Covid-Ômicron: Casos suspeitos são encontrados na Alemanha e na República Tcheca

Vários países impuseram restrições de chegada de viajantes oriundos da África do Sul após a descoberta da variante, já classificada pela OMS como ‘preocupante’, e desencadeou uma onda de quedas nos mercados de ações globais.

Jornal GGN – Estão sendo investigados os primeiros casos suspeitos da variante Ômicron da Covid-19 na Alemanha e na República Tcheca. Na Holanda, as autoridades se apressam em analisar testes de 61 passageiros da África do Sul que testaram positivo para Covid.

A variante Ômicron, identificado pela primeira vez na África do Sul, foi detectado em viajantes na Bélgica, Hong Kong e Israel.

Vários países impuseram restrições de chegada de viajantes oriundos da África do Sul após a descoberta da variante, já classificada pela OMS como ‘preocupante’, e desencadeou uma onda de quedas nos mercados de ações globais.

A Alemanha identificou um caso da variante Ômicron em um viajante vindo da África do Sul.

O Japão anunciou que vai apertar os controles de fronteira para as nações do sul da África, como Moçambique, Malawi e Zâmbia, exigindo uma quarentena de 10 dias para todos os viajantes.

A Qatar Airways disse, no sábado, que proibiu a entrada de viajantes da África do Sul, Zimbábue e Moçambique. A proibição de viagens de alguns países africanos foi introduzida pelo Reino Unido, EUA, Brasil, Turquia, Sri Lanka, Omã e Tailândia, entre outros.

A Austrália planeja introduzir uma quarentena de 14 dias para cidadãos que viajam de nove países da África Austral.

Com informações do The Guardian.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador