Doria derruba obrigatoriedade do uso de máscaras em locais abertos em São Paulo

Um dia antes, Rio de Janeiro anunciou medida parecida, mas que se difere no fato de que o governo paulista manteve a necessidade das máscaras em locais fechados

reprodução

O governo do Estado de São Paulo decidiu que, nos próximos dias, será derrubada a obrigatoriedade de uso de máscaras em locais abertos. A medida vai de encontro ao declarado dias atrás pelo governador João Doria (PSDB), que admitiu haver “boas expectativas” a respeito de decisões visando diminuir as restrições sanitárias. A informação foi publicada em matéria de Leandro Martins, no UOL.

A decisão do governo paulista foi conhecida um dia depois que o Rio de Janeiro fez anúncio parecido – para ser mais específico, o governo fluminense foi além e passou a permitir o acesso de pessoas sem máscaras tanto a ambientes abertos quanto fechados.

A decisão do governo paulista entra em contradição com alguns números da Plataforma Vacina Já, criada pelo Palácio dos Bandeirantes para informar sobre os resultados da campanha de vacinação no estado.

Considerando que a situação das escolas seria um dos principais fatores para se tomar medidas desse tipo, chama a atenção o fato de que, segundo as estatísticas, 70,4% das crianças paulistas entre 5 e 11 anos tomaram ao menos uma dose da vacina – o que significa que 29,6% não tomaram nenhuma dose – e apenas 19,5% tomaram o esquema vacinal completo – portanto, 80,5% carecem de uma imunidade total contra a covid-19.

O governo do Estado de São Paulo também informa que a ocupação de vagas em UTI nos hospitais paulistas está em 38,5%, enquanto a ocupação das enfermarias está em 28,8%.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador