Início Tags Eduardo Cunha

Tag: Eduardo Cunha

Eduardo Cunha sabe das coisas, por Luis Nassif

A rigor, a única pessoa que o considera inocente é o desembargador Cleber Ghelfenstein - que me condenou por “difamar” Cunha. O que demonstra o notável poder persuasório de Cunha.

Reinaldo Azevedo e o caminho de Damasco, por Luis Nassif

Para uma boa análise do caráter público brasileiro, é significativo comparar o Reinaldo pós-Conversão de Canossa - o episódio de conversão de Paulo ao cristianismo - e o Reinaldo da campanha do impeachment.

Com três lotes, venderam o país inteiro, por Luis Nassif

Quem dá mais? Quem é que dá mais de um conto de réis? Quem dá mais? Quem dá mais? Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três! Quanto é...

Cunha, Cláudia Cruz e empresas áreas são alvos de operação do MP

Cunha poderia ter sido beneficiado com a aprovação de leis que reduziram a alíquota do ICMS da aviação civil de 25% para 12%, entre 2012 e 2014

Repasses da Amil a parlamentares são investigados em inquérito sigiloso

PF apura compra de medidas provisórias no Congresso pela Amil, para obter recomepensas de R$ 36,5 bilhões de dívidas, entre 2011 e 2013

A curiosa trama da Globo no maior tiro contra o próprio pé, por Luis...

Os Marinho preferiram dar suporte ao Eduardo Cunha. Um dos executivos da Globo me disse na ocasião "o Cunha trabalha; o líder do PT é preguiçoso." Eu tinha observado que o  PT seria potencial aliado deles”.

Xadrez do caso Abadia-Eduardo Cunha no qual o único condenado foi o GGN

Levantamos a história de Cunha no momento em que ele estava blindado pela mídia. A ação pertinaz da Justiça, especialmente em São Paulo e Rio, está matando o direito à informação

Xadrez de como Bolsonaro herdou a rede neopentecostal de Eduardo Cunha, por Luis Nassif

Para entender o bolsonarismo, peça central é a questão da religião, especialmente do ativismo econômico e político das chamadas religiões neopentecostais.

Cunha admite ter financiado 60 deputados antes de presidir Câmara e derrubar Dilma

Cerca de R$ 148,6 milhões foram distribuídos para as campanhas. Com isso, o deputado cassado conseguiu apoio para presidir a Câmara e, depois, para operar o golpe contra Dilma

Chocolate, carne enlatada, panetones e bilhetes premiados

Antes de Flávio Bolsonaro, políticos como Collor, Aécio, João Alves, Renan e Eduardo Cunha citaram negócios com imóveis e alimentos e até mesmo a “ajuda de Deus” para tentar explicar recursos suspeitos

Exclusivo: o impeachment, segundo Ideli Salvatti, por Luis Nassif

Ideli manteve-se calada este tempo todo. Seu depoimento é precioso para se colocar mais algumas peças no quebra-cabeças que poderia explicar o episódio.

Como entender a capilaridade do bolsonarismo, comentário de Alexandre

A elite já possui sua rede formada, é preciso ver que também se utiliza hoje dos mesmos mecanismos de ajuda, frequentam igrejas mais sofisticadas

Fachin abre inquérito para investigar se Cunha comprou votos para se eleger na Câmara

Investigação surge da delação de Ricardo Saud; Segundo ex-executivo da J&f, Cunha seria eleito "para fazer contraponto à presidente Dilma"

Quem é o Ministro do STF que chorou para Janot?, por Luis Nassif

O ex-deputado Eduardo Cunha ofereceu uma delação na qual se anunciava que incluiriam altas autoridades não apenas do Executivo e do Legislativo, mas também do Judiciário.

Lava Jato prevaricou engavetando denúncia feita por Cunha em proposta de delação

Procurador de Curitiba usou até a palavra "sonegação" para se referir a um trecho específico do acordo de colaboração que acabou rejeitado pelo MPF

“Por que Moro não tinha interesse nos telefones de Cunha, mas no iPad do...

O jornalista Kennedy Alencar defende que o ex-juiz Sergio Moro dê explicações sobre as novas conversas de Telegram vazadas pelo Intercept em parceria com o BuzzFeed

Uma prova material, por Dilma Rousseff

Moro não pode negar: ele protegeu Eduardo Cunha, não apreendeu seu celular, e com isso escondeu a verdade sobre o golpe de 2016

A Lava Jato e os anjos da morte, por Luis Nassif

Qual o processo psicológico que faz com que pessoas aparentemente normais, tomem medidas que colocam em risco milhões de pessoas, com a mesma frieza de carrascos profissionais. O que fazem depois disso?

Witzel faz “política de compadrio” e vira chefe do escudeiro de Cunha

Governador do Rio de Janeiro cedeu espaço ao PSC do Pastor Everaldo, em troca da legenda para disputar a Presidência da República em 2022

Lava Jato: STF arquiva investigação sobre Humberto Costa e manda à 1ª instância trecho...

Relator da Lava Jato no supremo segue entendimento da PGR de que não existem “elementos mínimos” que comprovem participação de petista no esquema dos 3%.

Leia também

Últimas notícias

GGN