

    a cada visita do Bom Boi Barroso ao matadouro do Wilson Center e do Atlantic Council, novos lances são recebidos, as cartas são novamente embaralhadas e as peças remexidas.

    mas pouco importa. nenhuma jogada magistral, nenhum gambito genial, apenas truques medíocres de jogadores sem qualquer talento, incapazes de fazer avançar o jogo além de previsíveis espasmos terminais de um cadáver que se recusa descer ao sepulcro.

    quem matou Marielle? o que pretendiam? interceptada num trecho cego, sem câmeras, alvejada por uma rajada de 9mm, com supressão de ruído, em trajetória levemente descendente em diagonal.

    Zion e seus estudantes de arte, hippies de kibutz experts em armamento automático, festejando alegremente a queda das Torres Gêmeas, o ritual inaugural de uma Nova Ordem, simetricamente oposto ao ocaso dos mil anos de glória, com os derradeiros sacrifícios do Führer ao ordenar a inundação do metrô de Berlim.

    Because I’m not watching Game of Thrones. I’m watching History write itself and it’s the most thrilling, exhilarating, troubling, terrifying, evocative meta-story that’s ever been written; and it’s happening right here, right now, in real time.

    Roma está em chamas. e a Terra Prometida do Eldorado de hy-Brazil precisa ser subjugada.

    p.s.: enquanto isto, a leitura dos comentários como sempre não deixa dúvidas: a Ex-querda e o Lulismo, como não, continuam hipnotizados pela psi-op Lula  capturando toda a vitalidade de um inteiro país para continuar orbitando em torno de falsas questões.

    .

      • Xadrez de Temer no xadrez

        -> Deixe a política para os imersos na matrix e atenha-se à realidade dos fatos.

        -> Você tem potencial.

        ok! mas ou é matrix ou é “realidade dos fatos”. sendo que a “realidade dos fatos” na verdade é  a Matrix.

        e a Matrix está irremediavelmente comprometida. dados sem integridade. inúmeros blocos de código estão danificados. bugs por toda parte. algoritmos obsoletos.

        como sempre, agradeço suas observações.

        apesar de minha infinita boa-vontade, e devido ao ambiente de óbvio, declarado, assumido e irrecuperável fanatismo reinante neste Blog, tenho sido severamente aconselhado a reavaliar minha participação por aqui.

        lamento profundamente que o caminho que tenham escolhido para a superação dos erros e o definitivo adeus às ilusões seja o do sofrimento atroz, inclusive pessoal. mas, ainda assim, é um caminho, apesar de feio, longo e difícil.

        .

         

        • É impossível deixar essa passar…

          “…apesar de minha infinita boa-vontade, e devido ao ambiente de óbvio, declarado, assumido e irrecuperável fanatismo reinante neste Blog…”

          EU NÃO SEI O QUE FOI PIOR:

          O ATAQUE DE NARCISIMO À RESPEITO DA “BOA VONTADE INFINITA”, SEJA LÁ O QUE ISSO SIGNIFIQUE… DEVE SER BOA VONTADE EM ATACAR O “LULISMO”, ATACAR O “EX-QUERDISMO” OU A BOA VONTADE EM DEFENDER SEUS LÍDERES INFALÍVEIS.

          …OU A OFENSA ABERTA AO BLOG E SEUS USUÁRIOS. OFENSA ESSA POR FAZEREM AQUILO QUE VOCÊ FAZ MAIS DO QUE NINGUÉM!

          VOU EXPLICAR PELA MILÉSIMA VEZ:

          1-DEFENDER LULA DE ABUSOS OU DEFENDER O LEGADO DO GOVERNO LULA E DA ESQUERDA BRASILEIRA CONTRA ESSA DIREITA FASCISTA E MONOPOLIZANTE NÃO É SER “LULISTA”. DA MESMA FORMA QUE DEFENDER A IMPORTÂNCIA DO MARXISMO NÃO FAZ NINGUÉM COMUNISTA, OU DEFENDER A IMPORTÂNCIA DE CHURCHILL NÃO FAZ DE VOCÊ UM LIBERAL… ETC.

          2-NINGUÉM AQUI DEFENDE “FANATISMO” MAIS DO QUE VOCÊ, QUE USA ESSE ESPAÇO PARA MARTELAR SEU MANTRA DOGMÁTICO E ATACAR QUALQUER PESSOA QUE DISCORDA DELE.

          3-TENTAR PARECER “VÍTIMA DOS FANÁTICOS” SÓ TE FAZ PARECER BOBO E COVARDE. MAIS UMA VEZ VOCÊ EXPÔS SEU TEXTO AQUI ATACANDO OS USUÁRIOS DO BLOG SEM NENHUM MOTIVO. EM TODOS SEUS TEXTOS VOCÊ FALA EM “SEITA”, “FANATISMO”, “MATRIX”, ETC… COMO SE FOSSE O “ESCOLHIDO”… MOSTRANDO O CAMINHO PARA NÓS… OS FANÁTICOS… ACORDA, CARA! SE ENXERGA!

          4-PRA COMPLETAR VOCÊ JÁ UTILIZOU ESSE ESPAÇO PARA BAJULAR DE FORMA CARICATA FREIXÓ E BOULOS… ALGO RIDÍCULO PARA QUEM ACUSA OS DEMAIS DE FANATISMO… CHEGA A SER IMPOSSÍVEL TE LEVAR A SÉRIO.

           

          POR FIM GOSTARIA DE DEIXAR CLARO QUE JAMAIS FUI PETISTA, MUITO MENOS LULISTA… ALIÁS, EU ERA MUITO A FAVOR QUE LULA NEM RETORNASSE À POLÍTICA… PORÉM, DIANTE DO GOLPE E DA PERSEGUIÇÃO EU CONSIDERO QUE É A OBRIGAÇÃO DE QUALQUER PESSOA QUE SE DIZ DE ESQUERDA DEFENDER LULA, ATÉ POR QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA. QUEM NÃO ENXERGA ISSO DEVE TER ALGUM BLOQUEIO MENTAL! EU PARTO DO PRINCÍPIO QUE A MAIORIA AQUI PENSA EXATAMENTE COMO EU.

          ALIÁS, ATUALMENTE EU DEFENDO ATÉ CUBA, CHÉ E KARL MARX… COISAS QUE NEM PASSARIAM PELA MINHA CABEÇA 5 ANOS ATRÁS.

          USAR ESSE ESPAÇO PARA REPETIR O DISCURSO REINANTE NA GLOBO/VEJA/JOVEM PAN, DE DEMONIZAÇÃO DE LULA É UM TIRO NO PÉ! SE QUISER MESMO FAZER ISSO ACHO QUE VOCÊ TEM MUITO ESPAÇO NAS PÁGINAS DO MBL, BLOSONARO, VEJA, GLOBO, ISTOÉ…

        • Arkx
           

          A realidade dos fatos, na qual você esbarrou no primeiro comentário é que política não tem partidos e seu único objetivo é o poder.

          Tomar partido é ser enganado. O único norte que nos resta é a nossa consciência do que seja certo ou errado e do que idealizamos como vida digna.

          Para entender esse cipoal em que estamos envolvidos, temos que seguir os rastros dos poderosos e de seus bens que na verdade são de todos, mas usurpados por eles.

          Temos que fazer uma pesquisa histórica do poder e ver como ele se repete, sempre do mesmo jeito, sempre nas mesmas mãos, com os mesmos métodos.

          E não esmoreça a sua participação é muito mais importante talvez, que a minha ou a de muitos.

  10. A única certeza que temos é

    A única certeza que temos é que essa operação não tem nenhuma relação com o combate a corrupção.

    Trata-se de uma denúncia muito antiga.

    Além disso, há uma luta dentro do STF entre entre duas frações golpistas.

    Uma nacional, representada pelo PMDB e PSDB, capitaneada pelo GM no Supremo, e outra internacional, representada pelo Barroso, Globo, parte da PGR e o Departamento de Estado Americano.

    O golpe necessita ser aprofundado, com ampliação da venda do Pré Sal, reforma da previdência, etc. O PMDB com sua capilaridade no tecido nacional, prefeituras do interior, pequenos e médios empresários nacionais representa um empícilio. O caminho é colocá-los na cadeia, junto com o Lula e outros que tentarem impedir esse avanço do capital internacional sobre os recursos naturais, ativos e direitos previdenciários da população.

    • Prefeito caiu pq recebeu propina e não entregou o prometido

      Aconteceu em uma cidadezinha do interior. Um prefeito caiu (assassinado, no caso) porque recebeu dinheiro para favorecer um vereador empresário e não cumpriu a promessa de favorecimento.

      Acho que Temer cai (mas não vai preso) porque já deu o que tinha que dar e agora vira estorvo. E não entregou a reforma da previdência aos financiadores do golpe. O pré-sal ele vai leiloar no próximo dia 6 de junho.

      Não acredito em nenhuma resistência do PMDB à venda do Pré Sal e reforma da previdência (salvo o oportunismo de esperar a eleição passar).

  11. Tomamos conhecimento de uma

    Tomamos conhecimento de uma decisão do judiciário e última coisa que pensamos é que ela foi tomada visando a justiça. Começamos a supor todo tipo de objetivo, menos o de se fazer justiça, combater a corrupção e punir os corruptos. Ou seja: a credibilidade do judiciário esvaiu-se pelo ralo.

  12. Gentem

    Ainda existe em aberto a possibilidade do STF anular o impeachement da Dilma.

    Temer já não tem mais o que negociar com o congresso (ou tem?)

    Sua candidatura parece que solou, sua reputação ilibada está mais para re puta ação.

    Ou ele renuncia ou vira morcego porque deitado no esquife ele já está.

    Estão se configurando opções esquisiiitas….!!!!

     

     

    • O golpe foi com STF e tudo.

      O STF age conforme sopram os ventos do “mercado”, tendo a Globo como porta-voz. O STF só anularia o impeachment se os tiros na caravana tivesse matado Dilma. Aí Temer seria finalmente “legítimado”.

      • O bode na sala
         

        Não sei, tenho a impressão de que estão querendo criar um tumulto político-social que tornaria o país ingovernável.

        Sabe aquela estratégia da “action-reaction-solucion”?

  13. Um elo interessante

    Qual foi a banca de advogados contrata (sem licitação) para a arbitragem???

    Resposta: Nelson Wilians & Advogados Associados

    ​LinK: https://www.cartacapital.com.br/revista/912/o-porto-inseguro

    Agora, aqui no GGN:

    “Na foto publicada por Rosangela Moro no Instagram também aparece a amiga Sandra Comodoro, advogada e sócia diretora do escritório Nelson Wilians & Advogados Associados, uma das maiores bancas de advocacia do Brasil, com sede em Curitiba”

    Link: https://jornalggn.com.br/noticia/a-mulher-de-sergio-moro-as-empresarias-do-parana-e-o-psdb-mulher

     

  14. Temer não entregou a reforma da previdência

    A essa altura dos acontecimentos, não é possível, a qualquer um que faça análise política, julgar que estes fatos de hoje são alguma forma de “combate à corrupção”. É, atécerto ponto, cômico, ler o texto de Nassif e concluir que Barroso está querendo fazer tal tipo de coisa. Temer não entregou a reforma da previdência, até agora. Está vindo a conta. Ano passado, em maio, ele resistiu e derrotou os pedidos de impedimento, por duas vezes. Entregou a reforma trabalhista. O que será agora? A Eletrobrás, é certo. A Caixa, por que não?

  15. O final do post do

    O final do post do Observador1 foi na “mosca”….Só precisava ser afirmativo, ao invés de interrogativo.

    Será que tudo isso faz parte de um cenário destinado a tornar a prisão de Lula mais aceitável e logo em seguida tudo volta ao normal – as denúncias engavetadas e os indiciados livres e candidatáveis – ou a conspiração das conspirações ainda nos reserva mais jogadas imprevisíveis e inauditas?

    Isso tudo é pura encenação, assim como as ameaças do caso Fachin News, para tentar demonstrar uma pretensa isenção no “combate à corrupção” (que, assim, atingiria a todos os partidos) e tentar convencer os Ministros do STF ainda reticentes (principalmente, a “coitadinha” da Rosa Weber…) sobre a inconstitucionalidade da prisão após condenação em 2ª instância, de modo que a situação seja mantida do “jeito que está” para permitir a prisão do Lula. Afinal, a prisão é temporária por 5 dias e, coincidentemente, o prazo termina um dia após a sessão do STF no dia 04, quando os “amiguinhos” do Temer serão soltos e nunca mais se ouvirá falar desse assunto ….

  16. Dizem que essa operação
    Dizem que essa operação contra o Temer só aconteceu por causa de picuinhas, brigas internas no STF.

    Todos sabem que Gilmar Mendes é parceiro do Temer. Tiveram varios encontros na madrugada,na moita. Desde a época do impeachment.

    Barroso e Gilmar não se bicam, todos sabem.Uma forma do Barroso atingir o Gilmar foi através do Temer.

    Talvez se não fosse por isso, Temer e sua gangue continuariam roubando .

    Quanto tempo Barroso está no STF. Por que só agora resolveu investir contra o
    Temer. Muitos sabiam das armações do Temer no Porto de Santos. Por que não foi investigado antes. Não acredito que tenho sido só agora por causa da delação do Loures, o homem da mala.

    STF usa de politicagem na escolha dos seus desafetos. Só não entendo porque não agem assim com os tucanos.

    O que tem roubo e corrupção dos tucanos para se investigar, é uma grandeza.
    Se resolvessem investigar as falcatruas e armações dos tucanos, teriam trabalho para os próximos 30 anos. Cada ano seria descoberto um escandalo de diferente.

    • Foi coisa do Barroso com

      Foi coisa do Barroso com certeza. E digo mais, com a bênção da Globo, de quem ele é garoto de recados. Pelo visto a trégua que os Marinhos deram ao Temerário acabou. Talvez eles queiram mais grana do governo.

      • Tem algum enigma nessa
        Tem algum enigma nessa história.
        Esses caras são pro-ativos. Tem alguma jogada pra frente que ainda não está bem clara.

        A Globo não iria descartar o Temer sem outro interesse.
        Não acho que seja para colocar o Botafogo como substituto. Ele é muito fraco.

        Acho que esses caras vão tentar inviabilizar as eleições deste ano

    • Assalto da serra elétrica

      “Temer e sua gangue continuariam roubando”

      (29/03/2018!) O que dizer disso?:

      “https://www.esmaelmorais.com.br/2018/03/quase-na-cadeia-temer-vende-mais-um-pedaco-do-petroleo-brasileiro/”

    • EQUÍVOCO

      Há um equívoco quando diz: “Quanto tempo Barroso está no STF. Por que só agora resolveu investir contra o Temer”.

      O STF só pode tomar atitude (prender ou soltar) se provocado.

      Raquel Dodge provocou, solicitando a prisão dos compadres do Temer, a pedido do MPF.

      Os ministros dos STF não podem tomar atitude alguma sem provocação, mesmo que o mundo esteja lhes caindo sobre as cabeças.

      É assim que funciona.

      .

       

       

  17. Essas investigações só estão andando por interesse da globo que

    Essas investigações só estão andando por interesse da globo que quer retirar o entulho chamado Michel Temer do Planalto. Manter um “presidente” tão fraco está colocando todo o projeto golpista e entreguista a perder. Quanto mais tempo o temer estiver na presidência, mais desmoralizado o golpe estará. 

    O Barroso é apenas um preposto da globo no STF e está cumprindo sua função de retirar do comando do país alguém que a globo não quer. Sai o Michel Temer entra Rodrigo Maia e o golpe se torna mais palatável para a população brasileira que acreditam na globo de maneira incondicional.

  18. Meu palpite
    Depois de várias derrotas, dentre elas a não prisão de Lula, avança o plano C ou D de anular as eleições.

    Barroso – aquele que ainda não fechou o escritório – é o capitão do mato da vez. Homem da Globo na corte, espumou de ódio no julgamento do HC e sempre blinda os crimes da Lava Jato.

    Deu ruim prender Lula ao vivo no Roda Viva. Deu ruim chantagear Weber. Dia seguinte, atentado a bala fora do script. Dia seguinte, Lula consagrado na “república”. Mijaram no chopp da Globo, que agora avança sobre Temer para a solução final.

  19. É, parecem haver poucas alternativas para não ir ao xadrez:

    Uma das alternativas seria chamar os partidos que ainda o apoiam e ameaçar de renunciar e em seguida delatar todo mundo que ele conheça com rabo preso. Neste caso, certamente a avalanche de prisões vai fazer a tal Lavajato parecer um piquenique de alunos do jardim de infância, não é? Teremos então um fantástico espetáculo de delações mútuas!

    Se isto não for possível, quem sabe, chamando o Lula para ser ministro da casa civil e assim obter o apoio disciplinado do PT.

    Provavelmente o Lula vai indicar DIlminha para ser a ministra da casa civil e assim ficar livre para se eleger. Eleito, tomnado posse, Lula nomeia  proto-corrupto, ops, portocorrupto como um ministrinho de porra nenhuma e longe do tilintar das pulseiras da PF.

    Ou ainda essa última alternativa, sem o seu envolvimento direto, mas passando pelo Supremo – que seria o de anular o golpe, e reempossar a Dilma. Esperta como ela é, ela vai procurar apoio na China e na Rússia. Aí, a festa começa.

    E uma ajudinha do Putin na comissão de arbitragem na copa poderia ser considerado uma gentileza, não é? E melhor ainda, se alguns países boicotarem a copa!

    Ô loco meu! Ou melhor, que trem de doido sô!

     

  20. Que passa 247?

    Costumo ler as notícias e comentários do Blog 247. Fiquei sem entender e até desconfiado com a mudança de postrua de dois dos seus principais comentaristas que são o Paulo Moreira Leite e Alex Solnik quando surpeendentemente mudam de opinião num comentário cifrado defendendo a permanencia de Temer no governo, uma mensagem subliminar inaceitável.

  21. Mas, por que agora?

    Como tem acontecido em muitas situações, a verdade e os fatos são conhecidos e antigos, mas costuma tomar maior importância o tempo e a oportunidade da reação judicial; assim como o real interesse que há por trás da justiça e da mídia quando estas agem em determinada direção, num determinado momento.

    Além da “mera” existência do crime e de culpados parece existir algo por cima de tudo, com um relógio na mão e com o “conjunto da obra” na outra mão, que faz com que as coisas “aconteçam” num determinado momento. Isso alguns tem chamado de “timing” e, em todos os casos, demonstra-se a existência de uma camada de poder (e por tanto golpista) que controla todos os acontecimentos.

    O golpe foi dado no momento em que o PT e o governo estavam frágeis.

    O mensalão tucano, no relógio golpista, foi movimentado com ritmo totalmente diferente que o timing do PT.

    Eduardo Cunha foi retirado de cena apenas depois de concluir o impeachment.

    A rede Globo achou que o momento de tirar Temer era com o episódio JBS, mas, o sistema golpista ainda acreditou na eventual reforma da Previdência e salvou a quadrilha do planalto.

    O timing contra Lula terminava no começo de 2017, quando Moro já tinha viagem marcada para os EUA. Lula e o PT furaram o “timing”, não apenas com a verdade da sua inocência – claramente demonstrada pela sua excelente equipe jurídica de defesa e pela confusa acusação sem prova alguma, mas também com as caravanas e com o aumento do apoio popular em favor do Lula e da tese da sua inocência.

    O “timing” não consegue mais defender tanto tucano acusado, pelos menos não sem algum constrangimento.

    O “timing” foi guardando por baixo do pano inúmeras falcatruas golpistas: helicópteros, malas de dinheiro, apartamentos cheios de malas e etc., como um balde de lixo orgânico que se acumula durante semanas num prédio residencial e que ninguém mais consegue suportar nem esconder o mau cheiro.

    A balança começa a pender para o lado popular, tanto na narrativa do golpe como nas expectativas de retomar o poder e, junto com isso, começam a pensar em abrir a boca dezenas de delatores “do lado de lá”, que foram regiamente premiados pelo seu “silencio”, mas que hoje ameaçam falar. Alguns mais ousados têm argumentado que acusariam membros do judiciário (como Wesley e Joesley, além de outros) e rapidamente foram soltos.

    Há uma bomba relógio prestes a explodir, as delações do Marcos Valério (mensalão tucano), a devassa sobre Aécio Neves, o Paulo Preto e a “tucanada” paulista, os portadores de malas com dinheiro e, depois de muito tempo, quem sabe até o próprio Eduardo Cunha. Esse será o sinal da mudança dos ventos, do fim do “timing” e da caminhada até a verdade.

    Mas, o mais relevante em relação à equipe titular do golpe, de origem no PMDB, é que não consegue mais segurar a quadrilha do alcance da lei e os fatos começam a feder. No comando golpista hoje é aceita e retomada a tese da ação midiática da Globo com o caso JBS, contra a mesma quadrilha, apenas que agora com base no Porto de Santos (assunto antigo e muito mau cheiroso). A ação foi protelada por anos pela MPF e judiciário até que enfim o Ministro Barroso, provavelmente motivado pela sua derrota moral no Supremo, resolveu agir e chutar o balde, tomando a “pole position” da debandada geral, tentando salvar a sua imagem pessoal. O ex PGR Janot falou algo do tipo: “até que enfim!”, em certa forma indicando essa mudança de vento.

    O golpe perdeu; e feio. Os golpistas foram desmascarados pelo povo (embora a mídia demore ou hesite em reconhecer). Hoje sobra apenas o pau e a violência para deter o implacável avanço da história, como uma ressaca de mar depois do tsunami golpista, que matou gente e que fez muito dano, mas que termina por voltar com as suas sujas águas de volta ao oceano. O litoral afetado será reconstruído e o sol da verdade irá limpar até o mau cheiro. Vão sobrar na praia os golpistas como peixes mortos, lixo, pneus, carros destruídos, árvores derrubadas e fedor, igual como acontece com um tsunami. Na sua exposição ao sol da verdade explodirão os restos como vampiros em plena luz do dia.

  22. Não acredito nas boas

    Não acredito nas boas intenções da PGR e PF, instituições de atuações profundamente politizadas.

    Na minha modesta opinião, o que estamos vendo é a tentativa de substituição de temer por rodrigo maia mirando as próximas eleições e ponto.

  23. Vemos nesse xadrez tudo que é

    Vemos nesse xadrez tudo que é tipo de lance, menos um = o de um tucano de alta plumagem em cana. Dos 3 partidos que desde a redemocratização estiveram no poder, só o PSDB não teve nenhum nome de peso atrás das grades. Nem mesmo um zero a esquerda como Azeredo vai ser pego. E a imprensa oficial tem a pachorra de dizer que a Lava Jato é isenta. 

    • No Egito um ditador

      No Egito um ditador truculento está tendo votação acima de 90% pelos seguintes motivos:

       

      1- Sem candidato competitivo, uma vez que os opositores ao regime, ou são mortos como aconteceu com Marielle, ou são presos, como querem fazer com Lula.

      2- O unico candidato do ditador All Sissi é um parente, militar como ele.

      3- Censura, ameaças contra cidadãos

      4- Mais da metade da população não sai de casa para votar.

  24. alckmin..

    Ao invés de cumprir o script e sair pela porta dos fundos, temer se animou e resolveu se candidatar a uma eleição indireta no congresso, e por isso precisa ser anulado.. temer é, como vários outros, é parceiro íntimo dos EUA, fez seu trabalho como esperado, mas se tornou inconveniente, chama muita a atenção.. é hora do golpe assumir uma aparência mais soft, sai temer e entra alckmin.. além do mais, a prisão dos amigos do temer sugere que “a justiça é para todos” e “justifica” a prisão de Lula, dentro daquele discurso de que no Brasil todo político é corrupto e o judiciário está fazendo saneamento. Bolsonaro é carta fora do baralho, além de ser um completo imbecil, tem várias amarras na justiça, só o fato dele ter “brincado” de atirar na cabeça do Lula é mais do que suficiente para o judiciário anular sua vida política, ou exigir que ele se mantenha no papel que cumpriu no congresso até hoje, nulo. Esse tá sob controle (o que está fora de controle são seus seguidores).. tira o bolsonaro e o Lula, sobra o alckmin.. esse é o plano..

    • O mercado gosta mas não aposta em Alckmin
      O mercado quer um produto vendável para candidato a presidente. Prefere um modelo “novo”. Alckmin é como a VW relançando o velho fusca.
      Alckmin é submisso e subordinado ao mercado mas além de estar desgastado perdendo até em São Paulo, o que prenuncia derrota, mesmo se ganhasse já chegaria com forte oposição para conseguir fazer as reformas neoliberais. O mercado prefere um produto mais palatavel que dê ar de modernidade às reformas escravavistas e colonialistas. Até Ciro serve se se comportar como se comportou quando foi ministro da fazenda de Itamar: não negociou com petroleiros em greve e privatizou a Embraer. Só que está difícil achar um Macron brasileiro. Bolsonaro e Alckmin disputam quem será o plano B.

  25. Temer? nem conheço!

    Para quem não entendeu o tesão, disposição e a volúpia do deputado e ex prefeito de Santos (SP) entre 1997 e 2004,.Beto Mansur, ao ler na mesa da Câmara a denuncia que deu o início ao impiti, essa matéria está completa de razões.

    Santos capital mundial dos midiotas (e dos carros dos ovos…xegooooooou) convoca pelas redes sociais uma vigília cristã, anti bolivariana, pela famiglia e a propridade, no dia 3 de abril, véspera do julgamento do molusco pelo Supremo de Frango. Praça Independência, pela imediata prisão do homem que acabou com o Brasil. Vá de amarelo, leve seu penico, philme na horizontal para aparecer no plimplim.

    Temer, fegacê, Çerra45… não meu amigo. Você não está me entendendo, o nome é Lula, o miliardário do triplex  do sítio maior que a França com as torneiras de puro ouro 24k.

    Nossa bandeira jamais sera rossa! Abaixo a kurrupissaum!

  26. Temer como vice de Lula

    Temer como vice de Lula …

    Temer pega no máximo uma domiciliar pois ficaria “dodoi” na prisão , se não for reeleito presidente ou vice na chapa de Lula.

    Duvido de maus nada.

  27. Temer pode até passar uns

    Temer pode até passar uns dias no xadrez, mas será o máximo que a lava jato vai fazer, porque Temer é golpista de primeira hora. O momento é oportuno para criar um cenário de legitimidade, pois Lula poderá ser preso. Depois disso, livram todos os comparsas dos processos, provavelmente depois das eleições, se acontecerem.

  28. Cê acha mesmo isso ?

    Há um ano , com as delações da JBS ,  você disse : o governo Temer acabou !

    Tá aí , firme e forte.

     

  29. Jogo de cena?

    A investigação sobre os atos praticados pelo presidente quando não era presidente não deveria, e acordo com o entendimento consensual, correr sob a competência do STF.

    Então, como avaliam alguns, inclusive a revista Carta Capital, esse é um processo que só serve para dar a “impressão” de que algo está sendo investigado, para blindar Raquel Dodge e para fazer as “correções” do “sistema” (ameaçar, extorquir e vender as vantagens no futuro).

    O destino desse processo é ser travado no próprio STF, para depois voltar a dormitar nas gavetas do primeiro grau de jurisdição, como foi o caso do PSDB em MG (Eduardo Azeredo) e outros tantos.

     

  30. Não acredito que o Temer 

    Não acredito que o Temer  seja condenado, ou pelo menos julgado, nesse caso. Acredito que isso seja apenas parte da estratégia de gerar confusões, dificultar as narrativas e desviar a atenção. Enquanto os brasileiros acompanham o caos político, o golpe econômico segue seu curso. Embraer, Eletrobrás e Petrobrás  estão sendo vendidas, enquanto nos mantêm com as atenções desviadas pelo notíciário policial.

  31. A turma de Temer, Geddel,

    A turma de Temer, Geddel, Padilha, Cunha, Moreira, da mesma forma que a turma de Lula, Dirceu, Genoino e Dilma, será colocada em seu devido lugar pela turma de Aécio, FHC, Aloysio, Alckmin, Frias, Marinho e Dodge: ou se conforma com as migalhas que caem da mesa ou é enxotada, “que fiquem no quintal, os cães”.

    É que os finos superiores, Opus Dei, maçonaria etc. têm a obediência da polícia, da justiça, e se reservam o direito de permitir poder somente aos que igualmente lhes obedecerem. Não lhes apraz o vulgo ter poder, e os novos-ricos até se aceita mas não com carteirinha de membro do clube, apenas militantes como Moro, Dallagnol, Yousseff, MBL etc.

  32. “É possível que se consiga

    “É possível que se consiga Temer atrás das grades ainda no primeiro semestre de 2019. Todas as provas estão distribuídas em vários processos e inquéritos. É só questão de recolher e consolidar.”

    Nassif, o otimista.

    Vai dar em nada. Ao final haverá um erro que permitirá que o algoritmo Gilmar Mendes, ou um outro preposto, anule o processo. Isso se o processo andar. Porque esse movimento dado pela Dodge/ Barroso deve ser mais uma jogada de elementos corruptos da elite financeira/brasileira para enfraquecer ainda mais o Temer e extorquir algum naco do estado brasileiro. 

    A família Sarney nunca foi pega. A família Magalhães nunca foi pega. A família Serra nunca foi pega. A família Cardoso nunca foi pega. A familia Alckmin nunca foi pega. Esses e outros políticos nunca foram pegos porque conhecem e manipulam o tabuleiro da corrupção. Cada qual está  na mão do outro que mexem as peças e se ajudam para que ganhem o jogo da rapina eterna do estado brasileiro. E nesse meio está o judiciário, a imprensa, a polícia federal, as forças armadas, o legislativo e a elite .

    Ou vingança dos irmãos Marinho, para os quais o Barroso trabalha, referente ao encontro no Palácio do Planalto em que depois de um silêncio constrangedor houve o diálogo: “o senhor quer dizer algo, presidente?”Não. Vocês que pediram a reunião.

    PS. Quem matou Marielle?

    • Só para não me chamarem de

      Só para não me chamarem de pessimista:

      Dá para acreditar na PGR do Dallagnol, Santos Lima, Castor, Janot, Miller, Dodge, De Grandis etc?

      Dá para acreditar na PF da Marena, Damasceno, Grillo etc?

      Dá para acreditar no judiciário do Moro, 3 patetas do TRF4, Bretas, Carmén Lucia, Gilmar Mendes etc?

      Dá para acreditar nas Forças Armadas do Bolsonaro, Etchegoyen etc?

      Dá para acreditar na imprensa dos Marinhos, Civitas, Mesquitas e Frias?

      Dá para acreditar na elite dos setubals, lemanns etc?

       

      PS: QUEM MATOU MARIELLE?

      • QUEM MATOU MARIELLE
         

        O caso de Marielle foi um caso claro de suicídio.

        O caso da caravana de Lula foi  uma tentativa de suicídio para  ele se fazer de vitima e chamar a atenção da imprensa para si.

         

  33. Essas ultimas avançadas no

    Essas ultimas avançadas no tabuleiro do xadrez deixou muita gente desnorteada. Como dizia vovoh, quando me via em longa contemplação “esta desnorteada, minha filha”. Vovoh era viva, não perdia uma oportunidade de mexer conosco. As mãos que balaçam esse berço também são vivas; sera que resolveram mudar a estratégia depois do assassinato de Marielle e do adiamento da prisão de Lula, com a possibilidade do habeas corpus? 

    A cartada de Temer com a intervenção militar no Rio talvez tenha ido para o buraco com esse assassinato. A ralé das milicias policiais não é muito inteligente. Deu um tiro no proprio pé. Por isso esses ataques truculentos de que Marielle andava com bandido e foi morta por eles. So falta o CV emitir nota, dizendo que não foram eles. Em todo caso, a mão que balança o berço não gostou dessa ação que é um desastre para a força militar no Rio.

    Tem muito mais nessa historia, que hoje nos não sabemos ainda. Se Termer fica, se sai, se tera eleições, se Lula… So nos proximos dias saberemos. Mais uma coisa me parece pouco provavel: de que Temer, saindo da presidência, seja preso. Isso pode até ser desejo de uma parte do MPF e da PF, mas esta longe de acontecer. O pacto não foi esse e Temer não é Lula.

  34. Nada vezes nada é igual a

    Nada vezes nada é igual a NADA. Pois é: em nada dará esse processo.   

    Quer dizer que só agora o aparato repressivo conseguiu elementos robustos para desencadear essa operação? Claro que não. Todo o relato deste post já era de conhecimento deles. 

    Se Temer e sua camarilha não fossem tão ambiciosos nada disso ocorreria. Estariam nadando de braçada no Poder. Agora vão servir como parâmetro de que “todos são iguais perante a Lei”, uma tática para escamotear a destruição de Lula como político e como ser humano.

    Vou além: essas prisões eram desnecessárias. Só néscios podem supor que esses indiciados ainda estocariam provas ou teriam ou a coragem de coagir testemunhas.

    A conveniência política-jurídica das mesmas obedecem a uma lógica e a um roteiro. Verdadeiramente providencial para o novo czar de todas as prisões, o ministro Barroso.  

    Que ninguém se iluda mais: o HC de Lula será negado e Lula será preso. O que virá depois disso? Talvez o caos total. 

  35. Juntando os Pontos, Será o Benedito Xadrez Chinês?

    Interessante que todo esse material sobre o caso do porto de Santos estava em estado de repouso há mais de ano, no setor de ‘Conveniências & Convicções’ do judiciário e, de repente, surge a operação ‘Dodge-Barroso’ sobre o caso, fora de época e temporada, prendendo preventivamente todos os envolvidos sem fórum especial, com a desculpa esfarrapada de não permitir que destruíssem as provas (me engana que eu gosto, após mais de ano engavetado), que faz com que tenha que confessar, no caso, preterir o ‘xadrez’ pelo ‘junte os pontos’:

    . Em 30/05/2016, o general Sérgio Etchegoyen é indicado por Temer para assumir como ministro-chefe, o recriado Gabinete de Segurança Institucional (GSI), abrangendo a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), para ‘monitorar’ a esquerda no país. 

    . Em 30/08/2017, Temer e comitiva política viajam a China para a ‘Cúpula do BRICS’ e passam dias trocando figurinhas com os chinas. 

    . Em 16/02/2018, Temer decreta intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro, com possibilidade de expansão para outros estados, deixando a responsabilidade a um interventor militar.

    . Em 27/02/2018, com a criação do Ministério da Segurança Pública, sob comando de Raul Jungmann, remanejado da defesa, o general Joaquim Silva e Luna é nomeado para substítui-lo no Ministério da Defesa, comandado até então, desde a criação da pasta, por civis.

    . Em 28/02/2018, Jungmann anuncia o general Carlos Alberto Santos Cruz, acumulando o comando da Secretaria Executiva do Ministério e a Secretaria Nacional de Segurança Pública.

    . Em 14/03/2018, selecionada e executada a tiros, morre no Rio de Janeiro, a vereadora Marielle Franco, critica da intervenção federal/militar e da violência da polícia nas favelas, sendo também morto seu motorista Anderson Gomes.

    . Em 19/03/2018, Lula inicia em Bagé, sua caravana pelo sul e inéditamente começa a receber ataques por parte de ‘falanges agro-bolsonazis, que tentam bloquear e impedir a caravana, e agredir os participantes com violência, através de pedras, ovos, rojões, tratores, etc.

    . Em 22/03/2018, o STF concede HC emergencial a Lula, impedindo assim que fosse preso após o TRF-4 recusar por unanimidade, conforme sabido, os embargos, em 26/03/2018. Cresce a sensação que não conseguirão impedir Lula de influir na eleição e, ele ou preposto que o substitua, vence-la, como as pesquisas indicam. 

    .Em 26/03/2018, Temer diz em encontro com empresários da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) na capital paulista, que “o povo se regojizou” com a ditadura militar imposta ao Brasil em 1964 e que “a população queria naquele período era uma centralização de poder” e que a tendência na União é históricamente centralizadora. Classificou a federação de estados que formam a unidade federativa de “capenga”.

    . Em, 27/03/2018, ônibus da caravana de Lula no sul, são atingidos por tiros disparados dos dois lados da rodovia de Foz, no Paraná.           

    . em 28/03/2018, o jornalista Noblat, porta-voz informal de Temer, diz no twitter que, “um ministro muito próximo do presidente Michel Temer duvida que haja eleições em outubro próximo. Acha que o agravamento do quadro de tensão política não permitirá.”

    . Em 29/03/2018, a pedido da procuradora geral, Dodge, Barroso libera e a PF efetua as prisões dos ‘temeristas’ sem fórum especial, envolvidos no caso do porto de Santos e ‘otras cositas mas’, ameaçando Temer com um novo inquérito e risco da perda do poder.

    Ligando os pontos, será o Benedito que chega-se a que uma ala golpista, a executiva, pretendendo permanecer no poder por longo tempo, independente da ala dos patrocinadores do golpe, através de um governo forte e híbrido (civis e militares), no modelo político centralizado chinês e economia liberal de mercado, vem costurando ações que levam a isso, e, então, a outra ala golpista, a dos patrocinadores, nacionais e estrangeiro, não gostando, por considerarem correr riscos não desejáveis, resolveram reagir, botando água no ‘chopp-suey’, no almoço do planalto, antes que fossem jantados à moda chino-brasileira?         

    • Faz sentido

      Este “juntar os pontos”, pra quem acompanha a geopolítica mundial (o “grande jogo”), faz mais sentido.

  36. O ovo da galinha
    Aqui será impossível encontrar quem admita que a corda arrebentou em 2014.Mesmo considerando as intenções quaisquer que fossem, foi naquele ano que iniciou-se o burburinho que ora vivemos.Antes disfarçava-se com mais sutilezas. Mesmo assim estamos anos luz de acreditar nas instituições e suas reais intenções. O grande entrave envolve a ideologia , a disputa pelo poder político e econômico. Uma sacola com alguns frutos podres.

  37. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome