GGN Covid: última onda começa a refluir rapidamente

Aparentemente, a última onda de Covid começou a ceder. Embora o mês termine entre os 5 de maior incidência, há uma queda objetiva da média de casos em relação a 7 e 14 dias atrás

Imagem: iStock

Aparentemente, a última onda de Covid começou a ceder. Embora o mês de julho de 2022 termine entre os 5 de maior incidência, há uma queda objetiva da média de casos em relação a 7 e 14 dias atrás.

Os últimos dados mostraram 26 estados em queda nos últimos 14 dias e 26 em 7 dias.

Com a redução do ritmo de novos casos nos últimos dias, o mês deverá fechar com mais de 35 mil e ficar entre os 5 meses com maior incidência.

Está havendo quedas substanciais em todas as regiões.

É o que se percebe na curva de casos dos estados com maior número de novos casos per capita.

Relatório de óbitos

Os óbitos ainda não registraram a queda de casos, mas começam a caminhar nessa direção: 4,5% a menos que há 7 dias e 10,5% a menos que há 14 dias.

Ao contrário dos casos, o número de óbitos de julho é dos menores da série. Nâo ficará nem entre os 20 meses com maior número de óbitos.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador