Quer entender a Covaxingate? Siga as explicações

Existe uma prática criminosa na Administração Pública que é "atrasar para comprar superfaturado". Lembram dos estádios da Copa?

Agência Senado

Jornal GGN – Old Aligator Russell foi ao Twitter explicar o caso da Covaxin. Suas explicações são simples o suficiente para que qualquer um entenda a situação. Siga as explicações colocadas em forma de artigo.

De Old Aligator Russell

Para quem não está entendendo o caso Covaxin, vou tentar explicar de forma simplificada (porém detalhada). Existe uma prática criminosa na Administração Pública que é “atrasar para comprar superfaturado”. Lembram dos estádios da Copa?

A parada funciona assim: a obra tem data para terminar (vamos usar o exemplo da Copa em que os estádios tinham que estar prontos antes dos eventos). Atrasa a obra e quando estiver próximo, faz compras e contratações em regime de urgência, sem licitação, sem regra, sem lei…

Segundo indícios, o Governo Federal ignorou os contatos com a Pfeizer, aderiu à poucas doses da Covac Facility e renegou a Coronavac com o intuito de atrasar deliberadamente a vacinação.

Com isso, criou-se uma situação ainda mais calamitosa, gerando ainda mais urgência para compra de vacinas. Porque se está afirmando isso?

Pazuello disse que não comprou a vacina da Pfeizer por 2 motivos. 1. Contrato com cláusulas leoninas que não davam Segurança Jurídica para a compra. Existia uma forma de contornar isso alterando a legislação através de uma Medida Provisória (que chegou a ser redigida). Mas…

Misteriosamente, o Governo Federal desistiu da ação. Publicou a MP, mas sem as cláusulas que garantiam a Segurança Jurídica. Por que?

Documento mostra que, em dezembro, governo preparou mudança na lei para comprar Pfizer e Janssen,…

Minuta de medida provisória tinha cláusula para dar segurança jurídica para comprar os imunizantes da Pfizer e da Janssen.

Matéria G1 – AQUI

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. …”Lembram os estádios da Copa”??? Partindo dessa premissa o autor do artigo afirma que houve corrupção na construção dos estádios na Copa de 2014. De quem?
    Com esse discurso a pseudo esquerda gourmet, que foi capturado por forças nefastas do Brasil e do exterior, alimentou o monstro que aflorou em 2018. Além disso, por conta de denúncias irresponsáveis, sem comprovação, que se mostrou por investigações levadas à cabo pelo MPF, TCU, PF e CGU, se permitiu a maior caçada política, jurídica, empresarial e midiática a uma corrente política, tendo como resultado, justamente, o desgoverno que a matéria tenta atingir(???)
    Com artigos deste nível, fica difícil dar credibilidade ao autor. Salvo se o autor apresentar provas da corrupção encontrada na construção de estádios que sejam de responsabilidade dos governos petistas. Ou seja, mais um artigo panfletário, tentando repetir o discurso enviesado de corrupção petista, dissimulando o verdadeiro intento do autor, que é o de igualar os governos petistas com o desgoverno atual.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome