A ação de parlamentares contra o desmonte nacional

Jornal GGN – Neoliberalismo já não está tão em voga nas Nações. Até Donald Trump está defendendo os interesses de seus países, na contramão do que faz os atuais governantes do Brasil. A crítica está em nota do deputado federal Patrus Ananias (PT/MG) que crítica, de forma contundente, a atuação daqueles que tomaram o poder de assalto no Brasil.

Patrus reafirma que os golpistas estão acabando com as conquistas obtidas nos últimos anos, com Lula e Dilma, principalmente no campo social. Além da destruição desmedida da soberania nacional. Além da PEC dos Gastos, que congela o país por 20 anos, observa-se o desmonte da indústria nacional, com a venda da Petrobras em pedaços, na bacia das almas, e a venda das terras e águas brasileiras.

O deputado afirma que, diante deste cenário, e de sua gravidade, um grupo de deputados e senadores se reuniu para na constituição de uma Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, a ser instalada amanhã, quarta-feira, dia 21. A Frente terá como presidente o senador Roberto Requião (PMDB/PR) e Patrus assumirá a secretaria-geral.

Leia a nota do deputado a seguir.

NOTA DO DEPUTADO PATRUS ANANIAS (PT/MG)

Agenda dos golpistas ameaça a soberania

Muita gente acreditou que o Estado Nação estava em declínio diante da chegada e do avanço do chamado neoliberalismo. Mas estamos vendo que mesmo setores mais conservadores, direitistas, como o presidente norte-americano Donald Trump, estão defendendo os interesses de seus países. Então, é fundamental termos claro que as nacionalidades estão presentes e que precisamos preservar a nacionalidade brasileira.

Aqui, a agenda dos golpistas está destruindo as conquistas que tivemos nos últimos anos com os governos Lula e Dilma, especialmente no campo social, e destruindo também a soberania nacional. Eles aprovaram a PEC 241, hoje Emenda Constitucional 95, que congela o Brasil por 20 anos. Congela os investimentos na área social (saúde, educação, assistência social, segurança alimentar) e congela também as obras de infraestrutura e os investimentos em pesquisa, ciência e tecnologia – áreas fundamentais para garantirmos a soberania e o desenvolvimento integrado e sustentável do Brasil.

Estamos vendo a operação de desmonte e de gradual privatização da Petrobras. Estamos vendo a abertura do setor de transporte aéreo ao capital estrangeiro. Estão discutindo agora um projeto de lei que libera, sem limites, a venda de terras para estrangeiros. Claro, junto com a terra vendem a água, vendem os recursos naturais, o subsolo, vendem a nossa biodiversidade

É diante desse cenário e da gravidade dele que nos mobilizamos, deputados e senadores, para constituirmos a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, que instalaremos nesta quarta-feira, 21, sob a presidência do senador Roberto Requião (PMDB-PR). Eu assumirei a secretaria-geral executando um trabalho integrado com o deputado Glauber Braga (PSOL/RJ), que responderá pela secretaria de Eventos e de Mobilização, e vice-presidentes regionais: senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) e deputados Celso Pansera (PMDB/RJ), Odorico Monteiro (PSB/CE) e Afonso Motta (PDT/RS).

Pretendemos levar essa Frente, que é suprapartidária, a municípios de todas as regiões, para disseminar o sentimento e a consciência de que o Brasil é o que temos de maior e melhor e de que precisamos preservar o nosso país, as riquezas nacionais e a soberania para os nossos filhos, netos e as gerações futuras.  

Esperamos mobilizar a sociedade brasileira em defesa do nosso patrimônio maior que é a nossa pátria.

Patrus Ananias, deputado federal PT/MG

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora