Diretor da Prevent Senior falta à CPI e Renan Calheiros fala em condução coercitiva

Embora tenha alegado prazo exíguo para cumprir a convocação de última hora, o diretor teria recorrido ao Supremo Tribunal Federal e aguarda resposta sobre um habeas corpus para ter o direito de ficar em silêncio

Jornal GGN – Alegando que não foi intimado dentro do prazo de 48 horas antes da oitiva acontecer, o diretor da Prevent Senior, Pedro Benedito, informou à CPI da Covid que não irá comparecer ao depoimento agendado para esta quinta (16). Ele recebeu o convite na tarde de quarta-feira, após um outro depoente programado para hoje informar que também não poderia comparecer.

O senador Humberto Costa ironizou a ausência. Isto porque embora tenha alegado prazo exíguo para cumprir a convocação de última hora, o diretor teria recorrido ao Supremo Tribunal Federal e aguarda resposta sobre um habeas corpus para ter o direito de ficar em silêncio.

À imprensa, o relator da CPI, Renan Calheiros, falou em aguardar para confirmar se Benedito irá negociar nova data ou se será preciso recorrer à Justiça em busca de um mandado de condução coercitiva.

A Prevent Senior entrou na mira da CPI após informações de que adotou medidas que espalharam o vírus entre os funcionários de um hospital da rede no auge da pandemia, além de ter disseminado o tratamento precoce com hidroxicloroquina, que ainda não teve sua eficácia comprovada contra o novo coronavírus.

Os senadores estão discutindo a situação da Prevent Senior e devem votar requerimentos ainda nesta quinta (16).

Acompanhe na TVGGN.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome