Cunha estuda atrasar impeachment para se manter na Câmara

O movimento ocorre após quarenta e seis deputados assinarem o pedido de cassação do presidente da Casa, entre PT, PSOL, REDE, oposição e PMDB
Participantes da marcha pela liberdade, organizada pelo Movimento Brasil Livre, posam para foto durante encontro com o presidente da Câmara
 
Jornal GGN – Apesar de o PSOL e a Rede entrarem com o pedido de cassação do mandato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ao todo foram 46 parlamentares que assinaram o requerimento oficial, incluindo Jarbas Vasconcelhos, do partido de Cunha, quatro membros de partidos da oposição, e mais da metade da bancada do PT, que somaram 32 deputados.
 
No requerimento redigido por Luis Araújo, do PSOL, e Gabriela Barbosa Batista, da Rede Sustentabilidade, levanta-se como provas para o afastamento de Cunha as denúncias contra ele, descritas pela Procuradoria Geral da República, na ação que tramita no STF, indicando que o presidente da Câmara recebeu, pelo menos, 5 milhões de dólares provenientes do esquema de corrupção da Petrobras, investigado na Operação Lava Jato. A denúncia foi aceita pelo STF no dia 21 de agosto. 
 
Os deputados também afirmam que Cunha prestou declarações falsas. “Não se tem acesso à declaração do Imposto de Renda do Representado”, apontam, incluindo que o presidente da Câmara foi questionado na CPI da Petrobras, em março deste ano, afirmando que não tem “qualquer tipo de conta em qualquer lugar que não seja a conta que está declarada no meu Imposto de Renda”. O requerimento lembra, contudo, que o Ministério da Suíça revelou a existência de contas de Cunha e de seus familiares no exterior.
 
Apesar de a grande imprensa disseminar, nesta terça (13), que o partido da presidente da República, o PT, não protocolou ao lado do PSOL e da Rede o pedido de cassação de Cunha, a maior parte das assinaturas são de petistas e representam mais da metade da bancada: 32 de 62 deputados.
 
Também é destacado o movimento da oposição, que por ora se mostra ao lado do presidente da Casa, e por outra, contra. Neste sábado (10), o agravamento das denúncias sobre as contas secretas fizeram os principais partidos de oposição cobrar publicamente que Cunha deixe a presidência da Câmara.
 
A nota foi assinada pelo PSDB, DEM, PPS, PSB e Solidariedade, através dos líderes Carlos Sampaio, Arthur Maia, Fernando Bezerra Filho, Mendonça Filho, Rubens Bueno e Bruno Araújo, pedindo o “afastamento do cargo de presidente até mesmo para que ele possa exercer, de forma adequada, seu direito constitucional à ampla defesa”.
 
Contudo, não foram todos que aprovaram o requerimento no Conselho de Ética, ainda assim apoiado por uma parcela: dos cinco partidos, dois foram representados no pedido – três do PSB e um do PPS. Nenhum deputado do PSDB e do DEM, que ultimamente vem mostrado adesão à Cunha, sobretudo na tentativa de depor a presidente da República, protocolou oficialmente. 
 
O movimento dos principais líderes oposicionistas na Câmara revela que, apesar de publicamente solicitarem a saída de Eduardo Cunha, mantem o suporte nos bastidores ao presidente da Casa.
 
Ainda assim, a reação manifestada no sábado, e minoritariamente representada do pedido oficial nesta terça, incomodou Cunha. 
 
Em reunião com líderes da oposição na manhã de ontem, o presidente da Câmara mostrou-se irritado e disse que não era possível “confiar na oposição”. O temor de Cunha é que, depois da decisão do STF e assim sob a responsabilidade única pelo pedido de abertura de impeachment de Dilma Rousseff, os partidos da oposição só se interessem por sua permanência até que dê início ao processo de queda da presidente.
 
Ele teria afirmado no encontro que, se abrir o impeachment de Dilma agora, “no dia seguinte” a oposição o tira da Câmara.
 
Essa tem sido a conclusão de Cunha para se mostrar disposto a indeferir a acusação contra a presidente elaborada pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior. De acordo com o Painel da Folha, desta quarta (14), Eduardo Cunha disse em conversas reservadas que o pedido “foi contaminado” e se transformou em “peça maldita”.
 
Enquanto isso, deputados da oposição se arrependem da nota divulgada no final de semana. O deputado Paulinho da Força, do Solidariedade, afirmou que seria preciso “consertar a m. que fizemos” e que a publicação foi “um erro, uma besteira, não acrescentou nada e só criou dificuldade para o nosso lado”, disse.
 
Leia o requerimento de cassação de Cunha, abaixo:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: Governo deve reduzir auxílio emergencial para R$ 200 ou R$ 300

21 comentários

  1. Prisão do Cunha

    Uma pergunta aos advogados e juristas que leem este blog:

    Com a dificuldade de processar e punir o Eduardo Cunha, por ter foro privilegiado, não é possível processar e prender mais rapidamente a esposa dele, que não tem esse privilégio?

    Acompanhando pela mídia, me pareceu que ela, além de cúmplice, cometeu crimes também, bem fáceis de serem comprovados.

    • mas tem coisa pior

      De fato. Só a METADE. Mas muito pior é NENHUM do PSDB e do DEM terem assinado. Uma vergonha, uma hipocrisia.TODOS que não assinam são cúmplices ou covardes.

  2. Esses tucanos me lembram

    Esses tucanos me lembram aquele malandro aqui do Rio que se achava o mais malandro de todos. Com certeza eles estão jurando de pés juntos ao Cunha que após abrir o impeachment, não o abandonarão jamais, nunquinha. A nota à imprensa é brincadeirinha.

    Só que o dito cujo não acredita nem na própria sombra, e com razão. Vai acreditar em tucano? No Sampaio? No Aécio? Aquele que jura que é senador por Minas?

  3. Nesta foto estão todos os

    Nesta foto estão todos os ladroes reunidos. Juiz Moro, fale pra eles o famoso ” teje preso”.

  4. “Apesar de a grande imprensa
    “Apesar de a grande imprensa disseminar, nesta terça (13), que o partido da presidente da República, o PT, não protocolou ao lado do PSOL e da Rede o pedido de cassação de Cunha, a maior parte das assinaturas são de petistas” O JN noticiou que 32 petistas assinaram a representação
    http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/10/psol-entra-com-representacao-no-conselho-de-etica-contra-cunha.html

    Na CBN Kennedy Alencar ressaltou que 32 petistas assinaram a representação e criticou que nenhum deputado do DEM e PSDB o fez.
     
     

  5. Ópera bufa

    A oposição perdeu o rumo. Só idiota acredita na sinceridade da  faixa que aparece na foto deste post. A foto, por si só, diz tudo. Agora o Cunha achaca os dois lados. Governo e oposição. Enuqnato isso o país espera o desfecho dessa ópera bufa.

  6. O que o Cunha está fazendo

    O que o Cunha está fazendo não é novidade nenhuma.

    Muitos dos comentários aqui foram nesse sentido.

    A garantia de Cunha é a Dilma no poder.

    Só que agora ele está lascado, o rei está nu.

  7. Perdeu Malandro!

    Eduardo Cunha finalmente encontrou um adversário de verdade pela frente. Eduardo Cunha defronta-se agora com um adversário pelo qual tem bastante respeito e muito medo. Eduardo Cunha, queira ele ou não, terá que experimentar o suor do temor, a taquicardia da ansiedade e a vertigem do pavor, da mesma forma que, imagino, ele pode ter feito com vários de seus desafetos. O nome desse adversário justo, porém impiedoso e destemido, chama-se “A LEI” e ela pode tardar, mas não falha; ela pode envergar, mas não quebra e ela dá corda, para poder puxar mais forte, porém se ela se sentir afrontada e ameaçada, pode ter certeza que não terá vem cá meu bem, nem o cú me dói, e será distribuida xulapa pra todo lado, até arrancar o couro do valentão. Traduzindo para o popular: perdeu malandro!

  8. Se liberar o processo de Impeachment, perderá apoio da oposição

    A única chance de Cunha sobreviver é segurando qualquer processo de Impeachment, pois caso libere instauração do  processo de Impeachment, a oposição PSDB não terá mais motivo de segurá-lo na presidência da camará.

    Se arquivar todos os pedidos perde o apoio da oposição PSDB, se liberar qualquer pedido perde a serventia para  a oposição PSDB.

    Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

    • Se ele segurar todos os

      Se ele segurar todos os processos de impeachment, ele perde o apoio da oposição, mas ganha o apoio do governo. E aí ? Se correr, o bicho não pega, se ficar, o bicho não come … Triste ! O Brasil, não só o governo se tornou um refém desse bandido.

  9. No fio da navalha

    Cunha à oposição: ‘Se eu derrubo Dilma agora, vocês me derrubam’

    Na reunião realizada nesta terça (13) na residência oficial da Câmara, o presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi direto com os líderes da oposição: “Se eu derrubo Dilma agora, no dia seguinte, vocês é que vão me derrubar”; o peemedebista quer garantias da oposição de que não será cassado, antes de autorizar o prosseguimento de um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff; no PSDB, a avaliação é de que Cunha ainda pode fazer um acordo com o governo, caso perceba que não haverá os 342 votos necessários para abrir o impeachment

    13 de Outubro de 2015 às 20:04 —-247 –

    Na reunião realizada nesta terça-feira (13) na residência oficial da Câmara, o presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi direto com os líderes da oposição: “Se eu derrubo Dilma agora, no dia seguinte, vocês é que vão me derrubar”.

    O peemedebista quer garantias da oposição de que não será cassado, antes de autorizar o prosseguimento de um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

    Alguns partidos da oposição sinalizam que podem tentar segurar um processo de cassação contra o presidente da Câmara dentro do Conselho de Ética. Mesmo assim, no PSDB, a avaliação é de que Cunha ainda pode fazer um acordo com o governo, caso perceba que não haverá os 342 votos necessários para o impeachment. Segundo relatos, Cunha disse na reunião que foi procurado por emissários do governo sinalizando uma tentativa de acordo.

    URL:

    http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/200804/Cunha-%C3%A0-oposi%C3%A7%C3%A3o-'Se-eu-derrubo-Dilma-agora-voc%C3%AAs-me-derrubam‘.htm

  10. TELEFONE CÂMARA FEDERAL

    Telefone da Câmara Federal: 0800-619619. Ligar para pressionar andamento do afastamento do CUNHA!

  11. Os meios de informação

    Meus amigos. Os meios de informação, formadores de opinião, usam estratégias (Ex: programa do ratinho entre outros) que inclui linguagem de baixo calão (com a finalidade de baixar o nível racional do indivíduo) durante as suas apresentações, cujo nível chega a tocar as conversas, que podem muito bem ser de vagabundos e que não difere muito daquelas que ouvimos de indivíduos da pior espécie(drogados e traficantes de droga). Qual é a intenção desses senhores? Será que eles têm a intenção de melhorar o nível intelectual, fazendo-os cidadãos com capacidade de tomar decisões corretas?

    Meus amigos, os comentários que vimos na Internet são o resultado desses meios de informação que deviam ter a responsabilidade de realizar programas que activasse o que há de melhor no ser humano.

     

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome