ONU ressalta importância da educação por objetivos do século 21

Lourdes Nassif
Redatora-chefe no GGN
[email protected]

Jornal GGN – A 66ª Conferência do Departamento de Informação Pública das Nações Unidas (DPI) e as ONGs começaram suas sessões nesta segunda na cidade sul-coreana de Gyengoi, com um discurso de Ban Ki-moon, que ressaltou o papel vital que essas organizações, a academia e a juventude têm na consecução dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

“Sem a participação das ONGs não há iniciativa, não importa quão visionária seja, que possa ser alcançada”, acrescentou o Secretário-geral da ONU perante uma assistência de mais de 2 mil pessoas presentes à inauguração do evento.

A conferência se dará nos dias 30 de amio e 1 de junho, com mesas redondas, workshops e reuniões de jovens com representantes da sociedade civil, que se concentrarão, principalmente, na educação como uma alavanca para atingir os ODS.

Ban acrescentou que a educação é um elemento fundamental para a formação de um cidadão global que possa estar à altura dos desafios do século 21, incentivou aos jovens do mundo a converterem-se neste tipo de cidadãos e pediu aos governos e ONGs a envolver os jovens nos projetos da atualidade.

O representante da ONU considerou que as ONGs são a vanguarda da ação internacional e que no curso da história demonstraram que quando os governos caem em um impasse, elas trabalham para mudar o estado das coisas.

Ban aproveitou a oportunidade para denunciar como se fecham os espaços para as organizações da sociedade civil, ONGs e defensores de direitos humanos e afirmou que suas liberdades estão sendo ameaçadas, inclusive no último lugar onde isso deveria ocorrer, na própria ONU.

“Me perturba profudnamente que os Estados membros do Comitê de ONG do ECOSOC tenha negado recentemente conceder o stutus consultivo à ONG Comitê para a Proteção de Jornalistas,

e também que exclua organizações LBTBI do encontro que acontecerá em Nova York para colocar fim à epidemais de HIV-AIDS”, afirmou o Secretário-geral.

Lourdes Nassif

Redatora-chefe no GGN

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. ONGs podem ser perigosas…

    Sabemos muito bem o quanto as ONGs podem ser traicoerias…  Muitas sao constituidas or agentes estrangeiros com a funcao de desestbilizar o pais…

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador