Após acumular 14 corpos, hospital de Manaus recebe câmara frigorífica para Covid-19

Funcionários do João Lúcio disseram que o necrotério da unidade estava superlotado e por isso os corpos eram mantidos nos leitos

Jornal GGN – O Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, em Manaus (AM), recebeu a instalação de um contêiner frigorífico na madrugada desta sexta (17). O equipamento vai dar apoio na armazenagem de corpos com suspeita de COVID-19. É o que informa o G1.

A iniciativa ocorreu depois quem um vídeo expôs o acúmulo de corpos de mortos que ficaram ocupando macas, ao lado de pacientes vivos que estão internados na unidade.

O Amazonas tem 1.719 casos do novo coronavírus e 124 óbitos. A crise decorrente da pandemia já levou à instalação de um primeiro frigorífico no Hospital Delphina Aziz, centro de referência para tratamento do coronavírus em Manaus.

Segundo o G1, funcionários do João Lúcio disseram que o necrotério da unidade estava superlotado e por isso os corpos eram mantidos nos leitos do hospital. Eram pelo menos 14 e somente cinco foram retirados até quinta (16).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome