Início Autores Posts por Aquiles Rique Reis

Aquiles Rique Reis

386 Posts 0 comentários
Crítico de música.

Zé Guilherme, braços abertos para a música, por Aquiles Rique Reis

Zé é o título de seu primeiro EP (independente). Pronto para ser lançado ainda no mês de novembro de 2021, Zé Guilherme chega ao mercado após quatro álbuns e cinco singles.

O mestre das obras-primas, o CD de André Mehmari, por Aquiles Rique Reis

Notturno (independente), um CD solo que traz à tona a genialidade que, desde sempre, vem tornando seu ofício mais e mais evidente.

Um show Brasil/Portugal, por Aquiles Rique Reis

O canto de Salmaso e de José Pedro demonstra o apuro com que ensaiaram para cantar no projeto. Os corresponsáveis por tal deslumbre são instrumentistas brasileiros e portugueses igualmente afiados para a missão.

Loucos por Aldir, por Aquiles Rique Reis

A música brasileira se alvoroçou: e foi um tal de cutucar a memória em busca daquela letra antiga ou de uma poesia que ninguém nunca ouvira. Reavivando obras inéditas do Aldir, inúmeros parceiros formaram o repertório de Aldir Blanc Inédito.

O futuro é hoje, o CD de Fábio Borges, por Aquiles Rique Reis

O Tempo tem consultoria artística de Thiago Marques Luiz, arranjos de base de Joan Barro, mixagem e masterização de Rovilson Pascoal. E ao novo CD ele acrescentou músicas em que canta amores delirantes e arrebatadores.

Eis Wolf Borges, por Aquiles Rique Reis

Wolf convidou uma turma requintada para com ela distinguir a linhagem musical de sua Minas Gerais.

Diogo Monzo: Um pianista erudito com alma popular, por Aquiles Rique Reis

Muito embora sendo um músico erudito, a veia popular de Monzo faz com que os improvisos não caiam na esparrela de sobrepujar as linhas harmônicas e melódicas de canções já devidamente preservadas no imaginário popular.

O grande Antonio Adolfo, por Aquiles Rique Reis

Impregnado das genialidades de Jobim, ele selecionou nove músicas – repertório digno de ouvidos abertos à excelência.

O som de Thiago Ramil, por Aquiles Rique Reis

Tudo o que cria é parte da concepção que une um universo pleno de fantasias díspares – fruto de um pensador inquieto unindo modos díspares de conceber música.

Paixão irresistível, por Aquiles Rique Reis

Para começo de conversa, vou logo avisando: não contem com a minha isenção para redigir uma resenha sobre o que venho ouvindo há algumas semanas – Peguei a Reta (Kuarup), o novo álbum do clarinetista Paulo Sérgio Santos.

O dia em que Manu Cavalaro me pegou de surpresa, por Aquiles Rique Reis

“Canções para Iluminar o Mundo” (Manu Cavalaro). Cada canção vem à terra, limpa o céu, rompe barreiras e brota uma flor no quintal das casas. A cor chama a atenção de quem presenciou a mutação da tempestade em vida.

Todos os sambas do mundo, por Aquiles Rique Reis

Agora mesmo tenho comigo um CD que tem o samba como protagonista. Refiro-me a Gênesis (independente), álbum do violonista sete cordas, cavaquinista e compositor Gustavo Monteiro, a voz certa para cantar seus sambas em tom menor, dignos do tal “pendrive colossal”.

Saudades de Noel, por Aquiles Rique Reis

Para reverenciá-lo, temos o álbum Outras Bossas (gravado nos estúdios da Fatec de Tatuí/SP e lançado pela Gravadora Experimental), nascido do desejo da cantora Jacque Falcheti

A viagem de Crato para o mundo, o CD de Tiago Araripe, por Aquiles...

A sonoridade do disco tem momentos irresistíveis. Desde o suingue característico das músicas nordestinas à levada caboverdiana, passando pela beleza da música portuguesa, tudo ali é uma senha que desvenda o álbum de beleza ímpar.

Entendendo Caetano Veloso com Arthur Nogueira, por Aquiles Rique Reis

Com canções pouco conhecidas, Nogueira entregou sua alma à música de Caetano, extraindo-a de volta envolta em arte e sentimento. Versão contemporânea de uma produção admirável – desde a concepção até o futuro.

CD de Lúcia Menezes, um álbum incomum, por Aquiles Rique Reis

“Quando a Égua Esfrega o Bode” (Eduardo de Menezes Macedo), cantando com a teatralidade que a distingue, Lúcia Menezes mostra aptidão para cantar qualquer gênero musical. Sacramentando seus atributos, ela expõe ser uma cantora liberta.

Um grande CD de sambas, por Aquiles Rique Reis

Esta semana vamos de Samba é Amor (lançado pelo selo Lobo Music, da produtora Kuarup), o quarto álbum de Marcelo Kamargo, mineiro de Coronel Fabriciano-MG

Guinga, em Zamboio: Beleza revolucionária, por Aquiles Rique Reis

A beleza de cada uma das onze composições – letras e músicas dele – podem ser sentidas como nostálgicas. Mas são mais do que isso, são um bálsamo a preencher o ar genocida, imposto por loucos irresponsáveis.

Passando o baião a limpo, por Aquiles Rique Reis

Agora com nova formação, a Banda de Pau e Cordas lança Missão do Cantador (Biscoito Fino). Pernambucana, segue embalada pela diversidade de ritmos e sons brasileiros.

São Paulo, berço de sambas e de sambistas, por Aquiles Rique Reis

Ao ouvir #PartiuZéPelintra – Tributo a Germano Mathias (independente), álbum recém-lançado, ocorreu-me uma platitude: Adoniran Barbosa, Geraldo Filme e Germano Mathias são a trinca de ouros do samba na Terra da Garoa.