Renan critica Bolsonaro e diz que impeachment poderá ser consequência da investigação da CPI

O senador e relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL) criticou a postura do mandatário, principalmente sobre a omissão para a aquisição de vacinas contra a Covid-19

Jornal GGN – Alvo de boa parte das críticas do presidente Jair Bolsonaro, na live desta quinta-feira (06), o senador Renan Calheiros (MDB-AL) criticou a postura do mandatário, principalmente sobre a omissão para a aquisição de vacinas contra a Covid-19, e alertou que o impeachment poderá vir por consequência das investigações.

“O impedimento do presidente será – ou não – uma consequência da própria investigação. Não é a CPI que vai pedir”, afirmou, em entrevista ao podcast “A Malu tá ON”, isentando que o pedido partirá da Comissão.

“Nós não temos em nenhum outro país um chefe de governo, ou chefe de Estado, que ficou tão contra a vacina como o presidente da República do Brasil. Nós temos isso catalogado na linha do tempo, em frases que apavoraram o mundo”, disse o senador.

Renan Calheiros é relator da CPI da Covid, em andamento no Senado e que nesta semana entrevistou os ex-ministros Luis Mandetta, Nelson Teich e o atual ministro da Saúde do governo Bolsonaro, Marcelo Queiroga.

No mesmo tom, Calheiros criticou de “catastróficas” as declarações do mandatário sobre a China. “Isso é estilo próprio do presidente da República, mas assim, ele não faria um depoimento daquele, repetindo depoimentos catastróficos que tem feito ao longo dessa pandemia se nos ouvisse.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora